PÁGINA PESSOAL DE RUI BRANCO

Domingo, 31 de Janeiro de 2010
U. R. D. ATALAIA 1 - FUTEBOL CLUBE DE OTA 2

CAMPEONATO DISTRITAL IIª DIVISÃO DA ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DE LISBOA

16ª JORNADA - ÉPOCA 2009-2010

Foto (da esquerda para a direita): Grilo, Narciso, Márcio, Quaresma, Caldeira, Parafuso, Fachada, João Manuel Bacalhau, Souza, Daniel e Sandro.

Foto: O onze inicial da União Recreativa e Desportiva da Atalaia.

 

O Futebol Clube de Ota iniciou a partida com o seguinte onze:

 

1 DANIEL DUARTE
19 RICARDO QUARESMA
9 REGINALDO SOUZA
15 BRUNO CALDEIRA
19 PAULO PARAFUSO
22 PEDRO GRILO
7 MÁRCIO CARVALHO
8 SANDRO FERREIRA (Cap.)
18 RICARDO FACHADA
16 NUNO NARCISO
23 JOÃO MANUEL BACALHAU

 

Foto: Aos 24 minutos, o João Manuel Bacalhau (23) tentou alvejar, de cabeça, a baliza adversária, mas a bola saiu ao lado.

 

Substituições:

05' - Saiu o Paulo Parafuso (lesionado) e entrou o NUNO FERNANDES (25).

45' - Ao intervalo saiu o Ricardo Fachada e entrou o JOSÉ ALBERTO (14).

62' - Saiu o Márcio Carvalho e entrou o JORGE RIBEIRO (20).

83' - Saiu o Sandro Ferreira e entrou o JOÃO PEDRO BACALHAU (21).

A partir do minuto 83, a braçadeira de capitão passou para o Pedro Grilo.

Suplentes não utilizados: Filipe Antunes, Mário Djaló e Peres.

Não convocados: Rui Correia, Tó Nando, Luis Gonçalves, Paulo Filipe, João Rodrigues, João Fonte e Hélder Monteiro.

Lesionados: António Faria, Sérgio Paulino e Flávio Ferreira.

Disciplina:

União Recreativa e Desportiva da Atalaia:

Cartão Amarelo aos 45+3 minutos para o Nº 8, por ter cometido uma falta perigosa sobre o Sandro Ferreira.

Cartão Amarelo aos 55 minutos para o Nº 5, por ter impedido o Márcio de marcar um livre na zona do meio campo.

Cartão Amarelo aos 81 minutos para o Nº 4, por ter protestado contra uma decisão da equipa de arbitragem.

Cartão Amarelo aos 88 minutos para o Nº 1 Guarda Redes, por ter injuriado o árbitro do jogo.

Futebol Clube de Ota:

Cartão Amarelo aos 68 minutos para o Reginaldo Souza, por, supostamente, ter rasteirado um adversário no interior da grande área.

Cartão Amarelo aos 78 minutos para o João Manuel Bacalhau, por ter, supostamente, simulado uma grande penalidade.

Cartão Amarelo aos 85 minutos para o Pedro Grilo, por ter cometido uma falta dura sobre um adversário.

Cartão Vermelho Directo, aos 90+3 minutos,  para o João Pedro Bacalhau, por, supostamente, ter atingido com uma cotovelada o jogador nº 22.

Resultado ao intervalo: 0-1

 

Foto: João Manuel Bacalhau, aos 41 minutos, fez, desta forma, o primeiro golo deste jogo, levando a equipa em vantagem para o intervalo. 

 

MARCHA DO MARCADOR:

0-1 aos 41 minutos por JOÃO MANUEL BACALHAU. Reginaldo Souza ganhou uma bola na defesa e serviu o Nuno Narciso, no lado esquerdo. O extremo esquerdo do F. C. Ota deu de cabeça para a zona central, onde o João Manuel Bacalhau apareceu completamente desmarcado e só com o guarda redes pela frente não perdoou, fazendo o primeiro golo do jogo com o pé direito.

