PÁGINA PESSOAL DE RUI BRANCO

Domingo, 17 de Janeiro de 2010
ASSOCIAÇÃO MURTEIRENSE 2 - FUTEBOL CLUBE DE OTA 2

CAMPEONATO DISTRITAL IIª DIVISÃO DA ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DE LISBOA

14ª JORNADA - ÉPOCA 2009-2010

Foto (da esquerda para a direita): Sandro, Grilo, Quaresma, Fernandes, Narciso, Djaló, Ribeiro, Bacalhau, Souza, Daniel e Caldeira.

Foto: Onze inicial da Associação Murteirense, clube do concelho do Cadaval.

 

O Futebol Clube de Ota iniciou a partida com o seguinte onze:

 

1 DANIEL DUARTE
26 MÁRIO DJALÓ
9 REGINALDO SOUZA
15 BRUNO CALDEIRA (Cap.)
19 RICARDO QUARESMA
22 PEDRO GRILO
8 SANDRO FERREIRA
20 JORGE RIBEIRO
25 NUNO FERNANDES
16 NUNO NARCISO
23 JOÃO MANUEL BACALHAU

 

Foto: Neste lance, aos 11 minutos, a equipa da Murteira, na primeira vez que chegou à nossa baliza, inaugurou o marcador pelo jogador nº 9.

 

Substituições:

45' - Ao intervalo saiu o Nuno Fernandes e entrou o HÉLDER MONTEIRO (6).

45' - Ao intervalo saiu o Jorge Ribeiro e entrou o MÁRCIO CARVALHO (7).

69' - Saiu o Nuno Narciso e entrou o JOSÉ ALBERTO (14).

69' - Saiu o Sandro Ferreira e entrou o RICARDO FACHADA (18).

81' - Saiu o Pedro Grilo e entrou o JOÃO FONTE (24).

Suplentes não utilizados: Filipe Antunes e João Pedro Bacalhau.

Não convocados: Rui Correia, Tó Nando, Luis Gonçalves, Paulo Filipe e João Rodrigues.

Lesionados: António Faria, Sérgio Paulino, Flávio Ferreira, Peres e Paulo Parafuso.

Disciplina:

Associação Murteirense:

Cartão Amarelo aos 55 minutos para o Nº 19, por ter cometido uma falta dura sobre o Hélder Monteiro.

Cartão Amarelo aos 80 minutos para o Nº 15, por ter protestado contra uma decisão da equipa de arbitragem.

Cartão Amarelo aos 90+3 minutos para o Nº 11, por ter cometido uma falta perigosa sobre o Ricardo Quaresma.

Futebol Clube de Ota:

Cartão Amarelo aos 82 minutos para o Ricardo Quaresma, por ter cometido uma falta dura sobre o jogador nº 2.

Cartão Amarelo aos 85 minutos para o Márcio Carvalho, por ter cometido uma falta perigosa sobre o jogador nº 10.

Resultado ao intervalo: 2-2

Foto: Aos 23 minutos, o Nuno Narciso entrou na grande área e rematou prensado contra o Paulo Silva (Murteirense), acabando o guarda redes local por chegar primeiro à bola do que o João Manuel Bacalhau. 

         

MARCHA DO MARCADOR:

1-0 aos 11 minutos pelo Nº 9. Após uma falha defensiva, a bola sobrou para um jogador local que, junto à quina da área do lado direito, rematou cruzado, com a bola a chegar ao jogador nº 9 que, ao segundo poste, junto à entrada da pequena área, tocou a bola para o fundo das redes à guarda do Daniel Duarte que, perante este remate à queima, não podia fazer melhor.

1-1 aos 24 minutos por JOÃO MANUEL BACALHAU. O nosso ponta de lança ganhou a bola à entrada da grande área e avançou para o interior da mesma, passando com facilidade pelos dois centrais. À saida do guarda redes teve a frieza necessária para o deixar cair no chão, desviou-lhe o esférico pelo lado esquerdo e enviou a bola para a baliza deserta.

1-2 aos 27 minutos por SANDRO FERREIRA (Penalty). Aos 26 minutos o árbitro castigou, com uma grande penalidade, a equipa da casa, após uma falta cometida sobre o João Manuel Bacalhau. Na marcação da mesma, o Sandro rematou bem colocado, para o lado esquerdo, com o guarda redes local a lançar-se para o lado contrário.

