PÁGINA PESSOAL DE RUI BRANCO

Segunda-feira, 19 de Maio de 2008
A.F. LISBOA - II DIVISÃO - 30ª JORNADA

SÉRIE 1 - RESULTADOS - 18.05.2008
A-dos-Cunhados 5 Fonte Grada 1
Furadouro 0 São Pedro 3
Ota 0 Cerca 0
Atalaia 3 Pedra 1
Arneiros 1 Cadaval 1
Casalinhense 2 Cheganças 2
Coutada 3 Campelense 0
Vila Nova Rainha 2 Sobreirense 0


 

CLASSIFICAÇÃO FINAL - Série 1

Cl. Clubes J. V. E. D. Golos Pts.
1

São Pedro

30 22 5 3 77-24 71
2

Coutada

30 23 2 5 83-28 71
3

Vila Nova Rainha

30 20 5 5 72-28 65
4

A-dos-Cunhados

30 16 7 7 55-37 55
5

F. C. OTA

30 14 8 8 60-39 50
6

Arneiros

30 15 5 10 53-31 50
7

Sobreirense

30 13 5 12 42-38 44
8

Cadaval

30 13 5 12 47-38 44
9

Campelense

30 13 4 13 44-39 43
10

Atalaia

30 13 3 14 36-53 42
11

Cerca

30 12 5 13 48-44 41
12

Casalinhense

30 10 7 13 43-44 37
13

Furadouro

30 7 4 19 32-79 25
14

Cheganças

30 5 3 22 24-80 18
15

Fonte Grada

30 3 6 21 25-77 15
16

Pedra

30 3 2 25 21-84 11


Finalmente terminou a maratona de 30 jornadas da série 1, da IIª divisão distrital da Associação de Futebol de Lisboa. 

Na última jornada desta competição marcaram-se 24 golos, fazendo assim a média de 3 golos por jogo.

O Futebol Clube São Pedro deslocou-se ao terreno do Furadouro e venceu por três bolas a zero, garantindo assim a subida à 1ª divisão distrital da A. F. Lisboa.

Por sua vez, a Coutada também venceu a sua partida frente ao Campelense, pelos mesmos números que o seu opositor directo na luta pela subida, e terá de competir, numa poule de acesso à 1ª divisão, com os segundos classificados das outras duas séries da IIª divisão distrital.

A equipa de Vila Nova da Rainha venceu a sua partida contra o Sobreirense e terminou na terceira posição da geral.

A formação de A-dos-Cunhados depois de ter feito toda a segunda volta a jogar no seu reduto obteve um honroso quarto lugar na tabela classificativa.

O Futebol Clube de Ota foi a melhor equipa do concelho de Alenquer, terminando o campenato na quinta posição.

O Arneiros que durante muito tempo andou pela zona baixa da classificação, conseguiu mercê de uma ponta final de campeonato muito boa, terminar na sexta posição.

Destaque ainda para a vitória da formação da Atalaia que teve como consequência directa a ultrapassagem à Cerca, terminando o campeonato na décima posição.

A formação de Cheganças deslocou-se ao terreno do Casalinhense e empatou a duas bolas, conseguindo assim terminar o campeonato na ante-penúltima posição.

No próximo domingo não haverá campeonato, visto que o mesmo encerrou para férias desportivas, no entanto o BLOGOTA continuará a publicar temas relacionados com a referida competição, nomeadamente no que diz respeito a diversas estatísticas que estão a ser elaboradas.   

Para finalizar, aproveitamos para dar os parabéns a toda a estrutura sénior do F. C. Ota pela época realizada, a qual apesar de não ter sido brilhante, foi pelo menos superior à de outras onze equipas, algumas delas com condições logísticas melhores que as do nosso clube.  



publicado por BLOGOTA às 20:24
link do post | comentar | favorito

Domingo, 18 de Maio de 2008
FUTEBOL CLUBE DE OTA 0 - CERCA FUTEBOL CLUBE 0

 CAMPEONATO DISTRITAL DA II DIVISÃO DA ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DE LISBOA 

30ª JORNADA

Foto: Último onze da equipa de Ota na temporada 2007/2008, da esquerda para a direita com Sandro, Paulino, Sopa, Narciso, Márcio, Souza, José Júlio, João Franco, Nuno Jacinto, Faria e Marinho.

Foto: Onze inicial da formação da Cerca Futebol Clube.

 

O Futebol Clube de Ota iniciou a partida com o seguinte onze:

 

1 REGINALDO SOUZA
4 ANTÓNIO FARIA
5 MARINHO
2 JOÃO FRANCO
21 JOSÉ JÚLIO
13 NUNO JACINTO
20 SANDRO FERREIRA (Cap)
3 MÁRCIO CARVALHO
9 DAVID SOPA
16 NUNO NARCISO
10 SÉRGIO PAULINO

Substituições:

62' - Saiu o Nuno Jacinto e entrou o JOÃO SANTOS (17).

62' - Saiu o António Faria e entrou o FLÁVIO ANSELMO (19).

75' - Saiu o David Sopa e entrou o PEDRO PEREIRA (6).

75' - Saiu o Sandro Ferreira e entrou o NÉLSON PEREIRA (7).

75' - Saiu o Sérgio Paulino e entrou o NUNO TRINDADE (8).

Suplentes não utilizados: Daniel Duarte.

Não convocados: Rui Constantino, Nuno Cruz, Pedro Furtado, Miguel Brandão, Hélder Monteiro, Paulo Filipe, Luis Gonçalves e Artur Dias.

Castigado: Carlos Paiva.

Disciplina:

Futebol Clube de Ota:

Nada a registar.

Cerca Futebol Clube:

Nada a registar.

Resultado ao Intervalo: 0-0

Foto: Aos 23 minutos da primeira parte Sopa tem esta grande oportunidade para inaugurar o marcador, mas o Nº 22 da Cerca vai aliviar a bola de cabeça pela linha final.

 

MARCHA DO MARCADOR:

Nada a assinalar. Pela primeira e única vez na temporada que agora findou uma partida do F. C. Ota terminou sem golos de qualquer das partes em confronto.

Foto: Intervenção segura do Reginaldo Souza na intercepção a um cruzamento efectuado na esquerda do ataque visitante.

 

CRÓNICA DO JOGO:

Disputou-se esta tarde em Ota, a última jornada da série 1, da IIª divisão distrital da Associação de Futebol de Lisboa, frente a frente duas equipas que ficaram um pouco aquém das ambições delineadas no início da época.

A partida foi antecipada em uma hora, devido à final da Taça de Portugal, mas mesmo assim poucas pessoas marcaram presença esta tarde no Parque de Jogos dos Linhais.

Em relação à partida anterior sairam três jogadores do onze inicial: o Artur Dias (lesionado), o Flávio Anselmo e o João Santos.

David Sopa, Nuno Narciso e o Marinho voltaram ao onze inicial e terminaram a época a titulares.

