PÁGINA PESSOAL DE RUI BRANCO


Sábado, 23 de Junho de 2012
IIª DIVISÃO DISTRITAL - SÉRIE 1 - A. F. LISBOA

ANÁLISE BLOGOTA – ÉPOCA 2011/2012

 

1ª PARTE

 

 

IGREJA NOVA

 

A formação da Igreja Nova foi a vencedora desta série 1, da 2ª divisão distrital, com inteira justiça e merecimento, porque ao longo do curto campeonato foi a mais regular. Esta equipa, que foi inscrita já depois do sorteio de ter realizado, caiu na série 1 e até nem começou muito bem a época, ao cedro dois empates nos dois primeiros jogos em casa, com a Cerca e com o Jeromelo. A partir da 7ª jornada subiu ao 1º lugar para nunca mais o largar até ao final da competição. Nos 20 jogos disputados conquistou 15 vitórias, 3 empates e 2 derrotas, com 58 golos marcados e apenas 6 sofridos, para um acumulado de 48 pontos. A sua principal arma foi ter um colectivo muito forte, quer em termos atacantes, foi o melhor ataque da série, quer em termos defensivos, também foi a melhor defesa. Entre a 5ª jornada e a 14ª conquistou 9 vitórias consecutivas e, nesse período, alargou o fosso pontual para os mais directos adversários de forma irreversível. A única equipa que não conseguiu derrotar foi o Jeromelo, com dois empates a zero nos jogos disputados. As derrotas averbadas, numa fase em que já tinha garantido o acesso à 1ª divisão distrital, forma contra o Frielas (1-0) e São Pedro (1-0). Contra o F. C. Ota venceu os dois jogos (0-2 em Ota) e (3-0 em casa).

 

SÃO PEDRO

 

O Futebol Clube de São Pedro entrou muito forte nesta competição. Depois de folgar na 1ª jornada conquistou 5 vitórias consecutivas e entre a 5ª e a 6ª jornada liderou esta série 1. Depois teve um período de jogos com resultados muito irregulares e caiu uns degraus, mas sem nunca perder de vista o 2º lugar, que dava acesso à divisão superior. Uma parte final de época, onde em 7 jogos conquistou 5 vitórias e dois empates, catapultou-a para o segundo lugar com bastante vantagem sobre os mais directos perseguidores. Em suma, graças a uma fase inicial e final muito positiva, a formação do concelho de Torres Vedras fez por merecer o prémio da subida de divisão. Nos 20 jogos disputados conquistou 13 vitórias, 3 empates e 4 derrotas, para um acumulado de 42 pontos. Marcaram 47 golos e sofreram 17. Em casa foram muito fortes, com nove vitórias em dez possíveis, apenas sendo derrotados pelo Pinheiro de Loures. Nos confrontos com o F. C. Ota ganhou em casa por 5-0 e empatou fora a uma bola.

 

 

PINHEIRO DE LOURES

 

À partida, em nossa opinião, esta equipa era a principal favorita à subida de divisão, tendo em conta o que fizeram na parte final da época 2010/2011, mas um mau início de campeonato, especialmente nos jogos em casa, atrasou-a nessa luta. Nas primeiras nove jornadas, quase metade do campeonato apenas conquistou duas vitórias, situação que veio-se a revelar fatal num atraso para o primeiro lugar impossível de recuperar. Seguiu-se um período muito bom, onde em nove jogos cedeu apenas dois empates, conquistando sete vitórias, o que a trouxe para a luta pelo segundo lugar. Nos últimos jogos baqueou frente à Igreja Nova e ao São Pedro e acabou no terceiro posto. Em 20 jogos conquistou 10 vitórias, 7 empates e 3 derrotas, com 37 pontos. Marcou 38 golos e sofreu 16. Foi a equipa desta série que conquistou mais empates, sete no total, a maioria cedidos na condição de formação visitada. Teve uma boa série de oito jogos consecutivos sem perder. Nos jogos com o F. C. Ota empatou ambos (2-2 em casa) e (1-1 nos Linhais).

Nota: No jogo interrompido antes do intervalo com a União Atalaia, a A.F. Lisboa atribuiu a vitória na secretaria para a formação do Pinheiro de Loures.

 

 

FRIELAS

 

Apenas duas equipas nesta série 1 jogaram em campo pelado, sendo o Frielas uma delas. Esse factor acabou por ser preponderante na boa época que realizaram, com sete vitórias conquistadas no seu reduto. Foi a única equipa a poder orgulhar-se de ter derrotado os dois primeiros classificados no seu campo. Teve também alguns resultados inesperados, como por exemplo a derrota em Fonte Grada e o empate em casa frente ao último classificado. Nos últimos três jogos conquistaram outras tantas vitórias que catapultaram a equipa do sétimo para o quarto lugar da tabela classificativa. Nos 20 jogos disputados venceram 11, empataram 1 e perderam 8, com 34 pontos acumulados. Foi a formação com menos empates registados nesta série 1. Marcaram 51 golos e sofreram 31. Participou num dos três jogos com mais golos marcados, quando derrotou a formação de Santa Cruz por sete bolas a uma. Ficou em 2º lugar na tabela das equipas com mais golos alcançados. Nos jogos com o F. C. Ota perdeu fora por duas bolas a uma e venceu no seu pelado por quatro bolas a duas.

 

 

JEROMELO

 

Depois de muitos anos a militar na 1ª divisão distrital, esta equipa caiu na 2ª divisão e partiu para este campeonato com legítimas aspirações à subida de categoria. Começaram bem, com duas vitórias consecutivas, mas depois seguiu-se uma série de cinco jogos sem vencer, o que a fez cair na classificação. Voltou a melhorar, entre o fim da 1ª volta e o começo da segunda, com cinco vitórias consecutivas, que a trouxeram para a luta pelo segundo lugar até ao final da competição. Nos últimos jogos, ao empatar na Cerca e perder em Ota, hipotecou essas hipóteses de subida. Em 20 jogos, conquistou 9 vitórias, 6 empates e 5 derrotas, com um total de 33 pontos. Marcaram 36 golos e sofreram 25. Nos jogos com o F. C. Ota, venceu em casa por 4-1 e perdeu em Ota por uma bola a zero.

