PÁGINA PESSOAL DE RUI BRANCO

Domingo, 3 de Abril de 2011
FUTEBOL CLUBE DE OTA 2 - ALCAINÇA ATLÉTICO CLUBE 3

CAMPEONATO DISTRITAL IIª DIVISÃO - ASSOCIAÇÃO FUTEBOL LISBOA

23ª JORNADA - ÉPOCA 2010/2011

Foto (da esquerda para a direita): Sandro, João Silva, Caldeira, João Bacalhau, João Rodrigues, Ricardo Quaresma, Miguel Rocha, Reginaldo Souza, Rui Ferreira, Nuno Fernandes e Filipe Antunes. 

Foto: Equipa titular do Alcainça Atlético Clube, formação do concelho de Mafra. 

 

O Futebol Clube de Ota iniciou a partida com o seguinte onze:

 

90 FILIPE ANTUNES
21 BRUNO CALDEIRA
4 JOÃO RODRIGUES
2 JOÃO SILVA
25 NUNO FERNANDES
10 REGINALDO SOUZA
27 RICARDO QUARESMA
8 SANDRO FERREIRA (Cap.)
19 MIGUEL ROCHA
17 RUI FERREIRA
23 JOÃO BACALHAU

 

Foto: 0-1 para o Alcainça, obtido na sequência de um livre directo, batido do lado esquerdo, pelo jogador nº 5, com o vento a ser um forte aliado deste bom remate do atleta da equipa visitante.  

 

Substituições:

57' - Saiu o Miguel Rocha e entrou o EDGAR FILIPE (12).

57' - Saiu o Rui Ferreira e entrou o ANDRÉ FERREIRA (31).

68' - Saiu o João Rodrigues e entrou o NUNO NARCISO (16).

Suplentes não utilizados: Daniel Duarte e Alexander Deus.

Não convocados: Márcio Carvalho, Ricardo Fachada, Peres, Jorge Ribeiro, Ruben Dias, Gonçalo Ferreira.

Castigado: Pedro Grilo.

Disciplina:

Futebol Clube de Ota:

Cartão Amarelo aos 40 minutos para o Nuno Fernandes, por ter cometido uma falta sobre um adversário.

Cartão Amarelo aos 43 minutos para o Reginaldo Souza, por ter cometido uma falta sobre o jogador nº 24.

Cartão Amarelo aos 71 minutos para o André Ferreira, por protestos.

Depois do jogo terminar, no acesso aos balneários, o Filipe Antunes foi expulso, com cartão vermelho directo, por protestos.

Alcainça Atlético Clube:

Cartão Amarelo aos 61 minutos para o jogador Nº 6, por ter cometido uma falta sobre o João Bacalhau.

Resultado ao intervalo: 1-1

Foto: Aos 34 minutos, num contra ataque, a equipa de Ota restabeleceu a igualdade no marcador, com este golo apontado pelo João Bacalhau, que correu desde o meio campo, com a bola dominada e fez o golo do empate.  

 

MARCHA DO MARCADOR:

0-1 aos 3 minutos pelo jogador Nº 5. Na sequência de um livre directo, batido do lado esquerdo do ataque, com o vento a soprar a favor e com bastante força, o jogador nº 5 bateu com o pé direito, a bola descreveu um arco e entrou junto ao ângulo superior esquerdo da baliza do F. C. Ota.

1-1 aos 34 minutos por JOÃO BACALHAU. O Miguel Rocha recuperou a bola no nosso meio campo e lançou-a para as costas da linha defensiva do Alcainça, que se encontrava muito subida, onde o João Bacalhau a recepcionou e seguiu com ela dominada em direcção à baliza adversária, para no interior da área, acossado por um central, remata-la rasteira, com a mesma a entrar junto ao poste direito da baliza do Alcainça.

1-2 aos 47 minutos pelo jogador Nº 19. A equipa visitante recuperou a bola junto ao nosso banco de suplentes, lado direito do seu ataque, e cruzou o esférico para a entrada da pequena área, onde o jogador nº 19 se antecipou de cabeça à saida do nosso guarda redes e enviou-o para o fundo das nossas redes.