A equipa jogou com o habitual esquema táctico de 4x3x3, com o Souza entre os postes. O quarteto defensivo foi composto pelo Faria na direita, o José Júlio na esquerda e o João Franco e Marinho no centro da defesa.

Nuno Jacinto subiu de central para trinco acompanhado pelo Sandro e Márcio no trio da intermediária.

No ataque alinharam o Sopa na direita, o Narciso na esquerda e o Paulino no centro do ataque.

Em relação ao jogo, defrontaram-se duas equipas sem grande motivação e sem objectivos na classificação, a não ser ficar um lugar acima ou abaixo na tabela classificativa.

Por isso a partida decorreu em ritmo morno, sem grandes oportunidades de golo e com as individualidades de ambas as equipas uns furos abaixo do que é habitual apresentarem.

Na primeira parte as poucas oportunidades de golo repartiram-se pelas duas equipas, mas os defesas e guarda redes superiorizaram-se aos ataques.

Pode-se afirmar que a primeira metade da primeira parte foi de superioridade da equipa visitante e que na segunda metade desse mesmo período a supremacia pertenceu à equipa da casa.

Na segunda parte a equipa de Ota entrou disposta a marcar cedo e criou diversas oportunidades para o fazer, mas por infelicidade e mérito do adversário não o conseguiram fazer.

Aos sessenta e dois minutos a equipa técnica de Ota decidiu alterar o onze e tirou do terreno de jogo o Nuno Jacinto e o António Faria, para os seus lugares entraram respectivamente o João Santos e o Flávio Anselmo, sem alterarem tacticamente a equipa.

Com decorrer dos minutos a partida foi-se tornando desinteressante e começou-se a perceber que o resultado muito dificilmente seria alterado.

A quinze minutos do fim a equipa técnica de Ota decidiu alterar novamente o onze com as entradas em simultâneo do Nuno Trindade, Pedro Pereira e Nélson Pereira, por troca com o Sérgio Paulino, David Sopa e Sandro Ferreira.

Os últimos minutos da partida foram jogados de forma equilibrada tendo ambas as equipas algumas oportunidades para inaugurarem o marcador, mas as estruturas defensivas das duas equipas foram mais fortes que os atacantes das duas formações.

No cômputo geral tratou-se de um encontro de futebol disputado de forma leve, sem grandes motivos de interesse, com momentos de futebol confrangedor em que o resultado acaba por ser o mais justo para ambas as equipas.

 

Foto: Nuno Narciso aos 73 minutos cabeceia em excelente posição para fazer golo, mas a bola acaba por sair por cima da barra. 

 

FLASHES DA PARTIDA:

4' - Remate de fora da área do Nº 11 com a bola a sair ao lado da baliza do F. C. Ota.

10' - Boa jogada individual do Nº 10, que serve pelo lado direito o Nº 7 já no interior da área remata para defesa segura do Souza.

16' - Remate de fora da área do Nuno Jacinto para defesa segura do guardião visitante.

23' - Nuno Narciso aponta um livre do lado direito, a bola vai para o segundo poste, onde o Sopa se antecipa ao guarda redes e toca a bola para a boca da baliza, mas aparece o Nº 22 a cabecear a bola para canto.

24' - Nuno Narciso entra na grande área pelo lado direito e remata rasteiro com a bola a sair rente ao poste direito da baliza da Cerca.

34' - Nuno Narciso aponta um canto no lado direito e passa a bola ao Sandro que aparece completamente isolado à entrada da área. O remate de primeira sai forte, mas é desviado para canto pela muralha defensiva da equipa visitante.

47' - Márcio Carvalho na ressaca de um canto, remata de fora da área, mas a bola sai por cima da barra da Cerca.

48' - Boa jogada do Márcio pela direita com cruzamento para a grande área, onde apareceu isolado o Nuno Narciso a rematar para a baliza tendo o guarda redes visitante defendido a bola com os pés.

71' - A zona central da defesa falha o corte a uma bola e o Nº 10 isola-se e corre para a grande área com a bola controlada, mas falha o remate à baliza e a bola sai pela linha de fundo.

73' - José Júlio tem uma boa iniciativa pela esquerda culminada com um cruzamento para a entrada da pequena área, onde apareceu o Nuno Narciso a cabecear a bola por cima da barra da equipa adversária.

78' - Cruzamento do Nº 10 na esquerda do ataque visitante, na pequena área apareceu o Nº 23 a cabecear a bola para a baliza do F. C. Ota, em cima da linha de golo estava o Souza a efectuar a defesa da tarde e a evitar o primeiro golo deste encontro.

85' - Remate do Nº 9 de fora da área com a bola a sair ao lado da baliza da equipa visitada.

Foto: A oportunidade de golo mais flagrante da partida aconteceu neste lance a favor da equipa visitante, golo esse que foi evitado por uma defesa instintiva do Reginaldo Souza.

 

ARBITRAGEM:

A equipa de arbitragem que visitou Ota pela última vez nesta época desportiva foi composta pelo Graciano Gomes, como árbitro principal, tendo como auxiliares o André Seixas e o Luis Brás.

Foi uma partida fácil de dirigir porque os vinte e dois jogadores já estavam mais preocupados com as férias desportivas.

Em termos técnicos nada a apontar à equipa de arbitragem, apesar de ter havido algumas dúvidas na primeira parte num lance cortado com a mão na grande área da Cerca.

Em termos disciplinares a exibição do Graciano foi um verdadeiro desastre, tendo ficado por mostrar diversos amarelos a jogadores de ambas as equipas. Acabou por não mostrar qualquer cartão durante os noventa minutos e quando aos 22 minutos da primeira parte não amarelou o Nº 5 visitante depois deste cortar um lance de ataque da equipa de Ota com a mão, percebemos que o Graciano vinha com a pré-disposição de não admoestar ninguém nesta última jornada do campeonato, mas como as leis de jogo são feitas para se cumprir, acabou por falhar redondamente neste capítulo.

No segunda parte o Graciano acabou o encontro aos 45 minutos certinhos sem dar nenhum minuto de compensação.

Na segunda parte houve 4 paragens para efectuar substituições, para além de diversas interrupções para assistir diversos jogadores lesionados. Todas estas paragens deveriam ter dado pelo menos 5 minutos de compensação.

 

DESTAQUE DA TARDE: REGINALDO SOUZA

O destaque desta tarde vai para o nosso Goal-Keeper pela partida muito segura e concentrada que efectuou esta tarde, mas para além disso, também para a temporada regular que realizou.

Para o autor deste BLOG esta é a posição favorita numa equipa de futebol e porque pensamos que estamos muito bem servidos de guarda redes na nossa equipa decidimos dar o devido destaque ao estrangeiro do nosso plantel.

Para além disso o Souza estreou na última partida do campeonato uma nova camisola de jogo, mais que não fosse, só por isso já merecia o devido realce.

