PÁGINA PESSOAL DE RUI BRANCO

Domingo, 31 de Janeiro de 2010
U. R. D. ATALAIA 1 - FUTEBOL CLUBE DE OTA 2

CAMPEONATO DISTRITAL IIª DIVISÃO DA ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DE LISBOA

16ª JORNADA - ÉPOCA 2009-2010

Foto (da esquerda para a direita): Grilo, Narciso, Márcio, Quaresma, Caldeira, Parafuso, Fachada, João Manuel Bacalhau, Souza, Daniel e Sandro.

Foto: O onze inicial da União Recreativa e Desportiva da Atalaia.

 

O Futebol Clube de Ota iniciou a partida com o seguinte onze:

 

1 DANIEL DUARTE
19 RICARDO QUARESMA
9 REGINALDO SOUZA
15 BRUNO CALDEIRA
19 PAULO PARAFUSO
22 PEDRO GRILO
7 MÁRCIO CARVALHO
8 SANDRO FERREIRA (Cap.)
18 RICARDO FACHADA
16 NUNO NARCISO
23 JOÃO MANUEL BACALHAU

 

Foto: Aos 24 minutos, o João Manuel Bacalhau (23) tentou alvejar, de cabeça, a baliza adversária, mas a bola saiu ao lado.

 

Substituições:

05' - Saiu o Paulo Parafuso (lesionado) e entrou o NUNO FERNANDES (25).

45' - Ao intervalo saiu o Ricardo Fachada e entrou o JOSÉ ALBERTO (14).

62' - Saiu o Márcio Carvalho e entrou o JORGE RIBEIRO (20).

83' - Saiu o Sandro Ferreira e entrou o JOÃO PEDRO BACALHAU (21).

A partir do minuto 83, a braçadeira de capitão passou para o Pedro Grilo.

Suplentes não utilizados: Filipe Antunes, Mário Djaló e Peres.

Não convocados: Rui Correia, Tó Nando, Luis Gonçalves, Paulo Filipe, João Rodrigues, João Fonte e Hélder Monteiro.

Lesionados: António Faria, Sérgio Paulino e Flávio Ferreira.

Disciplina:

União Recreativa e Desportiva da Atalaia:

Cartão Amarelo aos 45+3 minutos para o Nº 8, por ter cometido uma falta perigosa sobre o Sandro Ferreira.

Cartão Amarelo aos 55 minutos para o Nº 5, por ter impedido o Márcio de marcar um livre na zona do meio campo.

Cartão Amarelo aos 81 minutos para o Nº 4, por ter protestado contra uma decisão da equipa de arbitragem.

Cartão Amarelo aos 88 minutos para o Nº 1 Guarda Redes, por ter injuriado o árbitro do jogo.

Futebol Clube de Ota:

Cartão Amarelo aos 68 minutos para o Reginaldo Souza, por, supostamente, ter rasteirado um adversário no interior da grande área.

Cartão Amarelo aos 78 minutos para o João Manuel Bacalhau, por ter, supostamente, simulado uma grande penalidade.

Cartão Amarelo aos 85 minutos para o Pedro Grilo, por ter cometido uma falta dura sobre um adversário.

Cartão Vermelho Directo, aos 90+3 minutos,  para o João Pedro Bacalhau, por, supostamente, ter atingido com uma cotovelada o jogador nº 22.

Resultado ao intervalo: 0-1

 

Foto: João Manuel Bacalhau, aos 41 minutos, fez, desta forma, o primeiro golo deste jogo, levando a equipa em vantagem para o intervalo. 

 

MARCHA DO MARCADOR:

0-1 aos 41 minutos por JOÃO MANUEL BACALHAU. Reginaldo Souza ganhou uma bola na defesa e serviu o Nuno Narciso, no lado esquerdo. O extremo esquerdo do F. C. Ota deu de cabeça para a zona central, onde o João Manuel Bacalhau apareceu completamente desmarcado e só com o guarda redes pela frente não perdoou, fazendo o primeiro golo do jogo com o pé direito.

1-1 aos 69 minutos pelo Nº 22 de penalty. A equipa visitada empatou de grande penalidade, através de um remate rasteiro, com o pé esquerdo, do jogador nº 22. A falta que originou esta grande penalidade não existiu, dado que o jogador local fez um autêntico mergulho para o interior da grande área, quando se viu rodeado por três jogadores da equipa de Ota.

1-2 aos 83 minutos por JOÃO MANUEL BACALHAU. Na zona central do terreno de jogo, o Souza bateu um livre para a entrada da área, onde o Jorge Ribeiro deu da cabeça para o João Manuel Bacalhau que controlou muito bem a bola, rodou sobre um adversário e rematou rasteiro, com o pé direito, com a bola a entrar entre o guarda redes e o seu poste esquerdo. 

 

Foto: Ricardo Quaresma limpa a bota do pé direito do João Manuel Bacalhau, que momentos antes havia feito o primeiro golo desta partida.

 

CRÓNICA DO JOGO:

Esta tarde, os seniores do F. C. Ota, deslocaram-se até à Atalaia, onde defrontaram o clube local, naquele que foi, provavelmente o último derby concelhio, para a nossa equipa, da época 2009/2010.

As condições atmosféricas estavam razoáveis, apesar de algum frio e vento, embora nada comparaveis com o que já passamos neste campo de futebol, nomeadamente na época passada.

Para a partida desta 16ª jornada, o técnico David Sopa, fez três alterações em relação ao onze titular da passada semana.

Assim sendo, o Daniel tomou o lugar na baliza, tendo à sua frente um quarteto defensivo composto pelo Quaresma, que regressou à direita e o Paulo Parafuso que alinhou na esquerda da defesa. Os centrais foram, como habitualmente, o Souza e o Caldeira. O trinco voltou a ser o Pedro Grilo, enquanto o duplo pivot de meio campo foi constituido pelo Sandro e Márcio. No ataque jogou o Fachada pela direita, o Narciso pela esquerda e o João Manuel Bacalhau na frente de ataque.

Logo nos primeiros minutos, e após uma arrancada pela esquerda, o Paulo Parafuso agarrou-se à perna direita e teve que ser substituido devido a lesão. Para o seu lugar entrou o Nuno Fernandes.

Entretanto a bola era muito maltratada por todos os intervenientes em jogo, num espectáculo deplorável que os 22 jogadores em campo proporcionaram aos espectadores presentes.

O futebol da equipa local era mais directo e passava por recuperar a bola e lançar de imediato os seus atacantes, até porque neste primeiro tempo jogaram a favor do vento.

A equipa de Ota procurava rendilhar mais o seu jogo, trocar a bola em passes mais curtos e progredir em direcção à baliza.

Escusado será dizer que ambas as equipas falharam os seus propósitos, porque invarialvelmente os passes saiam transviados.

Falar de oportunidades claras de golo neste primeiro tempo è um exercício dificil para este vosso escriba, embora possamos referir uma aos 15 minutos, para a equipa de Atalaia, quando o jogador nº 23 rematou à entrada da área, após a marcação de um canto na direita, com a bola a sair por cima da barra.