1-1 aos 69 minutos pelo Nº 22 de penalty. A equipa visitada empatou de grande penalidade, através de um remate rasteiro, com o pé esquerdo, do jogador nº 22. A falta que originou esta grande penalidade não existiu, dado que o jogador local fez um autêntico mergulho para o interior da grande área, quando se viu rodeado por três jogadores da equipa de Ota.

1-2 aos 83 minutos por JOÃO MANUEL BACALHAU. Na zona central do terreno de jogo, o Souza bateu um livre para a entrada da área, onde o Jorge Ribeiro deu da cabeça para o João Manuel Bacalhau que controlou muito bem a bola, rodou sobre um adversário e rematou rasteiro, com o pé direito, com a bola a entrar entre o guarda redes e o seu poste esquerdo. 

 

Foto: Ricardo Quaresma limpa a bota do pé direito do João Manuel Bacalhau, que momentos antes havia feito o primeiro golo desta partida.

 

CRÓNICA DO JOGO:

Esta tarde, os seniores do F. C. Ota, deslocaram-se até à Atalaia, onde defrontaram o clube local, naquele que foi, provavelmente o último derby concelhio, para a nossa equipa, da época 2009/2010.

As condições atmosféricas estavam razoáveis, apesar de algum frio e vento, embora nada comparaveis com o que já passamos neste campo de futebol, nomeadamente na época passada.

Para a partida desta 16ª jornada, o técnico David Sopa, fez três alterações em relação ao onze titular da passada semana.

Assim sendo, o Daniel tomou o lugar na baliza, tendo à sua frente um quarteto defensivo composto pelo Quaresma, que regressou à direita e o Paulo Parafuso que alinhou na esquerda da defesa. Os centrais foram, como habitualmente, o Souza e o Caldeira. O trinco voltou a ser o Pedro Grilo, enquanto o duplo pivot de meio campo foi constituido pelo Sandro e Márcio. No ataque jogou o Fachada pela direita, o Narciso pela esquerda e o João Manuel Bacalhau na frente de ataque.

Logo nos primeiros minutos, e após uma arrancada pela esquerda, o Paulo Parafuso agarrou-se à perna direita e teve que ser substituido devido a lesão. Para o seu lugar entrou o Nuno Fernandes.

Entretanto a bola era muito maltratada por todos os intervenientes em jogo, num espectáculo deplorável que os 22 jogadores em campo proporcionaram aos espectadores presentes.

O futebol da equipa local era mais directo e passava por recuperar a bola e lançar de imediato os seus atacantes, até porque neste primeiro tempo jogaram a favor do vento.

A equipa de Ota procurava rendilhar mais o seu jogo, trocar a bola em passes mais curtos e progredir em direcção à baliza.

Escusado será dizer que ambas as equipas falharam os seus propósitos, porque invarialvelmente os passes saiam transviados.

Falar de oportunidades claras de golo neste primeiro tempo è um exercício dificil para este vosso escriba, embora possamos referir uma aos 15 minutos, para a equipa de Atalaia, quando o jogador nº 23 rematou à entrada da área, após a marcação de um canto na direita, com a bola a sair por cima da barra.

Aos 24 minutos, o Nuno Narciso, cruzou para a grande área, onde apareceu a cabecear a bola, o João Manuel Bacalhau, com a mesma a sair ao lado, num bom desenho atacante da equipa de Ota.

Aos 29 minutos, o João Manuel Bacalhau, rematou forte, na passada, com a bola a sair à figura do guarda redes local, que defendeu com segurança.

O primeiro golo da partida acabou por surgir aos 41 minutos, pelo inevitável João Manuel Bacalhau, após um passe açucarado do Nuno Narciso, que o deixou completamente isolado em frente à baliza adversária.

O resultado ao intervalo aceitava-se, porque numa da poucas oportunidades de golo criadas, houve uma equipa que concretizou com sucesso.

