PÁGINA PESSOAL DE RUI BRANCO

Sábado, 30 de Junho de 2012
JUNIORES F. C. OTA - MARCADORES - ÉPOCA 2011/2012

Foto: Ao meio, Francisco Borges, o melhor marcador dos juniores do F. C. Ota, na época 2011/2012. 

 

A equipa de Juniores do Futebol Clube de Ota, em 2011/2012, disputou a série 1, da 2ª divisão distrital de Lisboa. Foram 26 jogos, onde a formação otense marcou 21 golos, fazendo a média de 0,81 golos por jogo. A média de golos por jogo nesta série 1 foi de 4,25.

O melhor marcador da equipa foi o Francisco Borges, com 5 golos, ele que começou a época de pontaria afinada, mas que depois, ao longo da época, foi perdendo a objectividade em frente à baliza adversária. Uma lesão arreliadora também o deixou de fora em algumas partidas. Em 2º lugar, na tabela de melhores marcadores dos juniores, ficou o João Domingos, com 4 golos registados. Habitualmente utilizado a defesa e/ou médio esquerdo, o João fez alguns golos de belo efeito. Em 3º lugar, com 2 tentos alcançados, ficaram o Ângelo Marques, o Ricardo Granja e o Gonçalo Pinto, este último marcou os dois golos na partida frente ao Ponte Frielas, que deu a única vitória da época à equipa de Ota.

Os restantes seis golos foram marcados pelos seguintes jogadores: Pedro Anacleto, Rui Anacleto, André Campos, Luís Miranda, André Geada e, ainda, um autogolo.

Em relação aos 97 golos sofridos no decurso do campeonato, a média ficou em 3,73 por partida.     



publicado por BLOGOTA às 19:33
link do post | comentar | favorito
|

Sexta-feira, 29 de Junho de 2012
RESCALDO DA ÉPOCA 2011/2012 - JUNIORES F. C. OTA

 

O Futebol Clube de Ota em 2011/2012 formou uma equipa de juniores, o que já não acontecia há mais de 20 anos. Esta equipa veio completar uma lacuna no clube em termos de constituição de equipa em todas as categorias de formação. Assim sendo, pela primeira vez na história do clube, todos os escalões formativos tiveram uma equipa federada em competição.

A composição desta equipa júnior, em termos de plantel, não foi fácil, e ao longo da temporada o número de jogadores inscritos neste escalão não ultrapassou as 20 unidades, sendo que em muitas alturas a equipa técnica teve que recorrer aos juvenis para compor as convocatórias.

A equipa técnica foi composta pelo David Soudo, como treinador principal, e o Diogo Cristóvão, como técnico-adjunto.

A equipa júnior disputou o Campeonato Distrital da 2ª divisão, série 1, entre 15 de Outubro de 2011 e 5 de Maio de 2012, num total de 26 jornadas, com as seguintes equipas: Arneiros, Bobadelense, Monte Agraço, Santa Iria, Alhandra, Fonte Grada, Vialonga, Ericeirense, Casalinhense, Alenquer, Pinheiro Loures, Ponte Frielas e A dos Cunhados.

Foi uma época muito complicada de ultrapassar, e só graças ao empenho da equipa técnica e de um núcleo forte de jogadores, em conjunto com a direcção, isso se tornou possível de alcançar.

As derrotas acumuladas, nalguns casos por números altos, foram deixando mossa na equipa, o que levou a alguma descrença na possibilidade de chegarem mesmo a alcançar uma vitória.

O Futebol Clube de Ota, no final da competição, ficou em 14º lugar, o último desta série 1, com 5 pontos conquistados, graças a 1 vitória, 2 empates e 23 derrotas. A equipa marcou 21 golos e sofreu 97.

A única vitória alcançada foi na 24ª jornada, no dia 21 de Abril, quando recebeu e bateu o Ponte Frielas por 4-1, com uma exibição a roçar a perfeição, sem sombra de dúvidas a melhor da época.

Os dois empates conquistados na competição, foram alcançados na 1ª volta, concretamente na 1ª jornada, em casa, contra o Pinheiro Loures (2-2) e na 4ª jornada, fora, frente ao Casalinhense (1-1).

A equipa teve desde a 5ª jornada (12/11/2011) até à vigésima terceira (14/04/2012) só a somar derrotas, ou seja mais de cinco meses sempre a perder, nalguns casos com goleadas, noutros casos com muita injustiça pelo meio, como por exemplo no Sobral de Monte Agraço, em Ponte Frielas, na Fonte Grada e em A dos Cunhados.

Em termos estatísticos, a equipa de Ota, foi o pior ataque da competição, foi a equipa com menos vitórias e com mais derrotas. Curiosamente não foi a equipa que sofreu mais golos na competição, porque o A dos Cunhados sofreu mais 11. A formação de Ota foi aquela que sofreu a maior goleada fora de casa (Santa Iria: 10-0) e, também, em casa (Alhandra: 0-7).