Aos 24 minutos, o Nuno Narciso, cruzou para a grande área, onde apareceu a cabecear a bola, o João Manuel Bacalhau, com a mesma a sair ao lado, num bom desenho atacante da equipa de Ota.

Aos 29 minutos, o João Manuel Bacalhau, rematou forte, na passada, com a bola a sair à figura do guarda redes local, que defendeu com segurança.

O primeiro golo da partida acabou por surgir aos 41 minutos, pelo inevitável João Manuel Bacalhau, após um passe açucarado do Nuno Narciso, que o deixou completamente isolado em frente à baliza adversária.

O resultado ao intervalo aceitava-se, porque numa da poucas oportunidades de golo criadas, houve uma equipa que concretizou com sucesso.

Foto: Lutar neste meio campo, foi a palavra de ordem do jogo desta tarde. Aqui o Márcio saltou com o Paulo Jacinto (6), um adversário sempre temivel neste tipo de lances aéreos. 

 

Ao intervalo, o técnico David Sopa, deixou nos balneários o Ricardo Fachada, fazendo entrar para o seu lugar o José Alberto, que também se foi posicionar na direita do ataque otense.

A segunda parte desta partida foi bem mais movimentada, polémica e até violenta, com o árbitro a assumir um papel preponderante e completamente desastroso neste jogo.

Logo aos 47 minutos, o Sandro Ferreira, tentou a sua sorte de fora da área, com o guarda redes local a corresponder com uma defesa insegura.

No minuto seguinte, o jogador nº 17, entrou pela esquerda e rematou cruzado, com a bola a passar por cima da barra da baliza do Daniel Duarte.

Aos 53 minutos, o Sandro bateu um livre da direita para o segundo poste, onde apareceu o Grilo, à vontade, a cabecear a bola por cima da barra, desperdiçando uma grande oportunidade de golo.

Aos 60 minutos, o jogador nº 6, do lado direito, no interior da área, rematou cruzado, com a bola a bater na base do poste direito da baliza do F. C. Ota.

Aos 62 minutos registou-se a terceira alteração na equipa de Ota, com a saida do Márcio por troca com o Jorge Ribeiro.

Aos 66 minutos, o jogador nº 4 recebeu uma bola na área adversária, descaido para o lado esquerdo, após um pontapé de canto marcado na direita e rematou forte, com a bola a passar por cima da barra da baliza do F. C. Ota.

Por esta altura a equipa visitada dominava o jogo e criava algumas situações de embaraço para a nossa equipa, acabando por ser beneficiada com uma grande penalidade inexistente aos 68 minutos de jogo.

Após alcançar a igualdade a equipa da Atalaia teve logo outra soberana oportunidade para marcar, quando aos 71 minutos, o jogador nº 23 falhou a finalização à boca da baliza.

Passada esta fase de assédio à baliza visitante, a equipa de Ota assentou de novo o jogo e foi para a frente em busca do golo da vitória.

No último quarto de hora de jogo, a partida entrou numa toada muito quezilenta, chegando mesmo a haver agressões e entradas mais violentas, perante a passividade total do árbitro deste jogo, que a certa altura perdeu mesmo o controlo do jogo, muito por culpa da sua evidente incapacidade para gerir uma partida de futebol.

Aos 78 minutos, no interior da área, o guarda redes visitado impediu, com o braço, o João Manuel Bacalhau de chegar a uma bola. O árbitro e o seu assistente mandaram seguir o jogo, amarelando depois o nosso ponta de lança.

Aos 83 minutos, o Sandro saiu do jogo por troca com o João Pedro Bacalhau e, nesse mesmo minuto, a nossa equipa chegou, de novo, à vantagem, num golo de bela execução técnica do João Manuel Bacalhau, mostrando porque é, de facto, um dos melhores pontas de lança, desta série 1, da 2ª divisão distrital de Lisboa.

Até ao final do jogo a equipa da Atalaia bombeou bolas para a nossa grande área, em busca do golo da igualdade, mas a nossa defensiva portou-se à altura e evitou essa situação.

Na parte final do jogo, o árbitro ainda teve a perspicácia suficiente para ver uma, suposta, agressão do João Pedro Bacalhau sobre o jogador nº 22 e expulsou-o do terreno de jogo.

Em jeito de conclusão afirmamos que a vitória assenta bem à equipa de Ota e premeia a capacidade concretizadora do nosso ponta de lança. Caso se registasse um empate também não seria de todo descabido, dada a entrega e luta dos homens da Atalaia, só foi pena terem chegado a essa igualdade, parcial, através de um lance ferido de ilegalidade.

 

Foto: João Manuel Bacalhau acabava de fazer o golo da vitória e corria em direcção ao banco de suplentes, onde festejou o feito com os seus colegas e técnicos. 

 

ARBITRAGEM:

Nos últimos tempos temos apanhado equipas de arbitragem de bom nível, mas hoje, meus amigos, o Armando Domingos, árbitro principal, mostrou uma total incompetência para dirigir jogos de futebol. Os seus assistentes, Rui Pinto e Joaquim Ramos, também não sairam muito bem na fotografia, mas ainda assim foram os menos maus, de uma equipa de arbitragem completamente desconexada da realidade.

Em termos técnicos cometeu erros atrás de erros, com prejuízo para ambas as equipas, dos quais deixamos aqui os mais evidentes. No final do primeiro tempo assinalou uma mão na bola do Grilo e marcou a falta fora da grande área. Em primeiro lugar o jogador tocou a bola com a sua perna direita e depois se considerou falta deveria ter assinalado grande penalidade porque o lance desenrolou-se no interior da área.

Aos 68 minutos assinalou grande penalidade contra o Ota, após o jogador da casa ter mergulhado para o chão, quando se viu rodeado por três jogadores de Ota e não tinha mais alternativas para dar sequência ao lance. Aliás, este lance, provocou uma enorme risada entre os espectadores, acima de tudo porque o jogador local nem sequer teve muito jeito para enganar o árbitro, mas consegui-o, efectivamente.

Aos 78 minutos, o João Manuel Bacalhau, foi impedido de jogar a bola, pelo braço direito do guarda redes local e ainda por cima viu o cartão amarelo. Neste lance, o assistente do lado do público também teve culpas no cartório, porque o lance passou-se bem próximo de si.

Em termos disciplinares, os árbitros andaram completamente a dormir durante os noventa minutos de jogo. Aos 45+3 minutos, o jogador nº 8 agrediu violentamente o Sandro Ferreira, quase lhe arrancando a cabeça pelo pescoço e viu apenas a cartolina amarela. A certa altura, do segundo tempo, o Souza perdeu a cabeça e agrediu à cabeçada um adversário, perante a «cegueira» total da equipa de arbitragem. Aos 90+3 minutos, o João Pedro Bacalhau, protegia uma bola que saia pela linha lateral, pressionado pelo jogador nº 22, que depois da bola sair, agarrou-se a cara, simulando uma cotovelada que não existiu.

Seria demasiado exaustivo estar a referir todas as situações técnicas e disciplinares, nas quais a equipa de arbitragem esteve mal. Ambas as equipas têm razões de queixa, mas a equipa de Ota acabou por ser a mais prejudicada, nomeadamente com a injusta expulsão do João Pedro Bacalhau e no lance da grande penalidade que deu o golo do empate.

