PÁGINA PESSOAL DE RUI BRANCO

Quarta-feira, 21 de Junho de 2006
esquizofrenias&taradices.com

Autor: Outsider

 

Desencontros com a escrita . . .  a idade da inocência

 

Aproximam-se as férias de Verão. Este é o momento propício para colocar a leitura em dia ou apreciar os livros adiados para uma melhor oportunidade. Sabemos que em Portugal se lê muito pouco, apesar de ser cada vez mais intensa a actividade editorial. Não interessa agora estabelecer paralelos com outros países da mesma dimensão e população, mas salientamos que, apesar de serem muitos os livros publicados, nem por isso se pode afirmar que nos últimos anos cresceu o número de leitores. São muitas e variadas as razões deste fenómeno e de pouco têm ajudado as diversas campanhas feitas a favor da divulgação do livro. O tempo é de outras tendências e estas afastam, quase desde a idade pré-escolar, os mais novos do hábito da leitura e do gosto pelos livros. O prazer da leitura incute-se logo em pequenino para não se consentir, aos potenciais novos leitores, hábitos de preguiça que em regra têm pelo livro e não têm pelos jogos de computador e filmes televisivos. Hoje as “solicitações” e as “emboscadas” são variadas e esta invasão de novas tecnologias de informação e de comunicação pervertem o sentido real da leitura. O aparecimento de blogs tem permitido reconquistar algum do terreno perdido e estes novos processos de escrita partilhada ajuda na divulgação da Língua Portuguesa.

 

Hoje decidi orientar a minha escrita para o público infantil. Esta narrativa é para os mais novos, ou talvez não  . . .

 

Esta história que vou contar passou-se faz muito, muito tempo, numa altura em que a terra ainda estava a crescer . . .

Era uma vez um menino que se chamava João, de uma idade parecida com a vossa. O pai saía de manhã para o emprego que era caçar animais que se comessem. A mãe ficava a arranjar a gruta onde viviam, pintando coisas nas paredes de enfeitar, olhando o fogo de aquecer e tratando de todos os filhos. A escola onde andava chamava-se “A Vida” e era ao ar livre no Verão, mesmo ao pé de uma árvore grande e verde. Aprendiam-se coisas que se quisessem, brincava-se muito e todas as pessoas eram amigas. Isso era bom!

Às vezes, o João sentia-se chateado. Achava que era pior que os outros meninos, não gostava de uns números que não entendia e de umas letras esquisitas que lá ensinavam (dantes tudo era diferente, não era?). . . E enquanto o pai não vinha com comida e a mãe dava banho no rio à irmã pequenita, o João sentava-se numa pedra castanha a pensar.

Soprava o vento, passava um bando de morcegos engraçados, todos virados de pernas para o ar, e ele ali estava num sossego de pasmar. E olhava para o céu, que nessa altura tinha umas nuvens, e falava assim e imaginava assado, muitas vezes, isto foi em dias bonitos, mesmo daqueles em que apetece ficar quieto, a dormir acordado. E houve um dia, em que aconteceu o João contar segredos a um amigo de sempre, o dinossauro Rex.

- Sabes Rex, eu queria as coisas mais fáceis, o sol a brilhar mais forte, as casas maiores, os animais felizes. Assim … de outra maneira!

E o Rex que era um bicho simpático, daqueles que falava pouco e ouvia muito, pôs uma pata pesada e peluda no ombro do menino e disse-lhe uma coisa ao ouvido (que nós não ouvimos) que o fez olhar em frente. E foi nisto que o João viu a Sofia, a menina de que mais gostava. Parece que ela já lá estava há um tempo, a escutar tudo, escondida num arbusto enorme, da cor das rosas. Vinha muito bem vestida, com um gosto de admirar, e falou como quem canta:

- João, lembras-te que aprendemos na “Vida” que, se quisermos, também podemos sonhar?

E o nosso amigo sorriu e deu uma cambalhota para trás . . . Disse à Sofia que sim, enquanto ali começava uma música de apaixonar. E foi assim que o João começou a voar por cima de sítios que não conhecia. Era lá em cima, onde é difícil chegar e tudo parece feito para nós.

Havia cascatas de água a cair, bolos de chocolate, bicicletas do nosso tamanho, paisagens de dar suspiros . . . E até o Rex encontrou um familiar dos seus, daqueles que tinha asas e tudo, que lhe deu uma fotografia de quando ele era bebé, só para ele se lembrar melhor de coisas que já tinha esquecido!

E o João olhava para baixo, com olhos de quem há-de voltar, enquanto a Sofia trepava por uma espiga de milho para o tentar agarrar e os pais se despediam num adeus. O Rex sorriu, ajeitou o João e continuaram viagem, descansados como num desenho que podemos fazer. Deu uma reviravolta maluca e falou com o coração, como aqueles senhores a quem chamamos poetas. E disse:

 

 

 

“ Redemoinha o vento,

 

anda à roda no ar.

 

Vai meu pensamento

 

comigo a sonhar . . . “                     (Fernando Pessoa)

 

 

O João ficou a achar que escrever deve ser óptimo; é que reparamos, quando vamos a ler, que nem sabíamos que éramos assim!