 

 

LUZ E FANHÕES

 

A formação do Sport Luz e Fanhões assumiu desde o início a candidatura à subida de divisão, mas um péssimo início de campeonato acabou por refrear essas aspirações. Nas primeiras três jornadas folgou uma e perdeu nas outras duas. Depois foi melhorando e subindo degraus na tabela classificativa. Entre a 4ª jornada e a 10ª conquistaram cinco vitórias e dois empates na sua melhor fase em toda a época. Mantiveram a chama acesa pela luta da subida até serem derrotados consecutivamente pelo Igreja Nova e São Pedro, depois até ao final do campeonato lutaram pelo melhor lugar possível, podendo no final aspirar ao terceiro lugar, mas a derrota em casa com o Pinheiro de Loures afastou esse cenário. Em 20 jogos, venceram por 10 vezes, empataram 3 e perderam 7, num total de 33 pontos. Marcaram 41 golos e sofreram 32. Participou, também, num dos três jogos com mais golos alcançados, ao derrotar a União Atalaia por sete bolas a uma. Nos jogos com o F. C. Ota venceu-os ambos pela margem mínima: 1-2 em Ota e 1-0 em Fanhões.     



publicado por BLOGOTA às 08:33
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 6 de Dezembro de 2011
VIDEOS DO JOGO: FRIELAS 4 - OTA 2

Livre batido pelo Ricardo Quaresma. 

0-1 para o F.C. Ota, apontado pelo Edgar Filipe. 

Bacalhau, de cabeça, quase fazia golo. 

Boa jogada do FC Ota, finalizada pelo José Alberto. 

Penalty não assinalado e expulsão do Quaresma.     



publicado por BLOGOTA às 13:37
link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 5 de Dezembro de 2011
A. F. LISBOA - 2ª DIVISÃO DISTRITAL - 12ª JORNADA


A 1ª jornada, da 2ª volta, da série 1, do Campeonato Distrital de Lisboa da 2ª divisão de Lisboa, disputou-se, este domingo, em diversos campos espalhados pelo distrito lisboeta. Nesta 12ª jornada, nos 5 jogos disputados, marcaram-se 25 golos, o que fez a média de 5 por partida. As equipas visitadas marcaram 15 golos, enquanto as visitantes concretizaram 10 tentos. Não houve empates. As equipas locais conquistaram 3 vitórias e as forasteiras 2.

O Futebol Clube de Ota voltou a jogar fora, voltou a perder e voltou a sofrer quatro golos, e com isso desceu mais um degrau na classificação, ocupando agora o sétimo posto. Esta posição é a mais baixa da época. O adversário deste domingo, o Frielas, venceu, após três derrotas consecutivas, e subiu ao 5º lugar da classificação.

A União Atalaia, que vinha conseguindo empatar há três jogos consecutivos em casa, recebeu e perdeu por três bolas a uma com a Fonte Grada, afundando-se cada vez mais no último lugar desta série. A formação da Fonte Grada subiu um posto na tabela para o 9º lugar.

O líder Igreja Nova não vacila, nem facilita e no passado domingo recebeu e bateu por três bolas a uma o Luz Fanhões. A equipa do concelho de Mafra segue isolada na frente com 8 pontos de vantagem sobre o 2º classificado.

O Jeromelo ascendeu ao 2º posto, depois de visitar o campo do Santa Cruz e ter vencido á justa, por três bolas a duas. A equipa da Praia de Santa Cruz desceu ao penúltimo posto da classificação.

O Pinheiro de Loures, a atravessar uma excelente fase, recebeu e goleou a Cerca, por cinco bolas a uma e ascendeu ao 4º lugar, a dois pontos do segundo lugar. A equipa de Loures leva três vitórias consecutivas.

A formação do Futebol Clube São Pedro folgou nesta jornada e desceu um lugar na tabela classificativa.

A próxima jornada (13ª) disputa-se no domingo, dia 11 de Dezembro, com os seguintes jogos agendados:

F. C. OTA (7º) – SANTA CRUZ (10º): O Futebol Clube de Ota recebe a formação da Praia de Santa Cruz com a obrigação de vencer para manter aspirações a ficar entre os primeiros desta série, sob pena de se atrasar irremediavelmente nessa luta. Na 1ª volta a equipa de Ota venceu por uma bola a zero.

JEROMELO (2º) – UNIÃO ATALAIA (11º): A outra equipa do concelho de Alenquer desloca-se ao campo do segundo classificado onde lhe aguarda um adversário muito motivado pelas quatro vitórias consecutivas, afigurando-se muito complicada a tarefa da Atalaia que nos últimos dois jogos fora sofreu 14 golos, sete de cada vez. Na 1ª volta o Jeromelo ganhou por um a zero.

CERCA (8º) – IGREJA NOVA (1º): O líder Igreja Nova visita o campo da Cerca e deverá amealhar os três pontos em disputa, esperando-se, apesar de tudo, uma boa réplica da equipa da casa. Na 1ª volta registou-se um empate a dois golos.

FONTE GRADA (9º) – PINHEIRO DE LOURES (4º): A formação visitante, com três vitórias consecutivas, não deverá deixar de acumular mais três pontos, embora a equipa da casa já tenha surpreendido no seu terreno outros candidatos á subida de divisão. Na 1ª volta as duas equipas empataram a uma bola.

LUZ FANHÕES (6º) – SÃO PEDRO (3º): Espera-se um jogo equilibrado, entre duas equipas que já tiveram melhores momentos esta época e necessitam de vencer para se chegarem novamente aos lugares de acesso á 1ª divisão distrital. Na 1ª volta o São Pedro venceu por 4-1.

O Sport Clube Frielas (5º) folga nesta 13ª jornada.

 

FOTOS DO JOGO:  

 



publicado por BLOGOTA às 18:31
link do post | comentar | favorito
|

Domingo, 4 de Dezembro de 2011
SPORT CLUBE FRIELAS 4 - FUTEBOL CLUBE DE OTA 2

CAMPEONATO DISTRITAL IIª DIVISÃO - ASSOCIAÇÃO FUTEBOL LISBOA

12ª JORNADA - ÉPOCA 2011/2012

Foto (da esquerda para a direita): João Bacalhau, Filipe Antunes, André Lopes, Gonçalo, Nuno Luz, Rui Ferreira, Edgar, Yuriy, João Rodrigues, Diogo Ribeiro e Ricardo Quaresma. 

Foto: O onze titular do Sport Clube Frielas, equipa do concelho de Loures. 

 

O Futebol Clube de Ota iniciou a partida com o seguinte onze:

 

90 FILIPE ANTUNES
19 R. QUARESMA (Cap.)
27 DIOGO RIBEIRO
4 JOÃO RODRIGUES
12 EDGAR FILIPE
20 YURIY TKACHOV
6 GONÇALO FERREIRA
10 RUI FERREIRA
15 NUNO LUZ
7 ANDRÉ LOPES
23 JOÃO BACALHAU

 

Foto: Aos 12 minutos, na primeira grande oportunidade de golo para a equipa de Ota, o André Lopes quase fazia o primeiro golo do jogo, com o guarda redes a defender com muitas dificuldades, acabando por sacudir a bola pela linha de fundo. 