   



publicado por BLOGOTA às 18:50
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Sábado, 30 de Janeiro de 2010
CAMPEONATO DISTRITAL DE INFANTIS (IIª Divisão)

VS

 

C. R. D. ARRUDENSE 4 - FUTEBOL CLUBE DE OTA 0

Campo Municipal - Arruda dos Vinhos

Série 1 - 14ª Jornada

(Resultado ao intervalo: 2-0)

Foto (da esquerda para a direita, em pé): João Pedroso, Gonçalo Pinto, Sandro Santos, André Torneiro, Paulo Botas e João Arrais. (Em baixo, da esquerda para a direita): Ivo, Afonso, Marcelo Vitorino, Pedro Vieira e Daniel Carvalho.

 

Incidências do Jogo:

A equipa de Infantis do F. C. Ota terminou a 1ª fase do Campeonato Distrital de Infantis, da 2ª divisão, com uma deslocação ao relvado sintético do 2º classificado desta série.

O Arrudense precisava de vencer para garantir o acesso à 2ª fase, de apuramento de subida, e não deixou os seus créditos por mãos alheias, vencendo de forma justa.

O primeiro golo surgiu aos cinco minutos de jogo, numa falha defensiva, após um canto marcado na esquerda do ataque local.

O segundo golo aconteceu aos 20 minutos do primeiro tempo, numa fase em que a equipa de Ota defendia-se bem, mas não conseguia sair para o contra ataque.

No recomeço, após o intervalo e durante quinze minutos, a nossa equipa equilibrou o jogo e bateu-se de igual para igual com o seu opositor. Apesar disso, não conseguiu criar nenhuma situação clara para reduzir a desvantagem.

Aos quinze minutos, do segundo tempo, a equipa visitada fez o terceiro golo e na parte final do jogo, após mais uma falha defensiva, conseguiu fixar o resultado final em quatro a zero.

O resultado final é justo e garantiu à equipa de Arruda dos Vinhos o segundo lugar na classificação, enquanto a nossa equipa quedou-se pelo 8º lugar, com 6 pontos, graças a uma vitória e três empates.

Entretanto a equipa de Infantis descansa durante dois fins de semana, retomando a competição no próximo dia 20 de Fevereiro, quando se jogar a 1ª jornada, da 2ª fase "B", do Campeonato Distrital de Infantis.

Foto: Pedro Vieira a efectuar um lançamento de linha lateral. O nosso defesa faz este tipo de arremesso de uma forma muito ágil e competente.

 

VIDEO DO JOGO:

João Pedroso desviou a bola para canto, após livre directo.



publicado por BLOGOTA às 18:29
link do post | comentar | favorito
|

CAMPEONATO DISTRITAL DE ESCOLAS (Futebol de 7)

VS

 

FUTEBOL CLUBE DE OTA 2 - UNIÃO DESPORTIVA VILAFRANQUENSE 2

Parque de Jogos dos Linhais - Ota

Escolas E3 (10 anos) - Série 2 - 12ª Jornada

(Resultado ao intervalo: 2-0)

Foto (da esquerda para a direita): Duarte Almeida, Gonçalo, João Pedro, Daniel, Bruno, Tomás e Marcelo, o sete titular da equipa de Escolas E3 do F. C. Ota.

 

Incidências do Jogo:

A equipa de Escolas E3, voltou a jogar em casa, após a derrota da jornada anterior e conseguiu empatar a dois golos com o Vilafranquense.

Nos primeiros momentos deste jogo, a equipa de Vila Franca de Xira, poderia ter-se adiantado no marcador, devido a alguns desacertos defensivos da nossa equipa.

Ainda dentro dos primeiros dez minutos de jogo, a nossa equipa conseguiu inaugurar o marcador, através de um grande golo do Duarte Almeida, obtido de fora da área.

Antes do intervalo, a equipa de Escolas E3, voltou a adiantar-se no marcador, após um golo obtido pelo Marcelo Agostinho, resultado com que se chegou ao intervalo.

Na segunda parte e logo nos primeiros minutos, a equipa Vilafranquense reduziu a desvantagem, através de um golo obtido pelo jogador nº 8.

Entretanto o jogo continuou a decorrer equilibrado, embora não muito bem jogado e a cerca de dois minutos do fim, a equipa visitante conseguiu igualar, após um golo obtido pelo jogador nº 3.

No último lance do jogo, o Marcelo Agostinho teve o golo da vitória nos pés, valendo na circunstância a defesa corajosa do guarda redes do Vilafranquense a evitar a derrota.

Em jeito de conclusão, afirmamos que o resultado é justo, tendo em conta o equilibrio registado entre as duas equipas.

No próximo sábado, joga-se a última jornada desta 1ª fase do Campeonato Distrital de Escolas, mas a nossa equipa não joga por estar isenta nesta 13º jornada.

Assim sendo, a equipa de Escolas E3 do F. C. Ota só volta a entrar em acção, em competição oficial, no próximo dia 20 de Fevereiro, quando se disputar a 1ª jornada da 2ª fase "B" desta prova organizada pela Associação de Futebol de Lisboa.

Foto: Momento em que o Marcelo Agostinho fez o 2-0 para a sua equipa.

 


VS

 

FUTEBOL CLUBE DE OTA 0 - ASSOCIAÇÃO DESPORTIVA BOBADELENSE 8

Parque de Jogos dos Linhais - Ota

Escolas E2 (9 anos) - Série 1 - 12ª Jornada

(Resultado ao intervalo: 0-6)  

Foto: Os doze convocados para a equipa de Escolas E2 do Futebol Clube de Ota. 

 

Incidências do Jogo:

No último jogo em casa, desta 1ª fase do campeonato, a equipa de Escolas E2 do F. C. Ota, voltou a perder por números expressivos.

A nossa equipa defrontou o 2º classificado e começou, literalmente, o jogo a sofrer o primeiro golo, ou seja, após o apito do árbitro para o inicio do jogo, o jogador do Bobadelense rematou à baliza, o nosso guarda redes defendeu para a frente e perante a imobilidade dos nossos defesas, ainda apareceu um jogador visitante com tempo para recarregar com êxito.

Estava dado o mote para o que haveria de ser a primeira parte deste jogo, ou seja o domínio da equipa visitante, embora logo a seguir ao golo, o Renato ainda ter desperdiçado uma grande oportunidade para empatar.

Foi com alguma naturalidade que o golos foram surgindo para a equipa visitante.

Quanto à nossa equipa, em termos atacantes, registamos duas ou três situações de muito perigo junto à baliza visitante.

Na segunda parte o jogo decorreu mais equilibrado, não se registaram muitas situações de golo e, a do Bobadelense, marcou apenas por mais duas vezes, nesta etapa complementar.

Em resumo, afirmamos que a vitória é justa, os números alcançados pela equipa visitante também, enquanto a nossa merecia, pelo menos, marcar uns dois ou três golos, a fim de atenuar um pouco esta derrota.

