PÁGINA PESSOAL DE RUI BRANCO

Sexta-feira, 28 de Novembro de 2008
QUASE SEMPRE A PEDALAR

Domingo, dia 2 de Novembro de 2008.

Para este domingo estiveram apenas disponíveis três elementos da equipa de veteranos de Ota, a saber, Rui, Cláudio e Licínio.

Iniciamos o percurso dirigindo-nos para a Rua do Barrunho, onde apanhamos o Cláudio, seguindo logo em direcção à antiga pedreira da Jobrita.

Nada mal para começar a frio, com uma subida difícil que em parte foi feita a pé, para não afectar muito os músculos logo nesta fase inicial.

Dirigimo-nos então para as Marés, passamos por detrás das habitações que confrontam com a Estrada Nacional nº 1, apanhamos outra estrada de macadame e atingimos a povoação de Atouguia das Cabras.

Fizemos então um pouco de estrada asfaltada, em direcção ao Estribeiro, mas antes de lá chegarmos, fizemos um desvio pela Cidadela Arco Íris, a fim de observarmos aquelas instalações.

Voltamos a entrar em estrada de terra batida, uma que vem do lado do Intermarché de Abrigada e dirigimo-nos então, definitivamente, para a localidade do Estribeiro.

Entramos nesse lugar e subimos a ladeira íngreme que existe à entrada dessa aldeia, para sairmos logo a seguir em direcção a Cabanas de Chão, por caminhos agrícolas.

Logo à saída de Cabanas de Chão, sentido de Paúla, saímos novamente para caminhos de terra batida, tendo sempre como cenário de frente, o majestoso Montejunto.

Fizemos alguns quilómetros sempre por caminhos existentes na base da Serra do Montejunto, até atingirmos a estrada de alcatrão que liga Abrigada à referida serra.

Nessa altura dirigimo-nos para Abrigada e no interior dessa localidade tomamos a direcção da Escola Primária, sempre a subir, primeiro em calçada, depois em asfalto e finalmente em macadame, até atingir o topo desta violenta subida, pouco depois do depósito de abastecimento de água desta localidade.

Depois foi sempre a descer, até atingirmos a Estrada Nacional Nº 1, ali entre a Quinta da Venda e a Quinta da Vala Nova, atravessamo-la e seguimos o caminho agrícola existente entre estas duas quintas, até chegarmos à Quinta da Vassala.

Aí, bem perto de Alcoentre, tomamos a direcção da Ponte Romana e depois o Salgueiral até ao Porto dos Touros, onde voltamos a entrar em asfalto até atingirmos o final desta etapa no Largo Dr. Mário Madeira em Ota.

 

Domingo, dia 9 de Novembro

Para o passeio desta magnífica e solarenga manhã de Novembro, a equipa de veteranos de Ota partiu com 6 elementos (Rui, Cláudio, José Francisco, Licínio, João e Afonso) em direcção ao Vale Carros, estrada da base aérea, EN 1 e Cheganças, onde tomamos a direcção do Campo de Futebol, mas antes de lá chegarmos, saímos do pavimento asfaltado, para entrarmos num caminho, que nos levou até à estrada de liga o Camarnal a Cheganças. Em frente à casa da juíza, voltamos à esquerda em direcção ao Alvarinho, aí voltamos para o Camarnal e seguimos em asfalto até à Quinta do Carneiro. Continuamos a rolar em bom ritmo, passamos por debaixo do viaduto da A1, atravessamos o rio de Ota e voltamos para a esquerda, segundo durante alguns quilómetros em estrada paralela à auto-estrada do Norte.

A certa altura viramos à direita e fizemos uma subida com alguma dificuldade, até chegarmos à povoação de Casais de Britos.

Nesse local paramos para descansar e alimentarmo-nos, seguindo pouco depois em direcção à Quinta da Texuga, em Aveiras de Cima, onde voltamos a fazer alguns quilómetros em asfalto, até ao Vale Cepo.

