PÁGINA PESSOAL DE RUI BRANCO

Domingo, 21 de Novembro de 2010
FUTEBOL CLUBE DE OTA 1 - G. D. SOBREIRENSE 2

CAMPEONATO DISTRITAL IIª DIVISÃO - ASSOCIAÇÃO FUTEBOL LISBOA

9ª JORNADA - ÉPOCA 2010/2011

Foto (da esquerda para a direita): Sandro Ferreira, Daniel Duarte, João Rodrigues, Bruno Caldeira, Edgar Filipe, Peres, Miguel Rocha, Quaresma, Narciso, Rui Ferreira e João Bacalhau.   

Foto: Onze inicial do Grupo Desportivo Sobreirense, do concelho de Torres Vedras. 

 

O Futebol Clube de Ota iniciou a partida com o seguinte onze:

 

70 DANIEL DUARTE
19 RICARDO QUARESMA
21 BRUNO CALDEIRA
4 JOÃO RODRIGUES
12 EDGAR FILIPE
6 PERES
8 SANDRO FERREIRA (Cap)
17 RUI FERREIRA
27 MIGUEL ROCHA
16 NUNO NARCISO
23 JOÃO BACALHAU

 

Foto: No primeiro minuto do segundo tempo, após um lançamento de linha lateral, o Rui Ferreira deu um toque na bola, fazendo-a passar ligeiramente por cima da barra, naquela que foi a melhor oportunidade de golo em todo o jogo até esse momento. 

 

Substituições:

09' - Saiu o Nuno Narciso e entrou o ANDRÉ FERREIRA (31).

62' - Saiu o Miguel Rocha e entrou o GONÇALO FERREIRA (55).

75' - Saiu o João Rodrigues e entrou o REGINALDO SOUZA (10).

75' - Saiu o Sandro Ferreira e entrou o ALEXANDER DEUS (30).

A partir dos 75 minutos a braçadeira de capitão passou para o Bruno Caldeira.

Suplentes não utilizados: Ruben Dias, João Silva e Nuno Fernandes.

Não convocados: Márcio Carvalho, Pedro Grilo, Jorge Ribeiro, Filipe Antunes e Ricardo Fachada.

Disciplina:

Futebol Clube de Ota:

Cartão Amarelo aos 30 minutos para o Peres, por ter cometido uma falta dura sobre o jogador nº 8.

Cartão Amarelo aos 49 minutos para o André Ferreira, por ter cometido uma falta perigosa sobre o jogador nº 6.

Cartão Amarelo aos 53 minutos para o Bruno Caldeira, por ter agarrado o jogador nº 9 no interior da grande área.

Cartão Amarelo aos 55 minutos para o Edgar Filipe, por protestos contra uma decisão da equipa de arbitragem.

Cartão Amarelo aos 59 minutos para o Sandro Ferreira, por desentendimentos com um adversário.

Cartão Amarelo aos 81 minutos para o Ricardo Quaresma, por se ter desentendido com o jogador nº 13.

Cartão Amarelo aos 90+3 minutos para o Gonçalo Ferreira, por protestos.

Cartão Vermelho Directo aos 90+7 minutos para o Reginaldo Souza, por ter agredido um adversário. 

Grupo Desportivo Sobreirense:

Cartão Amarelo aos 64 minutos para o jogador Nº 10, por ter cometido uma falta dura sobre o Sandro Ferreira.

Cartão Amarelo aos 65 minutos para o jogador Nº 4, por protestos.

Cartão Amarelo aos 70 minutos para o jogador Nº 7, por protestos.

Cartão Amarelo aos 80 minutos para o jogador Nº 14, por protestos.

Cartão Amarelo aos 81 minutos para o jogador Nº 13, por se ter desentendido com o Ricardo Quaresma.

Resultado ao intervalo: 0-0

Foto: Neste lance, aos 53 minutos, o Bruno Caldeira agarrou um adversário no interior da área, e o árbitro assinalou grande penalidade, que foi convertida pelo jogador nº 10. 

