PÁGINA PESSOAL DE RUI BRANCO

Domingo, 20 de Abril de 2008
FUTEBOL CLUBE DE OTA 1 - S. C. U. CAMPELENSE 2

CAMPEONATO DISTRITAL DA II DIVISÃO DA ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DE LISBOA

26ª JORNADA

Foto: Onze inicial do F. C. Ota (da esquerda para a direita): Sandro, Nuno Jacinto, Paulino, João Franco, Flávio, Pedro Pereira, Artur, Hélder, Souza, Sopa e Marinho.

Foto: Onze titular do Sport Clube União Campelense

 

O Futebol Clube de Ota iniciou a partida com o seguinte onze:

 

1 REGINALDO SOUZA
19 FLÁVIO ANSELMO
18 JOÃO FRANCO
5 MARINHO
14 ARTUR DIAS
13 NUNO JACINTO
20 SANDRO FERREIRA (Cap)
6 PEDRO PEREIRA
15 HÉLDER MONTEIRO
9 DAVID SOPA
10 SÉRGIO PAULINO

Substituições:

45' - Ao intervalo saiu o Nuno Jacinto e entrou o NÉLSON PEREIRA (7).

45' - Ao intervalo saiu o Artur Dias e entrou o JOSÉ JÚLIO (21).

66' - Saiu o Pedro Pereira e entrou o NUNO NARCISO (16).

75' - Saiu o Sérgio Paulino e entrou o NUNO TRINDADE (8).

75' - Saiu o Sandro Ferreira e entrou o MÁRCIO CARVALHO (3).

Suplentes não utilizados: Daniel Duarte e Paulo Filipe.

Não convocados: Rui Constantino, Nuno Cruz, Pedro Furtado, Miguel Brandão, Luis Gonçalves, João Santos e António Faria.

Castigado: Carlos Paiva.

Disciplina:

Futebol Clube de Ota:

Cartão Amarelo aos 90 minutos para o Flávio Anselmo (por protestos contra uma decisão do árbitro).

Cartão Vermelho Directo aos 82 minutos para o Marinho (por ter supostamente agredido o Nº 11 do Campelense).

Sport Clube União Campelense:

Cartão Amarelo aos 80 minutos para o Nº 7 (por protestos contra o árbitro).

Cartão Amarelo aos 82 minutos para o Nº 11 (por supostamente ter respondido a uma agressão do Marinho).

Cartão Amarelo aos 85 minutos para o Nº 27 (por ter cometido uma falta dura sobre o Márcio Carvalho).

Resultado ao Intervalo: 0-2

 

Foto: Primeiro golo da equipa visitada, à passagem do minuto 34 da primeira parte. 

 

MARCHA DO MARCADOR:

0-1 aos 34 minutos pelo Nº 20. Canto na direita, a bola sobrevoa a grande área e ao segundo poste apareceu o jogador do Campelense a saltar mais alto que o Hélder e a cabecear de cima para baixo, fazendo a bola entrar junto ao poste esquerdo do F. C. Ota, apesar da estirada infrutífera do Souza.

0-2 aos 42 minutos pelo Nº 17. Lance de grande atrapalhação na nossa defensiva, com o Artur a cortar a bola directamente para os pés do extremo direito do Campelense, que sem oposição na baliza, o Souza tinha saido da pequena área para recolher a bola, fez facilmente o segundo golo para a sua equipa.  

1-2 aos 68 minutos por HÉLDER MONTEIRO. Hélder recebe a bola junto à entrada da área, em zona frontal, acredita na possibilidade de ser feliz, e remata forte de pé direito, com a bola a meia altura a bater no poste direito da baliza do Campelense e a ressaltar para dentro da baliza visitante.

Foto: Lance que originou o único golo desta tarde da equipa de Ota, apontado pelo Hélder Monteiro.

 

CRÓNICA DO JOGO:

Esta tarde a equipa de Ota recebeu em sua casa a formação do Campelense, e depois da derrota contra a Coutada, esta foi a segunda derrota consecutiva no seu reduto.

Para a partida de hoje foram convocados dezoito jogadores, depois de uma semana que correu bem em termos de treinos realizados.

Depois da boa prestação em Sobreiro Curvo, a equipa técnica fez duas alterações no onze titular.

À baliza regressou o Reginaldo Souza, por troca com o Daniel Duarte e o capitão Sandro também entrou de ínicio depois dos problemas de saúde que o afligiram no passado domingo, em vez do João Santos que não esteve disponível para a partida de hoje..