 



publicado por BLOGOTA às 19:48
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito

Sábado, 17 de Maio de 2008
CAMPEONATO DISTRITAL DE ESCOLAS - Futebol de Sete

VS

 

SOCIEDADE RECREATIVA ALBARRAQUE 1 - FUTEBOL CLUBE DE OTA 3

Campo do Albarraque

3ª Fase «B» - 8ª Jornada - Apuramento (37º a 45º)

(Resultado ao intervalo: 0-1)

Incidências da Partida:

A equipa de escolas do F. C. Ota deslocou-se esta manhã a Albarraque para defrontar o clube local.

Esta foi a última deslocação da nossa equipa nesta época desportiva e terminou com mais uma vitória para a nossa equipa.

Apesar de tudo não foi uma vitória fácil e ao intervalo apenas venciamos por uma bola a zero, através de um golo obtido pelo João Arrais aos 22 minutos do primeiro tempo.

Na segunda parte a equipa logo no primeiro minuto alcançou o segundo golo através de Daniel Dias, mas aos 13 minutos a formação visitada reduziu a desvantagem.

Na parte final do encontro o Duarte Almeida marcou o terceiro golo e decidiu a partida a favor da equipa de Ota.

No próximo sábado joga-se em Ota a última jornada desta competição com a visita do Olivais Sul à nossa localidade.


 

APURAMENTO 37º/45º - RESULTADOS - 7ª JORNADA - 10.05.2008

Ota

2

Rio de Mouro

4

Malveira Serra

0

Olivais Sul

16

Sanjoanense

4

Carenque

2

M.T.B.A.

4

Albarraque

3


 

CLASSIFICAÇÃO (após a 7ª jornada)
Cl. Clubes J. V. E. D. Golos Pts.
1

Olivais Sul

6 6 0 0 71-2 18
2

Rio de Mouro

7 6 0 1 49-9 18
3

Campo Ourique

6 5 0 1 28-8 15
4

F. C. Ota

6 4 0 2 21-18 12
5

Sanjoanense

7 3 0 4 26-39 9
6

Carenque

6 1 0 5 12-36 3
7

Malveira Serra

6 1 0 5 9-43 3
8

M.T.B.A.

5 1 0 4 13-37 3
9

Albarraque

5 0 0 5 3-40 0



publicado por BLOGOTA às 20:52
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 16 de Maio de 2008
FOLCLORE EM OTA

Foto: Rancho Folclórico de Ota (década de 90)

 

OTA

 

5º Encontro de Folclore do Concelho de Alenquer

 

Actuação dos grupos de folclore:

 

RANCHO FOLCLÓRICO DE CANADOS

 

RANCHO FOLCLÓRICO DE VILA VERDE DOS FRANCOS

 

RANCHO FOLCLÓRICO DE ALDEIA GAVINHA

 

RANCHO FOLCLÓRICO DO FIANDAL

 

RANCHO FOLCLÓRICO DE ALENQUER

 

OS BONS AMIGOS DE PENAFIRME DA VENTOSA

 

RANCHO FOLCLÓRICO DO CARREGADO

 

RANCHO FOLCLÓRICO DO OLHALVO

 

RANCHO FOLCLÓRICO DE CABANAS DE TORRES

 

22 de Maio 2008

(Quinta – Feira)

 

15 Horas

 

Local: Centro Social Recreativo e Desportivo de Ota

 

Organização: Câmara Municipal de Alenquer (Pelouro de Cultura)



publicado por BLOGOTA às 19:30
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 15 de Maio de 2008
QUASE SEMPRE A PEDALAR

Domingo, 27 de Abril de 2008

Itinerário: Ota (9 horas); Espinheira; Alcoentre; Aveiras de Cima; Azambuja; Vila Nova da Rainha; Carregado; Alenquer; Alto da Boavista; Ota (12 horas).

Distância percorrida: 65 Kms.

 

O trio de ataque de Ota montou-se nas bicicletas e arrancou para norte, até ao “Espinhaço de Cão” é sempre a sofrer com o vento de frente e a inclinação da estrada nacional nº 1. A partir da quinta da Vala Nova apercebemo-nos que éramos perseguidos por outro grupo de ciclistas, sensivelmente oito atletas, que vinham a cerca de quinhentos metros de distância. Conseguimos manter essa separação até à entrada de Alcoentre, quando finalmente fomos apanhados por esse grupo de ciclistas, os quais tiveram que se esforçar para nos alcançar.

Cem metros depois de nos apanharem, dentro de Alcoentre, encostaram as máquinas para ir ao café, só que parece que a coisa não estava muito bem ensaiada, porque uns iam seguir, enquanto outros gritavam “é aqui…paramos aqui”. Curioso, não é? Tinham acabado de nos apanhar e encostam logo a seguir, como é óbvio não se livraram dumas «bocas» que lhes tivemos de atirar à cara, do tipo: “Então, vão parar já…logo agora que a gente já tínhamos rodas para nos encostar”.

Passado esse episódio, seguimos em excelente ritmo, já com o vento de feição, até Vila Nova da Rainha, onde chegamos às 10h40m, com 42 kms percorridos. Pelo caminho fomos ultrapassando diversos companheiros da estrada… e também fomos ultrapassados, mas essa situação foi por minha culpa porque entre Azambuja e Vila Nova da Rainha tive que baixar o ritmo para os 32/34 km/h.

Depois do abastecimento sólido e líquido junto à fonte da localidade acima mencionada, retomamos a estrada, desta vez já em ritmo de passeio. Junto ao Campera desviamos da estrada nacional nº 3 e demos uma volta a esse estabelecimento comercial, passamos no interior do Carregado e só paramos novamente no Parque Urbano da Romeira, em Alenquer.

Nessa altura bateu-me uma ideia «triste»: “Vamos subir para o Alto da Boavista, junto às instalações da E.P.A.L., saindo junto ao Stand do J.M. Póvoa”. Bem dito, bem feito e lá fomos nós os três subir essa inclinação relativamente curta, mas com um grau de inclinação muito acentuado.

Os meus companheiros de estrada subiram-na com alguma leveza, enquanto eu seguia em grandes dificuldades, quando o pé direito soltou-se do pedal de encaixe obrigando-me a parar, não conseguindo mais, devido à inclinação, colocar-me em cima da máquina.

Os últimos metros da subida forma feitos com a bicicleta à mão e os pés a escorregarem no alcatrão devido aos encaixes do calçado.

Os últimos quilómetros até Ota foram feitos em ritmo pausado, aproveitados para delinear a estratégia para a próxima volta de bicicleta do trio de ataque.



publicado por BLOGOTA às 20:28
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 14 de Maio de 2008
LIGA bwin.com - ÉPOCA 2007/2008

 

A ANÁLISE DO BLOGOTA AO CAMPEONATO NACIONAL

 

1º - F. C. PORTO (69 pontos)

O Futebol Clube do Porto foi o vencedor incontestado da temporada 2007/2008 da principal competição de futebol em solo lusitano.

Deu-se ao luxo de se ver castigado com a perda de seis pontos, em resultado de um castigo aplicado pela Liga de Futebol Profissional, e não recorreu dessa sentença em virtude de ainda acabar com 14 pontos de diferença para o segundo classificado.