Depois de passarmos este lugar, voltamos a entrar na freguesia de Ota, em direcção ao Salgueiral, onde a equipa se dividiu e dois dos elementos seguiram para o Archino e tomaram estrada asfaltada até casa, enquanto os restantes quatro atletas ainda percorreram alguns caminhos pela charneca de Ota.

 

Domingo, dia 16 de Novembro

Mais um domingo bem solarengo e a equipa partiu para mais aventura betetista com quatro elementos (Rui, João, Licínio e José Francisco).

O objectivo de hoje era percorrer um determinado percurso que nos levasse até às proximidades da Labrugeira, para podermos assistir ao Rali extra regional de Alenquer, que ali se realizava.

Para lá chegarmos, bem podemos afirmar que escolhemos o trajecto mais complicado. Para começar tomamos a direcção do Monte Redondo, passando pelo Juncal, depois seguimos em direcção à Vidigueira, onde começaram as dificuldades geográficas do percurso, tomamos a direcção da Quinta do Ajoujo e nessa altura os dois elementos que seguiam na frente enganaram-se na escolha do caminho menos violento e acabamos todos a puxar a bicicleta à mão até ao topo das «pirangas».

Primeira fase do percurso concluída e logo todos com a língua do lado de fora, entretanto seguimos para a Quinta da Venda, atravessamos a EN 1 junto à Interaves, e voltamos a subir em direcção à Abrigada, precisamente pelo mesmo caminho que havíamos feito há quinze dias atrás, só que no sentido inverso.

Entramos em Abrigada, passamos em frente ao bombeiros e seguimos por uma zona de vivendas recentes, tendo como horizonte frontal, a belíssima parede do Montejunto, voltamos a entrar em caminhos de terra batida até chegarmos a Cabanas de Chão, não sem antes fazermos mais umas quantas subidas com um grau de dificuldade acentuada.

Em Cabanas de Chão tomamos a direcção do Estribeiro, também por caminhos vicinais e à entrada desta localidade, mais uma subida galharda para ultrapassarmos.

Voltamos a entrar em estrada asfaltada e dirigimo-nos para o Olhalvo. No cruzamento tomamos a direcção da Pocariça em direcção ao campo de futebol e depois mais uma inclinações até chegarmos finalmente a um local onde passavam os carros que participavam no Rali da Labrugeira.

Por coincidência, logo o primeiro carro a passar foi o do Mário Pires e do nosso conterrâneo Pedro Maia, acabamos por ver mais cinco ou seis viaturas e voltamos pelo mesmo caminho anteriormente feito, com mais umas boas inclinações para ultrapassar.

Finalmente chegamos novamente à estrada municipal que liga o Estribeiro a Olhalvo e dirigimo-nos para o Bairro por uma estrada de terra batida, novamente a subir até esta localidade.

No interior do Bairro tomamos a direcção da Serra de Ota, não sem antes fazermos mais uma rampa que nos levou até à Escola Primária, e depois outra bem complicada, principalmente quando a «avózinha» não entra à primeira – não è Zé?, em direcção à Serra de Ota.

Depois de entrarmos na nossa serra, foi sempre a descer até aos Olhos de Água.

Pouco antes do meio-dia estávamos no largo principal de Ota, depois de sairmos às 9h. 15m., nada mal para o percurso percorrido.



publicado por BLOGOTA às 20:29
link do post | comentar | favorito

links
arquivos

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

posts recentes

ATÉ SEMPRE...

RAINHA DAS VINDIMAS 2012 ...

EQUIPA TÉCNICA DOS TRAQUI...

EQUIPA TÉCNICA DOS BENJAM...

CLÁSSICA CICLISMO - ALVER...

CLÁSSICA CICLISMO: ALVERC...

EQUIPA TÉCNICA DOS BENJAM...

SORTEIO – JUVENIS E INICI...

1º DESAFIO BTT ADN – A DO...

EQUIPA TÉCNICA DOS INFANT...

TROFÉU BTT OURÉM – RAID T...

EQUIPA TÉCNICA DOS INICIA...

CICLISMO - CONTRA RELÓGIO...

EQUIPA TÉCNICA DOS JUVENI...