 

Substituições:

45' - Ao intervalo saiu o Gonçalo Ferreira e entrou o SANDRO FERREIRA (18).

67' - Saiu o Rui Ferreira e entrou o MIGUEL ROCHA (9).

78' - Saiu o André Lopes e entrou o MIGUEL LOPES (2).

78' - Saiu o Nuno Luz e entrou o JOSÉ ALBERTO (14).

Suplentes não utilizados: João Silva e Nuno Narciso.

Não convocados: Pedro Franco, Alexander Deus, Jorge Faria e Daniel Duarte.

Castigado: Luis Carica

Disciplina:

Clube Futebol Jeromelo:

Cartão Amarelo aos 26 minutos para o jogador nº 7, por ter cometido uma falta dura sobre o Edgar Filipe.

Futebol Clube de Ota:

Cartão Amarelo aos 30 minutos para o André Lopes, por ter protestado contra uma decisão do assistente nº 1.

Cartão Amarelo aos 35 minutos para o João Rodrigues, por ter cometido uma falta dura sobre um adversário.

Cartão Amarelo aos 51 minutos para o João Bacalhau, por ter protestado contra uma decisão do árbitro.

Cartão Amarelo aos 85 minutos para o Miguel Lopes, por ter protestado contra uma decisão do árbitro.

Cartão Vermelho Directo, aos 90+3 minutos, para o Ricardo Quaresma, por ter protestado excessivamente contra uma decisão do árbitro.

Resultado ao intervalo: 3-1

 

Foto: O golo da igualdade para a equipa de Frielas foi apontado pelo jogador nº 10 nesta finalização, aos 25 minutos da primeira parte desta partida.  

 

MARCHA DO MARCADOR:

0-1 aos 13 minutos por EDGAR FILIPE. Na sequência de um pontapé de canto batido do lado esquerdo do ataque visitante pelo André Lopes, a bola foi cair ao primeiro poste, onde apareceu o Edgar Filipe a desviá-la para o fundo das redes do Frielas, ainda com a ajuda de um defesa e do guarda redes visitado.

1-1 aos 25 minutos pelo jogador nº 10. Na sequência de uma perda de bola a meio campo, o esférico foi lançado para as costas do sector defensivo do F. C. Ota, para o lado direito, onde entrou na área, com a bola dominada e em rapidez, o jogador nº 10, que perante a saida do Filipe fez-lhe um chapéu perfeito.

2-1 aos 39 minutos pelo jogador nº 29. Depois de mais uma perda de bola a meio campo, a equipa local saiu muito rápida para o ataque, de novo pelo lado direito, e o jogador nº 29 entrou na área e bateu o Filipe com um remate rasteiro e bem colocado ao ângulo inferior direito da baliza do F. C. Ota.

3-1 aos 42 minutos pelo jogador nº 10. De novo, mais uma jogada rápida pelo lado direito do ataque local, com o jogador nº 10 a bater o Filipe, novamente com um remate rasteiro e colocado junto ao poste direito da baliza visitante.

4-1 aos 63 minutos pelo jogador nº 25. Na sequência de um cruzamento efectuado do lado direito do ataque visitado, a bola caiu junto á entrada da pequena área, no enfiamento do segundo poste, com o jogador nº 25 a fazer com facilidade o quarto golo da sua equipa.

4-2 aos 80 minutos por JOÃO BACALHAU. O Bacalhau isolou-se, flectiu para o lado direito, fugiu á saida do guarda redes do Frielas e enviou o esférico para a baliza deserta com o seu pé direito.

 

Foto: Aos 33 minutos, em boa posição, e perante a saida do guarda redes do Frielas, o João Bacalhau fez um chapéu que saiu sem a direcção desejada, perdendo-se uma grande oportunidade para voltar ao comando do marcador deste jogo. 

 

CRÓNICA DO JOGO:

Depois de folgar na passada jornada, a equipa sénior do F. C. Ota voltou á competição, de novo fora de casa, concretamente em Frielas, na 1ª jornada da segunda volta do campeonato.

Foi o primeiro jogo da época disputado num campo pelado para a nossa equipa, numa tarde enublada, mas sem chuva durante os noventa minutos de jogo.

Para esta partida, a equipa técnica do F. C. Ota perdeu o concurso do, até agora, guarda redes titular, que alegou falta de motivação para treinar e assim caiu fora da convocatória.

Assim sendo, o Filipe Antunes estreou-se como titular na baliza do F. C. Ota na presente época. Na defesa alinharam o Quaresma, que também foi capitão de equipa, na direita da defesa e o Edgar na esquerda. No centro da defesa jogaram o Diogo Ribeiro e o João Rodrigues. O trio de meio campo foi composto pelo Yuriy Tkachov, Gonçalo Ferreira e Rui Ferreira. No ataque, pela esquerda alinhou o André Lopes, na direita o Nuno Luz e na frente o João Bacalhau.

Foi uma primeira parte muito interessante e bem disputada, com as equipas a procurarem incessantemente a baliza adversária.

Começou melhor a equipa de Ota e logo aos 3 minutos, no livre batido pelo Ricardo Quaresma ameaçou a baliza local.

Aos 8 minutos, numa boa jogada pela direita do ataque local, o jogador nº 10 ganhou posição na área e bateu o esférico por cima da barra.

Aos 11 minutos, o jogador nº 20 rematou para uma defesa para canto do Filipe Antunes.

Aos 12 minutos, o André Lopes entrou pela esquerda e fez um chapéu ao guarda redes do Frielas que quase tinha êxito, valeu na circunstância o guardião local ter desviado a bola pela linha de fundo, senão seria o primeiro golo da tarde.

Não foi no lance anterior, nem no primeiro canto a nosso favor após essa oportunidade, mas sim no segundo canto consecutivo contra o Frielas, batido do lado esquerdo pelo André Lopes, com o Edgar Filipe a entrar ao primeiro poste e a fazer de cabeça o primeiro golo da tarde.

A equipa de Frielas, depois de sofrer o golo, partiu em busca da igualdade e aos 18 minutos, o jogador nº 25 efectuou um remate perigoso que levou a bola a passar ao lado do poste esquerdo da baliza do F. C. Ota.

Aos 21 minutos o jogador nº 10, do lado direito, rematou para uma defesa dificil, a dois tempos, do Filipe Antunes.

Aos 25 minutos, aconteceu o golo da igualdade, da autoria do jogador nº 10, depois de entrar pelo lado direito e ter feito um chapéu ao guarda redes visitante.