Na próxima jornada, última desta 1ª fase do campeonato, a nossa equipa de Escolas E2, desloca-se até ao campo da Sanjoanense, onde joga, pelas 10 horas de sábado, dia 6 de Fevereiro.

Foto: O defesa do Bobadelense foi mais rápido e impediu o Gonçalo Carvalho de fazer um golo.    



publicado por BLOGOTA às 18:03
link do post | comentar | ver comentários (13) | favorito
|

Sexta-feira, 29 de Janeiro de 2010
QUASE SEMPRE A PEDALAR

Domingo, 24 de Janeiro de 2010

Percurso: Ota – Barragem da Chã Alta – Salgueiral – Quinta da Ameixoeira – Monte Redondo – Pista das Lebres – Boteco – Vale Carlos - Ota

Distância percorrida: 35 kms (aprox.)

 

Foto: Qual, dos 5 elementos, da equipa de BTT de Ota, mergulhou nesta enorme poça de água?

 

No treino do passado domingo, participaram o Rui Branco, o Licínio Deodato, o Afonso Costa, o João Antão e o Cláudio Maia.

Tivemos uma manhã de sol, com algum frio e, mais uma vez, com muita água pelos trilhos onde passamos, até porque na noite anterior tinha chovido com alguma intensidade.

Começamos em direcção ao Monte Redondo, depois seguimos para a Barragem da Chã Alta e finalmente chegamos ao Salgueiral, sempre em bom ritmo.

Daí seguimos para a área dos depósitos de combustíveis, entre Aveiras de Cima e Alcoentre, passamos pela Quinta da Ameixoeira e parámos para nos abastecer com o reforço sólido quando tínhamos 16 kms percorridos em 1h. 10m.

Ao retomarmos o treino seguimos em direcção à Ponte Romana, ainda na Quinta da Ameixoeira, para depois alcançarmos novamente o Salgueiral e virarmos para o Monte Redondo.

Na zona da Vidigueira, num local onde existe uma enorme poça de água, que na passada semana foi feita em grande estilo pelo Afonso Costa, preparamo-nos para registar fotograficamente a passagem novamente por este local.

Tudo a postos, o Afonso arrancou a descer e chegou com demasiada velocidade ao charco e inevitavelmente não conseguiu evitar uma enorme queda, que o deixou completamente encharcado.

Após estar recomposto, o nosso colega Afonso, seguiu de imediato para casa, a fim de tomar um retemperador banho de água quente.

Entretanto os restantes quatro betetistas seguiram para a pista das lebres, onde se viram bloqueados por dezenas de eucaliptos caídos na estrada, provocados ainda pelos efeitos do temporal da madrugada de 23 de Dezembro do ano passado e tiveram que ultrapassar esses obstáculos, passando com a bicicleta, à mão, por cima dessas árvores.

A parte final do percurso foi feita pelo Boteco, Quinta da Torre e Centro Formação Militar e Técnico de Força Aérea e chegamos à Ota por volta do meio-dia, com cerca de 35 kms feitos.

Foto: Este domingo calhou ao Afonso experimentar o chão da charneca de Ota, embora, neste caso, a queda tenha sido amortecida pela água.



publicado por BLOGOTA às 18:56
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 28 de Janeiro de 2010
SORTEIO - CAMPEONATO DISTRITAL DE INICIADOS - 2ª FASE

Realizou-se, no passado dia 26 de Janeiro, na sede da Associação de Futebol de Lisboa, o sorteio para a 2ª fase do Campeonato Distrital de Iniciados, com a equipa de Ota a integrar a série 2, da 2ª fase “B”, com os seguintes clubes: Alenquer, Alhandra, Aveiras de Cima, Bobadelense, Camarate, Pinheiro de Loures, Povoense, Sacavenense, Sanjoanense, Santa Iria, Turcifal e Vialonga.

Para o apuramento de subida ficaram apuradas 12 equipas, divididas por 2 séries. Na série 1 ficaram agrupadas as seguintes equipas: Benfica, Bucelenses, Casalinhense, Fonte Grada, Olivais e Sporting. Na série 2 ficaram os seguintes clubes: Arsenal 72, Carcavelos, Fontainhas, Linda-a-velha, Lourel e Talaíde.

Em relação à 2ª Fase “B” ficaram apuradas 65 equipas, divididas por 5 grupos, com 13 clubes cada. Como já referimos anteriormente, o Futebol Clube de Ota ficou integrado na série 2 e o seu calendário de jogos é o seguinte:

 

07/02/2010: Bobadelense – Ota

21/02/2010: Ota – Pinheiro de Loures

28/02/2010: Sacavenense – Ota

07/03/2010: Folga

14/03/2010: Ota – Alenquer

21/03/2010: Vialonga – Ota

28/03/2010: Ota – Santa Iria

11/04/2010: Camarate – Ota

18/04/2010: Ota – Turcifal

25/04/2010: Aveiras de Cima – Ota

02/05/2010: Ota – Povoense

09/05/2010: Alhandra – Ota

16/05/2010: Ota – Sanjoanense



publicado por BLOGOTA às 17:46
link do post | comentar | favorito
|

Quarta-feira, 27 de Janeiro de 2010
CAMPEONATO DISTRITAL DE INICIADOS (IIª Divisão)

VS

 

C. R. D. ARRUDENSE 8 - FUTEBOL CLUBE DE OTA 1

Campo Municipal - Arruda dos Vinhos

Série 3 - 14ª Jornada

(Resultado ao intervalo: 5-0)

 

Incidências do Jogo:

A equipa de Iniciados do Futebol Clube de Ota terminou a 1ª fase do Campeonato Distrital da categoria, com uma derrota pesadíssima e completamente inesperada em Arruda dos Vinhos.

À partida para esta última jornada da 1ª fase a nossa equipa já tinha a sua classificação definida, mas havia que tentar, pelo menos, conseguir um bom resultado nesta deslocação ao campo do Arrudense.

De notar que, mais uma vez, a segunda consecutiva nos jogos fora de casa, não apareceram árbitros para dirigirem o jogo. De facto, a Associação de Futebol de Lisboa, persiste em não dar as condições adequadas ás equipas filiadas, mas quando se trata de receber dinheiro dos clubes, lá estão eles a exigir e a ameaçar com multas ou outros castigos.

Em relação ao jogo, não há muito a dizer, com excepção do facto da equipa da casa ter dominado por completo as operações, sem ter qualquer tipo de oposição da nossa equipa, que limitou-se a fazer figura de corpo presente.

O nosso golo foi apontado pelo Renato Gonçalves, quando o resultado já estava em seis a zero.

No próximo domingo não há jogo, o sorteio para a 2ª fase do campeonato realizou-se ontem, e a primeira jornada desta fase será jogada no próximo dia 7 de Fevereiro.



publicado por BLOGOTA às 19:55
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 26 de Janeiro de 2010
VIDEOS DO JOGO: F. C. OTA 2 - SÃO PEDRO 2

Canto contra o São Pedro, bem resolvido pelos seus jogadores.

Falta, não assinalada, do nº 5 sobre o Caldeira, no interior da área.

Guarda redes do São Pedro sacudiu a bola para longe da sua baliza.