2-2 aos 31 minutos pelo Nº 20 (Penalty). Na marcação de um livre directo a bola bate na barreira defensiva do F. C. Ota e sobra, no interior da área para dois jogadores do Murteirense, ambos vão com o pé à bola e atrás de um deles o Grilo encosta-se e, como é óbvio o jogador local caiu ao chão e o árbitro assinalou o castigo máximo. Na marcação do penalty, o jogador nº 20, rematou bem colocado para o lado esquerdo, com o Daniel a cair para o lado contrário. 

 

Foto: Aos 24 minutos, o João Manuel Bacalhau, numa grande jogada individual, onde passou pelos dois defesas centrais e guarda redes, fez desta forma o golo da igualdade. 

 

CRÓNICA DO JOGO:

A nossa equipa sénior visitou, pela primeira vez, o campo de futebol da Murteira, concelho do Cadaval. Trata-se de um pelado, muito afectado pelo inverno rigoroso que estamos a passar e também pela forte ventania que se registou no Oeste, em Dezembro do ano passado. Não estavam, por isso, reunidas as melhores condições para a prática de futebol, no entanto as duas equipas ofereceram aos espectadores um bom jogo no primeiro tempo e bastante emotivo ao longo dos noventa minutos.

Para este encontro, o técnico David Sopa, fez apenas uma alteração em relação ao onze titular da passada semana, com a entrada do Quaresma, para o lado esquerdo da defesa, por troca com o lesionado Paulo Parafuso.

Assim sendo, o Daniel foi o titular entre os postes, com o Djaló na direita da defesa e o Quaresma na esquerda do mesmo sector. Os defesas centrais foram o Caldeira e o Souza. O trinco da equipa voltou a ser o Grilo, tendo à sua frente o duplo pivot de meio campo composto pelo Sandro e pelo Jorge Ribeiro. No ataque, à direita jogou o Narciso, à esquerda o Nuno Fernandes e a ponta de lança o João Manuel Bacalhau.

Foi um jogo muito intenso e começou logo a ser bem disputado a partir do primeiro minuto, embora a primeira ocasião flagrante para golo só ter surgido aos 9 minutos, quando o Djaló cruzou do lado direito e o Jorge Ribeiro apareceu e rematou o esférico, completamente desmarcado, em zona frontal à baliza, com o guardião local a defender para canto.

Aos 11 minutos, após uma falha da nossa defesa, a equipa local chegou à vantagem, na primeira oportunidade que teve de golo.

Respondeu bem a nossa equipa, não se deixando atemorizar pelo golo sofrido e, em três momentos distintos, 14 min., 16 min., e 23 min., o Nuno Narciso abriu o livro do lado direito e deixou a defensiva local à beira de um ataque de nervos.

Aos 14 minutos, o Narciso, ganhou uma bola aos centrais contrários, entrou na área e rematou cruzado, com a bola a sair ao lado do poste esquerdo. Aos 16 minutos, novamente o nº 16 de Ota, executou um cruzamento/remate, do lado direito, defendido com muita dificuldade pelo guardião local. Na recarga o João Manuel Bacalhau não foi suficientemente expedito para enviar a bola para o fundo das redes, gorando-se uma grande oportunidade de golo. Finalmente, aos 23 minutos, o Nuno ganhou uma bola na raça, entrou na grande área e rematou, com a bola a sair prensada com as pernas do Paulo Silva (Murteirense), acabando por sobrar para o guarda redes visitado, que a recolheu perante a ameaça do João Manuel Bacalhau.

Aos 24 minutos, coroando um período de grande ascendente da equipa de Ota, o João Manuel Bacalhau, numa grande jogada individual, marcou o golo do empate.

Aproveitando esta fase muito boa, a equipa de Ota, continuou a carregar no acelerador e aos 26 minutos foi beneficiada com um penalty, a castigar uma falta sobre o João Manuel Bacalhau. Na marcação da mesma, o Sandro não perdoou e colocou a equipa forasteira em vantagem.

Entretanto a equipa local não perdeu tempo a lamuriar-se pelo resultado e logo no minuto seguinte, na marcação de um livre directo pelo jogador nº 24, esteve perto da igualdade, valendo na circunstância uma grande defesa do Daniel Duarte a desviar a bola para canto.

