PÁGINA PESSOAL DE RUI BRANCO


Domingo, 4 de Dezembro de 2011
SPORT CLUBE FRIELAS 4 - FUTEBOL CLUBE DE OTA 2

CAMPEONATO DISTRITAL IIª DIVISÃO - ASSOCIAÇÃO FUTEBOL LISBOA

12ª JORNADA - ÉPOCA 2011/2012

Foto (da esquerda para a direita): João Bacalhau, Filipe Antunes, André Lopes, Gonçalo, Nuno Luz, Rui Ferreira, Edgar, Yuriy, João Rodrigues, Diogo Ribeiro e Ricardo Quaresma. 

Foto: O onze titular do Sport Clube Frielas, equipa do concelho de Loures. 

 

O Futebol Clube de Ota iniciou a partida com o seguinte onze:

 

90 FILIPE ANTUNES
19 R. QUARESMA (Cap.)
27 DIOGO RIBEIRO
4 JOÃO RODRIGUES
12 EDGAR FILIPE
20 YURIY TKACHOV
6 GONÇALO FERREIRA
10 RUI FERREIRA
15 NUNO LUZ
7 ANDRÉ LOPES
23 JOÃO BACALHAU

 

Foto: Aos 12 minutos, na primeira grande oportunidade de golo para a equipa de Ota, o André Lopes quase fazia o primeiro golo do jogo, com o guarda redes a defender com muitas dificuldades, acabando por sacudir a bola pela linha de fundo. 

 

Substituições:

45' - Ao intervalo saiu o Gonçalo Ferreira e entrou o SANDRO FERREIRA (18).

67' - Saiu o Rui Ferreira e entrou o MIGUEL ROCHA (9).

78' - Saiu o André Lopes e entrou o MIGUEL LOPES (2).

78' - Saiu o Nuno Luz e entrou o JOSÉ ALBERTO (14).

Suplentes não utilizados: João Silva e Nuno Narciso.

Não convocados: Pedro Franco, Alexander Deus, Jorge Faria e Daniel Duarte.

Castigado: Luis Carica

Disciplina:

Clube Futebol Jeromelo:

Cartão Amarelo aos 26 minutos para o jogador nº 7, por ter cometido uma falta dura sobre o Edgar Filipe.

Futebol Clube de Ota:

Cartão Amarelo aos 30 minutos para o André Lopes, por ter protestado contra uma decisão do assistente nº 1.

Cartão Amarelo aos 35 minutos para o João Rodrigues, por ter cometido uma falta dura sobre um adversário.

Cartão Amarelo aos 51 minutos para o João Bacalhau, por ter protestado contra uma decisão do árbitro.

Cartão Amarelo aos 85 minutos para o Miguel Lopes, por ter protestado contra uma decisão do árbitro.

Cartão Vermelho Directo, aos 90+3 minutos, para o Ricardo Quaresma, por ter protestado excessivamente contra uma decisão do árbitro.

Resultado ao intervalo: 3-1

 

Foto: O golo da igualdade para a equipa de Frielas foi apontado pelo jogador nº 10 nesta finalização, aos 25 minutos da primeira parte desta partida.  

 

MARCHA DO MARCADOR:

0-1 aos 13 minutos por EDGAR FILIPE. Na sequência de um pontapé de canto batido do lado esquerdo do ataque visitante pelo André Lopes, a bola foi cair ao primeiro poste, onde apareceu o Edgar Filipe a desviá-la para o fundo das redes do Frielas, ainda com a ajuda de um defesa e do guarda redes visitado.

1-1 aos 25 minutos pelo jogador nº 10. Na sequência de uma perda de bola a meio campo, o esférico foi lançado para as costas do sector defensivo do F. C. Ota, para o lado direito, onde entrou na área, com a bola dominada e em rapidez, o jogador nº 10, que perante a saida do Filipe fez-lhe um chapéu perfeito.

2-1 aos 39 minutos pelo jogador nº 29. Depois de mais uma perda de bola a meio campo, a equipa local saiu muito rápida para o ataque, de novo pelo lado direito, e o jogador nº 29 entrou na área e bateu o Filipe com um remate rasteiro e bem colocado ao ângulo inferior direito da baliza do F. C. Ota.

3-1 aos 42 minutos pelo jogador nº 10. De novo, mais uma jogada rápida pelo lado direito do ataque local, com o jogador nº 10 a bater o Filipe, novamente com um remate rasteiro e colocado junto ao poste direito da baliza visitante.

4-1 aos 63 minutos pelo jogador nº 25. Na sequência de um cruzamento efectuado do lado direito do ataque visitado, a bola caiu junto á entrada da pequena área, no enfiamento do segundo poste, com o jogador nº 25 a fazer com facilidade o quarto golo da sua equipa.

4-2 aos 80 minutos por JOÃO BACALHAU. O Bacalhau isolou-se, flectiu para o lado direito, fugiu á saida do guarda redes do Frielas e enviou o esférico para a baliza deserta com o seu pé direito.

 

Foto: Aos 33 minutos, em boa posição, e perante a saida do guarda redes do Frielas, o João Bacalhau fez um chapéu que saiu sem a direcção desejada, perdendo-se uma grande oportunidade para voltar ao comando do marcador deste jogo. 

 

CRÓNICA DO JOGO:

Depois de folgar na passada jornada, a equipa sénior do F. C. Ota voltou á competição, de novo fora de casa, concretamente em Frielas, na 1ª jornada da segunda volta do campeonato.

Foi o primeiro jogo da época disputado num campo pelado para a nossa equipa, numa tarde enublada, mas sem chuva durante os noventa minutos de jogo.

Para esta partida, a equipa técnica do F. C. Ota perdeu o concurso do, até agora, guarda redes titular, que alegou falta de motivação para treinar e assim caiu fora da convocatória.

Assim sendo, o Filipe Antunes estreou-se como titular na baliza do F. C. Ota na presente época. Na defesa alinharam o Quaresma, que também foi capitão de equipa, na direita da defesa e o Edgar na esquerda. No centro da defesa jogaram o Diogo Ribeiro e o João Rodrigues. O trio de meio campo foi composto pelo Yuriy Tkachov, Gonçalo Ferreira e Rui Ferreira. No ataque, pela esquerda alinhou o André Lopes, na direita o Nuno Luz e na frente o João Bacalhau.

Foi uma primeira parte muito interessante e bem disputada, com as equipas a procurarem incessantemente a baliza adversária.

Começou melhor a equipa de Ota e logo aos 3 minutos, no livre batido pelo Ricardo Quaresma ameaçou a baliza local.

Aos 8 minutos, numa boa jogada pela direita do ataque local, o jogador nº 10 ganhou posição na área e bateu o esférico por cima da barra.

Aos 11 minutos, o jogador nº 20 rematou para uma defesa para canto do Filipe Antunes.

Aos 12 minutos, o André Lopes entrou pela esquerda e fez um chapéu ao guarda redes do Frielas que quase tinha êxito, valeu na circunstância o guardião local ter desviado a bola pela linha de fundo, senão seria o primeiro golo da tarde.