Em suma, uma temporada de regresso do juniores ao F. C. Ota que não foi nada positiva, embora se deva realçar como gratificante o empenho da equipa técnica, que nunca deixou o barco se afundar e dos jogadores que conseguiram, apesar das derrotas consecutivas, manter a motivação necessária para chegarem ao fim da época intactos, e acabaram por ser premiados com uma vitória na antepenúltima jornada do campeonato.

Esta série foi ganha pelo Arneiros, com 58 pontos, logo seguido pelo Bobadelense, com 54 pontos. Em 3º lugar ficou o Monte Agraço, que liderou esta série durante boa parte da época, com 53 pontos. Em nossa opinião, as duas equipas que melhor se apresentaram contra o F. C. Ota, nos Linhais, foram o Monte Agraço e o Santa Iria.

Na próxima época os juniores do F. C. Ota serão reforçados com alguns jogadores vindos dos juvenis e o equilíbrio no plantel irá conduzir a equipa a melhores resultados, neste caso, na recém formada 3ª divisão distrital de Lisboa.         



publicado por BLOGOTA às 19:25
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 28 de Junho de 2012
ENCERRAMENTO DA ÉPOCA 2011/2012 - F. C. OTA
No passado sábado, o Futebol Clube de Ota encerrou a época desportiva 2011/2012, com uma homenagem aos atletas dos escalões de formação que competiram oficialmente em campeonatos organizados pela Associação de Futebol de Lisboa.

Todos os atletas dos escalões de formação, nomeadamente Benjamins Sub10 anos, Benjamins Sub11 anos, Infantis, Iniciados, Juvenis e Juniores receberam um diploma de participação na época desportiva 2011/2012 ao serviço do F. C. Ota.

Para além disso, a direcção do clube otense, em conjunto com os treinadores, decidiu atribuir um prémio de mérito desportivo aos atletas que, pelo seu empenho, dedicação, assiduidade e educação, se destacaram no mais diversos escalões de formação.

Foram nomeados três atletas por categoria, que mais se destacaram nos parâmetros expostos no parágrafo anterior.

Assim sendo, os nomeados foram os seguintes:

 

JUNIORES: José Bernardino, João Correia e Frederico Gomes

JUVENIS: Duarte Bernardino, Fernando Anselmo e João Cruz

INICIADOS: Ricardo Santos, Sérgio Ribeiro e Gonçalo Deodato

INFANTIS: João Pedro Gomes, João Gonçalves e João Gomes Pedro

BENJAMINS SUB11: João Machado, Pedro Pinto e José Fazendeiro

BENJAMINS SUB10: Guilherme André, João Carvalho e Tomás Ferreira

 

Os prémios de mérito desportivo 2011/2012, foram entregues a:

 

Juniores: JOÃO CORREIA

Juvenis: JOÃO CRUZ

Iniciados: RICARDO SANTOS

Infantis: JOÃO PEDRO GOMES

Benjamins Sub11: JOÃO MACHADO

Benjamins Sub10: GUILHERME ANDRÉ

 

Foto: Os nomeados dos Benjamins Sub 10 anos: Guilherme André, João Carvalho e Tomás Ferreira. 

Foto: Os nomeados dos Benjamins Sub 11 anos: José Fazendeiro, Pedro Pinto e João Machado. 

Foto: Os nomeados dos Infantis, João Nuno, o director Pedro Gomes e João Pedro Gomes. 

Foto: Os nomeados dos Iniciados, Ricardo Santos e Gonçalo Deodato.  

Foto: Os nomeados dos Juvenis, com Pedro Gomes (director), Duarte Bernardino, João Cruz e David Soudo (treinador). 

Foto: Os nomeados dos Juniores, com Fred Gomes, José Bernardino, David Soudo (treinador) e Miguel Ferreira (presidente) 

        



publicado por BLOGOTA às 17:09
link do post | comentar | favorito
|

Quarta-feira, 27 de Junho de 2012
CAMPEONATO NACIONAL DE ESTRADA - CICLISMO

Foto: Avelino Santos, da equipa de Ota, na frente do pelotão de SUB23, em Pataias, no Campeonato Nacional de Estrada. 

 

A equipa de BTT / Ciclismo do Centro Social Recreativo e Desportivo de Ota / Carb Boom / Anipura, no passado domingo, dia 24 de Junho, escreveu mais uma página inédita na sua história, ao participar, com três atletas, no Campeonato Nacional de Estrada, em ciclismo, com os sub23, Avelino Santos e Válter Raimundo, e o Elite, Ricardo Batista.