Foi sem sombra de dúvidas a equipa mais regular, objectiva e motivada de todas as que participam nesta edição da Liga.

Destaque da época: LISANDRO LÓPEZ

 

2º - SPORTING (55 pontos)

A determinada altura da temporada questionava-se se esta equipa conseguiria obter uma classificação que lhe desse acesso às competições europeias.

Os dirigentes do clube souberam ser pacientes e mantiveram toda a estrutura técnica e acabaram por ser premiados com o objectivo mínimo: a qualificação directa para a Liga dos Campeões da próxima época.

Ainda assim, acabou por ser uma época muito irregular deste candidato ao título, que viu os seus mais directos perseguidores claudicarem na fase final do campeonato, possibilitando-lhes assim em bandeja de ouro o acesso à mais prestigiada prova de clubes da UEFA.

Acabou por ser o melhor clube a jogar no seu terreno, contrastando com um campeonato fraco nas saídas fora de Alvalade.

Destaque da época: VUCKCEVIC

 

3º - GUIMARÃES (53 pontos)

Depois da subida de divisão na passada temporada, melhor seria impossível, visto que este terceiro lugar lhe possibilitou o acesso à terceira pré-eliminatória da Liga dos Campeões.

Foi uma temporada muito regular, sempre a ocupar os lugares cimeiros na classificação e caso tivesse um pouco de sorte poderia mesmo ter ficado no segundo posto.

Destaque da época: FLÁVIO MEIRELES

 

4º - BENFICA (52 pontos)

Pior que esta época, só aquela em o Toni deixou a equipa acabar em 6º lugar há umas épocas atrás.

O Sport Lisboa e Benfica foi uma equipa que nunca convenceu ninguém e nos jogos caseiros foi verdadeiramente medíocre a sua prestação.

Três trocas de treinadores, aliadas a alguma inconstância exibicional de certos jogadores fundamentais, complementada com uma série de lesões que afectaram jogadores nucleares, explicam muito da péssima época benfiquista.

Destaque da época: RUI COSTA

 

5º - MARÍTIMO (46 pontos)

Excelente época desta equipa da ilha da Madeira, que relembre-se a pouco tempo do início do campeonato ainda não tinha treinador principal.

A contratação de Sebastião Lazaroni para o comando da equipa trouxe uma empatia muito forte com o plantel.

Mérito para o treinador que soube conciliar os brasileiros e portugueses na luta pelo objectivo conseguido do apuramento para a taça UEFA.

Destaque da época: BRUNO

 

6º - SETÚBAL (45 pontos)

Grande época fez a equipa vitoriana: venceu a Taça da Liga, semi-finalista da Taça de Portugal e 6º lugar no campeonato com o consequente apuramento para as competições europeias.

Mérito para Carlos Carvalhal que já demonstrou que quando pega numa equipa sem aspirações, consegue catapulta-la para altos voos (Setúbal e Leixões) e quando orienta equipas formadas para o topo da tabela classificativa falha redondamente (Belenenses e Braga).

Destaque da época: CLÁUDIO PITBULL

 

7º - BRAGA (41 pontos)

A equipa bracarense falhou todos os objectivos. Pretendia ombrear com os grandes do futebol português, mas cedo se viu arredada dessa luta. Lutou pelo acesso à Taça UEFA mas também falhou este objectivo.

Três treinadores numa só época e alguns pseudo-craques na curva descendente da sua carreira de futebolistas ajudam a explicar muito do fracasso desta época desportiva no Minho.

Destaque da época: ROLAND LINZ

 

8º - BELENENSES (40 pontos)

A excelente época protagonizada pela equipa de Belém fica irremediavelmente prejudicada pela subtracção de seis pontos devido ao caso Meyong.

Merecia sem sombra de dúvidas qualificar-se para as competições europeias, pela regularidade exibicional e pelos pontos alcançados nas quatro linhas.

Destaque da época: ZÉ PEDRO

 

9º - BOAVISTA (36 pontos)

A pior época da longa história deste clube da cidade do Porto. Dois presidentes na mesma época, dívidas por todo o lado, ameaças de greve aos jogos e finalmente a decisão da Liga de penalizar o clube com a descida de divisão.

Nas quatro linhas e depois de um começo negro, a equipa começou a recuperar e terminou o campeonato numa posição confortável.

Destaque da época: JORGE RIBEIRO

 

10º - NACIONAL (35 pontos)

Época muito irregular a desta equipa da pérola do atlântico. Nunca mostrou verdadeiros argumentos para lutar pelo acesso à Taça UEFA. Por incrível que pareça foi a única equipa a levar de vencida o Porto nos dois jogos para o campeonato, 1-0 na Madeira e 0-3 no estádio do Dragão.

Destaque da época: JULIANO

 

11º - NAVAL (34 pontos)

A equipa da Figueira da Foz não entusiasmou ninguém durante a época, foi conseguindo amealhar pontos e manteve-se sempre a uma prudente distância da linha de água.

Foi nos jogos fora do seu reduto que amealhou os pontos necessários à sua manutenção no escalão principal do futebol português.

Destaque da época: MARCELINHO

 

12º - ACADÉMICA (32 pontos)

Todas as épocas a equipa de Coimbra aparece como uma potencial concorrente aos lugares da UEFA. Invariavelmente todos os anos luta pela não descida de divisão, com sucesso diga-se em abono da verdade.

O ponto mais alto da época terá sido a vitória na Luz por 3-0 sobre o Benfica.

Destaque da época: PEDRO ROMA

 

13º - E. AMADORA (31 pontos)

Mais uma época difícil para a equipa da Reboleira, sempre com problemas financeiros, mas também com um treinador e plantel capazes de superar com algum à vontade o espectro da descida de divisão.

Destaque da época: MAURÍCIO

 

14º - LEIXÕES (26 pontos)

A equipa de Matosinhos salvou-se in-extremis da descida de divisão. Carlos Brito, treinador que joga para o empate deixou a equipa acima da linha de água, mas a produzir um futebol sem qualquer tipo de interessa, aliás com tem sido seu apanágio. Posteriormente o seu substituto quase enviou a equipa para a 2ª Liga. Nota positiva para o muito pública que sempre acompanha esta equipa e que dá um colorido diferente às bancadas normalmente vazias dos nossos estádios.

Destaque da época: JORGE GONÇALVES

 

15º - PAÇOS DE FERREIRA (25 pontos)

Caiu na segunda liga, ou talvez não, depende do recurso do Boavista, por demérito próprio. A poucos minutos do fim e com a vitória no bolso, deixou o condenado Leiria empatar e assim perder as hipóteses de garantir a permanência na Liga Bwin.

A participação na Taça UEFA parece não ter feito muito bem às duas equipas que desceram de divisão, a verdade é que o Paços nunca se endireitou no decurso desta época e andou sempre pela penúltima posição da tabela classificativa.