1-3 aos 53 minutos pelo jogador Nº 5. Boa jogada deste médio centro, que trouxe a bola dominada desde o lado esquerdo até à entrada da grande área, em zona frontal, de onde desferiu um potente remate com o pé direito, rasteiro, com o esférico a entrar junto ao poste esquerdo da baliza do F. C. Ota.

2-3 aos 85 minutos por AUTOGOLO do jogador Nº 3. Na sequência de um lançamento de linha lateral, do lado direito, o Ricardo Quaresma enviou o esférico para a zona da baliza, de forma muito tensa e forte, também ajudada pelo vento e a mesma tocou no jogador nº 3 e entrou na baliza do Alcainça A. C.

Foto: 1-3 para o Alcainça, apontado pelo jogador nº 5, neste potente remate de pé direito, que levou a bola a entrar junto ao poste esquerdo da baliza do Futebol Clube de Ota. 

 

CRÓNICA DO JOGO: 

Neste regresso a Cheganças, a casa emprestada para esta época, depois de um bom jogo no Sobreiro Curvo, a nossa equipa defrontava o 5º classificado no campeonato, com vontade de vencer.

A partida ficou marcada pelo forte vento que se fez sentir no decurso dos noventa minutos de jogo, e que na primeira parte favoreceu a equipa do concelho de Mafra.

Para este jogo, o técnico Luis Ferreira, lançou o Filipe Antunes na baliza. Na defesa alinharam o Caldeira, João Rodrigues, João Silva e Nuno Fernandes. No meio campo jogaram o Souza, o Quaresma (regressou à equipa após cumprir castigo disciplinar), o Sandro e o Miguel Rocha. A frente de ataque foi entregue ao Rui Ferreira e ao João Bacalhau.

O jogo começou, praticamente, com o golo inaugural para a equipa visitante. O jogador nº 5 executou muito bem o livre directo, mas a verdade é que o forte vento ajudou, e de que maneira, a que o esférico entrasse na nossa baliza.

Os minutos seguintes foram de grande pressão da equipa visitante, ajudada pelo vento, com a nossa equipa a ter muitas dificuldades para evitar golos ao adversário e sem conseguir sair com a bola controlada para o ataque.

Aos 9 minutos, na sequência de um cruzamento do lado esquerdo, o jogador nº 7, cabeceou sozinho na grande área, com a bola a esbarrar na barra da baliza à guarda do Filipe Antunes.

Aos 15 minutos, em mais um capricho do vento, a bola ressaltou com muito perigo para a nossa baliza e o Filipe, com um excelente golpe de rins, desviou-a por cima da barra. Na sequência desse canto, o jogador nº 23 quase marcava de forma directa.

Aos 22 minutos, o jogador nº 24 apareceu em boa posição na área, descaido para o lado direito, rematou cruzado, mas o Filipe, com uma excelente intervenção, evitou o golo ao adversário.

Aos 31 minutos, o jogador nº 24 isolou-se, ganhando em velocidade ao João Silva, em direcção à nossa baliza, valendo na circunstância o Filipe Antunes, com uma saida arrojada, a evitar mais um golo ao Alcainça.

Aos 34 minutos, na primeira oportunidade de golo, a nossa equipa chegou à igualdade. O Miguel lançou o Bacalhau e este, antes do meio campo, arrancou com a bola dominada e só parou quando a enviou, com o pé direito, para o fundo das redes do Alcainça.

Este golo veio dar algum ânimo à nossa equipa e na parte final do primeiro tempo, apesar do vento, ainda tivemos mais uma excelente oportunidade para marcar.

Antes, aos 38 minutos, o jogador nº 7, à entrada da área, rematou forte, com a bola a sair por cima da barra.

