PÁGINA PESSOAL DE RUI BRANCO

Sexta-feira, 14 de Julho de 2006
AEROPORTO DE OTA (8 de 28 Partes)

Processo de decisão da localização do novo aeroporto.

Opções para o desenvolvimento do aeroporto na Ota.

Relatório de Progresso

Outubro de 1999

 

SUMÁRIO EXECUTIVO

Justificação da decisão de desenvolvimento do novo aeroporto

Limitações à expansão da Portela

 

Permaneceriam, com efeito, alguns aspectos que, não sendo possível ultrapassar de forma cabal, seriam fortemente limitadores do sucesso da prossecução deste conceito de desenvolvimento. Destes importará referir os seguintes:

 

Acessos

A prazo, afigura-se problemática a possibilidade de inserção do tráfego gerado pelo aeroporto na rede viária circundante, já hoje em dia com problemas de congestionamento. O terminal de passageiros existente, mesmo que veja reduzida a sua capacidade para 10 mppa, manterá os mesmos problemas já hoje reconhecidos. O novo terminal, dimensionado para o mesmo valor de capacidade, injectaria sobre a 2ª Circular um tráfego da mesma ordem de grandeza.

Só uma solução de uso muito intensivo de meios de transporte de massa (metropolitano ou comboio, por exemplo) poderia atenuar estes condicionalismos.

 

Ruído e qualidade de vida

O aeroporto de Lisboa, quando foi aberto há 57 anos, situava-se bastante afastado do centro da cidade, pelo que os riscos de acidente ou até a poluição, de que não se falava na altura, mas que já existia, não afectavam a relativamente escassa população das redondezas.

Como é do conhecimento geral, a situação evoluiu bastante e hoje o aeroporto está circundado por habitações, os aviões sobrevoam constantemente, a baixas altitudes, hospitais, escolas, locais de lazer, habitações e locais de trabalho com os consequentes inconvenientes tanto a nível da poluição sonora e atmosférica, como no que respeita ao risco de acidentes.

O incómodo produzido pelo ruído e por formas de poluição atmosférica poderia originar uma forte reacção por parte da população se, como seria o caso, fossem criados agravamentos significativos à situação existente, consentida ou tolerada. Mesmo que, como é previsível, se venham ainda a registar reduções adicionais na origem deste tipo de poluição, o simples aumento de frequência das operações viria tornar este incómodo mais perceptível para várias centenas de milhar de pessoas.

A experiência internacional indica que em situações semelhantes, no que respeita ao ruído, acabam por ser impostas pesadas restrições às operações aeroportuárias, sobretudo nos períodos nocturnos, e são exigidas medidas de isolamento sonoro nas zonas mais delicadas. No limite, a solução tem surgido com a relocalização da infraestrutura aeroportuária.

 

Risco de acidente

Também a percepção de risco acrescido poderá demonstrar-se como um elemento ponderoso na aceitação, por parte da comunidade, de um desenvolvimento da magnitude que um conceito maximizador da capacidade da Portela implicará.

Também aqui, a relocalização poderá apresentar soluções que minimizem este risco, ao proporcionar melhores condições da operação das aeronaves, com circuitos de emergência desimpedidos e sobre áreas de menor densidade populacional.

 

Qualidade de serviço

A resolução dos problemas de capacidade, através da maximização da componente operacional da mesma, poderia conduzir à degradação da qualidade dos serviços que são prestados numa unidade tão complexa quanto um aeroporto, o que por certo se traduziria em consequências nefastas, tendo em conta que o passageiro típico vem naturalmente reclamando padrões de qualidade cada vez mais elevados. Afinal a grande vantagem do transporte aéreo reside na sua rapidez e de nada serve ganhar tempo no ar quando o mesmo se perde depois em terra, à espera de uma mala que demora, ou em engarrafamentos provocados por congestionamento de acessos, ou por qualquer outra razão incluída no quase infinito catálogo de problemas com que qualquer aeroporto se defronta.

Excluída a hipótese de expansão significativa do actual perímetro da Portela, viabilizando a criação de uma segunda pista paralela e justificando a criação de mais um terminal de passageiros, com consequente diferimento do processo de relocalização, por cerca de quinze anos (vd. relatório "Novo Aeroporto – Ponderação do seu diferimento através da expansão da Portela" – Anexo 28), a oportunidade de desencadear este processo depende das expectativas de desenvolvimento da procura e da análise exaustiva das potencialidades de atenuação dos estrangulamentos do sistema aeroportuário que determinam o limite de doze milhões de passageiros que tem sido apontado, desde 1997.

O forte crescimento recente do tráfego pressionou, aliás, a reanálise das potencialidades de expansão da capacidade (vd. ponto 8.) visto que, sem racionamento da procura, é elevada a probabilidade de ser ultrapassado o nível de doze milhões de passageiros antes da abertura do novo aeroporto.