Destaque da época: EDSON

 

16º - U. LEIRIA (16 pontos)

Desde cedo se percebeu que o Leiria iria descer de divisão, no entanto fica a sensação que este plantel vale muito mais que o último lugar destacado da 1ª Liga, mas como os adeptos também não ajudam, fica a certeza que na próxima época mais um estádio do Euro-2004 irá ser palco de jogos da segunda competição do futebol lusitano.

Destaque da época: FERNANDO



publicado por BLOGOTA às 19:16
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Terça-feira, 13 de Maio de 2008
7ª CORRIDA DO MIRANTE

 

7ª CORRIDA DO MIRANTE EM OTA

REGULAMENTO

1.º - A Junta de Freguesia de Ota e as colectividades locais organizam no dia 1 de Junho de 2008, uma corrida pedestre com características de montanha denominada 7ª Corrida do Mirante.

2.º - A prova é destinada a atletas filiados na FPA, Inatel, e aos populares sem distinção de sexo ou nacionalidade.

3.º - Os concorrentes à 7ª Corrida do Mirante distribuem-se pelos seguintes escalões:

Masculinos –

                      Seniores: 20- 39 anos

                      Veteranos I (40-44 anos)

                      Veteranos II (45 a 49 anos)

                      Veteranos III (50 a 54 anos)

                      Veteranos V (mais de 55 anos)

Femininos –

                      Seniores: 20 – 35 anos

                      Veteranas (mais de 35 anos)

As idades indicadas referem-se ao dia da prova.

Caminheiros participantes sem distinção de sexo ou idade, num passeio pedestre sem intuito competitivo.

4.º - A distância a percorrer é de 11.000 m aproximadamente, com partida no Largo Dr. Mário Madeira ás 10h00m. O percurso terá cerca de 3 km em asfalto e o restante em corta fogos e caminhos pedestres na Serra de Ota, sendo a chegada ao Centro Social de Ota.

NOTA: Há balneários à disposição dos participantes nas instalações do Centro Social.

5.º - A organização de acordo com o Dec. -Lei 146/93 de 26 de Abril, responsabilizar-se-à por efectuar o seguro desportivo a todos os participantes, não filiados na F.P.A. ou Inatel.

6.º - CONDIÇÕES DE INSCRIÇÃO

As inscrições terão o valor de 7 Euros (excepto menores de 12 anos) e estão limitadas a 250 participantes.

As inscrições só serão aceites se forem enviadas por escrito e acompanhadas do respectivo pagamento e devem indicar nome, data de nascimento, categoria (Atletas ou Caminheiros) e se possui seguro desportivo.

As inscrições devem ser enviadas para:

Junta de Freguesia de Ota

Travessa da Praça

2580- 243 Ota

Ou: c.s.r.dota@sapo.pt

Formas de Pagamento: Cheque ou vale postal endossado a: Centro Social de Ota - Rua do Centro Social, 2 2580- 243 Ota.

Ou transferência bancária para o seguinte NIB: 001000006718450000104 do Banco BPI.

7.º - O secretariado irá funcionar no Centro Social de Ota a partir das 8h00m para entrega de dorsais e outros documentos relativos à prova.

8.º - Controlos:

a)TODOS OS ATLETAS SÃO OBRIGADOS A FAZER O CONTROLO DE PARTIDA JUNTO DO JUIZ CRONOMETRISTA.

a)       Haverá 2 (dois) controlos de passagem durante o percurso, por isso todos os atletas devem levar o dorsal bem visível.

O não cumprimento destes dois parágrafos implica a desclassificação dos atletas.

9.º - No acto do levantamento do dorsal os atletas deverão confirmar se o seu nome, escalão e clube estão correctos. Depois de iniciada a prova não são aceites reclamações nem protestos.

10.º - Prémios haverá troféus para os:

5 Primeiros da Geral Masculina

5 Primeiros da Geral Feminina

ESCALÕES

15 Primeiros Seniores Masculinos                 5 Primeiras Seniores Feminina

10                 Vet. 1                                 5 Primeiras Veteranas Feminina

10                 Vet. 2                                 EQUIPAS

10                 Vet. 3                                 5 Primeiras Equipas

10                 Vet. 4           

A classificação colectiva é efectuada pela soma dos pontos dos 4 (quatro) primeiros atletas classificados da Geral independentemente do escalão a que pertença.

Para todos os participantes que terminem a prova:

T-Shirt, Troféu e outros prémios que a organização angarie.

NOTA: A entrega dos prémios será durante o almoço final que se irá realizar no Parque de Merendas da Serra de Ota.



publicado por BLOGOTA às 19:32
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 12 de Maio de 2008
A.F. LISBOA - II DIVISÃO - 29ª JORNADA

SÉRIE 1 - RESULTADOS - 11.05.2008
Fonte Grada 2 Vila Nova Rainha 5
São Pedro 2 A-dos-Cunhados 2
Cerca 2 Furadouro 1
Pedra 1 Ota 1
Cadaval 1 Atalaia 0
Cheganças 0 Arneiros 2
Campelense 2 Casalinhense 1
Sobreirense 0 Coutada 3


CLASSIFICAÇÃO - Série 1 (após a 29ª jornada)

Cl. Clubes J. V. E. D. Golos Pts.
1

São Pedro

29 21 5 3 74-24 68
2

Coutada

29 22 2 5 80-28 68
3

Vila Nova Rainha

29 19 5 5 70-28 62
4

A-dos-Cunhados

29 15 7 7 50-36 52
5

F. C. OTA

29 14 7 8 60-39 49
6

Arneiros

29 15 4 10 52-30 49
7

Sobreirense

29 13 5 11 42-36 44
8

Cadaval

29 13 4 12 46-37 43
9

Campelense

29 13 4 12 44-36 43
10

Cerca

29 12 4 13 48-44 40
11

Atalaia

29 12 3 14 33-52 39
12

Casalinhense

29 10 6 13 41-42 36
13

Furadouro

29 7 4 18 32-76 25
14

Cheganças

29 5 2 22 22-78 17
15

Fonte Grada

29 3 6 20 24-72 15
16

Pedra

29 3 2 24 20-81 11

Na penúltima jornada da série 1, da IIª divisão distrital da Associação de Futebol de Lisboa marcaram-se 25 golos, reduzindo assim a média da passada jornada para 3,12 golos por jogo.

O Futebol Clube de Ota foi conquistar um ponto ao terreno do Pedra e manteve a quinta posição, agora a par do Arneiros. Curiosa esta situação, o ano passado estas mesmas equipas lutavam na última jornada pelo 2º lugar, este ano lutam pelo 5º posto na tabela classificativa. Mais coincidências só mesmo o facto de ser novamente a Cerca o nosso opositor, desta vez em Ota.

A formação da Pedra, que vinha de dezassete derrotas consecutivas, obteve um ponto na partida com o F. C. Ota mas não sairá do último posto da classificação.

O líder São Pedro escorregou na deslocação a A-dos-Cunhados e foi alcançado no primeiro posto pela formação da Coutada que se deslocou ao Sobreirense e venceu claramente por três bolas a zero.