Não foi no lance anterior, nem no primeiro canto a nosso favor após essa oportunidade, mas sim no segundo canto consecutivo contra o Frielas, batido do lado esquerdo pelo André Lopes, com o Edgar Filipe a entrar ao primeiro poste e a fazer de cabeça o primeiro golo da tarde.

A equipa de Frielas, depois de sofrer o golo, partiu em busca da igualdade e aos 18 minutos, o jogador nº 25 efectuou um remate perigoso que levou a bola a passar ao lado do poste esquerdo da baliza do F. C. Ota.

Aos 21 minutos o jogador nº 10, do lado direito, rematou para uma defesa dificil, a dois tempos, do Filipe Antunes.

Aos 25 minutos, aconteceu o golo da igualdade, da autoria do jogador nº 10, depois de entrar pelo lado direito e ter feito um chapéu ao guarda redes visitante.

O jogo continuou muito bem disputado e a equipa de Ota voltou a ter uma grande oportunidade para se voltar a adiantar no marcador, mas o chapéu feito pelo Bacalhau, após uma saida desajustada do guarda redes de Frielas, saiu ao lado do poste esquerdo, aos 33 minutos de jogo.

Até quase ao fim do primeiro tempo assistimos a um jogo equilibrado entre duas equipas que se equivaleram, mas nos últimos cinco minutos da primeira parte a equipa de Ota cometeu dois erros defensivos que se viriam a revelar fatais para o resultado final desta partida.

Aos 39 minutos, o jogador nº 29 entrou em velocidade pelo lado direito e fez o segundo golo. Pouco depois, numa jogada idêntica á anterior, o jogador nº 10 fez o terceiro golo do jogo.

O resultado ao intervalo era muito injusto para a equipa de Ota. Aceitava-se a derrota parcial, mas não por números tão amplos, tendo em conta os primeiros quarenta minutos de jogo.

 

Foto: Aos 39 minutos, nesta finalização, o jogador nº 29 do Frielas, fez o segundo golo e passou a sua equipa para a frente do marcador. 

 

No reatamento, o treinador Nuno Jacinto trocou o Gonçalo Ferreira pelo Sandro Ferreira.

Na segunda parte a equipa local entrou melhor e logo aos 47 minutos o jogador nº 4 rematou á entrada da área, com a bola a sair ao lado do poste esquerdo da baliza do F. C. Ota.

Aos 52 minutos, na sequência de um lançamento de linha lateral executado pelo Ricardo Quaresma, o Bacalhau á entrada da pequena área deu de cabeça para a baliza e a bola, por pouco, não entrou, isto porque o guarda redes do Frielas saiu-se muito mal ao lance e ficou a ver a bola a passar-lhe por cima.

Aos 58 minutos, na sequência de um livre na esquerda, o jogador nº 25 cabeceou á vontade na área do F. C. Ota, com a bola a sair ao lado do poste direito.

Aos 63 minutos, o jogador nº 25 fez o quarto golo para a sua equipa, correspondendo de forma assertiva a cruzamento executado do lado direito do ataque visitado.

A vencer por três golos de diferença a equipa local baixou as suas linhas, controlou o jogo e o resultado. Em contrapartida a equipa de Ota subiu no terreno e procurou o golo de forma a atenuar a enorme diferença no marcador.

Aos 67 minutos saiu o Rui Ferreira e entrou para o seu lugar o Miguel Rocha.

Aos 78 minutos sairam o André Lopes e o Nuno Luz, por troca com o Miguel Lopes e o José Alberto.

Aos 80 minutos, numa altura em que a equipa de Ota estava a dominar o jogo, o João Bacalhau isolou-se contornou o guarda redes e reduziu a desvantagem no marcador, num golo de extraordinária execução técnica.

Este golo catapultou a equipa visitante para um último fôlego em busca de mais um ou dois golos, e aos 88 minutos, numa boa jogada de ataque do F. C. Ota, a bola foi endossada para a direita, onde o José Alberto apareceu a rematar, com a bola a subir demasiado e a passar por cima da barra.

Aos 90+3 minutos, na sequência de um canto batido do lado esquerdo, a defesa local cortou o esférico para os pés do José Alberto que, no interior da área, no momento em que rematava, foi castigado com uma entrada dura de um adversário, mas o árbitro assim não entendeu e mandou marcar pontapé de baliza.

Na sequência deste lance o capitão Ricardo Quaresma protestou de forma menos própria e foi expulso do jogo.

Entretanto o jogo terminou com uma vitória justa para a equipa local nomeadamente por terem sabido aproveitar bem os erros defensivos da equipa de Ota, concretamente nos últimos minutos do primeiro tempo. 

 

Foto: Aos 80 minutos, o João Bacalhau entrou na área, deixou o guarda redes local para trás e fez com o pé direito o segundo golo para a sua equipa, reduzindo a desvantagem para dois golos de diferença. 

 

ARBITRAGEM:

O trio de arbitragem nomeado para o jogo desta 12ª jornada, em Frielas, foi composto pelo Vasco Pereira (árbitro principal), Pedro Rodrigues e Wilson Marques (árbitros assistentes).

Atendendo que nas últimas jornadas tivemos arbitragens vergonhosas, a desta jornada até nem foi muito má, principalmente porque o trio de arbitragem não teve qualquer influência no resultado final deste jogo.

Todos os golos foram obtidos de forma absolutamente regular e não houve lances muito polémicos para ajuizar, com excepção do último lance da partida.

De facto, no último minuto de jogo, no interior da área do Frielas ficou por assinalar uma grande penalidade contra a equipa local, devido a uma entrada dura sobre o José Alberto quando este se preparava para rematar á baliza adversária.

Na sequência desse lance o capitão do F. C. Ota foi expulso, em nossa opinião de forma justa, porque não pode protestar daquela forma, por mais razão que tenha, embora já tenhamos visto esta época, em Ota, um capitão de outra equipa protestar de forma ainda mais inapropriada sobre o árbitro e ficou em campo até ao fim do jogo.

Apesar de tudo, não podemos deixar passar em claro a forma intimidatória com que o árbitro assistente nº1, Pedro Rodrigues, brindou alguns jogadores do F. C. Ota, sendo ele o principal responsável por alguns cartões amarelos mostrados a jogadores visitantes, fazendo questão de chamar o árbitro para lhe ordenar essas admoestações completamente despropositadas.

   


publicado por BLOGOTA às 20:15
link do post | comentar | favorito
|

Domingo, 29 de Maio de 2011
CAMPEONATO DISTRITAL DE JUVENIS (2ª Divisão)

VS 

 

 

FUTEBOL CLUBE DE OTA 2 - G. D. RIO DE MOURO R. M. 0  

Campo da Sociedade Recreativa de Cheganças - Cheganças/Alenquer

Juniores "B" - 3ª Fase - Grupo 5 - Apuramento do 5º / 10º classificados - 5ª Jornada

(Resultado ao intervalo: 2-0)

 

Incidências do Jogo:

A equipa de juvenis do Futebol Clube de Ota terminou, este domingo, a sua participação no campeonato relativo à época de 2010/2011, com uma brilhante vitória frente à equipa do concelho de Sintra.