No cômputo geral foi uma participação modesta dos atletas da equipa de Ota, que não conseguiram terminar a prova com os melhores, mas convém referir que os melhores são atletas profissionais, alguns deles a correrem nas melhores equipas estrangeiras.

Na prova para os sub-23, que se correu da parte da manhã, o Avelino Santos e o Válter Raimundo fizeram mais de metade do percurso, mas a certa altura foram surpreendidos por um ataque muito forte na frente do pelotão que os fez descolar do mesmo. Quando seguiam a 4 minutos da frente da corrida, os comissários da prova mandaram-nos encostar. O objectivo de terminarem integrados no pelotão não foi cumprido, mas ambos os atletas tudo fizeram para o conseguir, deixando uma boa imagem da equipa de Ota, em Pataias, onde decorreram os nacionais de estrada.

Na categoria de sub23 anos, o vencedor e novo campeão nacional é o Pedro Paulinho, irmão do atleta de BTT da equipa de Ota, Cláudio Paulinho, e também do corredor da Saxo Bank, Sérgio Paulinho.

Da parte da tarde correu-se na categoria de Elites, com o atleta da equipa de Ota, Ricardo Batista a não conseguir suportar o forte ritmo imposto pelas duas principais formações portuguesas, embora ainda tenha feito um arranque bastante forte.

O novo campeão nacional de estrada, é o atleta da Caja Rural, Manuel Cardoso.

        



publicado por BLOGOTA às 16:55
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 26 de Junho de 2012
2ª MARATONA BTT DOS CASAIS DA MARMELEIRA

Foto: O pódio da Meia Maratona dos Casais da Marmeleira, com o atleta da equipa de Ota, Paulo Simões, no lugar mais alto do mesmo, envergando o jersey de vencedor deste evento. 

 

No passado domingo, dia 24 de Junho, em Casais da Marmeleira, concelho de Alenquer, decorreu a 2ª edição da Maratona e Meia Maratona GDM/Escolas Alexandre Ruas, denominada “Pelos Trilhos do Visconde”, organizada pelo Grupo Desportivo Marmeleirense.

O Grupo Desportivo Marmeleirense tem feito um excelente trabalho ao nível da formação, nomeadamente na vertente de estrada, mas também com alguns resultados na área do BTT, e pelo segundo ano consecutivo organizou este evento, que contou com a participação  de cerca de 120 atletas, divididos pelas duas competições, a maratona com cerca de 60 quilómetros de extensão e a meia maratona com 30 quilómetros.

A equipa do Centro Social Recreativo e Desportivo de Ota / Carb Boom / Anipura participou neste evento com diversos atletas, nomeadamente o Paulo Simões, o Pedro Pereira e o João Pereira, na meia-maratona, e o David Ventura, Ricardo Rodrigues, Pedro Marques, João Nunes, Ricardo Pereira, Denis Amaro, António Carrelo e Alexandre Esteves.

 

Foto: João Pereira, aqui ainda bastante sorridente, depois uma forte indisposição forçou-o a abandonar a prova dos Casais da Marmeleira, onde disputava a meia-maratona. 

 

A partida foi dada há hora certa, ou seja, nove da manhã, com os participantes a fazerem os primeiros quilómetros no interior da localidade dos Casais da Marmeleira.

Depois o percurso entrou em trilhos bastante duros, mas muito agradáveis de fazer. A temperatura esteve alta, mas os constantes abastecimentos líquidos proporcionados pela organização ajudaram a passar melhor esta dificuldade.

Em termos gerais foi uma maratona bem organizada, com um ou outro senão no que diz respeito às marcações, sem ensombrar um desempenho global positivo.

Na meia-maratona o Paulo Simões foi o 1º classificado, com 1h. 28m. 48s. O Paulo, a preparar o campeonato nacional de cross country, que se realiza no próximo dia 15 de Julho fez uma prova a fundo e venceu com toda a naturalidade. O 2º lugar pertenceu ao Nélson Fernandes, do Mais Pedal / Evo Nutrition, com 1h. 29m. 52s., da mesma equipa, na 3ª posição, ficou o Ricardo Mendes, com 1h. 31m. 29s.

O Pedro Pereira fez uma meia-maratona muito boa, terminando em 11º lugar, com 1h. 46m. 30s.

Já o João Pereira não foi feliz e não conseguiu terminar este evento, acabando por desistir.

 

Foto: Alexandre Esteves também não foi feliz em Casais da Marmeleira, onde disputava a distância mais longa do evento, acabando por desistir. 

 

Na maratona, o melhor atleta da equipa de Ota foi o Ricardo Rodrigues que terminou no 9º lugar, com 3h. 05m. 00s. Com o mesmo tempo, na 10ª posição, ficou o David Ventura.

Seguiu-se, na 14ª posição, o Pedro Marques, com 3h. 13m. 00s.