A equipa de São Pedro da Cadeira mantém a primeira posição porque goza da vantagem no confronto entre ambas as equipas.

A Sociedade Recreativa de Cheganças voltou a ser derrotada em casa, desta feita pelo Arneiros, que assim alcançou a formação de Ota na classificação, mas não a ultrapassa porque a equipa de Ota tem vantagem no confronto directo.

A U.R.D. Atalaia foi ao Cadaval perder por uma bola a zero e voltou a descer uma posição na tabela classificativa, por troca com a Cerca que recebeu e venceu o Furadouro pela margem mínima.

A equipa de Vila Nova da Rainha, depois da decepção de não subir de divisão, arregaçou as mangas e foi à Fonte Grada golear a formação local por cinco bolas a duas, garantindo assim o terceiro lugar na geral.

Num jogo sem grande interesse para a classificação o Campelense recebeu e venceu o Casalinhense.

No próximo domingo, dia 18 de Maio joga-se a última jornada desta série com o Futebol Clube de Ota (5º) a receber no Parque de Jogos dos Linhais a Cerca (10º). A equipa de Ota precisa de vencer para garantir o quinto posto, o melhor que poderá atingir este ano.

A União Recreativa Desportiva Atalaia (11º) termina a época no seu campo contra a Pedra (16º) e se vencer pode ascender ainda à 10ª posição, isto claro, se a equipa de Ota der uma ajuda.

A Sociedade Recreativa de Cheganças (14º) desloca-se ao terreno do Casalinhense (12º) e se não vencer pode ainda cair na penúltima posição.

O São Pedro (1º) desloca-se ao campo do Furadouro (13º) e tem que obrigatoriamente de ganhar para garantir desde logo a subida à Iª divisão distrital, da Associação de Futebol de Lisboa.

A Coutada (2º) recebe o Campelense (9º) e para além de ter de ganhar, esperará um deslize dos seus vizinhos de São Pedro da Cadeira para subir de divisão.

O A-dos-Cunhados (4º) já seguro no quarto posto recebe a Fonte Grada (15º) ainda com escassas aspirações de subir um posto na classificação geral. 

O Arneiros (6º) recebe a formação do Cadaval (8º) e poderá conquistar a oitava vitória consecutiva.

A equipa de Vila Nova da Rainha (3º) recebe o Sobreirense (7º) num jogo apenas para cumprir calendário.   



publicado por BLOGOTA às 21:43
link do post | comentar | favorito

Domingo, 11 de Maio de 2008
C. S. D. C. PEDRA 1 - FUTEBOL CLUBE DE OTA 1

CAMPEONATO DISTRITAL DA II DIVISÃO DA ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DE LISBOA 

29ª JORNADA

Foto: Onze inicial da equipa de Ota, da esquerda para a direita, Flávio, José Júlio, Artur, João Santos, Faria, Márcio, Souza, Nuno Jacinto, João Franco, Paulino e Sandro.

Foto: Onze inicial do Centro Social, Desportivo e Cultural da Pedra.

 

O Futebol Clube de Ota iniciou a partida com o seguinte onze:

 

1 REGINALDO SOUZA
4 ANTÓNIO FARIA
16 JOÃO FRANCO
13 NUNO JACINTO
14 ARTUR DIAS
17 JOÃO SANTOS
20 SANDRO FERREIRA (Cap)
3 MÁRCIO CARVALHO
19 FLÁVIO ANSELMO
21 JOSÉ JÚLIO
10 SÉRGIO PAULINO

Substituições:

61' - Saiu o João Santos e entrou o PEDRO PEREIRA (6).

70' - Saiu o Artur Dias e entrou o NUNO TRINDADE (8).

Suplentes não utilizados: Daniel Duarte, Paulo Filipe e Marinho.

Não convocados: Rui Constantino, Nuno Cruz, Pedro Furtado, Miguel Brandão, Hélder Monteiro, David Sopa, Nélson Pereira, Luis Gonçalves e Nuno Narciso.

Castigado: Carlos Paiva.

Disciplina:

Centro Social Desportivo e Cultural da Pedra:

Cartão Amarelo aos 52 minutos para o Nº 2 (por ter cometido uma falta dura sobre o Sérgio Paulino).

Cartão Amarelo aos 80 minutos para o Nº 5 (por ter cometido uma falta perigosa sobre o Márcio Carvalho).

Futebol Clube de Ota:

Cartão Amarelo aos 50 minutos para o Sérgio Paulino (por ter chutado a bola para fora das quatro linhas, com o jogo interrompido).

Cartão Amarelo aos 68 minutos para o João Franco (por ter cortado um lance de ataque da Pedra com a mão).

Cartão Amarelo aos 87 minutos para o José Júlio (a amostragem desta cartolina teve a ver com os festejos após o golo obtido).

Resultado ao Intervalo: 1-0

Foto: Flávio na primeira parte tem esta oportunidade para inaugurar o marcador, mas o cabeceamento foi fraco e a bola saiu ao lado do poste direito do guarda redes local.

 

MARCHA DO MARCADOR:

1-0 aos 39 minutos pelo Nº 10. Livre batido em zona frontal à baliza do Souza, a bola foi colocada na meia lua da grande área e com o pé direito o jogador visitado colocou a bola junto ao canto superior esquerdo da baliza do F. C. Ota, sem hipóteses de defesa para o guardião visitante.

1-1 aos 87 minutos por JOSÉ JÚLIO. Livre marcado pelo Sandro na zona intermediária, a bola foi colocada no coração da área, a defesa local foi pouco expedita na resolução do lance e o José Júlio com o pé direito coloca a bola rasteira junto ao poste direito do guardião local.  

 

Foto: Livre para a equipa da Pedra, do qual resultou o primeiro golo da tarde. 

 

CRÓNICA DO JOGO:

Na penúltima jornada da série 1, da IIª divisão distrital, da Associação de Futebol de Lisboa, a equipa de Ota deslocou-se à freguesia da Ventosa, concelho de Torres Vedras, para defrontar a equipa da Pedra que vinha de 17 derrotas consecutivas.

Cerca de 40 pessoas assistiram ao vivo a este encontro, marcado pela forte ventania que se fez sentir durante os noventa minutos e que prejudicou o espectáculo.

Para este encontro a equipa técnica de Ota apenas pôde contar com dezasseis jogadores, porque continuam a verificar-se muitas ausências pelos mais diversos motivos.

Em relação ao onze que na passada semana venceu o Cadaval saiu apenas o Luis Gonçalves, entrando na equipa inicial o Artur Dias.

Em termos tácticos a equipa alinhou num 4x3x3, com o Souza na baliza, tendo à sua frente um quarteto defensivo composto da direita à esquerda pelo Faria, Nuno Jacinto, João Franco e Artur Dias. No meio campo jogaram o João Santos, Sandro e Márcio. O trio de ataque foi composto pelo Flávio, à direita, o José Júlio na esquerda e a ponta de lança o Sérgio Paulino.