O treinador David Soudo lançou, para esta última jornada, o seguinte onze titular: Duarte Bernardino, Miguel Ângelo, João Domingos, Pedro Anacleto, Diogo Mascarenhas, João Cruz, Renato Gonçalves, André Campos, João Paulo, Ricardo Granja e João Teixeira.

O jogo começou com a equipa da casa a tentar marcar cedo, pois só a vitória, e de preferência com muitos golos, interessava à nossa equipa, e esperar pelo outro resultado entre o Arneiros e o Arsenal 72.

O jogo foi controlado pela nossa equipa com objectividade nas jogadas pelas faixas laterais ou para o avançado.

O Rio de Mouro procurou sempre o jogo directo, com bolas bombeadas para a nossa defesa, sem criar grande perigo nesta primeira parte.

Através das faixas laterais foi onde foram causadas as jogadas de mais perigo na nossa equipa e onde foram marcados os dois golos nos primeiros quarenta minutos de jogo, pelo Ricardo Granja e o João Paulo.

Na 2ª parte, saiu ao intervalo o Renato e entrou o Pedro Oliveira, a equipa começou a jogar mais com o coração do que com a cabeça, pois marcar golos precisava-se. Neste particular, criamos quatro boas situações de golo, mas não conseguimos concretizar.

O Rio de Mouro foi crescendo e acercou-se com algum perigo da nossa área através de cantos e livre laterais, inclusivé numa jogada enviou a bola ao poste.

A meio da 2ª parte sairam o João Teixeira e o João Paulo e entraram o Diogo Simões, dos iniciados, e o Filipe Elvas. Após estas alterações voltamos à carga, mas já sem o descernimento necessário para fazer mais alguns golos.

A 10 minutos do fim fizemos mais duas alterações, com as entradas do Pedro Cristóvão e o João Pedroso, guarda redes dos iniciados, para as saidas do João Domingos e do Duarte Bernardino.

Em suma, o resultado peca por escasso, pois fomos sempre a melhor equipa em campo. Apenas como nota negativa fica o registo de não termos tido capacidade necessária para marcar mais golos contra uma equipa desgastada que apenas utilizou onze jogadores no decurso dos oitenta minutos de jogo.

Esta equipa de juvenis fez uma excelente 3ª fase do campeonato, onde ganhou todos os jogos em casa, sem sofrer golos e teve a melhor defesa desta série, com apenas dois golos sofridos.

Os resultados desta última jornada foram: Arneiros 5 - Arsenal 72 2; F. C. Ota 2 - Rio de Mouro 0 e Talaíde 2 - Alcainça 1.

No final a classificação ficou assim ordenada: 1º Arsenal 72 (12 Pontos); 2º F. C. Ota (12 Pts); 3º Talaíde (7 Pts); 4º Arneiros (6 Pts); 5º Rio de Mouro (4 Pts) e 6º Alcainça (3 Pts).

Apesar da derrota do Arsenal 72, a nossa equipa ficou em 2º lugar nesta série, devido à diferença de golos: Arsenal 72 (19 golos marcados e 10 sofridos = +9) F. C. Ota (9 golos marcados e 2 sofridos = +7).    



publicado por BLOGOTA às 20:47
link do post | comentar | favorito
|

Domingo, 22 de Maio de 2011
CAMPEONATO DISTRITAL DE JUVENIS (2ª Divisão)

 VS

 

ARSENAL 72 DESPORTO E CULTURA 1 - FUTEBOL CLUBE DE OTA 0  

Parque Desportivo Casal São José - Mem Martins

Juniores "B" - 3ª Fase - Grupo 5 - Apuramento do 5º / 10º classificados - 4ª Jornada

(Resultado ao intervalo: 0-0)

 

Incidências do Jogo:

A formação de juvenis do Futebol Clube de Ota deslocou-se, este domingo, a Mem Martins, a fim de defrontar o Arsenal 72, num campo pelado, idêntico ao que utilizamos em Cheganças.

As duas equipas partiam para este jogo, a contar para a penúltima jornada do campeonato, igualadas na frente do marcador, com a equipa local a ter uma melhor diferença de golos.

A nossa equipa sabia que, se vencesse este jogo, garantia desde já o 1º lugar neste grupo 5 - Apuramento do 5º ao 10º classificado, e por isso entrou disposta a marcar cedo e logo nos primeiros segundos enviou uma bola ao ferro da baliza do Arsenal 72.

Na restante primeira parte o jogo decorreu equilibrado, com a nossa equipa muito concentrada e ficada em trazer os três pontos do concelho de Sintra.

No segundo tempo, logo nos primeiro minutos, voltamos a desperdiçar uma grande oportunidade de golo e aos 10 minutos desta etapa complementar a formação da casa inaugurou o marcador.

Este golo deixou a nossa equipa à beira de um ataque de nervos e com o fim do jogo a aproximar-se tivemos dois jogadores expulsos, o que deixou a equipa muito carenciada de efectivos para conseguir dar à volta ao marcador.

No final dos 80 minutos de jogo a equipa da casa venceu pela margem mínima e garantiu o 5º lugar no grupo 5. A nossa equipa com este resultado e com a conjugação dos outros resultados desta jornada, já garantiu também o 6º lugar, neste grupo 5.

Os resultados desta 4º jornada foram: Rio de Mouro 0 - Talaide 0; Alcainça 2 - Arneiros 7 e Arsenal 72 1 - F. C. Ota 0.

A classificação, após este jornada, ficou assim ordenada: 1º Arsenal 72 (12 Pontos); 2º F. C. Ota (9 Pts); 3º Talaide (4 Pts); 4º Rio de Mouro (4 Pts); 5º Arneiros (3 Pts) e 6º Alcainça (3 Pts).

Na próxima jornada, quinta e última desta série, a equipa do Futebol Clube de Ota recebe a formação de Rio de Mouro, pelas 10h. 30m., em Cheganças, no dia 29 de Maio.     



publicado por BLOGOTA às 19:54
link do post | comentar | favorito
|

Sábado, 21 de Maio de 2011
CAMPEONATO DISTRITAL DE BENJAMINS (Futebol 7)

 VS

 

FUTEBOL CLUBE DE OTA 2 - SPORT UNIÃO SINTRENSE 2 

Campo da Sociedade Recreativa de Cheganças - Cheganças/Alenquer 

Benjamins E2 (10 anos) - 3ª Fase - Série 20 - 6ª Jornada

(Resultado ao intervalo: 0-1)

 

 

Incidências do Jogo:

Os benjamins do Futebol Clube de Ota defrontaram, em casa, em jogo a contar para a última jornada do campeonato distrital, a equipa do Sintrense.

O jogo da despedida foi muito emocionante e bem disputado. As duas equipas procuraram alcançar a vitória e para isso fizeram um jogo muito competitivo.

Na primeira parte, aos 13 minutos, a equipa forasteira adiantou-se no marcador, com um golo obtido pelo jogador nº 6, resultado com que se chegou ao tempo de intervalo.