 

MARCHA DO MARCADOR:

0-1 aos 54 minutos pelo jogador Nº 10 (penalty). A bola foi metida na área e o Bruno Caldeira pendurou os seus braços sobre o jogador nº 9 que ao sentir-se preso caiu no chão e o árbitro assinalou grande penalidade. Na marcação da penalidade o jogador nº 10 bateu a bola para o seu lado esquerdo, enquanto o Daniel lançou-se para o lado contrário.

1-1 aos 59 minutos por SANDRO FERREIRA (penalty). Lance em tudo idêntico ao que ocorreu minutos antes na grande área do F.C. Ota, desta feita foi um defesa do Sobreirense que agarrou o João Bacalhau e o árbitro assinalou o castigo máximo. Na marcação, o Sandro bateu o esférico para o seu lado esquerdo e o guarda redes lançou-se para o lado oposto.

1-2 aos 69 minutos pelo jogador Nº 10. Na sequência de um livre directo, descaido para o lado direito do ataque visitante, o jogador nº 10 bateu com o pé direito, forte e rasteiro, com a bola a entrar junto ao poste direito da baliza à guarda do Daniel Duarte.  

Foto: Neste lance, a assistência reclamou contra o facto do guarda redes socar a bola fora da grande área. Como podemos ver isso não se verificou, porque o guardião visitante socou o esférico no interior da área. 

 

CRÓNICA DO JOGO: 

Pela primeira vez esta época, a equipa sénior do Futebol Clube de Ota jogou na condição de visitada, no caso em Cheganças, em partida a contar para a nona jornada frente ao Sobreirense, o actual líder desta série 1.

A equipa do concelho de Torres Vedras não foi sensível ao nosso pedido para inverter a ordem dos jogos, fazendo algumas exigências, às quais a nossa direcção não pôde dar garantias, nomeadamente de se jogar em campo sintético na 2ª volta do campeonato, por isso o jogo realizou-se em Cheganças.

Para este jogo, o técnico Luis Ferreira teve o plantel todo ao seu dispôr, exceptuando os lesionados Márcio Carvalho e Pedro Grilo, e colocou a jogar o Daniel na baliza, acompanhado na defesa pelo Quaresma (direita), Edgar (esquerda), Caldeira e João Rodrigues (centrais). O trinco foi o Peres, tendo à sua frente o duplo pivot de meio campo composto pelo Sandro e o Rui Ferreira. No ataque, pela direita jogou o Miguel, pela esquerda o Narciso e na frente o João Bacalhau.

Os primeiros minutos de jogo ficaram marcados pela lesão do Nuno Narciso que teve de ceder o seu lugar ao André Ferreira aos 9 minutos.

Esta primeira parte não teve praticamente nenhum motivo de interesse, as oportunidades claras de golo não existiram porque ambas as defesas superiorizaram-se aos ataques.

A equipa de Sobreiro Curvo bateu-se bem, nomeadamente na defesa e meio campo, mas não efectuou um remate enquadrado à nossa baliza nestes primeiros quarenta e cinco minutos de jogo.

A equipa de Ota fez dois ou três remates enquadrados à baliza adversária mas todos sem grande perigo.

Registamos aos 33 minutos, na sequência de um canto do lado direito, batido à maneira curta pelo Edgar, para o Rui, que devolveu ao nosso defesa esquerdo para rematar fraco e à figura do guardião visitante.

Aos 42 minutos, o jogador nº 7 fez uma boa jogada individual pelo lado esquerdo, mas a bola acabou por ser aliviada por um defesa local, quando se aproximou com algum perigo da nossa baliza.

O resultado ao intervalo só podia ser um nulo, dada a inoperância atacante de ambas as formações.

Foto: Neste lance, aos 59 minutos, o Sandro fez a igualdade ao apontar esta grande penalidade. 

