PÁGINA PESSOAL DE RUI BRANCO

Domingo, 16 de Outubro de 2011
FUTEBOL CLUBE DE OTA 0 - G. D. IGREJA NOVA 2

CAMPEONATO DISTRITAL IIª DIVISÃO - ASSOCIAÇÃO FUTEBOL LISBOA

5ª JORNADA - ÉPOCA 2011/2012

Foto (da esquerda para a direita): Sandro, Daniel, Diogo Ribeiro, João Silva, Luis Carica, Edgar Filipe, Nuno Luz, João Bacalhau, Yuriy Tkachov, André Lopes e Gonçalo Ferreira. 

Foto: O onze titular do Grupo Desportivo da Igreja Nova, equipa do concelho de Mafra. 

 

O Futebol Clube de Ota iniciou a partida com o seguinte onze:

 

88 DANIEL DUARTE
13 LUIS CARICA
27 DIOGO RIBEIRO
3 JOÃO SILVA
12 EDGAR FILIPE
6 GONÇALO FERREIRA
8 SANDRO FERREIRA (Cap)
20 YURIY TKACHOV
7 ANDRÉ LOPES
15 NUNO LUZ
23 JOÃO BACALHAU

 

Foto: Aos 26 minutos de jogo, neste cabeceamento, após um cruzamento da esquerda do Edgar Filipe, o João Bacalhau enviou o esférico à figura do guarda-redes do Igreja Nova. 

 

Substituições:

45' - Ao intervalo saiu o Gonçalo Ferreira e entrou o JOÃO RODRIGUES (4).

45' - Ao intervalo saiu o Luis Carica e entrou o RICARDO QUARESMA (19).

52' - Saiu o André Lopes e entrou o NUNO NARCISO (16).

78' - Saiu o Yuriy Tkachov e entrou o JORGE FARIA (5).

Suplentes não utilizados: Filipe Antunes e Alexander Deus.

Não convocados: Rui Ferreira, Pedro Franco, Miguel Lopes, Miguel Rocha e José Alberto.

Disciplina:

Futebol Clube de Ota:

Cartão Amarelo aos 74 minutos para o Daniel Duarte, por se desentender com o jogador nº 11.

Cartão Amarelo aos 76 minutos para o Ricardo Quaresma, por se desentender com o jogador nº 13.

Cartão Amarelo aos 80 minutos para o João Silva, por protestos contra o árbitro do jogo.

Grupo Desportivo Igreja Nova:

Cartão Amarelo aos 29 minutos para o jogador nº 6, por ter cometido uma falta sobre o Luis Carica.

Cartão Amarelo aos 74 minutos para o jogador nº 11, por se desentender com o Daniel Duarte.

Cartão Amarelo aos 76 minutos para o jogador nº 13, por se desentender com o Ricardo Quaresma.

Resultado ao intervalo: 0-1

 

Foto: Aos 54 minutos, nesta finalização, o jogador nº 13 fez o segundo golo do jogo, para a equipa visitante, após uma rápida transição para o ataque da formação da Igreja Nova. 

 

MARCHA DO MARCADOR:

0-1 aos 16 minutos pelo jogador nº 4. Pontapé de canto batido do lado esquerdo do ataque visitante, a bola caiu à entrada da pequena área, onde o jogador nº 4 a cabeceou para a baliza, valendo o bom posicionamento do Carica a evitar o golo, mas a bola voltou aos pés do jogador nº 4, que de bico, com o pé direito, a enviou para o fundo das redes do F. C. Ota.

0-2 aos 54 minutos pelo jogador nº 13. A equipa de Ota, numa tentativa de sair para o ataque, perdeu a bola e a formação da Igreja Nova saiu numa rápida transição para o ataque, com a bola a chegar aos pés do jogador nº 13, que sobre a esquerda, já no interior da área, desferiu um forte remate rasteiro, que levou a bola a entrar junto ao poste esquerdo da baliza do F. C. Ota.

 

Foto: Aos 73 minutos, o Daniel Duarte fez uma defesa muito apertada, após um toque do jogador nº 11, que ainda lá foi de novo dar um pontapé no guarda redes de Ota, quando este já tinha a bola bem segura nas suas mãos. Obviamente, a seguir, deu-se um enorme sururu nos Linhais, com o árbitro a não ter «tomates» para tomar decisões certas, que iriam colocar ambas as equipas com menos atletas em campo. 