O jogo continuou muito bem disputado e a equipa de Ota voltou a ter uma grande oportunidade para se voltar a adiantar no marcador, mas o chapéu feito pelo Bacalhau, após uma saida desajustada do guarda redes de Frielas, saiu ao lado do poste esquerdo, aos 33 minutos de jogo.

Até quase ao fim do primeiro tempo assistimos a um jogo equilibrado entre duas equipas que se equivaleram, mas nos últimos cinco minutos da primeira parte a equipa de Ota cometeu dois erros defensivos que se viriam a revelar fatais para o resultado final desta partida.

Aos 39 minutos, o jogador nº 29 entrou em velocidade pelo lado direito e fez o segundo golo. Pouco depois, numa jogada idêntica á anterior, o jogador nº 10 fez o terceiro golo do jogo.

O resultado ao intervalo era muito injusto para a equipa de Ota. Aceitava-se a derrota parcial, mas não por números tão amplos, tendo em conta os primeiros quarenta minutos de jogo.

 

Foto: Aos 39 minutos, nesta finalização, o jogador nº 29 do Frielas, fez o segundo golo e passou a sua equipa para a frente do marcador. 

 

No reatamento, o treinador Nuno Jacinto trocou o Gonçalo Ferreira pelo Sandro Ferreira.

Na segunda parte a equipa local entrou melhor e logo aos 47 minutos o jogador nº 4 rematou á entrada da área, com a bola a sair ao lado do poste esquerdo da baliza do F. C. Ota.

Aos 52 minutos, na sequência de um lançamento de linha lateral executado pelo Ricardo Quaresma, o Bacalhau á entrada da pequena área deu de cabeça para a baliza e a bola, por pouco, não entrou, isto porque o guarda redes do Frielas saiu-se muito mal ao lance e ficou a ver a bola a passar-lhe por cima.

Aos 58 minutos, na sequência de um livre na esquerda, o jogador nº 25 cabeceou á vontade na área do F. C. Ota, com a bola a sair ao lado do poste direito.

Aos 63 minutos, o jogador nº 25 fez o quarto golo para a sua equipa, correspondendo de forma assertiva a cruzamento executado do lado direito do ataque visitado.

A vencer por três golos de diferença a equipa local baixou as suas linhas, controlou o jogo e o resultado. Em contrapartida a equipa de Ota subiu no terreno e procurou o golo de forma a atenuar a enorme diferença no marcador.

Aos 67 minutos saiu o Rui Ferreira e entrou para o seu lugar o Miguel Rocha.

Aos 78 minutos sairam o André Lopes e o Nuno Luz, por troca com o Miguel Lopes e o José Alberto.

Aos 80 minutos, numa altura em que a equipa de Ota estava a dominar o jogo, o João Bacalhau isolou-se contornou o guarda redes e reduziu a desvantagem no marcador, num golo de extraordinária execução técnica.

Este golo catapultou a equipa visitante para um último fôlego em busca de mais um ou dois golos, e aos 88 minutos, numa boa jogada de ataque do F. C. Ota, a bola foi endossada para a direita, onde o José Alberto apareceu a rematar, com a bola a subir demasiado e a passar por cima da barra.

Aos 90+3 minutos, na sequência de um canto batido do lado esquerdo, a defesa local cortou o esférico para os pés do José Alberto que, no interior da área, no momento em que rematava, foi castigado com uma entrada dura de um adversário, mas o árbitro assim não entendeu e mandou marcar pontapé de baliza.

Na sequência deste lance o capitão Ricardo Quaresma protestou de forma menos própria e foi expulso do jogo.

Entretanto o jogo terminou com uma vitória justa para a equipa local nomeadamente por terem sabido aproveitar bem os erros defensivos da equipa de Ota, concretamente nos últimos minutos do primeiro tempo. 

 

Foto: Aos 80 minutos, o João Bacalhau entrou na área, deixou o guarda redes local para trás e fez com o pé direito o segundo golo para a sua equipa, reduzindo a desvantagem para dois golos de diferença. 

 

ARBITRAGEM:

O trio de arbitragem nomeado para o jogo desta 12ª jornada, em Frielas, foi composto pelo Vasco Pereira (árbitro principal), Pedro Rodrigues e Wilson Marques (árbitros assistentes).

Atendendo que nas últimas jornadas tivemos arbitragens vergonhosas, a desta jornada até nem foi muito má, principalmente porque o trio de arbitragem não teve qualquer influência no resultado final deste jogo.

Todos os golos foram obtidos de forma absolutamente regular e não houve lances muito polémicos para ajuizar, com excepção do último lance da partida.

De facto, no último minuto de jogo, no interior da área do Frielas ficou por assinalar uma grande penalidade contra a equipa local, devido a uma entrada dura sobre o José Alberto quando este se preparava para rematar á baliza adversária.

Na sequência desse lance o capitão do F. C. Ota foi expulso, em nossa opinião de forma justa, porque não pode protestar daquela forma, por mais razão que tenha, embora já tenhamos visto esta época, em Ota, um capitão de outra equipa protestar de forma ainda mais inapropriada sobre o árbitro e ficou em campo até ao fim do jogo.

Apesar de tudo, não podemos deixar passar em claro a forma intimidatória com que o árbitro assistente nº1, Pedro Rodrigues, brindou alguns jogadores do F. C. Ota, sendo ele o principal responsável por alguns cartões amarelos mostrados a jogadores visitantes, fazendo questão de chamar o árbitro para lhe ordenar essas admoestações completamente despropositadas.

   


publicado por BLOGOTA às 20:15
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 20 de Setembro de 2011
VIDEOS DO JOGO: OTA 2 - FRIELAS 1

Canto perigoso contra o F. C. Ota 

1-0 para o F. C. Ota, marcado pelo Sandro Ferreira 

2-0 para o F. C. Ota, apontado pelo João Bacalhau 

Diogo Ribeiro, ao 2º poste, rematou muito por alto. 

Pedro Franco, ao 1º poste, quase fazia o terceiro golo para o FC Ota.      



publicado por BLOGOTA às 16:54
link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 23 de Maio de 2011
IIª DIVISÃO DISTRITAL - SÉRIE 1 - A. F. LISBOA

ANÁLISE BLOGOTA – ÉPOCA 2010/2011

 

1ª PARTE

 

 

MTBA

 

A equipa de Sintra foi a grande vencedora desta série 1, embora não tenha sido a grande dominadora no decurso da época. O MTBA começou muito bem a época, com quatro vitórias consecutivas, depois começou a cair na tabela até chegar ao 4º lugar, por alturas do final da 1ª volta do campeonato. Na 2ª volta, graças a um desempenho sublime, com apenas três empates cedidos, subiu ao primeiro posto, a poucas jornadas do fim, e por lá se manteve até à última jornada. A equipa de Sintra garantiu a subida de divisão, com 17 vitórias, 6 empates, 2 derrotas, 58 golos marcados, sendo a equipa mais concretizadora da série, 18 sofridos, sendo aqui também a que menos tentos sofreu ao longo dos 25 jogos realizados, obtendo 57 pontos. Nos jogos com a equipa de Ota empatou, em casa, a uma bola e venceu em Cheganças, por um a zero.