Foto: Lutar neste meio campo, foi a palavra de ordem do jogo desta tarde. Aqui o Márcio saltou com o Paulo Jacinto (6), um adversário sempre temivel neste tipo de lances aéreos. 

 

Ao intervalo, o técnico David Sopa, deixou nos balneários o Ricardo Fachada, fazendo entrar para o seu lugar o José Alberto, que também se foi posicionar na direita do ataque otense.

A segunda parte desta partida foi bem mais movimentada, polémica e até violenta, com o árbitro a assumir um papel preponderante e completamente desastroso neste jogo.

Logo aos 47 minutos, o Sandro Ferreira, tentou a sua sorte de fora da área, com o guarda redes local a corresponder com uma defesa insegura.

No minuto seguinte, o jogador nº 17, entrou pela esquerda e rematou cruzado, com a bola a passar por cima da barra da baliza do Daniel Duarte.

Aos 53 minutos, o Sandro bateu um livre da direita para o segundo poste, onde apareceu o Grilo, à vontade, a cabecear a bola por cima da barra, desperdiçando uma grande oportunidade de golo.

Aos 60 minutos, o jogador nº 6, do lado direito, no interior da área, rematou cruzado, com a bola a bater na base do poste direito da baliza do F. C. Ota.

Aos 62 minutos registou-se a terceira alteração na equipa de Ota, com a saida do Márcio por troca com o Jorge Ribeiro.

Aos 66 minutos, o jogador nº 4 recebeu uma bola na área adversária, descaido para o lado esquerdo, após um pontapé de canto marcado na direita e rematou forte, com a bola a passar por cima da barra da baliza do F. C. Ota.

Por esta altura a equipa visitada dominava o jogo e criava algumas situações de embaraço para a nossa equipa, acabando por ser beneficiada com uma grande penalidade inexistente aos 68 minutos de jogo.

Após alcançar a igualdade a equipa da Atalaia teve logo outra soberana oportunidade para marcar, quando aos 71 minutos, o jogador nº 23 falhou a finalização à boca da baliza.

Passada esta fase de assédio à baliza visitante, a equipa de Ota assentou de novo o jogo e foi para a frente em busca do golo da vitória.

No último quarto de hora de jogo, a partida entrou numa toada muito quezilenta, chegando mesmo a haver agressões e entradas mais violentas, perante a passividade total do árbitro deste jogo, que a certa altura perdeu mesmo o controlo do jogo, muito por culpa da sua evidente incapacidade para gerir uma partida de futebol.

Aos 78 minutos, no interior da área, o guarda redes visitado impediu, com o braço, o João Manuel Bacalhau de chegar a uma bola. O árbitro e o seu assistente mandaram seguir o jogo, amarelando depois o nosso ponta de lança.

Aos 83 minutos, o Sandro saiu do jogo por troca com o João Pedro Bacalhau e, nesse mesmo minuto, a nossa equipa chegou, de novo, à vantagem, num golo de bela execução técnica do João Manuel Bacalhau, mostrando porque é, de facto, um dos melhores pontas de lança, desta série 1, da 2ª divisão distrital de Lisboa.

Até ao final do jogo a equipa da Atalaia bombeou bolas para a nossa grande área, em busca do golo da igualdade, mas a nossa defensiva portou-se à altura e evitou essa situação.

Na parte final do jogo, o árbitro ainda teve a perspicácia suficiente para ver uma, suposta, agressão do João Pedro Bacalhau sobre o jogador nº 22 e expulsou-o do terreno de jogo.

Em jeito de conclusão afirmamos que a vitória assenta bem à equipa de Ota e premeia a capacidade concretizadora do nosso ponta de lança. Caso se registasse um empate também não seria de todo descabido, dada a entrega e luta dos homens da Atalaia, só foi pena terem chegado a essa igualdade, parcial, através de um lance ferido de ilegalidade.