Depois, n0 20º lugar, surgiu o João Nunes, com o tempo de 3h. 19m. 00s.

Com 3h. 38m. 00s., terminaram na 28ª e 29ª posição o Ricardo Pereira e o Denis Amaro, respectivamente.

Na 31ª posição, com 4h. 02m. 00s., terminou o António Carrelo.

O Alexandre Esteves sentiu-se indisposto e não completou o percurso da maratona dos Casais da Marmeleira.

O vencedor da maratona foi o Nuno Vicente, BTT Seia/Phisic, com 2h. 33m. 05s. Em 2º lugar ficou o Paulo Lopes, da Carb Boom, com 2h. 53m. 30s. A fechar o pódio, no 3º lugar, ficou o Carlos Coelho, da Aktive Team / Trilho Perdido, com 2h. 54m. 25s.

 

Foto: Paulo Simões, da equipa de BTT de Ota, a cortar a meta em 1º lugar, nos Casais da Marmeleira, cumprindo a distância mais curta deste evento alenquerense.      



publicado por BLOGOTA às 15:28
link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 25 de Junho de 2012
NOITE DOS SANTOS POPULARES - OTA/2012


publicado por BLOGOTA às 07:34
link do post | comentar | favorito
|

Domingo, 24 de Junho de 2012
IIª DIVISÃO DISTRITAL - SÉRIE 1 - A. F. LISBOA

ANÁLISE BLOGOTA – ÉPOCA 2011/2012

 

2ª PARTE

 

 

F. C. OTA

 

Após um excelente início de época, com três vitórias e um empate nas primeiras quatro jornadas, comandando a série 1 nesta fase, seguiram-se três derrotas consecutivas que relegaram a equipa para fora dos dois primeiros lugares da classificação. Neste período a equipa registou as suas únicas derrotas em casa, esta época, frente à Igreja Nova e ao Luz e Fanhões. Pelo meio a equipa sofreu a derrota mais pesada da época, cinco a zero, contra o São Pedro. Depois seguiram-se duas vitórias, mais duas derrotas e mais duas vitórias. Na fase crucial da época, nomeadamente durante o mês de Janeiro, a formação precisava de vencer para se chegar aos lugares de subida, mas apenas conquistou dois empates em quatro jogos. Nos últimos jogos voltou a estar bem, conquistando três vitórias consecutivas, o que fez com que a equipa ficasse em 5º lugar com o mesmo número de pontos do Jeromelo e o Luz Fanhões. Em 20 jogos, conquistaram 10 vitórias, 3 empates e 7 derrotas, para um acumulado de 33 pontos. Marcaram 35 golos e sofreram 33.

 

 

CERCA

 

Uma das grandes desilusões da época foi a formação da Cerca, isto porque em anos anteriores sempre nos habituou a melhores performances na competição. Logo de inicio deixou a ideia que a época não seria famosa, porque nas cinco primeiras jornadas apenas conquistou um ponto, e que ponto, no terreno da Igreja Nova. Depois pautou o resto da época pela enorme irregularidade em termos de resultados. Ainda assim, das quatro equipas que cavaram um fosso enorme para a sete da frente, foi a mais consistente e acabou com 5 pontos de avanço sobre o seu mais directo perseguidor. Em 20 jogos, conquistou 5 vitórias, 4 empates e 11 derrotas, para 19 pontos acumulados. Marcaram 40 golos e sofreram 58. Esteve envolvida num dos três jogos com mais golos marcados, na vitória por 6-2 contra a Praia de Santa Cruz. Foi a quinta equipa mais goleadora de entre as onze que compunham esta série 1. Nas partidas com o F. C. Ota perdeu ambas, em casa por 2-4 e em Ota por 3-2.

 

 

FONTE GRADA

 

A formação da Fonte Grada, com um plantel muito jovem e aguerrido, até começou bem a competição, com uma vitória em casa e um empate em Pinheiro de Loures. Depois, até ao final da 1ª volta, registou sete derrotas e apenas uma vitória. Na 2ª volta fez o mesmo número de pontos da primeira, com destaque para uma vitória em casa frente ao São Pedro totalmente inesperada dada a diferença pontual entre ambas as formações do concelho de Torres Vedras. Ainda tentou ultrapassar a Cerca na classificação, mas uma derrota em casa contra este adversário, a cinco jornadas do fim, deixou-a com escassas hipóteses de alcançar esse objectivo. Nos 20 jogos disputados conquistou 4 vitórias, 2 empates e 14 derrotas, com 14 pontos registados. Marcaram 22 golos e sofreram 65. Nos jogos com o F. C. Ota perdeu ambos, em Ota por 4-0 e em casa por 1-2.