 

 

Referências bibliográficas:

Outsider (2006). O meu cérebro alucinado. 1ª ed. Blogota: Ota.


temas:

publicado por BLOGOTA às 17:30
link do post | favorito

Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




links
arquivos

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

posts recentes

ATÉ SEMPRE...

RAINHA DAS VINDIMAS 2012 ...

EQUIPA TÉCNICA DOS TRAQUI...

EQUIPA TÉCNICA DOS BENJAM...

CLÁSSICA CICLISMO - ALVER...

CLÁSSICA CICLISMO: ALVERC...

EQUIPA TÉCNICA DOS BENJAM...

SORTEIO – JUVENIS E INICI...

1º DESAFIO BTT ADN – A DO...

EQUIPA TÉCNICA DOS INFANT...

TROFÉU BTT OURÉM – RAID T...

EQUIPA TÉCNICA DOS INICIA...

CICLISMO - CONTRA RELÓGIO...

EQUIPA TÉCNICA DOS JUVENI...

EQUIPA TÉCNICA DOS JUNIOR...

SORTEIO – JUNIORES – F. C...

15º PRÉMIO VOLKSWAGEN – F...

VIDEOS DA MARATONA BTT DE...

VIDEOS DA MARATONA BTT DE...

REGIONAL DE MARATONAS BTT...

MARATONA BTT DE OTA

15º PRÉMIO VOLKSWAGEN AUT...

CLÁSSICA SUBIDA À TORRE -...

F.C. OTA - ESTATÍSTICA 20...

CIRCUITO DE CICLISMO DA A...

18º CIRCUITO BTT NORTE AL...

MARATONA BTT DE OTA - DOR...

PASSEIO ANUAL DA 3ª IDADE...

REGIONAL DE MARATONAS BTT...

F.C. OTA - ESTATÍSTICA 20...

VIDEOS DO CIRCUITO DE CIC...

CIRCUITO DE CICLISMO DE M...

RESCALDO DA MARATONA BTT ...

3 HORAS RESISTÊNCIA BTT A...

PROGRAMA DA FESTA DE OTA ...

REGIONAL DE MARATONAS BTT...

2ª DIVISÃO DISTRITAL - A....

CIRCUITO DE CICLISMO DE S...

TREINOS DE CAPTAÇÃO - F. ...

OH MEU DEUS TRAIL BIKE SE...

favoritos

CAMPEONATO DISTRITAL DE B...

CAMPEONATO DISTRITAL DE I...

RESCALDO DA 1ª PROVA RESI...

VIDEOS DA 1ª PROVA RESIST...

RESCALDO - T. P. MARATONA...

FOTO DA ASSINATURA DO CON...

S. C. PINHEIRO LOURES 3 -...

RESCALDO DA MARATONA BTT ...

CAMPEONATO NACIONAL DE RA...

RESCALDO DA MARATONA BTT ...

temas

2008/2009

2009/2010

2010

2010/2011

2011

2011/2012

2012

7 maravilhas

aeroporto de ota

afl

alenquer

alentejo

alhandra

amador

analises

anipura

arneiros

arrudense

atalaia

atletismo

benfica

benjamins

btt

c.s.r.d. de ota

campeonato

carb boom

cerca

charneca de ota

cheganças

ciclismo

classificação

comentarios

corrida do mirante

cronicas

cross country

desporto

diversos

elites

escolas

estatistica

eventos

extrusal

f.c. ota

f.c. ota benjamins

f.c. ota escolas

f.c. ota infantis

f.c. ota iniciados

f.c. ota juniores

f.c. ota juvenis

festa

frases

furadouro

futebol

futebol de sete

golos

humor

imagens

infantis

iniciados

jogador

juniores

juvenis

lfo

Liga Fantástica de Ota

linhais

lisboa

maratona

memorias

monte agraço

monte redondo

montejunto

música

nacional

ota

ota videos

passeios

pelado

pinheiro loures

portugal

raid

rbikes

relvado

rescaldo

resultados

rio de ota

seniores

serra de ota

sintético

sobreirense

sorteio

sub-23

taça

torneio

treino

varanda da ota

vencedor

veteranos

videos

xcm

xco

todas as tags

últ. comentários
Sem grandes comentarios. obrigado Rui. Fica aqui m...
Até no fim se manifesta a enorme qualidade e dedic...
a deresao do futebol clube agradece todo o que o b...
Caro Rui Branco,Os meus Parabéns pelo teu trabalho...
Foi um óptimo trabalho feito ao estilo de O...
Caro Rui Branco,Obrigado pelo trabalho pioneiro qu...
RuiCertamente que para tomares esta decisão, pensa...
Caro Rui, É com muita tristeza que leio a notícia ...
Caro RuiÉ com tristeza que vejo esta noticia.Assim...
OS COMENTÁRIOS NESTE BLOG ESTÃO TEMPORARIAMENTE SU...
Setembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9


24
25
26
27
28
29

30


pesquisar
 
blogs SAPO
subscrever feeds
mais sobre mim