Daniel falhou o soco na bola e o jogador nº 6 não conseguiu fazer o golo.

Jogador nº 6 falhou uma grande oportunidade de golo.

 



publicado por BLOGOTA às 20:01
link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 25 de Janeiro de 2010
A. F. LISBOA - 2ª DIVISÃO DISTRITAL - 15ª JORNADA

2ª Divisão Distrital - A. F. Lisboa - Série 1
15ª Jornada - Resultados – 24/01/2010
CAMPELENSE 1 PEDRA 1
FURADOURO 3 CHEGANÇAS 1
SOBREIRENSE 2 CERCA 1
CASALINHENSE 1 MURTEIRENSE 0
F. C. OTA 2 SÃO PEDRO 2
ARNEIROS 5 ATALAIA 1

 


2ª Divisão Distrital - A. F. Lisboa - Série 1
Classificação – 24/01/2010
Pos. Clube J. V. E. D. G.M. G.S. Pontos
ARNEIROS 15 11 2 2 40 18 35
CASALINHENSE 15 10 3 2 31 17 33
SOBREIRENSE 15 8 2 5 24 20 26
SÃO PEDRO  15 6 6 3 36 22 24
CAMPELENSE 15 6 5 4 27 21 23
FURADOURO 15 6 5 4 25 22 23
CERCA 15 6 4 5 30 22 22
MURTEIRENSE 15 4 4 7 20 27 16
CHEGANÇAS 15 3 5 7 26 32 14
10º F. C. OTA 15 2 7 6 20 25 13
11º PEDRA 15 3 2 10 18 43 11
12º ATALAIA 15 2 1 12 9 36 7

 


Realizou-se, este domingo, a 15ª jornada, da série 1, da 2ª divisão distrital de Lisboa, na qual se marcaram 20 golos, menos dois que na jornada anterior, passando a média para 3,33 golos por jogo. As equipas visitadas marcaram 14 golos, enquanto as visitantes fizeram-no por 6 vezes. Registaram-se dois empates e quatro vitórias para as equipas visitadas.

Se na passada semana as equipas visitantes foram as grandes dominadoras, desta vez as que jogaram em casa dominaram as suas partidas. Não houve qualquer vitória para as equipas forasteiras.

O Futebol Clube de Ota, sem perder há quatro jogos, voltou ao seu pelado e empatou, a duas bolas, com o São Pedro, mantendo-se no décimo lugar. Por sua vez, a equipa de São Pedro da Cadeira desceu para o quarto lugar.

A Sociedade Recreativa de Cheganças averbou a quinta derrota consecutiva, ao deslocar-se ao Furadouro, perdendo por três bolas a uma. Ainda assim, a equipa de Triana mantêm-se na nona posição. O Furadouro, que segue sem perder há seis jogos, subiu ao sexto lugar.

A União Recreativa Desportiva da Atalaia, deslocou-se ao campo do Arneiros, 1º classificado, e foi goleada por 5-1. O Arneiros afirma-se como o mais claro candidato à luta pela subida de divisão, enquanto a equipa do concelho de Alenquer afunda-se, cada vez mais, na tabela classificativa.

O Casalinhense segue na peugada do 1º classificado, com dois pontos de desvantagem, após vencer, em casa, o Murteirense, pela margem mínima. Ambas as equipas mantiveram o seu posto na classificação.

O Sobreirense subiu ao 3º lugar, após receber e vencer a formação da Cerca, a qual após quatro derrotas consecutivas, desceu para o sétimo lugar.

A Pedra foi ao terreno do Campelense, empatar a uma bola, naquele que terá sido o resultado mais inesperado da jornada. Apesar deste empate caseiro, a equipa de Campelos ultrapassou a Cerca e colocou-se na quinta posição.

A 16ª jornada joga-se no próximo domingo, dia 31 de Janeiro, com os seguintes jogos:

O Futebol Clube de Ota (10º) desloca-se à Atalaia (12º), onde se realiza mais um derby do concelho de Alenquer. A última vitória da equipa da Atalaia foi precisamente contra a de Ota, no jogo da primeira volta. Desde essa altura, e já lá vão 10 jogos, a equipa do alto concelho apenas conquistou um ponto. A equipa de Ota costuma ganhar no pelado do seu opositor, no entanto, como se trata de um derby, todo o cuidado e concentração será pouco, se quisermos trazer os três pontos para casa.

A S. R. Cheganças (9º) terá uma oportunidade de ouro para conquistar a primeira vitória na condição de visitada, ao receber a Pedra (11º), no seu pelado. Na 1ª volta, a formação de Cheganças, venceu por três bolas a zero.

O Arneiros (1º) volta a jogar em casa, desta feita contra o Campelense (5º) e não deverá deixar fugir os três pontos em disputa. Na 1ª volta, registou-se um empate a uma bola.

O Casalinhense (2º) desloca-se ao campo do São Pedro (4º), numa partida aguardada com alguma expectativa, porque poderá ser a última oportunidade para a equipa de São Pedro da Cadeira, chegar ao segundo lugar, que dá acesso à luta pela subida de divisão. Na 1ª volta, o Casalinhense, venceu por 2-1.

O Sobreirense (3º) desloca-se até ao pelado da Associação Murteirense (8º), onde o espera um encontro complicado, que terá de vencer, se quiser manter aspirações à luta pelo acesso à 1ª divisão distrital. Na 1ª volta, a equipa de Sobreiro Curvo, venceu por 3-0.

Finalmente, a Cerca (7º) que tem vindo em queda livre na classificação, recebe o Furadouro (6º) que tem vindo a subir, esperando-se, por isso, uma partida equilibrada. Na 1ª volta, a formação do Furadouro, perdeu, em casa, por uma bola a zero.

 

Todas as imagens do encontro entre o F. C. Ota e o São Pedro (15ª jornada), em: http://picasaweb.google.com/ptblogota/20100124FCOta2SaoPedro2#

 



publicado por BLOGOTA às 20:46
link do post | comentar | favorito
|

Domingo, 24 de Janeiro de 2010
FUTEBOL CLUBE DE OTA 2 - FUTEBOL CLUBE SÃO PEDRO 2

CAMPEONATO DISTRITAL IIª DIVISÃO DA ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DE LISBOA

15ª JORNADA - ÉPOCA 2009-2010

Foto (da esquerda para a direita): Quaresma, Daniel, Souza, Caldeira, Djaló, Jorge Ribeiro, Nuno Fernandes, Nuno Narciso, Márcio, Bacalhau e Pedro Grilo.

Foto: Onze titular do Futebol Clube São Pedro.

 

O Futebol Clube de Ota iniciou a partida com o seguinte onze:

 

1 DANIEL DUARTE
26 MÁRIO DJALÓ
9 REGINALDO SOUZA
15 BRUNO CALDEIRA
19 R. QUARESMA (Cap.)
22 PEDRO GRILO
7 MÁRCIO CARVALHO
20 JORGE RIBEIRO
25 NUNO FERNANDES
16 NUNO NARCISO
23 JOÃO MANUEL BACALHAU

 

Foto: Aos 41 minutos, com a equipa já a perder por 0-2, o João Manuel Bacalhau cabeceou esta bola para a baliza, valendo a fantástica defesa do guardião forasteiro a evitar o golo para a equipa de Ota.