 

CRÓNICA DO JOGO:

Ainda sob forte calor, a equipa de Ota, regressou a casa para defrontar a formação da Igreja Nova, que tal como a nossa, ainda não tinha perdido esta temporada, para o campeonato.

A formação visitante é constituida por jogadores muito experientes, sendo que alguns deles já tinham defrontado o F. C. Ota com o emblema do Cheleirense, há umas épocas atrás.

Para este jogo, o técnico Nuno Jacinto lançou o seguinte onze em campo: Na baliza alinhou o Daniel Duarte. Na defesa, pela direita jogou o Luis Carica e na esquerda o Edgar Filipe. Os centrais foram o Diogo e o João Silva. O trio de meio campo foi composto pelo Gonçalo, Yuriy e Sandro. No ataque, pela direita alinhou o Nuno Luz, pela esquerda o André Lopes e na frente o João Bacalhau.

A equipa visitante começou muito bem o jogo, a pressionar a equipa de Ota logo à saida da sua área, e com isso perturbou a manobra ofensiva da equipa local, que gosta de sair com a bola jogável.

Essa pressão trouxe frutos, porque aos 15 minutos, o jogador nº 11 fletiu da esquerda para o centro, ainda de fora da área, e rematou forte, com a bola a tocar num defesa e a sair pela linha de fundo. No seguimento desse canto, surgiu o primeiro golo do jogo, para a formação visitante, apontado, á segunda tentativa, pelo jogador nº 4.

A equipa de Ota tentou reagir de imediato, e aos 18 minutos, na sequência de um livre directo batido do lado esquerdo pelo Sandro Ferreira, o guarda redes revelou alguma insegurança, ao largar uma bola fácil pela linha de fundo.

Foi sol de pouco dura, essa reacção local, porque a equipa visitante voltou a controlar o jogo e aos 25 minutos, na sequência de um canto batido do lado direito, o jogador nº 9 cabeceou à vontade, com a bola a ser bem blocada pelo Daniel Duarte.

No minuto seguinte, o Edgar Filipe foi à linha de fundo, pelo lado esquerdo, centrou ao segundo poste, onde o João Bacalhau apareceu a cabecear o esférico à figura do guarda-redes do Igreja Nova.

Aos 27 minutos, o André Lopes trabalhou bem à entrada da área e desferiu um bom remate, ao qual o guarda redes visitante correspondeu com uma boa defesa.

Depois de dois bons minutos da equipa de Ota, a formação do Igreja Nova voltou a pegar no jogo e até ao intervalo disfrutou de duas boas oportunidades para ampliar a vantagem.

Aos 36 minutos, na sequência de um canto marcado do lado esquerdo, o jogador nº 4 cabeceou o esférico por cima da barra da baliza do F. C. Ota.

Aos 38 minutos, o jogador nº 11 entrou na área, pelo lado direito, acossado por um defesa local, e rematou forte, mas com a bola a embater nas malhas laterais da baliza visitada.

O resultado ao intervalo ajustava-se ao desenrolar dos primeiros quarenta e cinco minutos de jogo, embora tenha havido um lance para grande penalidade, na sequência de um canto contra a Igreja Nova, no qual o João Bacalhau foi agarrado pelo jogador nº 4 no interior da área, que possivelmente poderia dar a igualdade à equipa local.

 

Foto: Aos 86 minutos, o jogador nº 20 isolou-se e rematou forte, correspondendo o Daniel Duarte com uma grande defesa a evitar o terceiro golo para a equipa da Igreja Nova. 

 

No reatamento do jogo, a equipa técnica de Ota foi forçada a fazer uma alteração por lesão do Luis Carica, entrando o Ricardo Quaresma para o seu lugar, e uma por opção, com a troca do Gonçalo Ferreira pelo João Rodrigues.

A equipa visitante voltou a entrar melhor no jogo, e aos 50 minutos, na marcação de um livre directo, o jogador nº 6 atirou o esférico ao lado do poste direito da baliza do F. C. Ota.

Aos 52 minutos, mais uma contrariedade para a equipa da casa, com o André Lopes a lesionar-se, sendo substituido pelo Nuno Narciso.

Aos 54 minutos, outra enorme contrariedade, quando a equipa visitante, numa rápida transição para o ataque chegou ao segundo golo por intermédio do jogador nº 13.

A equipa da Igreja Nova apanhou-se a ganhar por dois golos de diferença, e com algumas benesses da equipa de arbitragem, algo tendenciosa para a equipa forasteira, estava com peixe na água, aliando a isso a experiência dos seus jogadores, controlou o jogo.

