PÁGINA PESSOAL DE RUI BRANCO

Domingo, 22 de Novembro de 2009
FUTEBOL CLUBE DE OTA 1 - G. D. R. C. CASALINHENSE 1

CAMPEONATO DISTRITAL IIª DIVISÃO DA ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DE LISBOA

8ª JORNADA - ÉPOCA 2009-2010

Foto (da esquerda para a direita): Sandro, Flávio, Souza, Caldeira, Djaló, J. M. Bacalhau, Fonte, Fernandes, Rodrigues, Grilo e Quaresma.

Foto: Onze inicial do Grupo Desportivo Recreativo Cultural Casalinhense.

 

O Futebol Clube de Ota iniciou a partida com o seguinte onze:

 

1 FLÁVIO FERREIRA
19 RICARDO QUARESMA
9 REGINALDO SOUZA
15 BRUNO CALDEIRA
26 MÁRIO DJALÓ
22 PEDRO GRILO
8 SANDRO FERREIRA (Cap)
2 JOÃO RODRIGUES
24 JOÃO FONTE
25 NUNO FERNANDES
23 JOÃO MANUEL BACALHAU

 

Foto: Antes do pontapé de saida, respeitou-se um minuto de silêncio, em memória do falecido dirigente do F. C. Ota, Armando Beijinha, o qual terminou com uma enorme salva de palmas.

 

Substituições:

45' - Ao intervalo saiu o João Rodrigues e entrou o HÉLDER MONTEIRO (6).

67' - Saiu o Nuno Fernandes e entrou o JOSÉ ALBERTO (14).

67' - Saiu o Ricardo Quaresma e entrou o LUIS GONÇALVES (11).

Suplentes não utilizados: Paulo Filipe.

Não convocados: Filipe Antunes, Rui Correia, Tó Nando, Márcio Carvalho e Ricardo Fachada.

Lesionados: António Faria, Sérgio Paulino, Jorge Ribeiro, Peres, Paulo Parafuso.

Castigados: Nuno Narciso e João Pedro Bacalhau.

Disciplina:

Futebol Clube de Ota:

Cartão Amarelo aos 72 minutos para o Reginaldo Souza, por ter cometido uma falta dura sobre o jogador nº 8.

Cartão Amarelo aos 81 minutos para o Sandro Ferreira, por ter protestado contra uma decisão do árbitro auxiliar do lado dos bancos de suplentes.

Grupo Desportivo Recreativo Cultural Casalinhense:

Cartão Amarelo aos 59 minutos para o Nº 79, por ter cometido uma falta dura sobre o Hélder Monteiro.

Cartão Amarelo aos 69 minutos para o Nº 10, por ter protestado contra uma decisão do árbitro.

Cartão Amarelo aos 43 minutos para o Nº 24, por ter protestado de forma exagerada, contra uma decisão da equipa de arbitragem.

Cartão Vermelho Directo aos 52 minutos para o Nº 99 (Guarda Redes suplente do Casalinhense), por se ter excedido nos protestos contra o árbitro da partida.

Resultado ao intervalo: 0-0

Foto: Pedro Grilo, numa disputa de bola a meio campo, saltou mais alto que o seu adversário e cortou o lance de cabeça, sob o olhar atento do Djaló.

 

MARCHA DO MARCADOR:

0-1 aos 63 minutos pelo Nº 8. A equipa do Casalinhense recuperou a bola em zona alta e numa rápida troca de bola, o jogador Nº 8 apareceu cara - a - cara com o Flávio, descaido para o lado esquerdo do ataque e com o pé direito introduziu a bola na nossa baliza.

1-1 aos 90+2 minutos por JOÃO MANUEL BACALHAU. Livre directo sob a meia direita, apontado para a zona da pequena área pelo Sandro Ferreira, o guarda redes saiu-se para agarrar a bola, mas o João Manuel Bacalhau antecipou-se e desviou-a ligeiramente do seu alcance, entretanto o Nº 1 do Casalinhense ainda tocou na bola, contra um seu colega, e esta encaminhou-se para o fundo da baliza.

 

Foto: O jogador Nº 8 do Casalinhense acabava de fazer o golo e preparava-se para receber os abraços dos seus colegas de equipa. 

 

CRÓNICA DO JOGO:

Após dois jogos seguidos fora de casa e três derrotas consecutivas, a nossa equipa regressou ao seu pelado, conquistando um importante ponto, contra uma das equipas que tem liderado esta série 1, da 2ª divisão distrital de Lisboa.