EQUIPA TÉCNICA DOS JUNIOR...

SORTEIO – JUNIORES – F. C...

15º PRÉMIO VOLKSWAGEN – F...

VIDEOS DA MARATONA BTT DE...

VIDEOS DA MARATONA BTT DE...

REGIONAL DE MARATONAS BTT...

MARATONA BTT DE OTA

15º PRÉMIO VOLKSWAGEN AUT...

CLÁSSICA SUBIDA À TORRE -...

F.C. OTA - ESTATÍSTICA 20...

CIRCUITO DE CICLISMO DA A...

18º CIRCUITO BTT NORTE AL...

MARATONA BTT DE OTA - DOR...

PASSEIO ANUAL DA 3ª IDADE...

REGIONAL DE MARATONAS BTT...

F.C. OTA - ESTATÍSTICA 20...

VIDEOS DO CIRCUITO DE CIC...

CIRCUITO DE CICLISMO DE M...

RESCALDO DA MARATONA BTT ...

3 HORAS RESISTÊNCIA BTT A...

PROGRAMA DA FESTA DE OTA ...

REGIONAL DE MARATONAS BTT...

2ª DIVISÃO DISTRITAL - A....

CIRCUITO DE CICLISMO DE S...

TREINOS DE CAPTAÇÃO - F. ...

OH MEU DEUS TRAIL BIKE SE...

favoritos

CAMPEONATO DISTRITAL DE B...

CAMPEONATO DISTRITAL DE I...

RESCALDO DA 1ª PROVA RESI...

VIDEOS DA 1ª PROVA RESIST...

RESCALDO - T. P. MARATONA...

FOTO DA ASSINATURA DO CON...

S. C. PINHEIRO LOURES 3 -...

RESCALDO DA MARATONA BTT ...

CAMPEONATO NACIONAL DE RA...

RESCALDO DA MARATONA BTT ...

temas

2008/2009

2009/2010

2010

2010/2011

2011

2011/2012

2012

7 maravilhas

aeroporto de ota

afl

alenquer

alentejo

alhandra

amador

analises

anipura

arneiros

arrudense

atalaia

atletismo

benfica

benjamins

btt

c.s.r.d. de ota

campeonato

carb boom

cerca

charneca de ota

cheganças

ciclismo

classificação

comentarios

corrida do mirante

cronicas

cross country

desporto

diversos

elites

escolas

estatistica

eventos

extrusal

f.c. ota

f.c. ota benjamins

f.c. ota escolas

f.c. ota infantis

f.c. ota iniciados

f.c. ota juniores

f.c. ota juvenis

festa

frases

furadouro

futebol

futebol de sete

golos

humor

imagens

infantis

iniciados

jogador

juniores

juvenis

lfo

Liga Fantástica de Ota

linhais

lisboa

maratona

memorias

monte agraço

monte redondo

montejunto

música

nacional

ota

ota videos

passeios

pelado

pinheiro loures

portugal

raid

rbikes

relvado

rescaldo

resultados

rio de ota

seniores

serra de ota

sintético

sobreirense

sorteio

sub-23

taça

torneio

treino

varanda da ota

vencedor

veteranos

videos

xcm

xco

todas as tags

últ. comentários
Sem grandes comentarios. obrigado Rui. Fica aqui m...
Até no fim se manifesta a enorme qualidade e dedic...
a deresao do futebol clube agradece todo o que o b...
Caro Rui Branco,Os meus Parabéns pelo teu trabalho...
Foi um óptimo trabalho feito ao estilo de O...
Caro Rui Branco,Obrigado pelo trabalho pioneiro qu...
RuiCertamente que para tomares esta decisão, pensa...
Caro Rui, É com muita tristeza que leio a notícia ...
Caro RuiÉ com tristeza que vejo esta noticia.Assim...
OS COMENTÁRIOS NESTE BLOG ESTÃO TEMPORARIAMENTE SU...
Setembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9


24
25
26
27
28
29

30


pesquisar
 
blogs SAPO
subscrever feeds
mais sobre mim