Aos 59 minutos, o Sandro bateu um livre rasteiro para a área, onde apareceu o Bacalhau a dar um toque para a baliza adversária, com o guarda redes, bem colocado, a segurar a bola.

Aos 65 minutos, o João Bacalhau entrou na área e foi vítima de uma acção faltosa que a equipa de arbitragem ignorou.

Aos 74 minutos, o jogador nº 11 finalizou à entrada da pequena área, com o Daniel a segurar o esférico com dificuldades. O jogador nº 11, perante as dificuldades do Daniel foi lá dar uma «pantufada» no guarda redes de Ota, como é óbvio depois também levou resposta, gerando-se de imediato um enorme sururu entre os jogadores das duas equipas.

Depois de acalmados os ânimos, o árbitro, numa decisão salomónica, amarelou o Daniel Duarte e o jogador nº 11 da Igreja Nova.

Aos 78 minutos registou-se a última alteração na equipa de Ota, com a saida do Yuriy Tkachov por troca com o Jorge Faria.

Aos 86 minutos, o Daniel Duarte fez uma grande defesa a um remate do jogador nº 20.

Aos 88 minutos, de novo uma boa jogada do jogador nº 20, com remate à entrada da área, para nova boa defesa do guarda-redes do F. C. Ota.

Aos 90+4 minutos, o Nuno Narciso, à entrada da área, rematou em arco, com a parte de fora do pé esquerdo, mas o guarda-redes da Igreja Nova, bem cocolado, defendeu do segurança.

No final dos noventa minutos a vitória da Igreja Nova aceita-se, embora tenham havido motivos fortes para a equipa de Ota ficar desagradada com a actuação tendenciosa da equipa de arbitragem.

 

Foto: Aos 90+4 minutos, o Nuno Narciso, com a parte de fora do pé esquerdo, enviou a bola em arco para a baliza adversária, com o guarda-redes do Igreja Nova a agarrar com segurança. 

 

ARBITRAGEM:

O trio de arbitragem nomeado para o jogo desta 5ª jornada, em Ota, foi composto pelo Paulo Martins (árbitro principal), Andrew Cruz e Emanuel Barreira (árbitros assistentes).

Como já fomos dando nota, assistimos a uma arbitragem tendenciosamente favorável à equipa forasteira. Talvez o facto de terem viajado da mesma zona geográfica do clube visitante, aliado ao facto de conhecerem bem alguns dirigentes do clube forasteiro tenha influenciado algumas decisões infelizes ao longo dos noventa minutos de jogo.

Como não gostamos de avaliar o carácter e seriedade de pessoas que não conhecemos, vamos evidenciar os erros de facto.

Na primeira parte, o João Bacalhau saltou a uma bola de cabeça, na sequência de um canto do lado direito e foi puxado para baixo, pela camisola, pelo jogador nº 4. O lance passou despercebido a toda a gente, mas o árbitro bem colocado deveria ter visto. Como temos o vídeo do lance, que iremos mostrar nos próximos dias, não existem dúvidas quando à ilegalidade do lance, do qual deveria resultar uma grande penalidade a favor da equipa de Ota. Aos 65 minutos, o João Bacalhau foi, de novo, impedido de jogar a bola já no interior da grande área e, mais uma vez, o árbitro e o assistente do lado nascente dos Linhais fecharam os olhos.

Outro aspecto que denotou a falta de profissionalismo e empenho na execução da tarefa deste trio de arbitragem, foi o facto de terem amarelado o Ricardo Quaresma, jogador nº 19 da equipa de Ota e na ficha de jogo terem apontado esse amarelo ao jogador nº 13 da equipa de Ota, Luis Carica, que tinha precisamente saido ao intervalo, por troca com o Quaresma.

No lance do sururu, aos 74 minutos de jogo, deveriam ter tido mais coragem para expulsar alguém, porque houve agressões de parte a parte, mas optaram por uma decisão salomónica, que no fundo deixou tudo na mesma.

      


publicado por BLOGOTA às 19:23
link do post | favorito
|

Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




links
arquivos

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

posts recentes

ATÉ SEMPRE...

RAINHA DAS VINDIMAS 2012 ...

EQUIPA TÉCNICA DOS TRAQUI...

EQUIPA TÉCNICA DOS BENJAM...

CLÁSSICA CICLISMO - ALVER...

CLÁSSICA CICLISMO: ALVERC...