Aos 40 minutos, o João Bacalhau teve uma excelente iniciativa pelo lado direito, cruzou a bola ao segundo poste, onde o Miguel não conseguiu finalizar convenientemente, no entanto o esférico sobrou para fora da área, para o pé esquerdo do Nuno Fernandes, que desferiu um potente pontapé, que levou a bola a beijar o poste esquerdo da baliza do Alcainça.

Até ao intervalo não houve mais nenhuma situação de golo. O resultado, no fim deste primeiros quarenta e cinco minutos de jogo, era-nos muito favorável, porque soubemos sofrer, devido à forte pressão do adversário e ainda conseguimos empatar contra o vento

Foto: Aos 84 minutos, numa fase de grande assédio atacante da nossa equipa, o João Bacalhau, de cabeça, enviou esta bola contra o poste direito da baliza do Alcainça. 

 

No recomeço do jogo esperava-se que a equipa de Ota, com o vento a favor, entrasse a pressionar o adversário, mas ao invés foi a formação de Alcainça que entrou melhor e fez dois golos até aos 8 minutos desta etapa complementar.

Aos 47 minutos, numa finalização de cabeça, o jogador nº 19 fez o segundo golo para a sua equipa.

Entre o segundo e o terceiro golo do Alcainça, o Bacalhau teve uma boa jogada pela direita, tirou um adversário da frente e rematou o esférico por cima da barra.

Aos 53 minutos, num potente remate de fora da área, o jogador nº 5 apontou o terceiro golo para a sua equipa.

A perder por dois golos de diferença, aos 57 minutos, a equipa técnica de Ota, tirou o Rui Ferreira e o Miguel Rocha do jogo, por troca com o André Ferreira e Edgar Filipe.

Aos 60 minutos, numa boa jogada pela esquerda do jogador nº 23, a bola foi cruzada para a área, onde o jogador nº 19 rematou de primeira, com a bola a passar rente ao poste direito da baliza à guarda do Filipe Antunes.

A partir desta altura, e até ao final do jogo, só deu Futebol Clube de Ota, com uma pressão extraordinária sobre a baliza adversária.

Criaram-se diversas oportunidades de golo, que só por grande infelicidade não resultaram em golos.

Aos 65 minutos, o Ricardo Quaresma, pelo lado direito, lançou o Bacalhau que correu para a área, em boa posição para finalizar. No momento da finalização foi acossado por um defesa e o seu remate saiu ao lado do poste esquerdo da baliza adversária.

Aos 68 minutos, saiu o João Rodrigues, o Souza recuou para defesa central e entrou o Nuno Narciso.

Aos 79 minutos, o Bacalhau entrou na área com a bola dominada, pelo lado esquerdo e o jogador nº 3 cortou-a com o braço, com o árbitro, bem posicionado, a mandar seguir um lance de claríssima grande penalidade.

Aos 84 minutos, na sequência de um cruzamento na esquerda, o Caldeira apareceu ao segundo poste a fuzilar, valendo na circunstância o único defesa que estava entre a bola e a baliza a oferecer o corpo à bola e a impedir que a mesma fosse para o fundo das suas redes.

No mesmo minuto, num lançamento de linha lateral executado pelo Quaresma, o Bacalhau subiu mais alto que todos, ao primeiro poste e penteou a bola em direcção ao poste direito da baliza do Alcainça. A bola depois de esbarrar nesse poste foi aliviada pela linha lateral pela defesa visitante.

Aos 85 minutos, na sequência desse lançamento de linha lateral, o Ricardo Quaresma enviou a bola para a molhada e o jogador nº 3 acabou por tocar o esférico para o fundo das suas redes.

Com algum tempo para jogar, ainda havia tempo para, pelo menos, chegar à igualdade.

Aos 90 minutos, a bola sobra na área para o André Ferreira que rematou forte e o jogador nº 3 desviou a bola da sua baliza com as mãos. Embora o remate tenha sido um pouco à queima, o jogador do Alcainça não pode defender a bola daquela forma, isso cabe ao guarda redes fazer. Seria grande penalidade, caso o árbitro tivesse visto bem o lance, ou ajuizado como deveria ter feito.