As potencialidades identificadas podem, assim, ser exploradas segundo opções distintas: numa primeira opção, para fazer face a crescimentos mais intensos de tráfego ou a perturbações que alonguem o processo de desenvolvimento do aeroporto da Ota e, numa segunda opção, tolerando menor margem para gerir estas contingências, para diferir por algum tempo o arranque do mesmo.



publicado por BLOGOTA às 21:07
link do post | comentar | favorito

links
arquivos

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

posts recentes

ATÉ SEMPRE...

RAINHA DAS VINDIMAS 2012 ...

EQUIPA TÉCNICA DOS TRAQUI...

EQUIPA TÉCNICA DOS BENJAM...

CLÁSSICA CICLISMO - ALVER...

CLÁSSICA CICLISMO: ALVERC...

EQUIPA TÉCNICA DOS BENJAM...

SORTEIO – JUVENIS E INICI...

1º DESAFIO BTT ADN – A DO...

EQUIPA TÉCNICA DOS INFANT...

TROFÉU BTT OURÉM – RAID T...

EQUIPA TÉCNICA DOS INICIA...

CICLISMO - CONTRA RELÓGIO...

EQUIPA TÉCNICA DOS JUVENI...

EQUIPA TÉCNICA DOS JUNIOR...

SORTEIO – JUNIORES – F. C...

15º PRÉMIO VOLKSWAGEN – F...

VIDEOS DA MARATONA BTT DE...

VIDEOS DA MARATONA BTT DE...

REGIONAL DE MARATONAS BTT...

MARATONA BTT DE OTA

15º PRÉMIO VOLKSWAGEN AUT...

CLÁSSICA SUBIDA À TORRE -...

F.C. OTA - ESTATÍSTICA 20...

CIRCUITO DE CICLISMO DA A...

18º CIRCUITO BTT NORTE AL...

MARATONA BTT DE OTA - DOR...

PASSEIO ANUAL DA 3ª IDADE...

REGIONAL DE MARATONAS BTT...

F.C. OTA - ESTATÍSTICA 20...

VIDEOS DO CIRCUITO DE CIC...

CIRCUITO DE CICLISMO DE M...

RESCALDO DA MARATONA BTT ...

3 HORAS RESISTÊNCIA BTT A...

PROGRAMA DA FESTA DE OTA ...

REGIONAL DE MARATONAS BTT...

2ª DIVISÃO DISTRITAL - A....

CIRCUITO DE CICLISMO DE S...

TREINOS DE CAPTAÇÃO - F. ...

OH MEU DEUS TRAIL BIKE SE...

favoritos

CAMPEONATO DISTRITAL DE B...

CAMPEONATO DISTRITAL DE I...

RESCALDO DA 1ª PROVA RESI...

VIDEOS DA 1ª PROVA RESIST...

RESCALDO - T. P. MARATONA...

FOTO DA ASSINATURA DO CON...

S. C. PINHEIRO LOURES 3 -...

RESCALDO DA MARATONA BTT ...

CAMPEONATO NACIONAL DE RA...

RESCALDO DA MARATONA BTT ...

temas

2008/2009

2009/2010

2010

2010/2011

2011

2011/2012

2012

7 maravilhas

aeroporto de ota

afl

alenquer

alentejo

alhandra

amador

analises

anipura

arneiros

arrudense

atalaia

atletismo

benfica

benjamins

btt

c.s.r.d. de ota

campeonato

carb boom

cerca

charneca de ota

cheganças

ciclismo

classificação

comentarios

corrida do mirante

cronicas

cross country

desporto

diversos

elites

escolas

estatistica

eventos

extrusal

f.c. ota

f.c. ota benjamins

f.c. ota escolas

f.c. ota infantis

f.c. ota iniciados

f.c. ota juniores

f.c. ota juvenis

festa

frases

furadouro

futebol

futebol de sete

golos

humor

imagens

infantis

iniciados

jogador

juniores

juvenis

lfo

Liga Fantástica de Ota

linhais

lisboa

maratona

memorias

monte agraço

monte redondo

montejunto

música

nacional

ota

ota videos

passeios

pelado

pinheiro loures

portugal

raid

rbikes

relvado

rescaldo

resultados

rio de ota

seniores

serra de ota

sintético

sobreirense

sorteio

sub-23

taça

torneio

treino

varanda da ota

vencedor

veteranos

videos

xcm

xco

todas as tags

últ. comentários
Sem grandes comentarios. obrigado Rui. Fica aqui m...
Até no fim se manifesta a enorme qualidade e dedic...
a deresao do futebol clube agradece todo o que o b...
Caro Rui Branco,Os meus Parabéns pelo teu trabalho...
Foi um óptimo trabalho feito ao estilo de O...
Caro Rui Branco,Obrigado pelo trabalho pioneiro qu...
RuiCertamente que para tomares esta decisão, pensa...
Caro Rui, É com muita tristeza que leio a notícia ...
Caro RuiÉ com tristeza que vejo esta noticia.Assim...
OS COMENTÁRIOS NESTE BLOG ESTÃO TEMPORARIAMENTE SU...
Setembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9


24
25
26
27
28
29

30


pesquisar
 
blogs SAPO
subscrever feeds
mais sobre mim