 

 

PRAIA DE SANTA CRUZ

 

Esta formação surgiu de surpresa nesta época e desde cedo se percebeu que iria sentir muitas dificuldades para fugir ao último lugar desta série 1. Nas primeiras quatro jornadas não registou qualquer ponto. A primeira vitória surgiu à 5ª jornada contra a União Atalaia e foi esse facto que a trouxe sempre fora do último posto desta tabela classificativa. A outra vitória na competição aconteceu à 11ª jornada frente à Fonte Grada. Na 2ª volta do campeonato, o melhor que fez foi conquistar três empates, dois deles nas últimas duas jornadas. Nos 20 jogos feitos, registou apenas 2 vitórias, 4 empates e 14 derrotas, com 10 pontos conquistados. Marcaram 22 golos e sofreram 66. Foi a piro defesa do campeonato. Marcou presença em dois dos três jogos com mais golos nesta edição da competição, ao ser derrotada por 7-1 pelo Frielas e 6-2 pela Cerca. Utilizou o campo da Cerca na condição de equipa visitada em toda a época. Nos encontros com o F. C. Ota perdeu ambos, em casa por 0-1 e nos Linhais por 5-1.

 

 

UNIÃO ATALAIA

 

A outra formação do concelho de Alenquer foi a grande desilusão desta série 1 do campeonato distrital da 2ª divisão de Lisboa. Em 20 jogos disputados, a equipa da Atalaia não conseguiu conquistar qualquer vitória. O melhor que fez, em toda a competição foi empatar em seis jogos, sendo que cinco deles foram no seu pelado. Curiosamente, o único ponto conquistado fora do seu reduto foi em Frielas, no outro campo pelado desta série 1. À partida, tendo em consideração o plantel à disposição do clube, não seria de esperar um tão mau campeonato, mas à medida que as jornadas foram passando essa situação foi-se tornando irremediável. Em 20 jogos, tiveram 0 vitórias, 6 empates e 14 derrotas, com 6 pontos acumulados. Marcaram 15 golos e sofreram 56. Foi o pior ataque da competição e participou num dos três jogos com mais golos, ao ser derrotada por 7-1 pelo Luz e Fanhões. Contra o F. C. Ota perdeu os dois jogos, em Ota por 3-1 e na Atalaia por 0-2.   



publicado por BLOGOTA às 08:33
link do post | comentar | favorito
|

Sábado, 23 de Junho de 2012
IIª DIVISÃO DISTRITAL - SÉRIE 1 - A. F. LISBOA

ANÁLISE BLOGOTA – ÉPOCA 2011/2012

 

1ª PARTE

 

 

IGREJA NOVA

 

A formação da Igreja Nova foi a vencedora desta série 1, da 2ª divisão distrital, com inteira justiça e merecimento, porque ao longo do curto campeonato foi a mais regular. Esta equipa, que foi inscrita já depois do sorteio de ter realizado, caiu na série 1 e até nem começou muito bem a época, ao cedro dois empates nos dois primeiros jogos em casa, com a Cerca e com o Jeromelo. A partir da 7ª jornada subiu ao 1º lugar para nunca mais o largar até ao final da competição. Nos 20 jogos disputados conquistou 15 vitórias, 3 empates e 2 derrotas, com 58 golos marcados e apenas 6 sofridos, para um acumulado de 48 pontos. A sua principal arma foi ter um colectivo muito forte, quer em termos atacantes, foi o melhor ataque da série, quer em termos defensivos, também foi a melhor defesa. Entre a 5ª jornada e a 14ª conquistou 9 vitórias consecutivas e, nesse período, alargou o fosso pontual para os mais directos adversários de forma irreversível. A única equipa que não conseguiu derrotar foi o Jeromelo, com dois empates a zero nos jogos disputados. As derrotas averbadas, numa fase em que já tinha garantido o acesso à 1ª divisão distrital, forma contra o Frielas (1-0) e São Pedro (1-0). Contra o F. C. Ota venceu os dois jogos (0-2 em Ota) e (3-0 em casa).

 

SÃO PEDRO

 

O Futebol Clube de São Pedro entrou muito forte nesta competição. Depois de folgar na 1ª jornada conquistou 5 vitórias consecutivas e entre a 5ª e a 6ª jornada liderou esta série 1. Depois teve um período de jogos com resultados muito irregulares e caiu uns degraus, mas sem nunca perder de vista o 2º lugar, que dava acesso à divisão superior. Uma parte final de época, onde em 7 jogos conquistou 5 vitórias e dois empates, catapultou-a para o segundo lugar com bastante vantagem sobre os mais directos perseguidores. Em suma, graças a uma fase inicial e final muito positiva, a formação do concelho de Torres Vedras fez por merecer o prémio da subida de divisão. Nos 20 jogos disputados conquistou 13 vitórias, 3 empates e 4 derrotas, para um acumulado de 42 pontos. Marcaram 47 golos e sofreram 17. Em casa foram muito fortes, com nove vitórias em dez possíveis, apenas sendo derrotados pelo Pinheiro de Loures. Nos confrontos com o F. C. Ota ganhou em casa por 5-0 e empatou fora a uma bola.