Assim sendo, a equipa alinhou com o habitual esquema táctico de 4x3x3, com o Souza entre os postes, o Flávio a defesa direito, o Artur Dias na esquerda da defesa e como centrais jogaram o João Franco e o Marinho.

A trinco jogou o Nuno Jacinto, descaido para a esquerda do meio campo alinhou o Sandro e na direita o Pedro Pereira.

O trio de ataque foi composto pelo Sopa, Hélder e Paulino.

Muito vento e chuva marcaram os noventa minutos desta partida.

Entrou melhor a equipa de Ota e logo aos dois minutos o Pedro Pereira envia uma bola à barra.

A primeira parte foi mal disputada, muito por culpa das fortes chuvadas que de vez em quanto caiam sobre o pelado e o forte vento também fez com que a bola viajasse muitas vezes para fora do rectângulo de jogo, causando obviamente alguma perturbação ao ritmo do jogo.

À passagem da meia hora de jogo, o David Sopa tem uma soberana oportunidade para inaugurar o marcador, mas o guarda redes visitante corresponde com uma boa defesa.

No último quarto de hora deste primeiro tempo a equipa do Campelense começou a acercar-se com mais perigo da nossa baliza e na sequência de um canto alcança a vantagem no marcador.

A equipa de Ota sentiu muito este golo e enervou-se, principalmente no extremo reduto defensivo e precisamente numa falha clamorosa desse sector, a cinco minutos do intervalo, permitiu à equipa visitante a marcação do segundo golo.

Ao intervalo o Campelense vai para as cabines a vencer por dois a zero, mas provavelmente sem saber muito bem como è que isso aconteceu.

Mas a verdade é que quem não mata...morre, e foi precisamente isso que aconteceu ao F. C. Ota nos primeiros quarenta e cinco minutos.

Para a segunda parte o técnico Luis Ferreira deixou nos balneários o Nuno Jacinto e o Artur Dias, entrando para os seus lugares e posições, não alterou o sistema táctico, o Nélson Pereira e o José Júlio, que assim regressou após cinco jogos de suspensão.

Os primeiros minutos do segundo tempo ficaram marcados por mais uma forte chuvada que se abateu sobre o Parque de Jogos dos Linhais, chegando mesmo o jogo a ser interrompido por alguns minutos para se reporem algumas marcações no rectângulo de jogo.

A meio da segunda parte a equipa técnica de Ota tirou do onze o Pedro Pereira, entrando para a esquerda do ataque o Nuno Narciso.

A equipa passou a jogar em 4x2x4, com Narciso à esquerda, Sopa à direita e Paulino e Hélder na frente de ataque.

Pouco depois estas alterações dão o seu efeito quando o Hélder Monteiro conseguiu reduzir a desvantagem.

A equipa entusiasmou-se com este golo e com bastante tempo para jogar podia ainda acreditar na reviravolta no marcador, mas a equipa visitante não se enervou e manteve-se organizada na sua defesa, procurando sempre sair em contra ataques que por vezes se revelavam perigosos para a nossa baliza.

A quinze minutos do fim a equipa técnica alterou pela última vez a equipa com as saidas de Paulino e Sandro, para as entradas de Nuno Trindade e Márcio Carvalho.

Na parte final do encontro vieram ao de cima os lances mais quezilentos desta partida, acabando o Marinho por ser expulso aos 82 minutos num lance em que o seu adversário também deveria ter visto o vermelho.

Até ao final da partida, o árbitro deu oito minutos de compensação, a equipa de Ota pressionou mas não conseguiu chegar à igualdade.

Em resumo, consideramos a vitória do Campelense injusta perante o maior domínio da equipa visitada, mas aceita-se porque foi a equipa que marcou nas melhores oportunidades que dispôs e depois soube-se defender de forma eficaz.

Foto: Forte chuvada na altura do segundo golo da equipa do Campelense, que aqui já festejam o feito alcançado.

 

FLASHES DA PARTIDA:

2' - Pedro Pereira descaído para o lado esquerdo do ataque, surpreende o guarda redes contrário com um remate que faz com que a bola bata à sua frente e ressalte para a barra.

7' - Nº 30 remata cruzado do lado direito do ataque visitante, com a bola a sair perto do poste direito do Reginaldo Souza.

13' - David Sopa entra na área descaído para o lado esquerdo e remata cruzado, com a bola a sair rasteira e ao lado do poste esquerdo do Campelense.