 

Foto: João Manuel Bacalhau acabava de fazer o golo da vitória e corria em direcção ao banco de suplentes, onde festejou o feito com os seus colegas e técnicos. 

 

ARBITRAGEM:

Nos últimos tempos temos apanhado equipas de arbitragem de bom nível, mas hoje, meus amigos, o Armando Domingos, árbitro principal, mostrou uma total incompetência para dirigir jogos de futebol. Os seus assistentes, Rui Pinto e Joaquim Ramos, também não sairam muito bem na fotografia, mas ainda assim foram os menos maus, de uma equipa de arbitragem completamente desconexada da realidade.

Em termos técnicos cometeu erros atrás de erros, com prejuízo para ambas as equipas, dos quais deixamos aqui os mais evidentes. No final do primeiro tempo assinalou uma mão na bola do Grilo e marcou a falta fora da grande área. Em primeiro lugar o jogador tocou a bola com a sua perna direita e depois se considerou falta deveria ter assinalado grande penalidade porque o lance desenrolou-se no interior da área.

Aos 68 minutos assinalou grande penalidade contra o Ota, após o jogador da casa ter mergulhado para o chão, quando se viu rodeado por três jogadores de Ota e não tinha mais alternativas para dar sequência ao lance. Aliás, este lance, provocou uma enorme risada entre os espectadores, acima de tudo porque o jogador local nem sequer teve muito jeito para enganar o árbitro, mas consegui-o, efectivamente.

Aos 78 minutos, o João Manuel Bacalhau, foi impedido de jogar a bola, pelo braço direito do guarda redes local e ainda por cima viu o cartão amarelo. Neste lance, o assistente do lado do público também teve culpas no cartório, porque o lance passou-se bem próximo de si.

Em termos disciplinares, os árbitros andaram completamente a dormir durante os noventa minutos de jogo. Aos 45+3 minutos, o jogador nº 8 agrediu violentamente o Sandro Ferreira, quase lhe arrancando a cabeça pelo pescoço e viu apenas a cartolina amarela. A certa altura, do segundo tempo, o Souza perdeu a cabeça e agrediu à cabeçada um adversário, perante a «cegueira» total da equipa de arbitragem. Aos 90+3 minutos, o João Pedro Bacalhau, protegia uma bola que saia pela linha lateral, pressionado pelo jogador nº 22, que depois da bola sair, agarrou-se a cara, simulando uma cotovelada que não existiu.

Seria demasiado exaustivo estar a referir todas as situações técnicas e disciplinares, nas quais a equipa de arbitragem esteve mal. Ambas as equipas têm razões de queixa, mas a equipa de Ota acabou por ser a mais prejudicada, nomeadamente com a injusta expulsão do João Pedro Bacalhau e no lance da grande penalidade que deu o golo do empate.

   



publicado por BLOGOTA às 18:50
link do post | comentar | favorito

1 comentário:
De ruben_70_dias a 31 de Janeiro de 2010 às 22:50
foge..estive presente no jogo frente ao atalaia e acho se fosse jogador do ota o numero 8 do atalaia tinha ficado pelo menos com as canelas negras
é porque aquilo nao foi jogar


Comentar post

links
arquivos

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

posts recentes

ATÉ SEMPRE...

RAINHA DAS VINDIMAS 2012 ...

EQUIPA TÉCNICA DOS TRAQUI...

EQUIPA TÉCNICA DOS BENJAM...

CLÁSSICA CICLISMO - ALVER...

CLÁSSICA CICLISMO: ALVERC...

EQUIPA TÉCNICA DOS BENJAM...

SORTEIO – JUVENIS E INICI...

1º DESAFIO BTT ADN – A DO...

EQUIPA TÉCNICA DOS INFANT...

TROFÉU BTT OURÉM – RAID T...

EQUIPA TÉCNICA DOS INICIA...

CICLISMO - CONTRA RELÓGIO...

EQUIPA TÉCNICA DOS JUVENI...

EQUIPA TÉCNICA DOS JUNIOR...