 

Substituições:

33' - Saiu o Jorge Ribeiro e entrou o JOÃO FONTE (24).

36' - Saiu o Mário Djaló e entrou o PAULO PARAFUSO (17).

45' - Ao intervalo saiu o Nuno Narciso e entrou o HÉLDER MONTEIRO (6).

45' - Ao intervalo saiu o Pedro Grilo e entrou o SANDRO FERREIRA (8).

61' - Saiu o Márcio Carvalho e entrou o RICARDO FACHADA (18).

Suplentes não utilizados: Filipe Antunes e José Alberto.

Não convocados: Rui Correia, Tó Nando, Luis Gonçalves, Paulo Filipe, João Rodrigues e João Pedro Bacalhau.

Lesionados: António Faria, Sérgio Paulino, Flávio Ferreira e Peres.

Disciplina:

Futebol Clube de Ota:

Cartão Amarelo aos 10 minutos para o Márcio Carvalho, por ter impedido a marcação de uma falta na zona intermediária.

Cartão Amarelo aos 28 minutos para o Pedro Grilo, por ter cometido uma falta perigosa sobre o jogador nº 9.

Cartão Amarelo aos 44 minutos para o Filipe Antunes, guarda redes suplente, por ter protestado contra uma decisão da equipa de arbitragem.

Cartão Amarelo aos 90+3 minutos para o Ricardo Fachada, por ter cometido uma falta dura sobre um adversário.

Futebol Clube de São Pedro:

Cartão Amarelo aos 25 minutos para o Nº 3, por ter cometido uma falta dura sobre o João Manuel Bacalhau.

Cartão Amarelo aos 49 minutos para o Nº 3, por ter cometido uma falta perigosa sobre o Hélder Monteiro.

Cartão Vermelho por acumulação de amarelos, aos 49 minutos, para o jogador Nº 3.

Cartão Vermelho Directo, para o Guarda Redes Suplente do F. C. São Pedro, no acesso aos balneários, já depois do jogo terminado, por protestos.

Resultado ao intervalo: 0-2

Foto: Aos 10 minutos da etapa complementar, o João Fonte reduziu a desvantagem, neste lance algo caricato, com o guarda redes a defender o primeiro remate, mas no ressalto a bola acabou por bater no corpo do nosso ponta de lança e entrou na baliza adversária.

 

MARCHA DO MARCADOR:

0-1 aos 12 minutos pelo Nº 10. Após uma falha defensiva, a bola apareceu solta na grande área, sobre o lado esquerdo do ataque visitante. O jogador nº 10 foi mais rápido que os nossos defesas e atacou a bola com um remate cruzado que fez a bola entrar rasteira, junto ao poste esquerdo da baliza do F. C. Ota.

0-2 aos 32 minutos pelo Nº 9. Após uma boa jogada de envolvência atacante da equipa visitante, com sucessivas trocas de bola à entrada da área, perante a passividade da nossa defensiva, a bola e o jogador nº 9 apareceram sobre o lado esquerdo e o remate foi cruzado, em tudo idêntico ao que deu o primeiro golo, com a bola a entrar novamente junto ao poste esquerdo da baliza à guarda do Daniel Duarte.

1-2 aos 55 minutos por JOÃO FONTE. A bola foi lançada para a direita, onde o Hélder a conduziu até perto da linha de fundo. O cruzamento foi feito para a pequena área e ao segundo poste apareceu o João Fonte a tocá-la para a baliza. Numa primeira instância o guarda redes visitante defendeu por instinto e a bola acabou por bater caprichosamente no nosso ponta de lança, acabando mesmo por entrar na baliza adversária, após este ressalto feliz.

2-2 aos 90+2 minutos por HÉLDER MONTEIRO. O lance desenvolveu-se no lado esquerdo do ataque otense, numa fase de grande pressão da equipa visitada, a bola foi cruzada para a grande área, em zona frontal, onde apareceu o Hélder completamente isolado, não tendo dificuldade para fazer o golo do empate com o pé direito, perante o desamparado guardião forasteiro.

Foto: Aos 82 minutos, após cruzamento da direita, o João Fonte apareceu ao segundo poste a cabecear a bola ás malhas laterais. No campo ficou a sensação que tinha sido golo, mas afinal foi falso alarme.

 

CRÓNICA DO JOGO:

No regresso a casa, a equipa de Ota defrontou a formação de São Pedro da Cadeira, nesta 15ª jornada do Campeonato Distrital de 2ª divisão de Lisboa.

Finalmente tivemos boas condições atmosféricas, ou seja, não houve chuva e a temperatura ambiente também estava agradável. O pelado apresentou-se em boas condições, apesar da chuva de ontem à noite ter aberto mais uns rasgos na parte nascente do terreno de jogo.

O técnico David Sopa fez apenas uma alteração em relação ao onze titular da jornada anterior, com a saida do Sandro Ferreira por troca com o Márcio Carvalho.

Assim sendo tivemos o Daniel na baliza, tendo à sua frente um quarteto defensivo composto pelo Djaló na direita, o Quaresma na esquerda e o Souza e Caldeira na zona central da defesa. A trinco jogou o Grilo, tendo à sua frente um duplo pivot de meio campo constituído pelo Márcio e o Jorge Ribeiro. No ataque o trio foi composto pelo Narciso (direita), Fernandes (esquerda) e João Manuel Bacalhau (ponta de lança).

Os primeiros minutos foram jogados de forma equilibrada, com ambas as formações a encaixarem os seus sistemas tácticos.

Aos 7 minutos, o Márcio Carvalho teve um remate de fora da área, o qual apesar de fraco, saiu bem colocado, obrigando o guardião visitante a uma defesa apertada para o seu lado esquerdo.

Aos 12 minutos, numa falha defensiva monumental da nossa equipa, a formação de São Pedro da Cadeira, chegou à vantagem, através de um golo obtido pelo jogador nº 10.

A equipa de Ota reagiu de uma forma um pouco acanhada, sem criar grandes situações de perigo junto à baliza adversária.

Aos 15 minutos, o Quaresma, hoje capitão de equipa, arrancou uma boa jogada individual, culminada com um remate forte, de fora da área, com o pé direito, que levou a bola a passar próxima do poste esquerdo do São Pedro.

Aos 18 minutos, o jogador Nº 10 voltou a estar em plano de destaque, ao cabecear uma bola, em plena grande área, para uma defesa segura do Daniel Duarte.

Aos 26 minutos, o Nuno Fernandes tentou a sua sorte na conversão de um livre directo, mas a bola saiu ao lado do poste esquerdo da baliza adversária.

Aos 32 minutos, a formação visitante chegou ao segundo golo, na quarta abordagem com perigo à nossa baliza, através de uma boa jogada finalizada pelo jogador nº 9, mas onde a passividade da nossa defensiva foi por demais evidente.

Aos 33 e 36 minutos a equipa técnica do F. C. Ota fez duas alterações, com a saida do Jorge Ribeiro e do Mário Djaló, por troca com o João Fonte e Paulo Parafuso.