19' - Nuno Jacinto desmarca na área o Paulino, que próximo da baliza adversária remata muito mal de pé esquerdo com a bola a sair ao lado.

20' - O Nº 30 entra na grande área pela esquerda remata cruzado e o Souza defende com dificuldade largando a bola para a frente, sendo a mesma depois aliviada por um colega da defesa.

29' - O Nº 20 remata de fora da área à figura do guarda redes de Ota.

30' - Sopa isola-se e só com o guarda redes pela frente permite a sua intervenção, naquela que foi talvez a melhor oportunidade de golo desta primeira parte para a equipa de Ota. Na recarga o Pedro Pereira remata de fora da área e o guarda redes segura facilmente a bola.

34' - Golo do Sport Clube União Campelense (0-1).

40' - O Nº 27 de fora da área remata forte com a bola a sair ao lado do poste esquerdo do Souza.

42' - Golo do Sport Clube União Campelense (0-2).

45' - Pedro Pereira remata de fora da área, com a bola a sair à figura do guarda redes do Campelense.

60' - Jogada pela direita do ataque visitante, concluida com um cruzamento para a grande área, onde apareceu o Nº 11 a cabecear a bola ao lado da baliza do Souza.

68' - Golo do Futebol Clube de Ota (1-2).

71' - Canto na direita apontado pelo Nuno Narciso, a bola vai ao segundo poste onde apareceu o Nélson a não conseguir dar a melhor direcção à bola, acabando a defensiva visitante por afastar a bola da sua grande área.

84' - José Júlio tenta a sua sorte com um remate de fora da área, mas a bola sai por cima da barra.

86' - Nélson Pereira entra em drible pela esquerda e remata rasteiro para uma defesa apertada do guarda redes visitante junto ao poste direito da baliza à sua guarda.

Foto: Soberana oportunidade para a equipa de Ota chegar à igualdade, mas o Nélson não foi feliz no toque que deu na bola e a defesa acabou por afastar o perigo.

 

ARBITRAGEM:

Para a partida desta tarde compareceram em Ota o árbitro Nuno Gonçalves com os auxiliares José Simões e Manuel Júlio.

O trio de arbitragem realizou uma primeira parte de bom nível sem grandes erros nos lances ajuízados.

Na segunda parte, em nossa opinião, ficou uma grande penalidade por assinalar contra o Campelense, ao minuto 81, por mão na bola dentro da grande área do Nº 5 da equipa visitante.

Para além disso não percebemos porque ficou em campo o Nº 11 do Campelense, só viu o amarelo, em contraponto com a expulsão do Marinho que viu o vermelho directo. A verdade é ambos se envolveram numa pequena escaramuça que podia ser resolvida com a amostragem do amarelo aos dois jogadores. Convém referir que este lance e a amostragem das cartolinas foi decidida pelo auxiliar do lado dos bancos de suplentes, porque o àrbitro melhor colocado não avaliou o lance da mesma forma que o seu auxiliar.

 

DESTAQUE DA TARDE: A UNHA DO SOPA  

A meio da primeira parte o David Sopa aparece estalelado no terreno de jogo. Pensou-se o pior: Teria sido o joelho, uma vez mais a dar o estalo?

Não, felizmente não foi o joelho.

Foi, isso sim uma unha partida.

Com a ajuda do massagista saiu das quatro linhas, e com muito sangue frio e determinação arrancou o que restava da unha com as suas próprias mãos.

Terá sido este facto determinante para uma exibição sem o habitual golo do número 9 da equipa da casa?  



publicado por BLOGOTA às 19:55
link do post | comentar | favorito

2 comentários:
De Su a 20 de Abril de 2008 às 23:10
A foto da unha bahh provavelmente das melhores fotos que já vi aqui!


De Anónimo a 21 de Abril de 2008 às 18:32
Não havia necessidade de mencionar o nome dos jogadores pela negativa, pois as falhas de comunicação foram a principal razão desta derrota e não os passes mal feitos ou as saídas desnecessárias... Assim não moralizam os jogadores.


Comentar post

links
arquivos

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

posts recentes

ATÉ SEMPRE...

RAINHA DAS VINDIMAS 2012 ...

EQUIPA TÉCNICA DOS TRAQUI...

EQUIPA TÉCNICA DOS BENJAM...

CLÁSSICA CICLISMO - ALVER...

CLÁSSICA CICLISMO: ALVERC...