EQUIPA TÉCNICA DOS BENJAM...

SORTEIO – JUVENIS E INICI...

1º DESAFIO BTT ADN – A DO...

EQUIPA TÉCNICA DOS INFANT...

TROFÉU BTT OURÉM – RAID T...

EQUIPA TÉCNICA DOS INICIA...

CICLISMO - CONTRA RELÓGIO...

EQUIPA TÉCNICA DOS JUVENI...

EQUIPA TÉCNICA DOS JUNIOR...

SORTEIO – JUNIORES – F. C...

15º PRÉMIO VOLKSWAGEN – F...

VIDEOS DA MARATONA BTT DE...

VIDEOS DA MARATONA BTT DE...

REGIONAL DE MARATONAS BTT...

MARATONA BTT DE OTA

15º PRÉMIO VOLKSWAGEN AUT...

CLÁSSICA SUBIDA À TORRE -...

F.C. OTA - ESTATÍSTICA 20...

CIRCUITO DE CICLISMO DA A...

18º CIRCUITO BTT NORTE AL...

MARATONA BTT DE OTA - DOR...

PASSEIO ANUAL DA 3ª IDADE...

REGIONAL DE MARATONAS BTT...

F.C. OTA - ESTATÍSTICA 20...

VIDEOS DO CIRCUITO DE CIC...

CIRCUITO DE CICLISMO DE M...

RESCALDO DA MARATONA BTT ...

3 HORAS RESISTÊNCIA BTT A...

PROGRAMA DA FESTA DE OTA ...

REGIONAL DE MARATONAS BTT...

2ª DIVISÃO DISTRITAL - A....

CIRCUITO DE CICLISMO DE S...

TREINOS DE CAPTAÇÃO - F. ...

OH MEU DEUS TRAIL BIKE SE...

favoritos

CAMPEONATO DISTRITAL DE B...

CAMPEONATO DISTRITAL DE I...

RESCALDO DA 1ª PROVA RESI...

VIDEOS DA 1ª PROVA RESIST...

RESCALDO - T. P. MARATONA...

FOTO DA ASSINATURA DO CON...

S. C. PINHEIRO LOURES 3 -...

RESCALDO DA MARATONA BTT ...

CAMPEONATO NACIONAL DE RA...

RESCALDO DA MARATONA BTT ...

temas

2008/2009

2009/2010

2010

2010/2011

2011

2011/2012

2012

7 maravilhas

aeroporto de ota

afl

alenquer

alentejo

alhandra

amador

analises

anipura

arneiros

arrudense

atalaia

atletismo

benfica

benjamins

btt

c.s.r.d. de ota

campeonato

carb boom

cerca

charneca de ota

cheganças

ciclismo

classificação

comentarios

corrida do mirante

cronicas

cross country

desporto

diversos

elites

escolas

estatistica

eventos

extrusal

f.c. ota

f.c. ota benjamins

f.c. ota escolas

f.c. ota infantis

f.c. ota iniciados

f.c. ota juniores

f.c. ota juvenis

festa

frases

furadouro

futebol

futebol de sete

golos

humor

imagens

infantis

iniciados

jogador

juniores

juvenis

lfo

Liga Fantástica de Ota

linhais

lisboa

maratona

memorias

monte agraço

monte redondo

montejunto

música

nacional

ota

ota videos

passeios

pelado

pinheiro loures

portugal

raid

rbikes

relvado

rescaldo

resultados

rio de ota

seniores

serra de ota

sintético

sobreirense

sorteio

sub-23

taça

torneio

treino

varanda da ota

vencedor

veteranos

videos

xcm

xco

todas as tags

últ. comentários
Sem grandes comentarios. obrigado Rui. Fica aqui m...
Até no fim se manifesta a enorme qualidade e dedic...
a deresao do futebol clube agradece todo o que o b...
Caro Rui Branco,Os meus Parabéns pelo teu trabalho...
Foi um óptimo trabalho feito ao estilo de O...
Caro Rui Branco,Obrigado pelo trabalho pioneiro qu...
RuiCertamente que para tomares esta decisão, pensa...
Caro Rui, É com muita tristeza que leio a notícia ...
Caro RuiÉ com tristeza que vejo esta noticia.Assim...
OS COMENTÁRIOS NESTE BLOG ESTÃO TEMPORARIAMENTE SU...
Setembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9


24
25
26
27
28
29

30


pesquisar
 
Google
blogs SAPO
subscrever feeds
mais sobre mim