A equipa passou a jogar em 4x4x2, com o João Fonte a fazer companhia, na frente de ataque, ao Bacalhau e o Paulo Parafuso a ir para a esquerda da defesa, passando o Quaresma para a direita.

Na parte final do primeiro tempo, a equipa de Ota, carregou em busca do golo e aos 41 minutos, o Nuno Narciso cruzou a bola da direita para a grande área, onde o João Maneul Bacalhau cabeceou para a baliza, valendo na circunstância o guarda redes de São Pedro a fazer uma grande defesa, sacudindo a bola para a sua esquerda, onde o Narciso recuperou a bola a um defesa e atrasou-a para o remate cruzado do Nuno Fernandes, com a bola a passar em frente à baliza, acabando por sair pela linha lateral.

No minuto final do primeiro tempo, o Nuno Narciso rematou de fora da área, para uma defesa segura do guardião forasteiro.

Ao intervalo o resultado premiava a equipa mais eficiente e eficaz, embora nos últimos 10 minutos do primeiro tempo, já a nossa equipa justificava, pelo menos, um golo.

Foto: Aos 85 minutos, neste lance, o jogador nº 17 picou a bola sobre o Daniel, encaminhando-a para a baliza deserta. Valeu na cisrcunstância o facto do seu remate ter saído fraco e o bom posicionamento do Souza, que evitou o golo visitante com alguma tranquilidade, saindo inclusivamente a jogar. 

 

Ao intervalo, o técnico David Sopa, deixou nos balneários o Nuno Narciso e o Pedro Grilo, por troca com o Hélder Monteiro e Sandro Ferreira. Não houve alteração táctica, continuando a equipa a jogar em 4x4x2, com o Hélder sobre a direita do ataque e o Sandro no centro do terreno.

O jogo, neste segundo tempo, ficou marcado pela expulsão do jogador nº 3, aos 49 minutos, por acumulação de amarelos.

Apesar de jogar com dez unidades, foi a equipa visitante a primeira a chegar com perigo a uma das balizas, quando aos 54 minutos, o jogador nº 11 rematou, já no interior da área, com a bola a sair por cima da barra.

No minuto seguinte, após uma boa jogada pela direita do Hélder, o João Fonte conseguiu reduzir a desvantagem, num lance algo caricato e feliz para o nosso ponta de lança.

Aos 58 minutos, o João Manuel Bacalhau efectuou um remate forte, de fora da área, com a bola a sair à figura do guarda redes do São Pedro.

Aos 61 minutos, saiu o Márcio Carvalho, entrando para o seu o lugar o Ricardo Fachada.

A partir desta alteração, a equipa de Ota, a jogar contra dez, passou a jogar em 4x2x4, perante, também, o recuo da equipa visitante.

Até ao final do jogo, o dominio da partida pertenceu à equipa de Ota. Apesar disso, aos 64 minutos, após um livre do lado direito, o Daniel falhou o soco na bola e o jogador nº 6, ao segundo poste, falhou a emenda para a baliza.

Aos 66 minutos, após um bom cruzamento do João Manuel Bacalhau do lado direito, o Fachada rematou forte, na pequena área, para uma defesa por instinto do guarda redes visitante.

Aos 72 minutos, de novo através de um lance de bola parada, a equipa de São Pedro esteve perto golo, por intermédio do jogador nº 6.

Com o jogo a aproximar-se do fim, a equipa de Ota pressionava cada vez mais, embora por vezes de forma algo atabalhoada.

Aos 82 minutos, o João Manuel Bacalhau cruzou a bola do lado direito e ao segundo poste apareceu o João Fonte a cabecear a bola para as malhas laterais da baliza adversária.

A equipa de Ota, com o aproximar dos noventa minutos, ia colocando cada vez mais gente na frente de ataque, com isso a equipa visitante teve, aos 85 minutos, um contra ataque que poderia ter decidido o jogo a seu favor, quando o jogador nº 17 se isolou e fez um chapéu ao Daniel, qua acabou por sair curto, permitindo ao Souza cortar a jogada e sair a jogar de novo para o ataque.

No segundo minuto de compensação, dos cinco dados pela equipa de arbitragem, a equipa de Ota chegou, finalmente e merecidamente, à igualdade, através de um golo apontado pelo Hélder Monteiro.

Nos últimos minutos de jogo, o árbitro acabou por dar 9 minutos de compensação, as duas equipas partiram em busca da vitória e existiram lances nas duas balizas que poderiam ter dado a vitória para qualquer uma delas, nomeadamente aos 90+7 minutos, quando o jogador nº 8 fez um chapéu ao Daniel, mas a bola saiu ligeiramente ao lado do poste esquerdo da baliza do F. C. Ota.

Em suma, assistimos a uma partida com duas fases distintas, a primeira em que a equipa visitante se superiorizou e a segunda em que a equipa de Ota foi melhor e fez por justificar o empate final neste jogo. 

 

Foto: Neste lance, aos 90+2 minutos, o Hélder Monteiro fez, desta forma, o golo do empate para o Futebol Clube de Ota. 

 

ARBITRAGEM:

O trio de arbitragem, noemado para a partida desta 15ª jornada, foi composta pelo Bruno Costa (árbitro principal), Pedro Coelho e Guilherme Garcia (árbitros assistentes).

Foi uma arbitragem infeliz, a que foi protagonizada por este trio de árbitros, que mais pareciam tomar decisões individuais, do que propriamente trabalhar em equipa, como deve fazer uma equipa de arbitragem. Só assim se justifica que a indicação dada pelo árbitro assistente, do lado do público, para o seu chefe de equipa, assinalando uma falta na área sobre o João Manuel Bacalhau, ainda no primeiro tempo, tenha passado despercebida ao Bruno Costa.

Em diversas decisões técnicas tomaram decisões erradas, com mais prejuízo para a equipa de Ota.

No capítulo disciplinar ficaram diversos amarelos por mostrar a algumas entradas mais rudes dos jogadores de São Pedro e logo por azar o jogador Nº 3 foi o que deu mais nas vistas e, por isso, viu por duas vezes a cartolina amarela, acabando fora do jogo logo nos instantes iniciais do segundo tempo.

Em suma, não estiveram bem, mas também não foi por isso que o jogo terminou empatado.

   



publicado por BLOGOTA às 19:24
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Sábado, 23 de Janeiro de 2010
CAMPEONATO DISTRITAL DE INFANTIS (IIª Divisão)

VS

 

FUTEBOL CLUBE DE OTA 2 - ALHANDRA SPORTING CLUBE 1

Parque de Jogos dos Linhais - Ota

Série 1 - 13ª Jornada

(Resultado ao intervalo: 0-0)

Foto (em pé,da esquerda para a direita): Paulo Botas, Sandro, Gonçalo, Daniel Carvalho (novo reforço), João Pedroso e André. Em baixo (da esquerda para a direita): João Arrais, Afonso, Ivo, Bernardo e Rafael.