 

 

PINHEIRO DE LOURES

 

À partida, em nossa opinião, esta equipa era a principal favorita à subida de divisão, tendo em conta o que fizeram na parte final da época 2010/2011, mas um mau início de campeonato, especialmente nos jogos em casa, atrasou-a nessa luta. Nas primeiras nove jornadas, quase metade do campeonato apenas conquistou duas vitórias, situação que veio-se a revelar fatal num atraso para o primeiro lugar impossível de recuperar. Seguiu-se um período muito bom, onde em nove jogos cedeu apenas dois empates, conquistando sete vitórias, o que a trouxe para a luta pelo segundo lugar. Nos últimos jogos baqueou frente à Igreja Nova e ao São Pedro e acabou no terceiro posto. Em 20 jogos conquistou 10 vitórias, 7 empates e 3 derrotas, com 37 pontos. Marcou 38 golos e sofreu 16. Foi a equipa desta série que conquistou mais empates, sete no total, a maioria cedidos na condição de formação visitada. Teve uma boa série de oito jogos consecutivos sem perder. Nos jogos com o F. C. Ota empatou ambos (2-2 em casa) e (1-1 nos Linhais).

Nota: No jogo interrompido antes do intervalo com a União Atalaia, a A.F. Lisboa atribuiu a vitória na secretaria para a formação do Pinheiro de Loures.

 

 

FRIELAS

 

Apenas duas equipas nesta série 1 jogaram em campo pelado, sendo o Frielas uma delas. Esse factor acabou por ser preponderante na boa época que realizaram, com sete vitórias conquistadas no seu reduto. Foi a única equipa a poder orgulhar-se de ter derrotado os dois primeiros classificados no seu campo. Teve também alguns resultados inesperados, como por exemplo a derrota em Fonte Grada e o empate em casa frente ao último classificado. Nos últimos três jogos conquistaram outras tantas vitórias que catapultaram a equipa do sétimo para o quarto lugar da tabela classificativa. Nos 20 jogos disputados venceram 11, empataram 1 e perderam 8, com 34 pontos acumulados. Foi a formação com menos empates registados nesta série 1. Marcaram 51 golos e sofreram 31. Participou num dos três jogos com mais golos marcados, quando derrotou a formação de Santa Cruz por sete bolas a uma. Ficou em 2º lugar na tabela das equipas com mais golos alcançados. Nos jogos com o F. C. Ota perdeu fora por duas bolas a uma e venceu no seu pelado por quatro bolas a duas.

 

 

JEROMELO

 

Depois de muitos anos a militar na 1ª divisão distrital, esta equipa caiu na 2ª divisão e partiu para este campeonato com legítimas aspirações à subida de categoria. Começaram bem, com duas vitórias consecutivas, mas depois seguiu-se uma série de cinco jogos sem vencer, o que a fez cair na classificação. Voltou a melhorar, entre o fim da 1ª volta e o começo da segunda, com cinco vitórias consecutivas, que a trouxeram para a luta pelo segundo lugar até ao final da competição. Nos últimos jogos, ao empatar na Cerca e perder em Ota, hipotecou essas hipóteses de subida. Em 20 jogos, conquistou 9 vitórias, 6 empates e 5 derrotas, com um total de 33 pontos. Marcaram 36 golos e sofreram 25. Nos jogos com o F. C. Ota, venceu em casa por 4-1 e perdeu em Ota por uma bola a zero.

 

 

LUZ E FANHÕES

 

A formação do Sport Luz e Fanhões assumiu desde o início a candidatura à subida de divisão, mas um péssimo início de campeonato acabou por refrear essas aspirações. Nas primeiras três jornadas folgou uma e perdeu nas outras duas. Depois foi melhorando e subindo degraus na tabela classificativa. Entre a 4ª jornada e a 10ª conquistaram cinco vitórias e dois empates na sua melhor fase em toda a época. Mantiveram a chama acesa pela luta da subida até serem derrotados consecutivamente pelo Igreja Nova e São Pedro, depois até ao final do campeonato lutaram pelo melhor lugar possível, podendo no final aspirar ao terceiro lugar, mas a derrota em casa com o Pinheiro de Loures afastou esse cenário. Em 20 jogos, venceram por 10 vezes, empataram 3 e perderam 7, num total de 33 pontos. Marcaram 41 golos e sofreram 32. Participou, também, num dos três jogos com mais golos alcançados, ao derrotar a União Atalaia por sete bolas a uma. Nos jogos com o F. C. Ota venceu-os ambos pela margem mínima: 1-2 em Ota e 1-0 em Fanhões.     



publicado por BLOGOTA às 08:33
link do post | comentar | favorito
|

Sexta-feira, 22 de Junho de 2012
MARATONA BTT "TRILHOS DA LOBAGUEIRA" - MAFRA

Foto: Avelino Santos 

 

No passado domingo, dia 17 de Junho, a equipa de BTT do Centro Social Recreativo e Desportivo de Ota / Carb Boom / Anipura esteve representada na maratona em Encarnação – Mafra, denominada de “Trilhos da Lobagueira”, com os seguintes atletas: Avelino Santos e Filomena Paulo.