EQUIPA TÉCNICA DOS BENJAM...

SORTEIO – JUVENIS E INICI...

1º DESAFIO BTT ADN – A DO...

EQUIPA TÉCNICA DOS INFANT...

TROFÉU BTT OURÉM – RAID T...

EQUIPA TÉCNICA DOS INICIA...

CICLISMO - CONTRA RELÓGIO...

EQUIPA TÉCNICA DOS JUVENI...

EQUIPA TÉCNICA DOS JUNIOR...

SORTEIO – JUNIORES – F. C...

15º PRÉMIO VOLKSWAGEN – F...

VIDEOS DA MARATONA BTT DE...

VIDEOS DA MARATONA BTT DE...

REGIONAL DE MARATONAS BTT...

MARATONA BTT DE OTA

15º PRÉMIO VOLKSWAGEN AUT...

CLÁSSICA SUBIDA À TORRE -...

F.C. OTA - ESTATÍSTICA 20...

CIRCUITO DE CICLISMO DA A...

18º CIRCUITO BTT NORTE AL...

MARATONA BTT DE OTA - DOR...

PASSEIO ANUAL DA 3ª IDADE...

REGIONAL DE MARATONAS BTT...

F.C. OTA - ESTATÍSTICA 20...

VIDEOS DO CIRCUITO DE CIC...

CIRCUITO DE CICLISMO DE M...

RESCALDO DA MARATONA BTT ...

3 HORAS RESISTÊNCIA BTT A...

PROGRAMA DA FESTA DE OTA ...

REGIONAL DE MARATONAS BTT...

2ª DIVISÃO DISTRITAL - A....

CIRCUITO DE CICLISMO DE S...

TREINOS DE CAPTAÇÃO - F. ...

OH MEU DEUS TRAIL BIKE SE...

favoritos

CAMPEONATO DISTRITAL DE B...

CAMPEONATO DISTRITAL DE I...

RESCALDO DA 1ª PROVA RESI...

VIDEOS DA 1ª PROVA RESIST...

RESCALDO - T. P. MARATONA...

FOTO DA ASSINATURA DO CON...

S. C. PINHEIRO LOURES 3 -...

RESCALDO DA MARATONA BTT ...

CAMPEONATO NACIONAL DE RA...

RESCALDO DA MARATONA BTT ...

temas

2008/2009

2009/2010

2010

2010/2011

2011

2011/2012

2012

7 maravilhas

aeroporto de ota

afl

alenquer

alentejo

alhandra

amador

analises

anipura

arneiros

arrudense

atalaia

atletismo

benfica

benjamins

btt

c.s.r.d. de ota

campeonato

carb boom

cerca

charneca de ota

cheganças

ciclismo

classificação

comentarios

corrida do mirante

cronicas

cross country

desporto

diversos

elites

escolas

estatistica

eventos

extrusal

f.c. ota

f.c. ota benjamins

f.c. ota escolas

f.c. ota infantis

f.c. ota iniciados

f.c. ota juniores

f.c. ota juvenis

festa

frases

furadouro

futebol

futebol de sete

golos

humor

imagens

infantis

iniciados

jogador

juniores

juvenis

lfo

Liga Fantástica de Ota

linhais

lisboa

maratona

memorias

monte agraço

monte redondo

montejunto

música

nacional

ota

ota videos

passeios

pelado

pinheiro loures

portugal

raid

rbikes

relvado

rescaldo

resultados

rio de ota

seniores

serra de ota

sintético

sobreirense

sorteio

sub-23

taça

torneio

treino

varanda da ota

vencedor

veteranos

videos

xcm

xco

todas as tags

últ. comentários
Sem grandes comentarios. obrigado Rui. Fica aqui m...
Até no fim se manifesta a enorme qualidade e dedic...
a deresao do futebol clube agradece todo o que o b...
Caro Rui Branco,Os meus Parabéns pelo teu trabalho...
Foi um óptimo trabalho feito ao estilo de O...
Caro Rui Branco,Obrigado pelo trabalho pioneiro qu...
RuiCertamente que para tomares esta decisão, pensa...
Caro Rui, É com muita tristeza que leio a notícia ...
Caro RuiÉ com tristeza que vejo esta noticia.Assim...
OS COMENTÁRIOS NESTE BLOG ESTÃO TEMPORARIAMENTE SU...
Setembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9


24
25
26
27
28
29

30


pesquisar
 
blogs SAPO
subscrever feeds
mais sobre mim