No tempo de compensação a equipa de Ota bombeou bolas para a área adversária, sem criar grandes situações para igualar o marcador.

Em suma, um jogo marcado pelo forte vento que beneficiou as duas equipas em partes distintas. Na segunda parte, pelo seu inicio, a equipa do Alcainça fez muito para ganhar o jogo. Na parte final do mesmo, a equipa de Ota, fez muito para empatar e merecia-o. 

Foto: Aos 85 minutos, neste lance, a equipa de Ota reduziu para 2-3, após um lançamento de linha lateral executado pelo Ricardo Quaresma, o jogador nº 3 do Alcainça enviou o esférico para a sua própria baliza. 

 

ARBITRAGEM:

Foi um autêntico desastre a arbitragem realizada pelo Ricardo Vilas, o árbitro nomeado para esta partida. Cometeu muitos erros de avaliação. Foi muito brando, para as duas equipas, em termos disciplinares.

Ao minuto 79 e ao minuto 90 não assinalou duas grandes penalidades, a favor do Futebol Clube de Ota, ambas por mão na bola do jogador nº 3 do Alcainça.

A cereja no topo do bolo, em termos de arbitragem desastrosa, aconteceu aos 71 minutos, quando o guarda redes do Alcainça segurou uma bola com as mãos, perante o André Ferreira. O árbitro, ainda com o guarda redes na posse da bola, interrompeu o jogo e amarelou o André Ferreira. Depois gerou-se alguma confusão, que durou cerca de 1 minuto, e o guarda redes sempre com a bola na mão. Entretanto os ânimos acalmaram e o guarda redes do Alcainça colocou a bola no chão para marcar uma suposta falta, mas o árbitro não deixou, dizendo que o guarda redes teria de repôr a bola em jogo com as mãos. Ao ouvir isto o Quaresma correu para a bola e fez o golo. O árbitro voltou a pedir ao guarda redes que repusesse a bola em jogo com as mãos e foi isso mesmo que ele fez, pontapeando-a para o meio campo. Ora, agora vamos lá avaliar este lance. Nunca vi, em nenhum campo de futebol, que o jogo recomeçasse, depois de estar interrompido mais de um minuto, com o guarda redes a repo-la com as mãos em jogo. Por outro lado, se o árbitro interrompeu o jogo para amarelar o André, deveria recomeçar o jogo com um pontapé livre, ou então com lançamento de bola ao ar, até porque da forma como o fez deveria ter marcado livre contra o Alcainça porque o guarda redes teve a bola nas suas mãos mais que 6 segundos. Aliás, mais 6, mais 6, mais 6, enfim muitos mais seis segundos. Enfim, uma situação caricata, que ainda deu para uma boa risota no público presente.

Apesar da desastrosa arbitragem do Ricardo Vilas, queremos deixar aqui uma palavra simpática para os dois auxiliares, João Mendes e João Gaspar, que estiveram bem, no cômputo geral do jogo, e ainda tentaram evitar que o colega cometesse tantos erros básicos.

    



publicado por BLOGOTA às 19:48
link do post | comentar | favorito

links
arquivos

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

posts recentes

ATÉ SEMPRE...

RAINHA DAS VINDIMAS 2012 ...

EQUIPA TÉCNICA DOS TRAQUI...

EQUIPA TÉCNICA DOS BENJAM...

CLÁSSICA CICLISMO - ALVER...

CLÁSSICA CICLISMO: ALVERC...

EQUIPA TÉCNICA DOS BENJAM...

SORTEIO – JUVENIS E INICI...

1º DESAFIO BTT ADN – A DO...

EQUIPA TÉCNICA DOS INFANT...

TROFÉU BTT OURÉM – RAID T...

EQUIPA TÉCNICA DOS INICIA...

CICLISMO - CONTRA RELÓGIO...

EQUIPA TÉCNICA DOS JUVENI...

EQUIPA TÉCNICA DOS JUNIOR...