 

 

SOBREIRENSE

 

A equipa de Sobreiro Curvo, Torres Vedras, formou um plantel com o claro propósito de subir de divisão e, apesar das dificuldades sentidas na 2ª volta, cumpriu esse objectivo. De facto, o Sobreirense foi a melhor equipa na 1ª volta do campeonato, tendo tido cerca de 10 pontos de avanço sobre o 2º classificado, mas depois, com uma 2ª volta de campeonato menos positiva começou a perder a folga que tinha na tabela classificativa até cair mesmo para o 2º lugar, que também dá acesso à subida de divisão. Os números da equipa foram de 17 vitórias, 4 empates e 4 derrotas. Marcaram 57 golos e sofreram 22, para um acumulado de 55 pontos. Nos jogos com a equipa de Ota venceu em Cheganças por 1-2 e em sua casa por 2-0.

 

 

ASSOCIAÇÃO MURTEIRENSE

 

A formação do concelho do Cadaval foi a grande surpresa desta série 1, com uma temporada a todos os títulos notável, sobretudo porque a poucos dias do encerramento das inscrições ainda não tinha equipa formada. A equipa da Murteira conseguiu reunir um bom lote de jogadores, com destaque para o ponta de lança que foi o melhor marcador desta série 1. Para consumar a subida de divisão faltou pouco, mas fica a imagem de uma época muito regular, sempre na parte de cima da tabela classificativa e a espreitar os dois lugares da subida. No final a equipa conquistou 15 vitórias, 6 empates e 4 derrotas. Marcaram 47 golos e sofreram 28, fazendo 51 pontos. Com o Futebol Clube de Ota venceram os dois jogos, 1-0 na Murteira e 2-3 em Cheganças.

 

 

A DOS CUNHADOS

 

A equipa de A dos Cunhados partiu para esta campanha com o firme propósito de subir de divisão. Para isso reforçou o plantel com atletas que lhes davam garantias de cumprir esse objectivo, mas uma sucessão de maus resultados ao longo da época, em jogos onde seria expectável a conquista dos três pontos, hipotecou essas hipóteses de ascensão à 1ª divisão distrital. Ainda assim, a equipa do concelho de Torres Vedras terminou o campeonato num honroso quarto lugar, com 14 vitórias, 3 empates e 8 derrotas. Marcaram 53 golos, revelando um bom índice concretizador e sofreram 31, para um total de 45 pontos. Nos jogos com a equipa de Ota conquistaram os seis pontos em disputa, com uma vitória em casa por 4-0 e fora por 1-3.

 

 

ALCAINÇA

 

A equipa do concelho de Mafra realizou um bom campeonato, sempre na parte de cima da tabela classificativa, chegando a acalentar esperanças, na parte final da competição, de chegar aos primeiros lugares. Foi uma equipa muito forte a jogar em casa, onde conquistou muitas vitórias. Fora de casa foi menos forte e por isso terá ficado fora da luta pela subida de divisão. O Alcainça conquistou 13 vitórias, 6 empates e 6 derrotas, somando 45 pontos. Marcaram 56 golos, a terceira equipa mais concretizadora da competição, e sofreram 40. Contra a equipa de Ota ganharam os dois jogos pela margem mínima, 1-0 em casa, e 2-3 em Cheganças.

 

 

FRIELAS

 

A equipa do concelho de Loures foi algo irregular ao longo do percurso, porque se tivesse tido outra regularidade poderia ter lutado pela subida até à última jornada do campeonato. Fez uma melhor 2ª volta, com uma série de vitórias consecutivas, que a catapultaram para os primeiros lugares, mas nas últimas jornadas perdeu dois jogos que a fizeram descer para a sexta posição. Esta formação tinha uma excelente frente de ataque, contrastando com uma defesa menos segura. Terminaram com 43 pontos, fruto de 12 vitórias, 7 empates e 6 derrotas. Marcaram 55 golos e sofreram 35. Nos jogos com a equipa de Ota empataram a três bolas em Frielas e vieram goleá-la a Cheganças por cinco bolas a zero.

 

 

PINHEIRO DE LOURES

 

O Pinheiro de Loures utilizou dois plantéis distintos ao longo da época. Numa 1ª fase as derrotas acumularam-se e o último posto parecia ser o destino final para esta equipa de Loures. Numa 2ª fase, com a aquisição de numerosos reforços, com uma qualidade superior, a equipa começou a ganhar jogos consecutivamente até se fixar na sétima posição. Foi uma das melhores equipas da 2ª volta do campeonato. Terminou com 35 pontos, graças a 11 vitórias, 2 empates e 12 derrotas. Marcaram 52 golos e sofreram 42. Foi a equipa que conquistou o resultado mais desnivelado da competição, 11-0 ao Malveira “B”. Contra a equipa de Ota perderam em casa por 3-5 e ganharam em Cheganças por 0-3.     



publicado por BLOGOTA às 18:55
link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 21 de Março de 2011
VIDEOS DO JOGO: F. C. OTA 0 - FRIELAS 5

1-0 para o SC Frielas, apontado pelo jogador nº 10.  

Guarda Redes do Frielas defendeu esta grande penalidade.  

Edgar remata para defesa do GR do Frielas.  

Grilo bateu este livre com muito perigo para o Frielas.  

O nº 3 do Frielas, em boa posição, remata muito por cima da barra. 



publicado por BLOGOTA às 23:26
link do post | comentar | favorito
|

A. F. LISBOA - 2ª DIVISÃO DISTRITAL - 21ª JORNADA

 


Na 21ª jornada do Campeonato Distrital da 2ª Divisão, série 1, da Associação de Futebol de Lisboa, marcaram-se 20 golos, fazendo a média de 3,33 golos por jogo. As equipas visitadas fizeram 8 golos, enquanto as visitantes obtiveram 12 tentos. Registou-se 2 empates, 2 vitórias caseiras e 2 forasteiras.

Os grandes vencedores desta jornada foram o Sobreirense, manteve o primeiro posto e ampliou a vantagem para os seus mais directos perseguidores, e o Frielas que subiu do sexto para o quarto lugar, recuperando dois pontos para os lugares de promoção à 1ª divisão distrital.