No inicio da segunda parte, aos 4 minutos, na sequência de um canto, o João Gomes Pedro repôs a igualdade no marcador, com um belo golpe de cabeça.

Entretanto o jogo decorreu equilibrado, sem grandes oportunidades para ambas as equipas marcarem. Apenas nos últimos 5 minutos de jogo se criaram grandes situações de golo junto ás duas balizas.

Aos 20 minutos do segundo tempo, o Nuno Mascarenhas rematou de fora da área, com a bola a embater no poste esquerdo da baliza do Sintrense.

Aos 24 minutos, na sequência de um livre directo, o jogador nº 11 do Sintrense colocou a sua equipa em vantagem.

No tempo de compensação, a equipa de Ota beneficiou de um livre directo e o Bruno Machado fez o golo do empate, com a ajuda da defensiva local que desviou, por duas vezes, a bola para a sua própria baliza.

No final, num bom jogo de futebol de 7, o empate pareceu-nos o resultado mais ajustado ao desenrolar do jogo.

A equipa de benjamins do F. C. Ota terminou a época em 3º lugar nesta série, na 3ª fase do campeonato.

No outro jogo desta série, o Damaiense venceu, por 0-5 o GCR Murteirense e ficou em 1º lugar.

 

 

VIDEOS DO JOGO 

1-1 para o Futebol Clube de Ota 

1-2 para o Sintrense. 

2-2 para o Futebol Clube de Ota.  



publicado por BLOGOTA às 17:38
link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 16 de Maio de 2011
CAMPEONATO DISTRITAL DE JUVENIS (2ª Divisão)

VS 

 

FUTEBOL CLUBE DE OTA 1 - G. M. S. D. TALAIDE 0  

Campo da Sociedade Recreativa de Cheganças - Cheganças/Alenquer

Juniores "B" - 3ª Fase - Grupo 5 - Apuramento do 5º / 10º classificados - 3ª Jornada

(Resultado ao intervalo: 1-0)

 

Foto (da esquerda para a direita): Daniel Pereira, Duarte Bernardino, João Paulo, Duarte Santos, Pedro Anacleto, Renato Gonçalves, Pedro Oliveira, Miguel Ângelo, João Teixeira, João Cruz e André Campos. 

 

Incidências do Jogo:

Os juvenis do Futebol Clube de Ota continuam invictos nesta 3ª fase do campeonato distrital, depois de receberem e vencerem o Talaíde, por uma bola a zero.

Foi uma partida dificil, entre duas equipas muito equilibradas, que se bateram pela vitória até ao último minuto de jogo.

O forte vento que se fez sentir ao longo dos oitenta minutos de jogo, que levantou muito pó, causou alguns problemas aos jogadores e â dinâmica de jogo, e por isso não se assistiu a uma partida tecnicamente bem disputada.

Foi, isso sim, um jogo emocionalmente bastante competitivo, com as duas equipas a serem muito iguais em diversos momentos do jogo.

Ma 1ª parte, ambas as equipas dispuseram de duas boas oportunidades de golo para cada lado.

Mais eficiente, a dois minutos do intervalo, o João Teixeira inaugurou o marcador, com um belo chapéu ao guarda redes do Talaíde.

Na 2ª parte, a equipa visitante assumiu mais o jogo, em busca do golo da igualdade, com a nossa equipa mais expectante, procurando sair em contra golpes que pudessem levar ao segundo golo.

Neste período, a equipa de Talaide conquistou muitos cantos, mas só por duas vezes é que esteve perto de alcançar o golo da igualdade, mas nesses momentos esteve lá o guarda redes Duarte Bernardino a segurar o três pontos para a sua equipa.

Em suma, foi mais uma excelente vitória, a terceira consecutiva, que mantém a equipa no topo da classificação desta série de apuramento do 5º ao 10º posto, deste grupo 5.

Os resultados desta 3ª jornada foram: Arneiros 1 - Rio de Mouro 3; Arsenal 72 8 - Alcainça 1 e F. C. Ota 1 - Talaide 0.

A classificação, após esta jornada, ficou assim ordenada: 1º F. C. Ota (9 Pontos); 2º Arsenal 72 (9 Pts); 3º Alcainça (3 Pts); 4º Talaide (3 Pts); 5º Rio de Mouro (3 Pts) e 6º Arneiros (0 Pts).

Na próxima ronda, penúltima desta série, o Futebol Clube de Ota desloca-se ao campo do Arsenal 72, onde disputará uma partida, pelas 10h. 30m., que irá definir o campeão desta série.

 

Foto: João Teixeira, o autor do único golo deste jogo. 

 

VIDEO DO JOGO

O grito da vitória do F. C. Ota.    



publicado por BLOGOTA às 17:31
link do post | comentar | favorito
|

Domingo, 15 de Maio de 2011
CAMPEONATO DISTRITAL DE INFANTIS (2ª Divisão)

VS 

  

FUTEBOL CLUBE DE OTA * - UNIÃO DESPORTIVA VILAFRANQUENSE * 

Campo da Sociedade Recreativa de Cheganças - Cheganças/Alenquer 

Infantis - Futebol 11 - Série 1 - 26ª Jornada

(Resultado ao intervalo: *-*)

 

* O árbitro decidiu interromper a partida aos 26 minutos da 1ª parte. 

 

Incidências do Jogo:

Parece bruxedo, mas de certeza que não é, mas como dizem os espanhois que não acreditam em bruxas «pero que las hay, hay».

Então não é, que pelo segundo ano consecutivo, o último jogo do campeonato distrital de infantis não chegou ao fim dos sessenta minutos de jogo.

Mais uma vez, como aconteceu na época passada, um dos árbitros do jogo decidiu interromper o jogo, alegando falta de condições de segurança.

Trata-se de uma situação perfeitamente anormal, tanto na época passada, como no passado sábado, os árbitros tinham todas as condições de segurança para continuar a dirigir o jogo, o que aconteceu foi muito estranho, com, pensamos nós, alguma premeditação da parte do árbitro para que este jogo não chegasse ao fim, provavelmente com beneficios para ele próprio, que não conseguimos apurar. Agora o processo seguirá para a A. F. Lisboa e com testemunhas, ou sem, o clube irá pagar uma multa e perderá um jogo que já estava perdido no campo.

Em relação ao jogo, não há muito a dizer, a não ser informar que a equipa visitante estava  a ser mais forte e, quando o árbitro interrompeu o jogo, já vencia por cinco bolas a zero.

Aparentemente, este quinto golo do Vilafranquense é que terá levado um elemento da assistência a reclamar com o árbitro porque a bola bateu na barra e terá, ou não caido para lá da linha de golo da baliza do F. C. Ota, o árbitro sentiu-se intimidado, sem razão aparente para isso, e refugiou-se nos balneários.

Pouco depois chegaram os agentes de segurança e levaram a dupla de arbitragem para fora das instações cedidas ao F. C. Ota, entretanto as duas equipas entenderam-se e realizaram um jogo entre si, com árbitros improvisados do público e tudo correu ás mil maravilhas até ao fim deste treino imprevisto.