 

Na segunda parte tudo se alterou em relação ao ocorrido no primeiro tempo, visto que as duas equipas se empenharam mais nas aproximações com perigo às duas balizas. Logo no primeiro minuto, na sequência de um lançamento de linha lateral do lado esquerdo, a bola foi cair à entrada da pequena área, onde o Rui Ferreira deu um pequeno toque que fez a bola passar por cima do guarda redes, mas também ligeiramente por cima da barra, naquela que foi a primeira grande oportunidade de golo do jogo.

Aos 53 minutos, numa disputa de bola no interior da área otense, o Caldeira agarrou um adversário e o árbitro assinalou a grande penalidade, que o jogador nº 10 converteu em golo para a sua equipa, inaugurando o marcador no primeiro remate enquadrado do Sobreirense à baliza do F. C. Ota.

A vantagem da equipa visitante durou pouco tempo, mais concretamente cerca de seis minutos, porque num lance idêntico ao que ocorreu na área contrária, ou seja um agarrão de um defesa, neste caso ao João Bacalhau, o árbitro assinalou o castigo máximo contra o Sobreirense. Na marcação da penalidade o Sandro não perdoou e restabeleceu a igualdade, colocando toda a  justiça no marcador.

A partir desta altura o jogo abriu e, então sim, ocorreram algumas situações para golo junto das duas balizas. A equipa do Sobreirense reagiu de pronto ao golo da igualdade e aos 61 minutos, numa boa triangulação entre o jogador nº 9 e o nº 7, com este último a entrar na área, descaído para o lado direito, e perante a saida do Daniel desviou a bola do seu corpo, acabando a mesma por sair para fora, ao lado do poste esquerdo da baliza visitada.

Aos 62 minutos, o técnico Luis Ferreira fez a segunda alteração no onze, com a saida do Miguel Rocha, por troca com o Gonçalo Ferreira, com o objectivo de refrescar a luta pela posse de bola na zona intermediária.

Aos 66 minutos aconteceu uma situação algo caricata, mas que poderia ter dado o golo para a equipa de Ota, quando o guarda redes do Sobreirense repôs uma bola em jogo e a bola bateu no Bacalhau e encaminhou-se para a baliza, no entanto não levava nem a força nem a direcção necessária para entrar na baliza, mas não deixou de ser uma situação perigosa para as redes visitantes.

Aos 69 minutos, na sequência de um livre directo, descaído para o lado direito, o jogador nº 10 do Sobreirense fez o segundo golo, após efectuar um remate muito forte, que levou a bola a tomar muito efeito e a entrar junto ao poste direito da baliza do Daniel Duarte, que não foi capaz de suster este potente pontapé.

Após apanhar-se em vantagem pela segunda vez no jogo, a equipa de Sobreiro Curvo adoptou uma estragégia defensiva que resultou em pleno até ao apito final do árbitro.

A equipa de Ota tudo tentou para alterar o rumo dos acontecimentos, nomeadamente bombeando bolas para a área adversária em busca de conseguir, pelo menos o golo da igualdade.

Aos 75 minutos, registaram-se as últimas alterações na equipa, com as saidas do João Rodrigues e Sandro, por troca com o Reginaldo Souza e Alexander Deus, este último a estrear-se oficialmente com as cores do F. C. Ota.

A parte final do encontro foi muito quezilenta, com o árbitro a ver-se forçado a mostrar muitos amarelos, o que só beneficiou a equipa visitante que em vantagem no marcador, aproveitava todos estes momentos de sururu para fazer passar o tempo.

Ainda assim, num último suspiro a equipa de Ota, aos 90+3 minutos teve uma soberana oportunidade para empatar de novo o jogo, quando na sequência de um livre batido do lado direito pelo Quaresma, com a bola a cair ao segundo poste, onde o Edgar cabeceou para a zona frontal da baliza, sem que ninguém da nossa equipa empurrasse o esférico para o fundo das redes, quando este andou ali a saltitar perto da linha de golo.