 

Incidências do Jogo:

Demorou, mas chegou! A primeira vitória da equipa de Infantis do Futebol Clube de Ota aconteceu esta tarde, no nosso terreno, contra o 2º classificado, o Alhandra S. C.

Na primeira parte assistimos a um encontro bem disputado e equilibrado, embora tenhamos que referir que a equipa visitante teve duas oportunidades soberanas para inaugurar o marcador, as quais foram desperdiçadas pelos avançados forasteiros.

Na segunda parte a equipa visitante, ainda a lutar pelo acesso à fase de apuramento de campeão, entrou decidida a marcar cedo e acabou mesmo por fazê-lo, através do jogador nº 17, quando não haviamos ainda chegado ao minuto cinco.

Apesar de nos vermos a perder muito cedo, nesta etapa complementar, os nossos jovens reagiram muito bem e conseguiram igualar o encontro antes dos dez minutos, após um livre do lado direito batido para a área pelo João Arrais, ao qual correspondeu o Gonçalo Pinto com um golpe de cabeça, fatal para o guardião visitante, que hesitou na saida dos postes e acabou batido sem qualquer hipótese de defesa.

Entretanto o jogo continuou bem disputado, emotivo e até envolvendo alguma virilidade entre os jovens nos lances disputados.

À entrada para os últimos cinco minutos de jogo, a nossa equipa chegou à vantagem, novamente através de um golo apontado pelo Gonçalo Pinto, que desta vez, ganhou na raça ao defesa central contrário e depois aproveitou uma falha do guarda redes contrário que lhe deixou a bola e a baliza à mercê, para fazer com bastante facilidade o segundo golo para a formação otense.

Até ao apito final, tivemos que sofrer bastante, apesar da equipa visitante não ter criado nenhuma situação clara para empatar, a verdade è que andou sempre perto da nossa baliza, com os nossos jovens a baterem-se de forma galharda para conseguirem conquistar a primeira vitória na competição.

Na próxima jornada, décima quarta e última desta 1ª fase, a equipa de infantis do F. C. Ota desloca-se ao campo do Arrudense onde, pelas 14 horas do próximo sábado, defronta o clube local.

Foto: 2-1 para a equipa de Ota, com o golo a ser obtido pelo Gonçalo Pinto (9).

 

VIDEO DO JOGO:

1-1 para o F. C. Ota. Livre do João Arrais e golo do Gonçalo Pinto.



publicado por BLOGOTA às 19:46
link do post | comentar | favorito
|

links
arquivos

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

posts recentes

ATÉ SEMPRE...

RAINHA DAS VINDIMAS 2012 ...

EQUIPA TÉCNICA DOS TRAQUI...

EQUIPA TÉCNICA DOS BENJAM...

CLÁSSICA CICLISMO - ALVER...

CLÁSSICA CICLISMO: ALVERC...

EQUIPA TÉCNICA DOS BENJAM...

SORTEIO – JUVENIS E INICI...

1º DESAFIO BTT ADN – A DO...

EQUIPA TÉCNICA DOS INFANT...

TROFÉU BTT OURÉM – RAID T...

EQUIPA TÉCNICA DOS INICIA...

CICLISMO - CONTRA RELÓGIO...

EQUIPA TÉCNICA DOS JUVENI...

EQUIPA TÉCNICA DOS JUNIOR...

SORTEIO – JUNIORES – F. C...

15º PRÉMIO VOLKSWAGEN – F...

VIDEOS DA MARATONA BTT DE...

VIDEOS DA MARATONA BTT DE...

REGIONAL DE MARATONAS BTT...

MARATONA BTT DE OTA

15º PRÉMIO VOLKSWAGEN AUT...

CLÁSSICA SUBIDA À TORRE -...

F.C. OTA - ESTATÍSTICA 20...

CIRCUITO DE CICLISMO DA A...

18º CIRCUITO BTT NORTE AL...

MARATONA BTT DE OTA - DOR...

PASSEIO ANUAL DA 3ª IDADE...

REGIONAL DE MARATONAS BTT...

F.C. OTA - ESTATÍSTICA 20...

VIDEOS DO CIRCUITO DE CIC...

CIRCUITO DE CICLISMO DE M...

RESCALDO DA MARATONA BTT ...

3 HORAS RESISTÊNCIA BTT A...

PROGRAMA DA FESTA DE OTA ...

REGIONAL DE MARATONAS BTT...

2ª DIVISÃO DISTRITAL - A....

CIRCUITO DE CICLISMO DE S...

TREINOS DE CAPTAÇÃO - F. ...

OH MEU DEUS TRAIL BIKE SE...

favoritos

CAMPEONATO DISTRITAL DE B...

CAMPEONATO DISTRITAL DE I...

RESCALDO DA 1ª PROVA RESI...

VIDEOS DA 1ª PROVA RESIST...

RESCALDO - T. P. MARATONA...

FOTO DA ASSINATURA DO CON...

S. C. PINHEIRO LOURES 3 -...

RESCALDO DA MARATONA BTT ...

CAMPEONATO NACIONAL DE RA...

RESCALDO DA MARATONA BTT ...

temas

2008/2009

2009/2010

2010

2010/2011

2011

2011/2012

2012

7 maravilhas

aeroporto de ota

afl

alenquer

alentejo

alhandra

amador

analises

anipura

arneiros

arrudense

atalaia

atletismo

benfica

benjamins

btt

c.s.r.d. de ota

campeonato

carb boom

cerca

charneca de ota

cheganças

ciclismo

classificação

comentarios

corrida do mirante

cronicas

cross country

desporto

diversos

elites

escolas

estatistica

eventos

extrusal

f.c. ota

f.c. ota benjamins

f.c. ota escolas

f.c. ota infantis

f.c. ota iniciados

f.c. ota juniores

f.c. ota juvenis

festa

frases

furadouro

futebol

futebol de sete

golos

humor

imagens

infantis

iniciados

jogador

juniores

juvenis

lfo

Liga Fantástica de Ota

linhais

lisboa

maratona

memorias

monte agraço

monte redondo

montejunto

música

nacional

ota

ota videos

passeios

pelado

pinheiro loures

portugal

raid

rbikes

relvado

rescaldo

resultados

rio de ota

seniores

serra de ota

sintético

sobreirense

sorteio

sub-23

taça

torneio

treino

varanda da ota

vencedor

veteranos

videos

xcm

xco

todas as tags

últ. comentários
Sem grandes comentarios. obrigado Rui. Fica aqui m...
Até no fim se manifesta a enorme qualidade e dedic...
a deresao do futebol clube agradece todo o que o b...
Caro Rui Branco,Os meus Parabéns pelo teu trabalho...
Foi um óptimo trabalho feito ao estilo de O...
Caro Rui Branco,Obrigado pelo trabalho pioneiro qu...
RuiCertamente que para tomares esta decisão, pensa...
Caro Rui, É com muita tristeza que leio a notícia ...
Caro RuiÉ com tristeza que vejo esta noticia.Assim...
OS COMENTÁRIOS NESTE BLOG ESTÃO TEMPORARIAMENTE SU...
Setembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9


24
25
26
27
28
29

30


pesquisar
 
Google
blogs SAPO
subscrever feeds
mais sobre mim