Será caso para dizer, que bem se entendem os jogadores, técnicos e dirigentes, quando não têm que aturar árbitros completamente desvairados.

Os resultados da última jornada, desta série 1, da 2ª divisão, foram: Vialonga 1 - Venda do Pinheiro 2; Bucelenses 3 - Monte Agraço 1; Alenquer e Benfica 6 - Lourinhanense 0; Cadaval 0 - Torreense 3; Livramento 1 - Alhandra 1. Folgou o Carregado.

A classificação final ficou assim ordenada: 1º Venda do Pinheiro (61 Pontos); 2º Alhandra (52 Pts); Vilafranquense (50 Pts); 4º Torreense (44 Pts); 5º Carregado (43 Pts); 6º Livramento (41 Pts); 7º Vialonga (37 Pts); 8º Alenquer (32 Pts); 9º Cadaval (20 Pts); 10º Monte Agraço (19 Pts); 11º Lourinhanense (16 Pts); 12º F. C. Ota (12 Pts); 13º Bucelenses (9 Pts).    



publicado por BLOGOTA às 17:06
link do post | comentar | favorito
|

Segunda-feira, 9 de Maio de 2011
CAMPEONATO DISTRITAL DE JUVENIS (2ª Divisão)

VS

 

FUTEBOL CLUBE DE OTA 4 - ALCAINÇA ATLÉTICO CLUBE 0  

Campo da Sociedade Recreativa de Cheganças - Cheganças/Alenquer

Juniores "B" - 3ª Fase - Grupo 5 - Apuramento do 5º / 10º classificados - 2ª Jornada

(Resultado ao intervalo: 1-0) 

 

Incidências do Jogo:

A equipa de juvenis do F. C. Ota recebeu, este domingo, em Cheganças, a formação de Alcainça e derrotou-a por números claros e expressivos.

O jogo foi equilibrado no primeiro tempo, com as duas equipas a baterem-se de igual para igual, em busca da vitória, que colocaria qualquer uma destas formações no primeiro lugar desta série.

Neste cenário de equilibrio, que se viveu nos primeiros quarenta minutos de jogo, a nossa equipa acabou por ser mais eficaz e aos 28 minutos de jogo abriu o activo, com um golo apontado pelo João Paulo.

Na segunda parte, e depois de uma entrada forte da equipa visitante, em busca do golo da igualdade, com a nossa equipa a defender com muita eficácia, passou-se a um período de grande ascendente ofensivo da nossa equipa.

Efectivamente, os últimos 20 minutos de jogo foram um hino ao futebol, que os nossos jogadores demonstraram no pelado de Cheganças.

Sob a batuta de um inspiradíssimo João Cruz, a pautar todo o jogo na zona intermediária, inventando aberturas magistrais para as entradas dos seus colegas mais ofensivos, conseguimos marcar três belos golos na parte final do jogo.

O segundo golo da equipa de Ota foi obtido pelo João Teixeira. O terceiro foi marcado pelo Daniel Pereira, na sequência de um canto marcado na esquerda pelo Pedro Oliveira.

A contagem no marcador foi fechada pelo André Campos, depois de mais um passe soberbo do João Cruz.

Em suma, só pelos últimos 20 minutos de jogo, valeu a pena passar pelo campo de Cheganças, onde a nossa equipa deu um festival de futebol atacante.

Com este resultado, a nossa equipa colocou-se no primeiro lugar desta 3ª fase do campeonato.

Os resultados desta 2ª jornada foram: Rio de Mouro 2 - Arsenal 72 4; F. C. Ota 4 - Alcainça 0 e Talaíde 8 - Arneiros 4.

A classificação, após esta jornada, ficou assim ordenada: 1º F. C. Ota (6 Pontos); 2º Arsenal 72 (6 Pts); 3º Talaíde (3 Pts); 4º Rio de Mouro (0 Pts) e 5º Arneiros (0 Pts).

Na próxima jornada, dia 15 de Maio, a equipa de juvenis de Ota volta a jogar em casa, desta feita contra o Talaíde, pelas 10h. 30m.     



publicado por BLOGOTA às 20:17
link do post | comentar | favorito
|

Sábado, 7 de Maio de 2011
CAMPEONATO DISTRITAL DE BENJAMINS (Futebol 7)

VS

 

FUTEBOL CLUBE DE OTA 5 - G. C. R. MURTEIRENSE 0 

Campo da Sociedade Recreativa de Cheganças - Cheganças/Alenquer 

Benjamins E2 (10 anos) - 3ª Fase - Série 20 - 4ª Jornada

(Resultado ao intervalo: 0-0)

 

Foto: A equipa de benjamins do Futebol Clube de Ota 

 

Incidências do Jogo:

Os benjamins do Futebol Clube de Ota, em futebol de sete, receberam em Cheganças a equipa do Murteirense, do concelho de Loures e conquistaram uma importante vitória.

Na 1ª parte a nossa equipa entrou muito forte e colocou três bolas nos ferros da baliza visitante, isto logo nos primeiros minutos.

Ao longo da primeira parte a equipa visitante conseguiu criar duas ou três situações de perigo junto à nossa baliza, mas nessa altura brilhou o nosso guarda redes, José Diogo Fazendeiro, com intervenções seguras que permitiram manter inviolada a sua baliza.

O resultado ao intervalo era injusto para a nossa equipa.

Na 2ª parte, a equipa de Ota ainda dominou mais o jogo e foi mais eficaz que no primeiro tempo. Aos 3 minutos o Duarte Carvalho inaugurou o marcador. Aos 11 minutos, o mesmo Duarte Carvalho fez o segundo golo. Aos 21 minutos o João Machado fez o terceiro golo e no minuto seguinte o Gonçalo Carvalho fez o quarto, com um grande pontapé de pé direito, com a bola a entrar junto ao ângulo superior esquerdo da baliza do Murteirense.

Finalmente, aos 24 minutos, o João Gomes Pedro fez o quinto golo para a sua equipa, com um simples toque de calcanhar, após um canto marcado do lado esquerdo.

Em suma, foi uma vitória justa e muito saborosa para os benjamins do F. C. Ota, que assim conquistaram a primeira vitória nesta 3ª fase do campeonato.

Os resultados desta jornada 4 foram: F. C. Ota 5 - GCR Murteirense 0 e Sintrense 2 - Damaiense 3.

A classificação, após esta jornada, ficou assim ordenada: 1º Damaiense (9 Pontos); 2º Sintrense (9 Pts); 3º F. C. Ota (3 Pts) e 4º GCR Murteirense (3 Pts).

Na próxima jornada, dia 14 de Maio, pelas 11 horas, a equipa de Ota desloca-se ao campo do Damaiense.

 

Foto: Duarte Carvalho, aqui a festejar um golo, marcou os dois primeiros golos da sua equipa, logo no inicio da segunda parte. 