Para este encontro, o técnico David Sopa, que teve de acompanhar a sua equipa na bancada, após ter sido expulso na jornada anterior, teve apenas à sua disposição quinze jogadores.

Neste momento o plantel tem 5 lesionados, 2 castigados e outros 5 jogadores estavam indisponíveis para esta partida.

Assim sendo, o Flávio regressou à baliza, tendo à sua frente um quarteto defensivo composto na direita pelo Quaresma, na esquerda com o Mário Djaló e na zona central da defesa pelo Souza e Caldeira.

A equipa alinhou com quatro médios, na zona central da intermediária jogaram o Grilo e o João Rodrigues, na direita o Sandro e na esquerda o Nuno Fernandes.

Os dois pontas de lança de serviço foram o João Fonte e o João Manuel Bacalhau.

A primeira grande oportunidade de golo, surgiu logo aos 3 minutos, para o Casalinhense, quando o jogador nº 14 se isolou e fez um chapéu ao Flávio, com a bola a sair ao lado do poste direito.

Entretanto o jogo caiu numa toada de pontapé para cá, pontapé para lá, sem grandes motivos de interesse para o pouco público presente, esta tarde, no Parque de Jogos dos Linhais.

Aos 18 minutos, o jogador nº 8, entrou na área, pela direita e rematou cruzado, com a bola a bater na rede lateral da baliza do F. C. Ota.

Só aos 24 minutos de jogo é que a equipa de Ota chegou com perigo à baliza adversária, numa jogada conduzida pelo João Fonte, na esquerda do ataque local a bola foi colocada para a zona da pequena área, onde, o Nuno Fernandes chegou ligeiramente atrasado e o guarda redes recolheu a bola com segurança.

Aos 36 minutos, num livre directo, em zona frontal à nossa baliza, o jogador nº 2, bateu de forma exemplar a falta, com a bola a encaminhar-se para o ângulo superior esquerdo da baliza à guarda do Flávio, que correspondeu, voando para o esférico, conseguindo desviá-lo para canto.

Aos 38 minutos, na sequência de um canto batido na direita pelo Nuno Fernandes, a bola sobrevoou a área e ao segundo poste estava o Souza a colocar o esférico na entrada da grande área, onde apareceu o João Manuel Bacalhau a rematar forte com a bola a passar pouco por cima da barra da baliza do Casalinhense.

O nulo ao intervalo ajustava-se ao desenrolar dos acontecimentos, nomeadamente ás escassas oportunidades claras de golo criadas por ambas as formações.  

Foto: O João Fonte preparava-se para arrancar para uma bola e viu-se impedido de o fazer, em condições, pela farta cabeleira do central do Casalinhense. Impôem-se uma pergunta: Poderá este lance ser considerado faltoso?

 

Ao intervalo, a equipa técnica de Ota, deixou nas cabines o João Rodrigues e lançou o Hélder Monteiro em campo. Com esta alteração o Sandro passou para a zona central do meio campo e o Hélder foi jogar a médio direito.

Começou melhor, esta etapa complementar, a equipa forasteira e, logo aos 47 minutos, após um cruzamento da direita, o jogador nº 8 apareceu em boa posição para cabecear a bola, mas fê-lo de forma fraca, com a bola a seguir para a mãos do bem posicionado Flávio Ferreira.

Aos 52 minutos, numa boa jogada de ataque da equipa do Casalinhense, o jogador nº 10 entrou na grande área, descaído para o lado direito, rematando forte, correspondendo o Flávio com mais uma boa intervenção, junto ao seu poste esquerdo, desviando a bola para canto.

Aos 54 minutos, na sequência de um canto batido na direita, a bola foi cair ao segundo poste, onde o jogador nº 23 deu de cabeça para a zona frontal da baliza, onde apareceu o jogador nº 8 a cabecear por cima da barra, desperdiçando a mais clara oportunidade de golo para a equipa visitante.

Aos 60 minutos, a equipa de Ota sacudiu um pouco a pressão adversária e ganhou um livre à entrada da grande área, descaido para o lado direito. Na marcação do mesmo, o João Fonte bateu em jeito, com a bola a bater na barra e a cair, eventualmente, no interior da baliza adversária. Ainda assim a bola ressaltou no chão e na recarga o João Manuel Bacalhau saltou mais alto que o seu adversário e fez o golo de cabeça. O árbitro auxiliar do lado dos bancos de suplentes anulou-o por, supostamente, o nosso ponta de lança ter feito falta, na altura do cabeceamento sobre o seu adversário.