A equipa da casa jogou esta primeira parte a favor do vento e conseguiu empurrar a equipa de Ota para a sua defesa, criando diversas oportunidades para inaugurar o marcador.

Só a partir do meio da primeira parte é que a equipa de Ota conseguiu chegar com algum perigo à baliza visitada.

Perto do final do primeiro tempo a equipa da casa, através de um lance de bola parada, chega à vantagem, colocando alguma justiça no marcador.

Na segunda parte e com o vento a favor pensou-se que a equipa de Ota iria massacrar o seu opositor, mas a realidade foi bem diferente.

Aos sessenta e um minutos a equipa técnica fez a primeira substituição, tirando do rectângulo de jogo o João Santos, fazendo entrar para o seu lugar o Pedro Pereira.

Apesar de algo limitado por lesão, o primeiro remate da equipa de Ota neste segundo tempo, surge precisamente dos pés do jogador acabado de entrar.

Com o tempo a passar a equipa da casa acreditou que seria capaz de voltar às vitórias, depois de dezassete derrotas consecutivas, e fechou-se bem na defesa da sua baliza.

A equipa de Ota ia empurrando os visitados para a sua grande área, mas nada saiu bem aos jogadores forasteiros, nem em jogadas de bola corrida, nem de bola parada.

Aos setenta minutos surgiu a segunda alteração na equipa de Ota, com a saida do Artur Dias, cedendo o seu lugar ao Nuno Trindade.

Apesar do dominio territorial da equipa visitante, as poucas ocasiões de golo iam surgindo para ambas as equipas.

Quando poucos já acreditavam no golo, eis que ele surge a três minutos do final da partida, por intermédio de um dos jogadores mais inconformados da equipa.

Até ao final dos noventa minutos, mais a compensação, ainda foi a equipa da Pedra que desperdiçou a melhor oportunidade para desempatar o jogo.

Em resumo, consideramos o empate alcançado pela equipa de Ota muito lisonjeiro, porque a haver um vencedor nesta partida, ele teria de ser a equipa da Pedra, que mais fez por isso durante os noventa minutos.

 

Foto: Na segunda parte o Sandro marca um canto e jogando com o factor vento quase fez o golo directo, valeu na circustância a boa intervenção do guarda redes local.

 

FLASHES DA PARTIDA:

14' - O Nº 9 da Pedra surgiu isolado na grande área e perante a saida do Souza, fez-lhe um chapéu muito por cima da barra.

19' - Remate do Nº 14 do lado direito com a bola a bater no chão à frente do Souza e a passar por cima da barra.

27' - Sandro cruza na direita da intermediária para o interior da área, onde surgiu o Paulino a raspar a bola com a cabeça, com a bola a sair ao lado da baliza local.

29' - Paulino na direita cruza para a área, onde surgiu completamente livre de marcação o Flávio a cabecear a bola de forma fraca e ao lado do poste direito da Pedra.

30' - Artur Dias cruza na esquerda, Paulino na pequena àrea cabeceia a bola à figura do guarda redes da Pedra.

39' - Golo do Centro Social, Desportivo e Cultural da Pedra (1-0).

43' - Livre batido na direita, a bola sobra na área para o Nº 4 que rematou à figura do Souza.

63' - Pedro Pereira de fora da área tenta a sua sorte, mas a bola sai muito por alto.

64' - Márcio surge isolado na área e perante o guarda redes dá um toque na bola para a desviar do seu opositor, mas o guarda redes local conseguiu evitar o golo com as pernas.

66' - Livre batido pelo Nº 11 do lado esquerdo com a bola a bater nas redes laterais da baliza do F. C. Ota.

69' - Cruzamento do Márcio para a zona da pequena área e o guarda redes local lançou-se à bola desviando-a do Paulino e do José Júlio.

71' - Canto na esquerda apontado pelo Sandro com a bola a ir directamente para a baliza, e in-extremis o guarda redes local sacode-a para fora da pequena área.

72' - O Nº 17 surge isolado na área e remata à figura do Souza.

73' - Livre directo em zona frontal batido pelo Paulino, com a bola a sair por cima da barra.

75' - Márcio remata de fora da área, mas a bola saiu ao lado do poste direito da baliza da Pedra.

78' - Remate do Nuno Trindade de fora da área, fraco e ao lado do poste esquerdo do guarda redes local.

85' - Livre batido pelo Paulino, com a bola a sair frouxa e à figura do guarda redes local.

87' - Golo do Futebol Clube de Ota (1-1).

90+2' - O Nº 9 surgiu isolado na área, mas rematou ao lado da baliza do Souza.

Foto: José Júlio já rematou para o fundo das redes da baliza visitada, alcançando assim a igualdade nesta partida.

 

ARBITRAGEM:

O trio de arbitragem para a partida desta tarde foi constituido pelo Ricardo Maio com árbitro principal e Paulo Vicente e David Alves como árbitros auxiliares.

No cômputo geral realizaram um trabalho mediocre, com erros e más avaliações a prejudicarem ambas as equipas.

Os jogadores de Ota reclamaram por duas vezes a marcação de penaltys por mão na bola dos defesas adversários na grande área, mas em nossa opinião esses lances foram bem ajuizados pelo árbitro.

Temos muitas dúvidas num fora de jogo sacado ao Paulino quando este seguia isolado para a baliza contrária, já na parte final do encontro.

Aos noventa minutos a equipa de arbitragem deu cinco minutos de compensação, no entanto o relógio do Ricardo Maio foi mais rápido que todos os outros e terminou o encontro quando ainda faltava cumprir o último minuto dessa compensação.

 

 

DESTAQUE DA TARDE: A EQUIPA DE FUTEBOL DA PEDRA

O destaque desta tarde vai para uma equipa que vinha de 17 (dezassete) derrotas consecutivas, com apenas 3 vitórias em 28 possiveis, 19 golos marcados e 80 sofridos.

Os jogadores desta equipa não treinam juntos à cinco meses, juntando-se apenas aos domingos para efectuar as suas partidas a contar para o campeonato da IIª divisão distrital.

Alguns dos seus jogadores já revelam alguma veterania, mas mesmo assim e apesar de todas estas contrariedades foram a melhor equipa em campo.

Tiveram vontade, crer, garra e força para conseguir desfeitear o opositor desta tarde e por muito pouco não conseguiram a vitória.

Parabéns à equipa da Pedra pela humildade e espirito de entreajuda colocada em campo, como se vê na foto que abaixo exibimos.

Quando tocou a defender o resultado colocaram dez homens na grande área.

 



publicado por BLOGOTA às 19:42
link do post | comentar | ver comentários (29) | favorito

Sábado, 10 de Maio de 2008
CAMPEONATO DISTRITAL DE ESCOLAS - Futebol de Sete

VS

 

FUTEBOL CLUBE DE OTA 2 - G. D. RIO DE MOURO RINCHOA MERCÊS 4

Parque de Jogos dos Linhais - Ota

3ª Fase «B» - 7ª Jornada - Apuramento (37º a 45º)

(Resultado ao intervalo: 1-2)

 

Incidências da Partida:

A equipa de escolas do F. C. Ota recebeu esta manhã no seu campo a formação de Rio de Mouro.