Aos 90+7 minutos, na sequência de mais um livre batido para a área do Sobreirense a equipa de Ota chegou mesmo a fazer o golo, mas o jogo já estava interrompido porque o árbitro viu uma agressão do Souza a um adversário e expulsou-o da partida.

Em jeito de conclusão, num mau espectáculo de futebol, em que nenhuma equipa se superiorizou técnica e tacticamente em relação à outra, o resultado deveria ter sido uma igualdade. A equipa visitante acabou por vencer porque foi mais forte nos lances de bola parada. 

 

 

Foto: Aos 69 minutos, neste lance, o jogador nº 10 do Sobreirense fez o segundo para a sua equipa, o segundo da sua conta pessoal neste jogo. 

 

ARBITRAGEM:

O trio de arbitragem nomeado para este jogo foi composto pelo Flávio Dias (árbitro principal), Nuno Pinto e Nuno Silva (árbitros assistentes).

Foi um jogo muito complicado de dirigir, mas apesar de um ou outro erro a equipa de arbitragem esteve em bom plano.

Nos lances mais polémicos ajuizaram bem, nomeadamente nas duas grandes penalidades não houve dualidade de critérios porque como os lances foram idênticos e eles assinalaram ambas, acabaram por decidir acertadamente.

No lance que deu o livre directo que originou o golo da vitória para o Sobreirense pareceu-nos que não existiu falta. Num outro lance que envolveu o Edgar e um avançado contrário, à entrada da nossa grande área, pareceu-nos falta do nosso defesa, mas o árbitro entendeu que foi carga de ombro. Enfim, um ou outro pormenor que não manchou a boa prestação deste trio de arbitragem, voltamos a repetir num jogo de elevado grau de dificuldade.

No capítulo disciplinar o árbitro recorreu muitas vezes à amostragem do cartão amarelo, no entanto só por uma vez ele me pareceu totalmente despropositado, quando o Sandro viu o cartão após marcar o golo e ir buscar a bola para a colocar no meio campo, para o recomeço do jogo, e foi impedido duas vezes do fazer de livre vontade, a primeira pelo guarda redes e a outra por um defesa, estes sim deveriam ter visto a cartão amarelo.

O cartão vermelho directo ao Reginaldo Souza foi bem mostrado, porque efectivamente o nosso jogador agrediu um jogador do Sobreirense e o árbitro, bem colocado, não deixou passar em claro.

     



publicado por BLOGOTA às 19:09
link do post | comentar | favorito

2 comentários:
De Ricardo a 22 de Novembro de 2010 às 23:20
discordo de algumas partes do vosso comentário , na parte do penalti o guarda-redes não impediu o jogador de levar a bola, na altura em que o guarda-redes ia agarrar a bola e o capitão pontapeou a bola e quase as mãos do guarda-redes, porque para ir buscar a bola vai se com as mãos e não ao pontapé


De BLOGOTA a 23 de Novembro de 2010 às 12:36
O video desse lance será publicado mais logo. Nada melhor para esclarecer as dúvidas e a estranheza da amostragem do amarelo ao nosso capitão.
Abraço e felicidades.


Comentar post

links
arquivos

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

posts recentes

ATÉ SEMPRE...

RAINHA DAS VINDIMAS 2012 ...

EQUIPA TÉCNICA DOS TRAQUI...

EQUIPA TÉCNICA DOS BENJAM...

CLÁSSICA CICLISMO - ALVER...

CLÁSSICA CICLISMO: ALVERC...

EQUIPA TÉCNICA DOS BENJAM...

SORTEIO – JUVENIS E INICI...

1º DESAFIO BTT ADN – A DO...

EQUIPA TÉCNICA DOS INFANT...

TROFÉU BTT OURÉM – RAID T...

EQUIPA TÉCNICA DOS INICIA...

CICLISMO - CONTRA RELÓGIO...

EQUIPA TÉCNICA DOS JUVENI...

EQUIPA TÉCNICA DOS JUNIOR...

SORTEIO – JUNIORES – F. C...