De facto, como veremos depois em video, a decisão foi errada e prejudicou claramente a marcha do marcador deste jogo.

Na resposta a este lance, a equipa do Casalinhense, chegou à vantagem aos 63 minutos, num lance bem finalizado pelo jogador nº 8.

A perder, o técnico David Sopa, não hesitou e fez sair do terreno de jogo o Quaresma e o Nuno Fernandes, por troca com o Luis Gonçalves e o José Alberto.

A equipa passou a jogar em 3x3x4, com Caldeira, Souza e Djaló na defesa, Grilo, Sandro e Luis Gonçalves no meio campo e Hélder, José Alberto, J. M. Bacalhau e João Fonte numa frente de ataque bem aberta.

Aos 68 minutos, ainda com a nossa equipa a adaptar-se ao novo sistema táctico, o jogador nº 10 apareceu em boa posição para marcar, acabando o seu remate forte, por levar a bola a raspar na barra da baliza do F. C. Ota.

Os últimos vinte minutos de jogo foram de intenso domínio da equipa de Ota, encostando o seu adversário ás cordas, acabando por ver premiado esse esforço já no período de compensações dado pelo árbitro.

Aos 82 minutos, na sequência de um livre marcado pelo Sandro, a bola chegou ao segundo poste, onde o Hélder apareceu a rematar fraco, para uma defesa segura do guarda redes do Casalinhense.

Finalmente, quando já poucos acreditavam, a equipa conseguiu chegar à igualdade, num lance de bola parada, no qual a defensiva forasteira não foi lesta a afastar a bola da zona de perigo, acabando por sofrer o golo do empate.

Em resumo, achamos que o resultado é justo para o que ambas as equipas produziram no decurso dos noventa minutos, embora saibamos que marcamos dois golos limpos e só foi contabilizado um.

 

Foto: Grande oportunidade de golo para o Casalinhense, aos 54 minutos, desperdiçado pelo jogador nº 8 que cabeceou a bola por cima da barra do F. C. Ota. 

 

ARBITRAGEM:

O trio de arbitragem nomeado para a partida deste domingo, foi composto pelo Ruben Quadros (árbitro principal), Rui Correia e Hugo Proença (árbitros assistentes).

Se excluíssemos o minuto 15 do segundo tempo, diríamos que a prestação destes três jovens tinha roçado a perfeição.

De facto a infeliz decisão de anular um golo limpo à equipa de Ota, que na altura colocava a equipa em vantagem, foi determinante para o desfecho final do jogo.

Tirando esse lance, só temos a apontar o facto de já na parte final do segundo tempo ter ficado por mostrar o segundo amarelo ao jogador nº 10 do Casalinhense, após ter cometido uma falta dura sobre o Hélder Monteiro.

Em tudo o resto, quer disciplinarmente, quer tecnicamente estiveram muito bem. 

 



publicado por BLOGOTA às 18:47
link do post | favorito

De Anónimo a 22 de Novembro de 2009 às 22:36
Lamentavel a falta de apoio dos adeptos (e não só) do F.C. Ota. Pela garra e vontade demonstradas hoje, pelos jogadores, penso que a equipa merecia muito mais apoio de TODOS. Quando foi o golo do empate até parecia que tinha sido um golo do adversário, tão poucos foram os festejos. Será que aquele golo custou muito a engolir a certos arautos da desgraça?


De anonimo a 30 de Novembro de 2009 às 17:31
Desculpe lamentável é a atitude de certos jogadores, porque meu caro muita paciência tem os sócios , Todas as semanas a levarem com uma derrota porque os meninos no dia antes dos jogos em vez de estarem a descansar andam nos copos. Isso é que é lamentável , e lamentável também é só jogarem os amigos do treinador, os outros que não são amigos ficam no banco e outros nem sequer são convocados. Mas isso ai a culpa também não é só do treinador, também é da direcção que dá carta branca ao treinador. Joguem mais e lamentam-se menos...


Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




links
arquivos

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

posts recentes

ATÉ SEMPRE...

RAINHA DAS VINDIMAS 2012 ...

EQUIPA TÉCNICA DOS TRAQUI...

EQUIPA TÉCNICA DOS BENJAM...

CLÁSSICA CICLISMO - ALVER...

CLÁSSICA CICLISMO: ALVERC...