À passagem da meia hora, numa jogada dentro da área do F. C. Ota, o árbitro vislumbrou uma irregularidade do Grilo sobre um adversário e assinalou o castigo máximo, que foi concretizado pelo jogador nº 20, restabelecendo de novo a igualdade no marcador.

No minuto seguinte, aos 31, a equipa local teve o terceiro golo nos pés do jogador nº 10, mas o seu remate foi desviado por um defesa otense.

Aos 38 minutos, após dois erros de interpretação do árbitro, ao não assinalar duas faltas consecutivas sobre o Narciso e o Bacalhau, a bola foi lançada para a frente e o David Leiróz (Murteirense) isolou-se e rematou forte para uma grande defesa do Daniel Duarte.

Aos 41 minutos, novamente o David Leiróz (Murteirense) isolou-se e à saida do Daniel fez-lhe um chapéu quase perfeito, com a bola a sair ligeiramente ao lado do poste esquerdo da baliza do F. C. Ota.

Aos 44 minutos, de livre directo, o Pedro Grilo tentou a sua sorte, com a bola a sair perto do poste esquerdo da baliza do Murteirense.

Em resumo, assistimos a uma bela primeira parte de futebol, com golos, com oportunidades, com dinamismo e até com algumas boas jogadas de envolvência atacante, e isto serve para ambas as equipas, por isso o resultado era justo no final do primeiro tempo.

Foto: João Manuel Bacalhau, autor do primeiro golo do F. C. Ota, uma das figuras mais em destaque na formação otense, pela sua entrega ao jogo e capacidade finalizadora. 

 

Para o segundo tempo, o técnico David Sopa, deixou nos balneários o Nuno Fernandes e o Jorge Ribeiro, fazendo entrar, para os seus lugares o Hélder Monteiro e o Márcio Carvalho.

Nesta etapa complementar o jogo continuou muito intenso, embora com menos oportunidades claras de golo.

Ambas as equipas procuraram fazer o golo da vitória, o que tornou o jogo muito interessante e, acima de tudo, muito emotivo.

O Hélder Monteiro entrou para o lado direito do ataque, passando o Narciso para a esquerda e o Márcio foi-se juntar ao Sandro na luta pela posse de bola a meio campo.

Aos 52 minutos, o João Manuel Bacalhau, cruzou a bola do lado direito e o guarda redes socou a mesma para a entrada da grande área, onde apareceu o Sandro a rematar forte, com a bola a sair muito torta e longe do alvo.

Aos 56 minutos, o Sandro Ferreira, de livre directo, obrigou o guardião local a aplicar-se para evitar o terceiro golo da equipa de Ota.

Aos 69 minutos, com o jogo bem disputado, mas sem grandes oportunidades de golo junto de ambas as balizas, a equipa de Ota fez mais duas alterações com a saida do Sandro e do Narciso, por troca com o Ricardo Fachada e o José Alberto.

O Fachada colocou-se na zona intermediária do terreno, junto ao Márcio e o José Alberto encostou-se à direita, trocando com o Hélder, que passou para a esquerda do ataque visitante.

Com o final do jogo a aproximar-se o jogo entrou numa fase mais quezilenta, fruto possivelmente do cansaço acumulado pelos jogadores, e o árbitro teve necessidade de amarelar algumas entradas mais desconexas.

Aos 81 minutos, o técnico David Sopa, jogou a última cartada em busca dos três pontos, ao trocar o trinco Grilo pelo ponta de lança João Fonte.

Esta situação fez com que a nossa equipa perdesse um elemento no meio campo, apesar de ganhar mais um na frente de ataque, e a equipa local aproveitou esse facto para se chegar com mais perigo junto da nossa baliza.

Nesse sentido, aos 87 minutos, os jogadores locais reclamaram grande penalidade, num lance que envolveu o Caldeira e o jogador nº 19, mas o árbitro assinalou canto. Na sequência desse canto, a equipa da Murteira voltou a reclamar penalty, por uma possivel mão na área e, mais uma vez o árbitro mandou seguir o jogo.

No último minuto de compensação, dos quatro dados pelo árbitro, o José Alberto isolou-se, rematou forte e colocado, com a bola a sair com selo de golo, valendo na circunstância uma intervenção do outro mundo, do guardião local, a desviar a bola para canto, naquela que foi a última e mais flagrante oportunidade para marcar nestes segundos quarenta e cinco minutos.