Foi uma maratona com uma afluência muito numerosa, mais de 350 participantes divididos entre a distância mais longa, com 60 quilómetros de extensão e a mais curta com 40 mil metros. Os atletas de Ota participaram no percurso mais longo.

Os atletas da equipa de Ota participaram neste evento com o objectivo de manter a forma e sem grandes preocupações quanto à classificação geral individual, até porque ainda estavam a recuperar da grande prova que fizeram no domingo anterior em Manteigas, a contar para a Taça de Portugal.

Ainda assim, apesar do cansaço sentido durante a prova, o Avelino Santos terminou num honroso 8º lugar na geral individual, com o tempo total de 2h. 55m. 17S, ficando a 11m.12s., do primeiro classificado.

A Filomena Paulo teve dois percalços durante a prova, nomeadamente dois furos, que a atrasaram bastante. Ela não desanimou e aproveitou a prova para desfrutar um pouco das belezas naturais daquela região e dos excelentes abastecimentos proporcionados pela organização. No fim da maratona, a Filomena terminou na 55ª posição da geral individual, com o tempo de 4h. 14m. 48s.

 

Foto: Filomena Paulo      



publicado por BLOGOTA às 09:26
link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 21 de Junho de 2012
TROFÉU BTT ÉVORA

Fernando Duarte: 1º Lugar em Veteranos B 

 

No passado domingo, dia 17 de Junho, em Évora, disputou-se a última etapa do troféu BTT Évora, em Cross Country, com a presença de três atletas da equipa do Centro Social Recreativo e Desportivo de Ota / Carb Boom / Anipura, nomeadamente o Fernando Duarte, o Cláudio Paulinho e o João Nunes.

Este troféu, constituído por 6 provas, teve o seu desfecho em Évora, onde os atletas da equipa de Ota disputaram a classificação geral e as categorias de Veteranos A e B. Como é óbvio, por falta de comparência às outras provas, os atletas de Ota não influenciaram a classificação final desta competição.

 

Cláudio Paulinho 

 

Relativamente a esta prova realizada em Évora, o atleta da equipa de Ota mais bem classificado foi o Fernando Duarte, que na geral individual finalizou no 4º lugar. Na sua categoria, de Veterano B, foi o 1º classificado, com 8 voltas ao percurso, no tempo total de 2h. 01m. 02s. Depois da brilhante vitória obtida, em Veteranos B, na maratona de Manteigas, o Fernando Duarte voltou a demonstrar que está em grande forma, ao vencer esta última prova do Troféu BTT Évora.

O Cláudio Paulinho acusou mais o desgaste da maratona de Manteigas, disputada no domingo anterior, e finalizou na geral individual em 15º lugar, com 7 voltas ao percurso, em 1h. 55m. 57s. Na sua categoria, de Veterano A, finalizou no 4º lugar.

O João Nunes, na geral individual terminou no 37º lugar, com 6 voltas em 1h. 51m. 54s., tendo finalizado no 8º posto em Veteranos B.

 

João Nunes 

 

A equipa de BTT de Ota voltou a deixar uma boa imagem em termos competitivos, desta feita em terras alentejanas.

Na geral individual o vencedor foi o Davide Marques, do BTT Ajal, com 9 voltas ao circuito em 2h. 07m. 55s.

Os tempos por volta para o Fernando Duarte foram os seguintes: 1ª volta: 09m. 43s. 2ª volta: 15:02; 3ª volta: 15:30; 4ª volta: 15:42; 5ª volta: 15:59; 6ª volta: 16:15; 7ª volta: 16:05 e 8ª volta: 16:46.

Os tempos por volta para o Cláudio Paulinho foram os seguintes: 1ª volta: 12m. 01s. 2ª volta: 17:24; 3ª volta: 17:47; 4ª volta: 17:30; 5ª volta: 17:30; 6ª volta: 16:30 e 7ª volta: 17:15.

Os tempos por volta para o João Nunes foram os seguintes: 1ª volta: 12m. 14s. 2ª volta: 18:52; 3ª volta: 19:52; 4ª volta: 19:54; 5ª volta: 20:25 e 6ª volta: 20:37.

 

Fernando Duarte 



publicado por BLOGOTA às 08:31
link do post | comentar | favorito
|

links
arquivos

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

posts recentes

ATÉ SEMPRE...