 

VIDEO DO JOGO 

5-0 para o FC Ota, por João Gomes Pedro.       



publicado por BLOGOTA às 22:05
link do post | comentar | favorito
|

Quarta-feira, 4 de Maio de 2011
CAMPEONATO DISTRITAL DE INICIADOS (2ª Divisão)

 VS 

  

FUTEBOL CLUBE DE OTA 1 - G. M. S. D. TALAÍDE 4   

Campo da Sociedade Recreativa de Cheganças - Cheganças/Alenquer  

Juniores "C" - 3ª Fase - Grupo 4 - Apuramento do 1º / 3º classificados - 4ª Jornada

(Resultado ao intervalo: 1-1)

 

Foto (da esquerda para a direita): Alexandre, Ivo, Bruno, André, Hugo, Daniel, Emanuel, Gonçalo, Sandro, João e Nuno Sousa.

 

Incidências do Jogo: 

Os nossos iniciados fizeram o penúltimo jogo da época, último em casa, contra o Talaíde e perderam por quatro bolas a uma.

A nossa equipa jogou com o João Pedroso, Ivo, Bruno Gonçalves, Hugo Ferreira, Sandro Santos, André Torneiro, Emanuel Cabaço, Nuno Sousa (capitão), Alexandre Florindo, Daniel Carvalho e Gonçalo Pinto.

O jogo foi dominado pela equipa forasteira, que logo nos primeiros minutos começou a criar perigo junto da nossa baliza.

O resultado dessa boa entrada em jogo surgiu aos 6 minutos quando inauguram o marcador, com um golo obtido pelo jogador nº 6.

Depois do golo sofrido, a nossa equipa reagiu bem e aos 17 minutos, o Emanuel Cabaço fez o golo do empate num lance algo caricato, visto que o guarda redes adversário pontapeou a bola contra o Emanuel, que vinha na pressão, e a bola ressaltou para o interior da sua baliza.

Até ao intervalo o jogo decorreu equilibrado.

Na segunda parte a equipa forasteira voltou a entrar muito bem no jogo e marcou três golos nos primeiros vinte minutos de jogo.

Aos 5 minutos, o jogador nº 10, na sequência de um canto fez o 1-2, aos 14 minutos, o jogador nº 18 fez o terceiro, isto numa altura em que jogávamos com dez atletas, porque o nosso defesa central estava a receber assistência médica, e aos 18 minutos, o Paulo Botas fez o quarto golo para a equipa de Talaíde, num auto-golo.

A partir desse momento, com o jogo decidido, a equipa forasteira geriu o resultado, enquanto a nossa tentou encurtar distâncias no marcador, mas sem grande sucesso.

Com este resultado a nossa equipa ocupa a 3º posição desta série, enquanto o Talaíde está no primeiro posto isolado. Em 2º lugar está a Musgueira que nesta jornada folgou.

 

Foto: Emanuel Cabaço, o autor do único golo da equipa de Ota.

 

VIDEO DO JOGO

Livre perigoso contra a equipa de Ota. 



publicado por BLOGOTA às 11:41
link do post | comentar | favorito
|

Domingo, 17 de Abril de 2011
FUTEBOL CLUBE DE OTA 2 - A. M. C. R. FONTE GRADA 1

CAMPEONATO DISTRITAL IIª DIVISÃO - ASSOCIAÇÃO FUTEBOL LISBOA

25ª JORNADA - ÉPOCA 2010/2011

Foto (da esquerda para a direita): Nuno Narciso, Daniel Duarte, Reginaldo Souza, João Silva, Ricardo Quaresma, Sandro Ferreira, Rui Ferreira, João Rodrigues, João Bacalhau, Edgar Filipe e Pedro Grilo.  

Foto: O onze titular da Associação de Moradores Cultura e Recreio da Fonte Grada, do concelho de Torres Vedras. 

 

O Futebol Clube de Ota iniciou a partida com o seguinte onze:

 

88 DANIEL DUARTE
19 RICARDO QUARESMA
4 JOÃO RODRIGUES
2 JOÃO SILVA
12 EDGAR FILIPE
22 PEDRO GRILO
10 REGINALDO SOUZA
8 SANDRO FERREIRA
16 NUNO NARCISO (Cap.)
17 RUI FERREIRA
23 JOÃO BACALHAU

 

Foto: Aos 4 minutos, num lance de insistência do ataque do F. C. Ota, a bola sobrou, à entrada da área, para o pé direito do Sandro Ferreira, que a enviou em direcção à baliza adversária, valendo um defesa do Fonte Grada a desviá-la pela linha de fundo.  

 

Substituições:

45' - Ao intervalo saiu o Nuno Narciso e entrou o ALEXANDER DEUS (30).

45' - Ao intervalo saiu o Edgar Filipe e entrou o NUNO FERNANDES (25).

Ao intervalo a braçadeira de capitão passou para o braço do Pedro Grilo.

62' - Saiu o João Bacalhau e entrou o ANDRÉ FERREIRA (31).

62' - Saiu o Sandro Ferreira e entrou o MIGUEL ROCHA (27).

78' - Saiu o Rui Ferreira e entrou o BRUNO CALDEIRA (21).

Suplentes não utilizados: 

Não convocados: Márcio Carvalho, Ricardo Fachada, Peres, Jorge Ribeiro, Ruben Dias e Gonçalo Ferreira.

Castigado: Filipe Antunes.

Disciplina:

Futebol Clube de Ota:

Cartão Amarelo aos 67 minutos para o João Rodrigues, por ter cometido uma falta dura sobre o jogador nº 21.

Associação Moradores Cultura Recreio Fonte Grada:

Cartão Amarelo aos 63 minutos para o jogador Nº 8, por ter cometido uma falta perigosa sobre o André Ferreira.

Resultado ao intervalo: 1-1

Foto: João Bacalhau, depois de um excelente passe do Reginaldo Souza, correu para a baliza adversária, aos 11 minutos de jogo, e fez desta forma o primeiro golo do jogo. 

 

MARCHA DO MARCADOR:

1-0 aos 11 minutos por JOÃO BACALHAU. A equipa de Ota recuperou a bola a meio do seu meio campo, a bola foi endossada para o Souza, que na linha da intermediária fez um passe espectacular para a corrida do João Bacalhau, que apareceu da direita para o meio, recebeu o esférico, entrou na área, descaido para o lado direito e rematou cruzado, rasteiro, fora do alcance do guarda redes da Fonte Grada.

1-1 aos 43 minutos pelo jogador Nº 10. Em contra ataque, a equipa visitante fez a jogada pelo lado direito, com os nossos jogadores a não conseguirem impedir o cruzamento feito para a entrada da pequena área, onde ao primeiro poste apareceu o jogador nº 10 a cabecear o esférico para o fundo das redes à guarda do Daniel Duarte.

2-1 aos 52 minutos por SANDRO FERREIRA. A jogada foi desenvolvida pelo lado esquerdo, através do Rui Ferreira, que junto à área deu para o Sandro Ferreira, este recebeu-o e trouxe-o um pouco mais para dentro e junto ao bico da grande área desferiu um remate rasteiro e sem grande velocidade, ao qual o guarda redes visitante se opôs com mãos de manteiga e deixou a bola entrar junto ao seu poste direito.