O Futebol Clube de Ota voltou a perder em casa e manteve-se no penúltimo posto da classificação. Nos últimos 5 jogos, a equipa de Ota conquistou apenas um ponto. A equipa de Frielas veio a Cheganças derrotar os otenses por números esclarecedores e ficaram a 5 pontos do segundo lugar.

A U. R. D. de Atalaia recebeu o último classificado, Fonte Grada, e venceu por três bolas a zero, subindo ao décimo posto a apenas um ponto do nono classificado.

O Sobreirense reforçou o primeiro lugar, agora com três pontos de avanço, depois de se deslocar ao Furadouro para vencer por quatro bolas a uma.

O MTBA empatou em casa com o Alcainça, com a equipa visitante a marcar o seu golo já no período de compensação. Com este resultado o MTBA atrasou-se na luta pela subida, mas o Alcainça também não se aproximou desses postos de subida.

A Associação Murteirense recebeu o Luz Fanhões e não conseguiu vencer, aliás o jogo não passou do zero a zero, o que é uma situação muito rara nesta série 1, da 2ª divisão distrital.

O A dos Cunhados terá hipotecado definitivamente as suas aspirações à subida de divisão, porque foi derrotado em Pinheiro de Loures, por três bolas a duas.

Nesta jornada, devido à desistência da Malveira “B”, folgou a Cerca.

No próximo domingo, dia 27 de Março, disputa-se a 22ª jornada, com os seguintes jogos:

O Futebol Clube de Ota (13º) desloca-se ao terreno do Sobreirense (1º), onde irá tentar criar dificuldades ao líder desta série 1, que parte como claro favorito para este jogo.

A U. R. D. de Atalaia (10º) viaja até ao campo do Luz Fanhões (7º), onde irá encontrar dificuldades diferentes das habituais, porque vai jogar num relvado natural.

Um bom jogo em perspectiva, é o que irá colocar frente a frente o A dos Cunhados (6º) e o MTBA (2º). Ambas as equipas estão proibidas de perder pontos, para manterem aspirações à subida de divisão.

O Frielas (4º) recebe a Cerca (9º) e terá obrigatoriamente de vencer para continuar a acalentar esperanças de subida de divisão.

O Alcainça (5º), também obrigado a vencer, recebe o Furadouro (12º).

O Pinheiro de Loures (8º) desloca-se ao campo da Fonte Grada (14º), onde deverá conquistar os três pontos.

Finalmente, a Associação Murteirense folga nesta jornada, devido à desistência da Malveira “B”.

 

IMAGENS DO JOGO

FUTEBOL CLUBE DE OTA - SPORT CLUBE DE FRIELAS 

https://picasaweb.google.com/ptblogota/20110320FCOta0Frielas5# 

   



publicado por BLOGOTA às 14:09
link do post | comentar | favorito
|

Domingo, 20 de Março de 2011
FUTEBOL CLUBE DE OTA 0 - SPORT CLUBE DE FRIELAS 5

CAMPEONATO DISTRITAL IIª DIVISÃO - ASSOCIAÇÃO FUTEBOL LISBOA

21ª JORNADA - ÉPOCA 2010/2011

Foto (da esquerda para a direita): Bruno Caldeira, Ruben Dias, João Silva, Reginaldo Souza, Edgar Filipe, Pedro Grilo, Gonçalo Ferreira, Sandro Ferreira, Rui Ferreira, Miguel Rocha e João Bacalhau. 

Foto: O onze titular do Sport Clube de Frielas, do concelho de Loures. 

 

O Futebol Clube de Ota iniciou a partida com o seguinte onze:

 

70 RUBEN DIAS
21 BRUNO CALDEIRA (Cap)
10 REGINALDO SOUZA
2 JOÃO SILVA
12 EDGAR FILIPE
55 GONÇALO FERREIRA
22 PEDRO GRILO
8 SANDRO FERREIRA
27 MIGUEL ROCHA
17 RUI FERREIRA
23 JOÃO BACALHAU

 

Foto: Neste lance a equipa visitante chegou ao dois a zero. A bola veio muito alta, do lado direito, e o nosso guarda redes ficou encadeado pelo sol, não conseguindo segurar o esférico. 

 

Substituições:

45' - Ao intervalo saiu o Ruben Dias e entrou o DANIEL DUARTE (88).

45' - Ao intervalo saiu o João Silva e entrou o JOÃO RODRIGUES (4).

59' - Saiu o Miguel Rocha e entrou o NUNO FERNANDES (25).

59' - Saiu o Rui Ferreira e entrou o ANDRÉ FERREIRA (31).

Suplentes não utilizados: Nuno Narciso.

Não convocados: Márcio Carvalho, Ricardo Fachada, Alexander Deus, Peres, Jorge Ribeiro, Filipe Antunes.

Castigado: Ricardo Quaresma.

Disciplina:

Futebol Clube de Ota:

Cartão Amarelo aos 64 minutos para o Nuno Fernandes, por ter cometido uma falta sobre um adversário.

Sport Clube de Frielas:

Cartão Amarelo aos 70 minutos para o jogador nº 8, por ter cortado um lance com o braço.

Resultado ao intervalo: 0-3

Foto: Neste lance, aos 22 minutos, o Rui Ferreira (17), antecipou-se ao defesa (23) e tocou o esférico para a baliza do Frielas, onde o guarda redes efectuou uma boa defesa, incompleta, sendo depois um defesa a tirar a bola pela linha de fundo. 

 

MARCHA DO MARCADOR:

0-1 aos 6 minutos pelo jogador Nº 10. Na marcação de um livre indirecto, em zona frontal à nossa baliza, a bola foi tocada para o jogador nº 10 que bateu forte, com o pé direito, fazendo a bola entrar junto ao ângulo superior esquerdo da baliza visitada.

0-2 aos 19 minutos pelo jogador Nº 23. Na sequência de um cruzamento/remate, batido do lado direito, a bola subiu muito alto e pingou sobre a baliza do F. C. Ota, onde o nosso guarda redes, encadeado pelo sol, não conseguiu segurar o esférico.

0-3 aos 36 minutos pelo jogador Nº 14. Numa jogada rápida de contra ataque, a bola foi conduzida do lado esquerdo para o lado direito e depois finalizada, com o pé direito, junto ao poste esquerdo da baliza do F. C. Ota.

0-4 aos 75 minutos pelo jogador Nº 14. Na marcação de um livre na zona do meio campo, a bola foi colocada nas costas da nossa defesa, onde apareceu o jogador nº 14 a esticar a perna direita, dando um pequeno toque na bola, que a levou a entrar junto ao ângulo superior direito da nossa baliza.