SORTEIO – JUNIORES – F. C...

15º PRÉMIO VOLKSWAGEN – F...

VIDEOS DA MARATONA BTT DE...

VIDEOS DA MARATONA BTT DE...

REGIONAL DE MARATONAS BTT...

MARATONA BTT DE OTA

15º PRÉMIO VOLKSWAGEN AUT...

CLÁSSICA SUBIDA À TORRE -...

F.C. OTA - ESTATÍSTICA 20...

CIRCUITO DE CICLISMO DA A...

18º CIRCUITO BTT NORTE AL...

MARATONA BTT DE OTA - DOR...

PASSEIO ANUAL DA 3ª IDADE...

REGIONAL DE MARATONAS BTT...

F.C. OTA - ESTATÍSTICA 20...

VIDEOS DO CIRCUITO DE CIC...

CIRCUITO DE CICLISMO DE M...

RESCALDO DA MARATONA BTT ...

3 HORAS RESISTÊNCIA BTT A...

PROGRAMA DA FESTA DE OTA ...

REGIONAL DE MARATONAS BTT...

2ª DIVISÃO DISTRITAL - A....

CIRCUITO DE CICLISMO DE S...

TREINOS DE CAPTAÇÃO - F. ...

OH MEU DEUS TRAIL BIKE SE...

favoritos

CAMPEONATO DISTRITAL DE B...

CAMPEONATO DISTRITAL DE I...

RESCALDO DA 1ª PROVA RESI...

VIDEOS DA 1ª PROVA RESIST...

RESCALDO - T. P. MARATONA...

FOTO DA ASSINATURA DO CON...

S. C. PINHEIRO LOURES 3 -...

RESCALDO DA MARATONA BTT ...

CAMPEONATO NACIONAL DE RA...

RESCALDO DA MARATONA BTT ...

temas

2008/2009

2009/2010

2010

2010/2011

2011

2011/2012

2012

7 maravilhas

aeroporto de ota

afl

alenquer

alentejo

alhandra

amador

analises

anipura

arneiros

arrudense

atalaia

atletismo

benfica

benjamins

btt

c.s.r.d. de ota

campeonato

carb boom

cerca

charneca de ota

cheganças

ciclismo

classificação

comentarios

corrida do mirante

cronicas

cross country

desporto

diversos

elites

escolas

estatistica

eventos

extrusal

f.c. ota

f.c. ota benjamins

f.c. ota escolas

f.c. ota infantis

f.c. ota iniciados

f.c. ota juniores

f.c. ota juvenis

festa

frases

furadouro

futebol

futebol de sete

golos

humor

imagens

infantis

iniciados

jogador

juniores

juvenis

lfo

Liga Fantástica de Ota

linhais

lisboa

maratona

memorias

monte agraço

monte redondo

montejunto

música

nacional

ota

ota videos

passeios

pelado

pinheiro loures

portugal

raid

rbikes

relvado

rescaldo

resultados

rio de ota

seniores

serra de ota

sintético

sobreirense

sorteio

sub-23

taça

torneio

treino

varanda da ota

vencedor

veteranos

videos

xcm

xco

todas as tags

últ. comentários
Sem grandes comentarios. obrigado Rui. Fica aqui m...
Até no fim se manifesta a enorme qualidade e dedic...
a deresao do futebol clube agradece todo o que o b...
Caro Rui Branco,Os meus Parabéns pelo teu trabalho...
Foi um óptimo trabalho feito ao estilo de O...
Caro Rui Branco,Obrigado pelo trabalho pioneiro qu...
RuiCertamente que para tomares esta decisão, pensa...
Caro Rui, É com muita tristeza que leio a notícia ...
Caro RuiÉ com tristeza que vejo esta noticia.Assim...
OS COMENTÁRIOS NESTE BLOG ESTÃO TEMPORARIAMENTE SU...
Setembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9


24
25
26
27
28
29

30


pesquisar
 
blogs SAPO
subscrever feeds
mais sobre mim