Foto: Sandro Ferreira rodeado pelos seus colegas, após obter o segundo golo para a sua equipa, num lance de grande infelicidade técnica para o guarda redes da Fonte Grada.  

 

CRÓNICA DO JOGO: 

Este domingo, sob um sol abrasador e com imenso pó no pelado de Cheganças, a equipa sénior do Futebol Clube de Ota fez o último jogo desta época, na condição de clube visitado.

A partida entre o F.C. Ota e a Fonte Grada ficou marcada por colocar frente a frente as duas últimas equipas desta série 1 da IIª divisão distrital de Lisboa, em jogo a contar para a penúltima jornada desta competição.

Para este jogo, o técnico Luis Ferreira fez alinhar na baliza o Daniel Duarte. Na defesa jogaram o Quaresma (direita), o Edgar (esquerda), o João Rodrigues e o João Silva (centrais). O trinco voltou a ser o Grilo, depois de cumprir dois jogos de suspensão. O duplo pivot de meio campo foi composto pelo Souza e Sandro. No ataque, pela direita jogou o Rui Ferreira, pela esquerda o Nuno Narciso e na posição de ponta de lança alinhou o João Bacalhau.

A equipa de Ota fez uma belíssima primeira parte, a jogar a favor do vento, dominando por completo estes primeiros quarenta e cinco minutos de jogo.

A equipa de Ota desperdiçou oportunidades atrás de oportunidades, que com mais alguma sorte e capacidade concretizadora teriam levado a formação da casa com um resultado amplo para o intervalo.

Nos primeiros 45 minutos de jogo, a equipa de Ota fez 16 remates enquadrados com a baliza, enquanto a Fonte Grada fez 2.

Aos 4 minutos, na sequência de um lançamento de linha lateral executado pelo Quaresma, a bola andou a rondar a baliza da Fonte Grada com muito perigo, acabando por sobrar, à entrada da área, para o pé direito do Sandro Ferreira que a endossou para o alvo, valendo na circunstância um defesa adversário a desviá-la para canto.

Aos 6 minutos, na sequência de um canto marcado na esquerda pelo Narciso, a bola foi cair ao primeiro poste, onde o Edgar deu de raspão, com a mesma a sair junto ao poste esquerdo da baliza da Fonte Grada.

Aos 8 minutos, o Pedro Grilo disparou um missil de fora da área, com a bola a ser desviada do alvo, por um defesa, pela linha de fundo.

Aos 11 minutos, surgiu o golo mais que merecido para a equipa de Ota, depois de uma bela abertura do Reginaldo Souza, que foi meio golo, para o Bacalhau concretizar.

Aos 12 minutos, o Rui Ferreira trabalhou bem, livrou-se de dois defesas e rematou para uma grande defesa do guarda redes da Fonte Grada.

Aos 13 minutos, foi a fez do Ricardo Quaresma disparar um missil de fora da área, com muito perigo para a baliza adversária.

Aos 15 minutos, na sequência de um canto na esquerda, a bola foi posta para a entrada da área, onde o Grilo desferiu um potente remate, que levou a bola a sair junto ao poste direito da baliza visitante.

Aos 20 minutos, o Edgar marcou um canto do lado direito, a bola foi cair ao segundo poste, onde o Nuno Narciso saltou mais alto e cabeceou-a por cima da barra.

Aos 27 minutos, na sequência de uma canto na esquerda, o Edgar e o João Bacalhau apareceram em boa posição para marcar, mas não conseguiram desviar a bola para a baliza adversária, acabando a mesma por sair para lá do poste esquerdo da Fonte Grada.

Um verdadeiro massacre atacante da equipa de Ota, onde muitos outros ataques menos relevantes ficam por descrever, só nos primeiros trinta minutos de jogo.

No último quarto de hora, a nossa equipa levantou um pouco o pé e a equipa adversária começou a procurar sair em situações de contra ataque, numa delas, a dois minutos do intervalo, naquele que foi o segundo remate à nossa baliza neste primeiro tempo, a equipa da Fonte Grada chegou à igualdade.

O resultado ao intervalo era a coisa mais injusta que assistimos esta época nos jogos que envolveram o F. C. Ota. Sem qualquer dúvida, pelas oportunidades que criou e pelo que jogou, a equipa de Ota deveria ter ido para os balneários a ganhar por quatro ou cinco golos de diferença.

Foto: Aos 61 minutos, após um lançamento de linha lateral, executado pelo Quaresma, a bola foi cabeceada no rés do chão pelo João Bacalhau, com a mesma a sair rente ao poste esquerdo da baliza da Fonte Grada.  

 

No final dos pimeiros quarenta e cinco minutos de jogo ficaram nos balneários o Nuno Narciso e o Edgar Filipe. Para os seus lugares entraram o Alexander Deus e o Nuno Fernandes, que foram ocupar as mesmas posições no campo.

A exemplo do ocorrido no primeiro tempo, a nossa equipa entrou a todo o gás, com grande dinâmica atacante, em busca do golo da vitória.

Logo no primeiro minuto, o Alexander Deus entrou, pelo lado esquerdo, na área com a bola dominada e à saida do guarda redes tentou batê-lo, mas não conseguiu porque o nº 1 da Fonte Grada fez uma bela intervenção desviando a bola pela linha de cabeceira.

No segundo minuto, o Bacalhau recebeu uma bola à entrada da área, descaido para o lado direito, de onde desferiu um potente remate com a bola a sair muito por cima da barra.

Ainda neste segundo minuto, após um lançamento de linha lateral, o Bacalhau foi agarrado na grande área, quando rodava para alvejar a baliza adversária, e o árbitro assinalou a respectiva grande penalidade.

Na marcação do castigo máximo, o Pedro Grilo permitiu a defesa ao guarda redes da Fonte Grada.

Aos 50 minutos, o Quaresma teve uma excelente iniciativa individual, pelo lado direito, culminada com um grande remate, para uma boa defesa do guarda redes, a desviar a bola por cima da barra.

Aos 52 minutos, num remate que parecia inofensivo para o guarda redes da Fonte Grada, executado pelo Sandro Ferreira, surgiu o segundo golo para a equipa de Ota.

Aos 61 minutos, na sequência de um lançamento de linha lateral do lado direito, executado pelo Ricardo Quaresma, a bola foi para a entrada da pequena área, onde o João Bacalhau cabeceou com muito perigo para a baliza adversária. A bola saiu rente ao poste esquerdo da baliza visitante.

Aos 62 minutos, sairam do terreno de jogo o João Bacalhau e o Sandro Ferreira, por troca com o André Ferreira e o Miguel Rocha. O André foi para a direita do ataque, o Miguel para a esquerda e o Alexander Deus foi para a posição de ponta de lança.

Entretanto seguiu-se um período de menos bom futebol, com poucas ou nenhumas oportunidades de golo.