SORTEIO – JUNIORES – F. C...

15º PRÉMIO VOLKSWAGEN – F...

VIDEOS DA MARATONA BTT DE...

VIDEOS DA MARATONA BTT DE...

REGIONAL DE MARATONAS BTT...

MARATONA BTT DE OTA

15º PRÉMIO VOLKSWAGEN AUT...

CLÁSSICA SUBIDA À TORRE -...

F.C. OTA - ESTATÍSTICA 20...

CIRCUITO DE CICLISMO DA A...

18º CIRCUITO BTT NORTE AL...

MARATONA BTT DE OTA - DOR...

PASSEIO ANUAL DA 3ª IDADE...

REGIONAL DE MARATONAS BTT...

F.C. OTA - ESTATÍSTICA 20...

VIDEOS DO CIRCUITO DE CIC...

CIRCUITO DE CICLISMO DE M...

RESCALDO DA MARATONA BTT ...

3 HORAS RESISTÊNCIA BTT A...

PROGRAMA DA FESTA DE OTA ...

REGIONAL DE MARATONAS BTT...

2ª DIVISÃO DISTRITAL - A....

CIRCUITO DE CICLISMO DE S...

TREINOS DE CAPTAÇÃO - F. ...

OH MEU DEUS TRAIL BIKE SE...

favoritos

CAMPEONATO DISTRITAL DE B...

CAMPEONATO DISTRITAL DE I...

RESCALDO DA 1ª PROVA RESI...

VIDEOS DA 1ª PROVA RESIST...

RESCALDO - T. P. MARATONA...

FOTO DA ASSINATURA DO CON...

S. C. PINHEIRO LOURES 3 -...

RESCALDO DA MARATONA BTT ...

CAMPEONATO NACIONAL DE RA...

RESCALDO DA MARATONA BTT ...

temas

2008/2009

2009/2010

2010

2010/2011

2011

2011/2012

2012

7 maravilhas

aeroporto de ota

afl

alenquer

alentejo

alhandra

amador

analises

anipura

arneiros

arrudense

atalaia

atletismo

benfica

benjamins

btt

c.s.r.d. de ota

campeonato

carb boom

cerca

charneca de ota

cheganças

ciclismo

classificação

comentarios

corrida do mirante

cronicas

cross country

desporto

diversos

elites

escolas

estatistica

eventos

extrusal

f.c. ota

f.c. ota benjamins

f.c. ota escolas

f.c. ota infantis

f.c. ota iniciados

f.c. ota juniores

f.c. ota juvenis

festa

frases

furadouro

futebol

futebol de sete

golos

humor

imagens

infantis

iniciados

jogador

juniores

juvenis

lfo

Liga Fantástica de Ota

linhais

lisboa

maratona

memorias

monte agraço

monte redondo

montejunto

música

nacional

ota

ota videos

passeios

pelado

pinheiro loures

portugal

raid

rbikes

relvado

rescaldo

resultados

rio de ota

seniores

serra de ota

sintético

sobreirense

sorteio

sub-23

taça

torneio

treino

varanda da ota

vencedor

veteranos

videos

xcm

xco

todas as tags

últ. comentários
Sem grandes comentarios. obrigado Rui. Fica aqui m...
Até no fim se manifesta a enorme qualidade e dedic...
a deresao do futebol clube agradece todo o que o b...
Caro Rui Branco,Os meus Parabéns pelo teu trabalho...
Foi um óptimo trabalho feito ao estilo de O...
Caro Rui Branco,Obrigado pelo trabalho pioneiro qu...
RuiCertamente que para tomares esta decisão, pensa...
Caro Rui, É com muita tristeza que leio a notícia ...
Caro RuiÉ com tristeza que vejo esta noticia.Assim...
OS COMENTÁRIOS NESTE BLOG ESTÃO TEMPORARIAMENTE SU...
Setembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9


24
25
26
27
28
29

30


pesquisar
 
blogs SAPO
subscrever feeds
mais sobre mim