Na primeira parte a equipa visitante foi superior e conseguiu chegar à vantagem por duas bolas a zero com inteira justiça.

A equipa de Ota reagiu e conseguiu através do Sandro Santos reduzir a desvantagem antes do descanso.

No segundo tempo a equipa de Ota entrou muito bem na partida e rapidamente alcançou a igualdade com um golo obtido pelo João Arrais.

Pouco depois o Nuno Honrado dispôs de uma grande oportunidade para dar a volta ao marcador, mas o guarda redes visitante correspondeu com uma enorme defesa.

O jogo decorria equilibrado quando numa infelicidade do nosso guarda redes a equipa visitante chega novamente à vantagem.

Na parte final da partida a equipa visitante ainda alcança o quarto golo, por sinal o mais bonito dos seis marcados esta manhã em Ota, e resolve definitivamente o jogo a seu favor. 

Foto: Lance do quarto golo da equipa de Rio de Mouro.

 


APURAMENTO 37º/45º - RESULTADOS - 6ª JORNADA - 03.05.2008

Rio de Mouro

13

M.T.B.A.

0

Olivais Sul

19

Sanjoanense

0

Campo Ourique

5

Ota

1

Albarraque

0

Malveira Serra

2

 


 

CLASSIFICAÇÃO (após a 6ª jornada)
Cl. Clubes J. V. E. D. Golos Pts.
1

Olivais Sul

5 5 0 0 55-2 15
2

Rio de Mouro

6 5 0 1 45-7 15
3

Campo Ourique

6 5 0 1 28-8 15
4

F. C. Ota

5 4 0 1 19-14 12
5

Sanjoanense

6 2 0 4 22-37 6
6

Malveira Serra

5 1 0 4 9-27 3
7

Carenque

5 1 0 4 10-32 3
8

M.T.B.A.

5 1 0 4 13-37 3
9

Albarraque

5 0 0 5 3-40 0

 



publicado por BLOGOTA às 20:39
link do post | comentar | favorito

links
arquivos

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

posts recentes

ATÉ SEMPRE...

RAINHA DAS VINDIMAS 2012 ...

EQUIPA TÉCNICA DOS TRAQUI...

EQUIPA TÉCNICA DOS BENJAM...

CLÁSSICA CICLISMO - ALVER...

CLÁSSICA CICLISMO: ALVERC...

EQUIPA TÉCNICA DOS BENJAM...

SORTEIO – JUVENIS E INICI...

1º DESAFIO BTT ADN – A DO...

EQUIPA TÉCNICA DOS INFANT...

TROFÉU BTT OURÉM – RAID T...

EQUIPA TÉCNICA DOS INICIA...

CICLISMO - CONTRA RELÓGIO...

EQUIPA TÉCNICA DOS JUVENI...

EQUIPA TÉCNICA DOS JUNIOR...

SORTEIO – JUNIORES – F. C...

15º PRÉMIO VOLKSWAGEN – F...

VIDEOS DA MARATONA BTT DE...

VIDEOS DA MARATONA BTT DE...

REGIONAL DE MARATONAS BTT...

MARATONA BTT DE OTA

15º PRÉMIO VOLKSWAGEN AUT...

CLÁSSICA SUBIDA À TORRE -...

F.C. OTA - ESTATÍSTICA 20...

CIRCUITO DE CICLISMO DA A...

18º CIRCUITO BTT NORTE AL...

MARATONA BTT DE OTA - DOR...

PASSEIO ANUAL DA 3ª IDADE...

REGIONAL DE MARATONAS BTT...

F.C. OTA - ESTATÍSTICA 20...

VIDEOS DO CIRCUITO DE CIC...

CIRCUITO DE CICLISMO DE M...

RESCALDO DA MARATONA BTT ...

3 HORAS RESISTÊNCIA BTT A...

PROGRAMA DA FESTA DE OTA ...

REGIONAL DE MARATONAS BTT...

2ª DIVISÃO DISTRITAL - A....

CIRCUITO DE CICLISMO DE S...

TREINOS DE CAPTAÇÃO - F. ...

OH MEU DEUS TRAIL BIKE SE...

favoritos

CAMPEONATO DISTRITAL DE B...

CAMPEONATO DISTRITAL DE I...

RESCALDO DA 1ª PROVA RESI...

VIDEOS DA 1ª PROVA RESIST...

RESCALDO - T. P. MARATONA...

FOTO DA ASSINATURA DO CON...

S. C. PINHEIRO LOURES 3 -...

RESCALDO DA MARATONA BTT ...

CAMPEONATO NACIONAL DE RA...

RESCALDO DA MARATONA BTT ...

temas

2008/2009

2009/2010

2010

2010/2011

2011

2011/2012

2012

7 maravilhas

aeroporto de ota

afl

alenquer

alentejo

alhandra

amador

analises

anipura

arneiros

arrudense

atalaia

atletismo

benfica

benjamins

btt

c.s.r.d. de ota

campeonato

carb boom

cerca

charneca de ota

cheganças

ciclismo

classificação

comentarios

corrida do mirante

cronicas

cross country

desporto

diversos

elites

escolas

estatistica

eventos

extrusal

f.c. ota

f.c. ota benjamins

f.c. ota escolas

f.c. ota infantis

f.c. ota iniciados

f.c. ota juniores

f.c. ota juvenis

festa

frases

furadouro

futebol

futebol de sete

golos

humor

imagens

infantis

iniciados

jogador

juniores

juvenis

lfo

Liga Fantástica de Ota

linhais

lisboa

maratona

memorias

monte agraço

monte redondo

montejunto

música

nacional

ota

ota videos

passeios

pelado

pinheiro loures

portugal

raid

rbikes

relvado

rescaldo

resultados

rio de ota

seniores

serra de ota

sintético

sobreirense

sorteio

sub-23

taça

torneio

treino

varanda da ota

vencedor

veteranos

videos

xcm

xco

todas as tags

últ. comentários
Sem grandes comentarios. obrigado Rui. Fica aqui m...
Até no fim se manifesta a enorme qualidade e dedic...
a deresao do futebol clube agradece todo o que o b...
Caro Rui Branco,Os meus Parabéns pelo teu trabalho...
Foi um óptimo trabalho feito ao estilo de O...
Caro Rui Branco,Obrigado pelo trabalho pioneiro qu...
RuiCertamente que para tomares esta decisão, pensa...
Caro Rui, É com muita tristeza que leio a notícia ...
Caro RuiÉ com tristeza que vejo esta noticia.Assim...
OS COMENTÁRIOS NESTE BLOG ESTÃO TEMPORARIAMENTE SU...
Setembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9


24
25
26
27
28
29

30


pesquisar
 
blogs SAPO
subscrever feeds
mais sobre mim