Aos 78 minutos, numa altura em que a equipa visitante procurava a todo o custo alcançar o golo da igualdade, o nosso técnico trocou o Rui Ferreira pelo Bruno Caldeira, no sentido de colocar mais gente a defender a preciosa vantagem.

Aos 79 minutos, o Miguel Rocha avançou no terreno, descaido para o lado esquerdo do ataque, entrou na área e serviu o Alexander Deus, que em excelente posição para marcar, acabou por pisar a bola e cair, sobrando a mesma para as mãos do guarda redes da Fonte Grada.

Nos últimos minutos de jogo a equipa da Fonte Grada colocou muitos homens no ataque, a nossa equipa colocou mais alguns na defesa e conseguiu segurar a vantagem até ao final do tempo de compensação, sem que a equipa adversária conseguisse criar alguma situação clara para empatar.

No cômputo geral do noventa minutos de jogo, a vitória assenta muito bem à equipa da casa, embora os números finais sejam escassíssimos para tantas oportunidades de golo criadas pela equipa de Ota. Quem não viu o jogo e olha só para o resultado final pensará que foi um jogo equilibrado, mas não foi, na realidade foi uma partida dominada pela equipa visitada, que mais uma vez pecou na finalização e não conseguiu dar um resultado mais volumoso à massa associativa que hoje se deslocou a Cheganças pela última vez, para assistir a uma partida dos seniores do Futebol Clube de Ota.

Foto: Alexander Deus com a baliza escancarada, depois de um excelente passe do Miguel Rocha, vai pisar o esférico, com o seu pé direito e a bola vai sobrar para a mãos do guarda redes da Fonte Grada.  

 

ARBITRAGEM:

O trio de arbitragem nomeado para este jogo foi composto pelo Manuel Bravo, como árbitro principal, Rui Lopes e João Araújo, como árbitros auxiliares.

No cômputo geral, este trio de árbitros, realizou uma arbitragem regular.

O maior pecado que cometeram, nomeadamente o Manuel Bravo, foi ter interrompido a partida aos 63 minutos de jogo, para amarelar o jogador nº 8 da Fonte Grada, quando o Alexander Deus seguia isolado para a baliza adversária.

Na grande penalidade, apesar dos tímidos protestos dos jogadores da Fonte Grada, não restaram dúvidas quanto à ilegalidade do lance.

  



publicado por BLOGOTA às 20:11
link do post | comentar | favorito
|

links
arquivos

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

posts recentes

SPORT CLUBE FRIELAS 4 - F...

CAMPEONATO DISTRITAL DE J...

CAMPEONATO DISTRITAL DE J...

CAMPEONATO DISTRITAL DE B...

CAMPEONATO DISTRITAL DE J...

CAMPEONATO DISTRITAL DE I...

CAMPEONATO DISTRITAL DE J...

CAMPEONATO DISTRITAL DE B...

CAMPEONATO DISTRITAL DE I...

FUTEBOL CLUBE DE OTA 2 - ...

CAMPEONATO DISTRITAL DE I...

CAMPEONATO DISTRITAL DE B...

CAMPEONATO DISTRITAL DE I...

FUTEBOL CLUBE DE OTA 1 - ...

SENIORES DO F. C. OTA CON...

FUTEBOL CLUBE DE OTA 2 - ...

CAMPEONATO DISTRITAL DE I...

OS SENIORES DO FC OTA REG...

CAMPEONATO DISTRITAL DE B...

FUTEBOL CLUBE DE OTA 0 - ...

CAMPEONATO DISTRITAL DE I...

CAMPEONATO DISTRITAL DE J...

FUTEBOL CLUBE DE OTA 3 - ...

CAMPEONATO DISTRITAL DE B...

CAMPEONATO DISTRITAL DE J...

CAMPEONATO DISTRITAL DE J...

CAMPEONATO DISTRITAL DE I...

CAMPEONATO DISTRITAL DE I...

CAMPEONATO DISTRITAL DE J...

FUTEBOL CLUBE DE OTA 1 - ...

CAMPEONATO DISTRITAL DE B...

CAMPEONATO DISTRITAL DE I...

CAMPEONATO DISTRITAL DE J...

FUTEBOL CLUBE DE OTA 0 - ...

CAMPEONATO DISTRITAL DE I...

CAMPEONATO DISTRITAL DE B...

CAMPEONATO DISTRITAL DE I...

FUTEBOL CLUBE DE OTA 0 - ...

CAMPEONATO DISTRITAL DE I...

APOIE O FUTEBOL CLUBE DE ...

favoritos

CAMPEONATO DISTRITAL DE B...

CAMPEONATO DISTRITAL DE I...

RESCALDO DA 1ª PROVA RESI...

VIDEOS DA 1ª PROVA RESIST...

RESCALDO - T. P. MARATONA...

FOTO DA ASSINATURA DO CON...

S. C. PINHEIRO LOURES 3 -...

RESCALDO DA MARATONA BTT ...

CAMPEONATO NACIONAL DE RA...

RESCALDO DA MARATONA BTT ...

temas

2008/2009

2009/2010

2010

2010/2011

2011

2011/2012

2012

7 maravilhas

aeroporto de ota

afl

alenquer

alentejo

alhandra

amador

analises

anipura

arneiros

arrudense

atalaia

atletismo

benfica

benjamins

btt

c.s.r.d. de ota

campeonato

carb boom

cerca

charneca de ota

cheganças

ciclismo

classificação

comentarios

corrida do mirante

cronicas

cross country

desporto

diversos

elites

escolas

estatistica

eventos

extrusal

f.c. ota

f.c. ota benjamins

f.c. ota escolas

f.c. ota infantis

f.c. ota iniciados

f.c. ota juniores

f.c. ota juvenis

festa

frases

furadouro

futebol

futebol de sete

golos

humor

imagens

infantis

iniciados

jogador

juniores

juvenis

lfo

Liga Fantástica de Ota

linhais

lisboa

maratona

memorias

monte agraço

monte redondo

montejunto

música

nacional

ota

ota videos

passeios

pelado

pinheiro loures

portugal

raid

rbikes

relvado

rescaldo

resultados

rio de ota

seniores

serra de ota

sintético

sobreirense

sorteio

sub-23

taça

torneio

treino

varanda da ota

vencedor

veteranos

videos

xcm

xco

todas as tags

últ. comentários
Sem grandes comentarios. obrigado Rui. Fica aqui m...
Até no fim se manifesta a enorme qualidade e dedic...
a deresao do futebol clube agradece todo o que o b...
Caro Rui Branco,Os meus Parabéns pelo teu trabalho...
Foi um óptimo trabalho feito ao estilo de O...
Caro Rui Branco,Obrigado pelo trabalho pioneiro qu...
RuiCertamente que para tomares esta decisão, pensa...
Caro Rui, É com muita tristeza que leio a notícia ...
Caro RuiÉ com tristeza que vejo esta noticia.Assim...
OS COMENTÁRIOS NESTE BLOG ESTÃO TEMPORARIAMENTE SU...
Setembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9


24
25
26
27
28
29

30


pesquisar
 
Google
blogs SAPO
subscrever feeds
mais sobre mim