0-5 aos 89 minutos pelo jogador Nº 14. Numa transição rápida, a equipa de Frielas conduziu o esférico sobre o lado direito, onde o jogador nº 10 trabalhou bem e deu de bandeja para o jogador nº 14, no interior da área, rematar cruzado, com o esférico a entrar junto ao ângulo inferior esquerdo da baliza do F. C. Ota. 

Foto: Neste lance, aos 36 minutos, o jogador nº 14 do Frielas fez o terceiro golo da sua equipa, o primeiro da sua conta pessoal, ele que viria a marcar mais dois na segunda parte. 

 

CRÓNICA DO JOGO: 

Frente a frente, esta tarde, em Cheganças, sob um sol fantástico e uma temperatura bem agradável, já a lembrar a primavera, encontraram-se duas equipas em situação bastante oposta na tabela classificativa.

Ambas as formações necessitavam de ganhar o jogo, a de Ota para tentar sair do penúltimo lugar e a de Frielas para continuar a acalentar esperanças de lutar pela subida de divisão.

Para esta partida, o técnico Luis Ferreira, fez alinhar de ínicio o seguinte onze: Na baliza, o Ruben Dias, na defesa o Caldeira, Souza, João Silva e Edgar. No meio campo o Grilo, o Gonçalo e o Sandro. No ataque alinharam o Miguel, o Rui e o João Bacalhau.

O jogo começou praticamente, em termos de oportunidades de golo, com a equipa visitante a inaugurar o marcador, logo aos 6 minutos de jogo, na sequência de um livre indirecto.

Com toda a naturalidade, este golo enervou a nossa equipa e durante alguns minutos a equipa de Frielas criou alguns lances de perigo, como por exemplo aos 10 minutos, quando após uma falha defensiva, o jogador nº 10, na área, rematou forte com a bola a bater nas malhas laterais.

Aos 17 minutos, na sequência de um cruzamento da direita executado pelo jogador nº 17, o jogador nº 18, na área, cabeceou a bola ao lado do poste direito do F. C. Ota.

O segundo golo surgiu aos 19 minutos, apontado pelo jogador nº 23, num lance em que o Ruben foi claramente afectado pelo forte sol que se fazia sentir e que o encadeou, dada a altura que a bola tomou antes de pingar sobre a nossa baliza.

Só após este golo e já a perder por duas bolas a zero, nomeadamente aos 22 minutos é que a nossa equipa criou perigo junto à baliza adversária. No caso foi o Rui Ferreira a antecipar-se a um defesa e a tocar o esférico para a baliza do Frielas, onde o guarda redes fez uma defesa de recurso, aparecendo depois um colega a atirar o esférico para lá da linha de fundo.

Seguiram-se alguns minutos em que a nossa equipa jogou bem, em busca de um golo que desse mais ânimo. Aos 31 minutos, após um cruzamento do lado direito do Bacalhau, o jogador nº 23 ia fazendo autogolo, mas a bola saiu rente ao poste esquerdo.

Numa fase boa da nossa equipa, em que estava balanceada para o ataque, surgiu um contra ataque, aos 36 minutos, muito bem conduzido pelo homens da frente do Frielas e finalizado pelo jogador nº 14.

Este terceiro golo foi a machadada quase fatal nas aspirações da nossa equipa e aos 41 minutos ainda valeu uma grande defesa do Ruben a desviar a bola pela linha de fundo, após um remate muito perigoso do jogador nº 10.

No último minuto da 1ª parte, a equipa de Ota beneficiou de uma grande penalidade, após uma jogada pela direita conduzida pelo Miguel e cortada com o braço por um defesa adversário. Na marcação do castigo máximo, o Sandro permitiu a defesa do guarda redes do Frielas, tanto no primeiro remate, como na recarga.

O resultado ao intervalo era demasiado duro para a nossa equipa, especialmente pelo que fizemos na segunda metade neste primeiro tempo.

Foto: Aos 54 minutos, o Gonçalo Ferreira apareceu em boa posição para marcar golo, mas o seu cabeceamento levou a bola a sair à figura do guarda redes que a recolheu com segurança. 

 

Ao intervalo o técnico Luis Ferreira deixou nos balneários o Ruben Dias e o João Silva, fazendo entrar para os seus lugares o Daniel Duarte e o João Rodrigues.

A equipa de Ota entrou neste segundo tempo com intenção de dar a volta aos acontecimentos e aos 48 minutos, na sequência de um canto na direita, batido pelo Edgar, a bola sobrou para o Miguel Rocha rematar forte, para uma defesa segura do guarda redes do Frielas.

Aos 51 minutos, o jogador nº 15 recebeu a bola à entrada da área, descaído para o lado direito e desferiu um potente remate que saiu muito por cima da barra.

Aos 53 minutos, o jogador nº 15 isolou-se na área e rematou cruzado rasteiro, correspondendo o Daniel com uma excelente defesa a evitar o golo ao adversário.

Aos 54 minutos, na sequência de um lançamento de linha lateral, do lado direito, a bola foi para a cabeça do Bacalhau que deu para trás, em zona frontal à baliza, onde apareceu o Gonçalo a cabecear em posição previligiada, mas a bola saiu à figura do guarda redes do Frielas.

Aos 59 minutos, registaram-se duas alterações de uma assentada, com as entradas do André Ferreira e Nuno Fernandes, para os lugares do Rui Ferreira e do Miguel Rocha.

Nesta segunda parte, nomeadamente na primeira meia hora a equipa de Ota jogou bem, pressionou o seu adversário, conseguiu ganhar muitas segundas bolas e esteve quase sempre perto da baliza do Frielas. A equipa adversária, com uma margem folgada no marcador, defendeu-se bem e procurou sair em jogadas de contra ataque para matar definitivamente o jogo.

Aos 67 minutos, na marcação de um livre directo, o Grilo bateu bastante forte, com a bola a passar rente à barra da baliza do Frielas.

Aos 70 minutos, após a marcação de um livre, o jogador nº 3 esteve muito perto de obter o quarto golo para a sua equipa.

Aos 75 minutos, aconteceu o quarto golo para a equipa de Frielas, num lance em que a nossa defesa foi surpreendida nas costas, pelo jogador nº 14 que fez um golo em esforço, com o pé direito, correspondendo a uma solicitação vinda da zona intermediária do campo.

Aos 82 minutos, o Gonçalo Ferreira lesionou-se num lance dividido com um adversário e não conseguiu continuar em jogo. Pese embora ainda ser possivel fazer uma substituição, e o Nuno Narciso estar no banco, a equipa técnica entendeu não o colocar em jogo porque ainda se encontra em fase final de recuperação de uma lesão e como a partida e o resultado já estavam resolvidos, não valia a pena arriscar. Deste modo, a nossa equipa jogou os últimos oito minutos de jogo com menos um elemento.