15º PRÉMIO VOLKSWAGEN – F...

VIDEOS DA MARATONA BTT DE...

VIDEOS DA MARATONA BTT DE...

REGIONAL DE MARATONAS BTT...

MARATONA BTT DE OTA

15º PRÉMIO VOLKSWAGEN AUT...

CLÁSSICA SUBIDA À TORRE -...

F.C. OTA - ESTATÍSTICA 20...

CIRCUITO DE CICLISMO DA A...

18º CIRCUITO BTT NORTE AL...

MARATONA BTT DE OTA - DOR...

PASSEIO ANUAL DA 3ª IDADE...

REGIONAL DE MARATONAS BTT...

F.C. OTA - ESTATÍSTICA 20...

VIDEOS DO CIRCUITO DE CIC...

CIRCUITO DE CICLISMO DE M...

RESCALDO DA MARATONA BTT ...

3 HORAS RESISTÊNCIA BTT A...

PROGRAMA DA FESTA DE OTA ...

REGIONAL DE MARATONAS BTT...

2ª DIVISÃO DISTRITAL - A....

CIRCUITO DE CICLISMO DE S...

TREINOS DE CAPTAÇÃO - F. ...

OH MEU DEUS TRAIL BIKE SE...

favoritos

CAMPEONATO DISTRITAL DE B...

CAMPEONATO DISTRITAL DE I...

RESCALDO DA 1ª PROVA RESI...

VIDEOS DA 1ª PROVA RESIST...

RESCALDO - T. P. MARATONA...

FOTO DA ASSINATURA DO CON...

S. C. PINHEIRO LOURES 3 -...

RESCALDO DA MARATONA BTT ...

CAMPEONATO NACIONAL DE RA...

RESCALDO DA MARATONA BTT ...

temas

2008/2009

2009/2010

2010

2010/2011

2011

2011/2012

2012

7 maravilhas

aeroporto de ota

afl

alenquer

alentejo

alhandra

amador

analises

anipura

arneiros

arrudense

atalaia

atletismo

benfica

benjamins

btt

c.s.r.d. de ota

campeonato

carb boom

cerca

charneca de ota

cheganças

ciclismo

classificação

comentarios

corrida do mirante

cronicas

cross country

desporto

diversos

elites

escolas

estatistica

eventos

extrusal

f.c. ota

f.c. ota benjamins

f.c. ota escolas

f.c. ota infantis

f.c. ota iniciados

f.c. ota juniores

f.c. ota juvenis

festa

frases

furadouro

futebol

futebol de sete

golos

humor

imagens

infantis

iniciados

jogador

juniores

juvenis

lfo

Liga Fantástica de Ota

linhais

lisboa

maratona

memorias

monte agraço

monte redondo

montejunto

música

nacional

ota

ota videos

passeios

pelado

pinheiro loures

portugal

raid

rbikes

relvado

rescaldo

resultados

rio de ota

seniores

serra de ota

sintético

sobreirense

sorteio

sub-23

taça

torneio

treino

varanda da ota

vencedor

veteranos

videos

xcm

xco

todas as tags

últ. comentários
Sem grandes comentarios. obrigado Rui. Fica aqui m...
Até no fim se manifesta a enorme qualidade e dedic...
a deresao do futebol clube agradece todo o que o b...
Caro Rui Branco,Os meus Parabéns pelo teu trabalho...
Foi um óptimo trabalho feito ao estilo de O...
Caro Rui Branco,Obrigado pelo trabalho pioneiro qu...
RuiCertamente que para tomares esta decisão, pensa...
Caro Rui, É com muita tristeza que leio a notícia ...
Caro RuiÉ com tristeza que vejo esta noticia.Assim...
OS COMENTÁRIOS NESTE BLOG ESTÃO TEMPORARIAMENTE SU...
Setembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9


24
25
26
27
28
29

30


pesquisar
 
blogs SAPO
subscrever feeds
mais sobre mim