EQUIPA TÉCNICA DOS BENJAM...

SORTEIO – JUVENIS E INICI...

1º DESAFIO BTT ADN – A DO...

EQUIPA TÉCNICA DOS INFANT...

TROFÉU BTT OURÉM – RAID T...

EQUIPA TÉCNICA DOS INICIA...

CICLISMO - CONTRA RELÓGIO...

EQUIPA TÉCNICA DOS JUVENI...

EQUIPA TÉCNICA DOS JUNIOR...

SORTEIO – JUNIORES – F. C...

15º PRÉMIO VOLKSWAGEN – F...

VIDEOS DA MARATONA BTT DE...

VIDEOS DA MARATONA BTT DE...

REGIONAL DE MARATONAS BTT...

MARATONA BTT DE OTA

15º PRÉMIO VOLKSWAGEN AUT...

CLÁSSICA SUBIDA À TORRE -...

F.C. OTA - ESTATÍSTICA 20...

CIRCUITO DE CICLISMO DA A...

18º CIRCUITO BTT NORTE AL...

MARATONA BTT DE OTA - DOR...

PASSEIO ANUAL DA 3ª IDADE...

REGIONAL DE MARATONAS BTT...

F.C. OTA - ESTATÍSTICA 20...

VIDEOS DO CIRCUITO DE CIC...

CIRCUITO DE CICLISMO DE M...

RESCALDO DA MARATONA BTT ...

3 HORAS RESISTÊNCIA BTT A...

PROGRAMA DA FESTA DE OTA ...

REGIONAL DE MARATONAS BTT...

2ª DIVISÃO DISTRITAL - A....

CIRCUITO DE CICLISMO DE S...

TREINOS DE CAPTAÇÃO - F. ...

OH MEU DEUS TRAIL BIKE SE...

favoritos

CAMPEONATO DISTRITAL DE B...

CAMPEONATO DISTRITAL DE I...

RESCALDO DA 1ª PROVA RESI...

VIDEOS DA 1ª PROVA RESIST...

RESCALDO - T. P. MARATONA...

FOTO DA ASSINATURA DO CON...

S. C. PINHEIRO LOURES 3 -...

RESCALDO DA MARATONA BTT ...

CAMPEONATO NACIONAL DE RA...

RESCALDO DA MARATONA BTT ...

temas

2008/2009

2009/2010

2010

2010/2011

2011

2011/2012

2012

7 maravilhas

aeroporto de ota

afl

alenquer

alentejo

alhandra

amador

analises

anipura

arneiros

arrudense

atalaia

atletismo

benfica

benjamins

btt

c.s.r.d. de ota

campeonato

carb boom

cerca

charneca de ota

cheganças

ciclismo

classificação

comentarios

corrida do mirante

cronicas

cross country

desporto

diversos

elites

escolas

estatistica

eventos

extrusal

f.c. ota

f.c. ota benjamins

f.c. ota escolas

f.c. ota infantis

f.c. ota iniciados

f.c. ota juniores

f.c. ota juvenis

festa

frases

furadouro

futebol

futebol de sete

golos

humor

imagens

infantis

iniciados

jogador

juniores

juvenis

lfo

Liga Fantástica de Ota

linhais

lisboa

maratona

memorias

monte agraço

monte redondo

montejunto

música

nacional

ota

ota videos

passeios

pelado

pinheiro loures

portugal

raid

rbikes

relvado

rescaldo

resultados

rio de ota

seniores

serra de ota

sintético

sobreirense

sorteio

sub-23

taça

torneio

treino

varanda da ota

vencedor

veteranos

videos

xcm

xco

todas as tags

últ. comentários
Sem grandes comentarios. obrigado Rui. Fica aqui m...
Até no fim se manifesta a enorme qualidade e dedic...
a deresao do futebol clube agradece todo o que o b...
Caro Rui Branco,Os meus Parabéns pelo teu trabalho...
Foi um óptimo trabalho feito ao estilo de O...
Caro Rui Branco,Obrigado pelo trabalho pioneiro qu...
RuiCertamente que para tomares esta decisão, pensa...
Caro Rui, É com muita tristeza que leio a notícia ...
Caro RuiÉ com tristeza que vejo esta noticia.Assim...
OS COMENTÁRIOS NESTE BLOG ESTÃO TEMPORARIAMENTE SU...
Setembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9


24
25
26
27
28
29

30


pesquisar
 
blogs SAPO
subscrever feeds
mais sobre mim