Aos 85 minutos, na sequência de um livre directo o João Bacalhau enviou o esférico por cima da barra da baliza adversária.

Aos 88 minutos, na sequência de um canto batido do lado direito pelo André, a bola foi direita à cabeça do Bacalhau que a enviou ligeiramente por cima da barra.

Aos 89 minutos, numa jogada de contra ataque, a equipa de Frielas chegou à mão cheia de golos, por intermédio do jogador nº 14, com uma remate cruzado, colocando a bola fora do alcance do nosso guarda redes.

Em suma, uma vitória justa para a equipa de Frielas, que a mantém na luta pela subida de divisão, embora os números sejam claramente exagerados e penalizem enormemente e desmesuradamente a nossa equipa.  

Foto: Foi desta forma, com um autêntico golpe de karaté, que o jogador nº 14 fez o quarto golo para a sua equipa, o segundo da sua conta pessoal, aos 75 minutos de jogo. 

 

ARBITRAGEM:

O trio de árbitros nomeado para este jogo, entre o FC Ota e o Frielas, foi composto pelo Daniel Santiago (árbitro principal), Manuel Santos e Ari Mendonça (árbitros assistentes).

Este trio tinha com árbitro principal um jovem e inexperiente juiz, enquanto os auxiliares eram mais maduros e batidos nestas coisas de distritais de futebol.

As primeiras três decisões do jogo foram prejudiciais para a nossa equipa. Primeiro, o árbitro auxiliar do lado dos bancos, tirou um fora de jogo inexistente ao Rui no momento em que este se isolou e seguia sozinho para a baliza. Segundo, o árbitro principal não viu um defesa do Frielas ajeitar a bola com o braço a meio do seu meio campo, conseguindo com esse gesto fugir à pressão imposta pelo nosso jogador. Terceiro, na sequência dessa jogada a bola veio para o ataque do Frielas e o Souza com um adversário disputaram a bola de pé em riste, os dois com o pé em riste. O árbitro principal decidiu assinalar falta a favor da equipa visitante, da qual nasceu o primeiro golo do jogo.

No restante tempo de jogo, a equipa de arbitragem foi cometendo alguns erros, sem terem tido grandes problemas para resolver, conduziram o jogo até ao fim, bem dominado em termos disciplinares.

   



publicado por BLOGOTA às 20:05
link do post | comentar | ver comentários (11) | favorito
|

Terça-feira, 16 de Novembro de 2010
VIDEOS DO JOGO: FRIELAS 3 - F. C. OTA 3
 

Peres muito perto do golo, após canto da esquerda. 

Guarda redes do Frielas com uma intervenção diferente. 

Rui e Peres muito perto do golo, depois de canto da direita.  

Guarda redes do Frielas defende por instinto.   

Sandro tentou de livre directo, mas a bola saiu ao lado.    



publicado por BLOGOTA às 19:21
link do post | comentar | favorito
|

links
arquivos

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

posts recentes

IIª DIVISÃO DISTRITAL - S...

VIDEOS DO JOGO: FRIELAS 4...

A. F. LISBOA - 2ª DIVISÃO...

SPORT CLUBE FRIELAS 4 - F...

VIDEOS DO JOGO: OTA 2 - F...

IIª DIVISÃO DISTRITAL - S...

VIDEOS DO JOGO: F. C. OTA...

A. F. LISBOA - 2ª DIVISÃO...

FUTEBOL CLUBE DE OTA 0 - ...

VIDEOS DO JOGO: FRIELAS 3...

SPORT CLUBE FRIELAS 3 - F...

HISTÓRICO DAS EQUIPAS - S...

VIDEOS DOS JOGOS DOS ESCO...

CAMPEONATO DISTRITAL DE E...

CAMPEONATO DISTRITAL DE I...

favoritos

CAMPEONATO DISTRITAL DE B...

CAMPEONATO DISTRITAL DE I...

RESCALDO DA 1ª PROVA RESI...

VIDEOS DA 1ª PROVA RESIST...

RESCALDO - T. P. MARATONA...

FOTO DA ASSINATURA DO CON...

S. C. PINHEIRO LOURES 3 -...

RESCALDO DA MARATONA BTT ...

CAMPEONATO NACIONAL DE RA...

RESCALDO DA MARATONA BTT ...

temas

2008/2009

2009/2010

2010

2010/2011

2011

2011/2012

2012

7 maravilhas

aeroporto de ota

afl

alenquer

alentejo

alhandra

amador

analises

anipura

arneiros

arrudense

atalaia

atletismo

benfica

benjamins

btt

c.s.r.d. de ota

campeonato

carb boom

cerca

charneca de ota

cheganças

ciclismo

classificação

comentarios

corrida do mirante

cronicas

cross country

desporto

diversos

elites

escolas

estatistica

eventos

extrusal

f.c. ota

f.c. ota benjamins

f.c. ota escolas

f.c. ota infantis

f.c. ota iniciados

f.c. ota juniores

f.c. ota juvenis

festa

frases

furadouro

futebol

futebol de sete

golos

humor

imagens

infantis

iniciados

jogador

juniores

juvenis

lfo

Liga Fantástica de Ota

linhais

lisboa

maratona

memorias

monte agraço

monte redondo

montejunto

música

nacional

ota

ota videos

passeios

pelado

pinheiro loures

portugal

raid

rbikes

relvado

rescaldo

resultados

rio de ota

seniores

serra de ota

sintético

sobreirense

sorteio

sub-23

taça

torneio

treino

varanda da ota

vencedor

veteranos

videos

xcm

xco

todas as tags

últ. comentários
Sem grandes comentarios. obrigado Rui. Fica aqui m...
Até no fim se manifesta a enorme qualidade e dedic...
a deresao do futebol clube agradece todo o que o b...
Caro Rui Branco,Os meus Parabéns pelo teu trabalho...
Foi um óptimo trabalho feito ao estilo de O...
Caro Rui Branco,Obrigado pelo trabalho pioneiro qu...
RuiCertamente que para tomares esta decisão, pensa...
Caro Rui, É com muita tristeza que leio a notícia ...
Caro RuiÉ com tristeza que vejo esta noticia.Assim...
OS COMENTÁRIOS NESTE BLOG ESTÃO TEMPORARIAMENTE SU...
Setembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9


24
25
26
27
28
29

30


pesquisar
 
Google
blogs SAPO
subscrever feeds
mais sobre mim