RAINHA DAS VINDIMAS 2012 ...

EQUIPA TÉCNICA DOS TRAQUI...

EQUIPA TÉCNICA DOS BENJAM...

CLÁSSICA CICLISMO - ALVER...

CLÁSSICA CICLISMO: ALVERC...

EQUIPA TÉCNICA DOS BENJAM...

SORTEIO – JUVENIS E INICI...

1º DESAFIO BTT ADN – A DO...

EQUIPA TÉCNICA DOS INFANT...

TROFÉU BTT OURÉM – RAID T...

EQUIPA TÉCNICA DOS INICIA...

CICLISMO - CONTRA RELÓGIO...

EQUIPA TÉCNICA DOS JUVENI...

EQUIPA TÉCNICA DOS JUNIOR...

SORTEIO – JUNIORES – F. C...

15º PRÉMIO VOLKSWAGEN – F...

VIDEOS DA MARATONA BTT DE...

VIDEOS DA MARATONA BTT DE...

REGIONAL DE MARATONAS BTT...

MARATONA BTT DE OTA

15º PRÉMIO VOLKSWAGEN AUT...

CLÁSSICA SUBIDA À TORRE -...

F.C. OTA - ESTATÍSTICA 20...

CIRCUITO DE CICLISMO DA A...

18º CIRCUITO BTT NORTE AL...

MARATONA BTT DE OTA - DOR...

PASSEIO ANUAL DA 3ª IDADE...

REGIONAL DE MARATONAS BTT...

F.C. OTA - ESTATÍSTICA 20...

VIDEOS DO CIRCUITO DE CIC...

CIRCUITO DE CICLISMO DE M...

RESCALDO DA MARATONA BTT ...

3 HORAS RESISTÊNCIA BTT A...

PROGRAMA DA FESTA DE OTA ...

REGIONAL DE MARATONAS BTT...

2ª DIVISÃO DISTRITAL - A....

CIRCUITO DE CICLISMO DE S...

TREINOS DE CAPTAÇÃO - F. ...

OH MEU DEUS TRAIL BIKE SE...

favoritos

CAMPEONATO DISTRITAL DE B...

CAMPEONATO DISTRITAL DE I...

RESCALDO DA 1ª PROVA RESI...

VIDEOS DA 1ª PROVA RESIST...

RESCALDO - T. P. MARATONA...

FOTO DA ASSINATURA DO CON...

S. C. PINHEIRO LOURES 3 -...

RESCALDO DA MARATONA BTT ...

CAMPEONATO NACIONAL DE RA...

RESCALDO DA MARATONA BTT ...

temas

2008/2009

2009/2010

2010

2010/2011

2011

2011/2012

2012

7 maravilhas

aeroporto de ota

afl

alenquer

alentejo

alhandra

amador

analises

anipura

arneiros

arrudense

atalaia

atletismo

benfica

benjamins

btt

c.s.r.d. de ota

campeonato

carb boom

cerca

charneca de ota

cheganças

ciclismo

classificação

comentarios

corrida do mirante

cronicas

cross country

desporto

diversos

elites

escolas

estatistica

eventos

extrusal

f.c. ota

f.c. ota benjamins

f.c. ota escolas

f.c. ota infantis

f.c. ota iniciados

f.c. ota juniores

f.c. ota juvenis

festa

frases

furadouro

futebol

futebol de sete

golos

humor

imagens

infantis

iniciados

jogador

juniores

juvenis

lfo

Liga Fantástica de Ota

linhais

lisboa

maratona

memorias

monte agraço

monte redondo

montejunto

música

nacional

ota

ota videos

passeios

pelado

pinheiro loures

portugal

raid

rbikes

relvado

rescaldo

resultados

rio de ota

seniores

serra de ota

sintético

sobreirense

sorteio

sub-23

taça

torneio

treino

varanda da ota

vencedor

veteranos

videos

xcm

xco

todas as tags

últ. comentários
Sem grandes comentarios. obrigado Rui. Fica aqui m...
Até no fim se manifesta a enorme qualidade e dedic...
a deresao do futebol clube agradece todo o que o b...
Caro Rui Branco,Os meus Parabéns pelo teu trabalho...
Foi um óptimo trabalho feito ao estilo de O...
Caro Rui Branco,Obrigado pelo trabalho pioneiro qu...
RuiCertamente que para tomares esta decisão, pensa...
Caro Rui, É com muita tristeza que leio a notícia ...
Caro RuiÉ com tristeza que vejo esta noticia.Assim...
OS COMENTÁRIOS NESTE BLOG ESTÃO TEMPORARIAMENTE SU...
Setembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9


24
25
26
27
28
29

30


pesquisar
 
Google
blogs SAPO
subscrever feeds
mais sobre mim