Em jeito de conclusão, afirmamos que o resultado é justo e premeia o empenho e dedicação dos jogadores de ambas as equipas, no decurso de noventa minutos de futebol sempre jogados em busca do golo.

Foto: Aos 90+4 minutos, o José Alberto rematou o esférico para obter o golo da vitória, só que pelo caminho encontrou um guarda redes que fez uma defesa espectacular, evitando desta forma que a nossa equipa conquistasse os três pontos em disputa neste jogo.

 

ARBITRAGEM:

O trio de arbitragem nomeado para o encontro deste domingo, na Murteira, concelho do Cadaval, foi composto pelo Mário Parrinha (árbitro principal), Rui Macedo e Pedro Mota (árbitros auxiliares).

No cômputo geral realizaram um trabalho algo irregular, em parte motivado pelo facto do jogo ter sido sempre disputado de forma bem rasgadinha pelos jogadores.

Em termos disciplinares mostraram cinco cartões amarelos, mas pelo menos, outros tantos ficaram por mostar, para jogadores das duas equipas.

Nos dois penaltys assinalados ficamos com dúvidas em ambos, especialmente no que foi assinalado contra o F. C. Ota, como verão nos vídeos, porque não percebemos se o jogador local caiu no chão por ter dado um pontapé no pé do seu colega, ou se caiu por causa do encosto do Grilo.

Aos 87 minutos, pareceu-nos que os jogadores da equipa da casa tiveram razão quando reclamaram falta do Caldeira sobre o jogador nº 19, no interior da área do F. C. Ota. Pouco depois, os adeptos murteirenses reclamaram outro penalty, por mão na área, mas desta vez, pareceu-nos que o árbitro ajuizou bem.

Só uma última palavra para o árbitro assistente do lado da bancada, para aconselhá-lo, a bem do seu trabalho no decorrer de um jogo de futebol, a não dar conversa à assistência, sob pena de se desconcentrar e depois errar no ajuizamento dos lances do jogo.

 



publicado por BLOGOTA às 19:15
link do post | comentar | favorito

7 comentários:
De Diogo a 17 de Janeiro de 2010 às 20:05
A equipa agora não tem um capitão de equipa específico?

Vai rodando por todo o plantel


De BLOGOTA a 17 de Janeiro de 2010 às 20:26
Penso que sim. Creio que é essa a regra, actualmente.


De Domingos a 17 de Janeiro de 2010 às 22:49
Espero que não se queira estar aqui a levantar um problema, com esta "história" do capitão, pois acho que esta rotatividade não criará problema nenhum e até é bastante salutar, segundo o meu ponto de vista. E se isto está a ser feito assim, certamente, será com a anuência de todos os jogadores.


De quaresma a 17 de Janeiro de 2010 às 22:53
o unico que nao e capitao e o quaresma :(
looooooooooooooooooooooooooooool


De Nuno Narciso a 18 de Janeiro de 2010 às 11:38
não és capitão porque estás todo queimado!!! e o mister não te curte!!


De Sócio a 18 de Janeiro de 2010 às 15:41
Penso que se está em prática a rotatividade de capitão de equipa será com a concordância dos responsáveis pelo futebol sénior e do treinador, e até à vista penso que estará a dar frutos. Estão a aparecer os resultados e as boas exibições por isso, estão todos de parabéns. Continuem a dar alegrias aos sócios para se assistir novamente às grandes assistências!


De adepto a 19 de Janeiro de 2010 às 21:48
espero k para o proximo ano tentem escrever mais jogadores da terra, visto que so a cinco ou seis e mais de metade quase que n joga...espero que continuem a fazer bons jogos...como ja foi dito temos que ter mais pessoal a ver os jogos como era a tres anos a tras ou quatro...fiquem bem e viva o Futebol Clube de Ota


Comentar post

links
arquivos

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

posts recentes

ATÉ SEMPRE...

RAINHA DAS VINDIMAS 2012 ...

EQUIPA TÉCNICA DOS TRAQUI...

EQUIPA TÉCNICA DOS BENJAM...

CLÁSSICA CICLISMO - ALVER...

CLÁSSICA CICLISMO: ALVERC...

EQUIPA TÉCNICA DOS BENJAM...

SORTEIO – JUVENIS E INICI...

1º DESAFIO BTT ADN – A DO...

EQUIPA TÉCNICA DOS INFANT...

TROFÉU BTT OURÉM – RAID T...

EQUIPA TÉCNICA DOS INICIA...

CICLISMO - CONTRA RELÓGIO...

EQUIPA TÉCNICA DOS JUVENI...

EQUIPA TÉCNICA DOS JUNIOR...

SORTEIO – JUNIORES – F. C...

15º PRÉMIO VOLKSWAGEN – F...

VIDEOS DA MARATONA BTT DE...

VIDEOS DA MARATONA BTT DE...

REGIONAL DE MARATONAS BTT...

MARATONA BTT DE OTA

15º PRÉMIO VOLKSWAGEN AUT...

CLÁSSICA SUBIDA À TORRE -...

F.C. OTA - ESTATÍSTICA 20...

CIRCUITO DE CICLISMO DA A...

18º CIRCUITO BTT NORTE AL...

MARATONA BTT DE OTA - DOR...

PASSEIO ANUAL DA 3ª IDADE...

REGIONAL DE MARATONAS BTT...

F.C. OTA - ESTATÍSTICA 20...

VIDEOS DO CIRCUITO DE CIC...

CIRCUITO DE CICLISMO DE M...

RESCALDO DA MARATONA BTT ...

3 HORAS RESISTÊNCIA BTT A...

PROGRAMA DA FESTA DE OTA ...

REGIONAL DE MARATONAS BTT...

2ª DIVISÃO DISTRITAL - A....

CIRCUITO DE CICLISMO DE S...

TREINOS DE CAPTAÇÃO - F. ...

OH MEU DEUS TRAIL BIKE SE...

favoritos

CAMPEONATO DISTRITAL DE B...

CAMPEONATO DISTRITAL DE I...

RESCALDO DA 1ª PROVA RESI...

VIDEOS DA 1ª PROVA RESIST...

RESCALDO - T. P. MARATONA...

FOTO DA ASSINATURA DO CON...

S. C. PINHEIRO LOURES 3 -...

RESCALDO DA MARATONA BTT ...

CAMPEONATO NACIONAL DE RA...

RESCALDO DA MARATONA BTT ...

temas

2008/2009

2009/2010

2010

2010/2011

2011

2011/2012

2012

7 maravilhas

aeroporto de ota

afl

alenquer

alentejo

alhandra

amador

analises

anipura

arneiros

arrudense

atalaia

atletismo

benfica

benjamins

btt

c.s.r.d. de ota

campeonato

carb boom

cerca

charneca de ota

cheganças

ciclismo

classificação

comentarios

corrida do mirante

cronicas

cross country

desporto

diversos

elites

escolas

estatistica

eventos

extrusal

f.c. ota

f.c. ota benjamins

f.c. ota escolas

f.c. ota infantis

f.c. ota iniciados

f.c. ota juniores

f.c. ota juvenis

festa

frases

furadouro

futebol

futebol de sete

golos

humor

imagens

infantis

iniciados

jogador

juniores

juvenis

lfo

Liga Fantástica de Ota

linhais

lisboa

maratona

memorias

monte agraço

monte redondo

montejunto

música

nacional

ota

ota videos

passeios

pelado

pinheiro loures

portugal

raid

rbikes

relvado

rescaldo

resultados

rio de ota

seniores

serra de ota

sintético

sobreirense

sorteio

sub-23

taça

torneio

treino

varanda da ota

vencedor

veteranos

videos

xcm

xco

todas as tags

últ. comentários
Sem grandes comentarios. obrigado Rui. Fica aqui m...
Até no fim se manifesta a enorme qualidade e dedic...
a deresao do futebol clube agradece todo o que o b...
Caro Rui Branco,Os meus Parabéns pelo teu trabalho...
Foi um óptimo trabalho feito ao estilo de O...
Caro Rui Branco,Obrigado pelo trabalho pioneiro qu...
RuiCertamente que para tomares esta decisão, pensa...
Caro Rui, É com muita tristeza que leio a notícia ...
Caro RuiÉ com tristeza que vejo esta noticia.Assim...
OS COMENTÁRIOS NESTE BLOG ESTÃO TEMPORARIAMENTE SU...
Setembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9


24
25
26
27
28
29

30


pesquisar
 
blogs SAPO
subscrever feeds
mais sobre mim