PÁGINA PESSOAL DE RUI BRANCO


Terça-feira, 3 de Abril de 2012
CAMPEONATO DISTRITAL DE INICIADOS (2ª Divisão)

VS 

 

 

CLUBE DESPORTIVO A DOS CUNHADOS 1 - FUTEBOL CLUBE DE OTA 6 

Parque Desportivo Maximino Franco dos Santos - A dos Cunhados 

Iniciados - Futebol 11 - Série 1 - 22ª Jornada

(Resultado ao intervalo: 0-2)

 

Foto: O onze titular do Futebol Clube de Ota, em Iniciados, que no passado domingo defrontou o formação de A dos Cunhados, do concelho de Torres Vedras. 

 

Incidências do Jogo: 

Os iniciados do Futebol Clube de Ota, que estrearam um novo técnico principal, o Diogo Cristóvão, que passou a acumular a orientação técnica desta equipa com o cargo de treinador adjunto dos Juniores, e com a colaboração do David Soudo, deslocaram-se ao campo do A dos Cunhados e conseguiram uma vitória folgada.

As condições atmosféricas do passado domingo apresentaram-se com o céu encoberto e com alguns períodos de chuva durante o encontro.

O técnico Diogo Cristóvão lançou de início a seguinte equipa: João Pedroso, Marcelo Fernandes, Sandro Santos (capitão), Paulo Botas, Ricardo Santos, Jughe Pandim, Marcelo Vitorino, Sérgio Ribeiro, João Arrais, Daniel Carvalho e Gonçalo Pinto.

A equipa de Ota entrou muito bem no jogo e dominou-o desde o apito inicial, construindo desde logo algumas situações de perigo junto à baliza local.

Aos 6 minutos, num canto, o guarda-redes do A dos Cunhados foi chamado a intervir com segurança.

Aos 9 minutos, numa grande jogada da equipa visitante, o Sérgio Ribeiro embalou para a área adversária e rematou para uma defesa do guarda-redes.

Aos 12 minutos, a equipa de Ota ganhou a bola na zona intermediária e de imediato lançou o avançado Gonçalo Pinto, que no cara-a-cara com o guarda-redes local foi mais eficaz e inaugurou o marcador.

Aos 18 minutos, em mais uma jogada de insistência da equipa de Ota, o João Arrais isolou-se e só com o guarda-redes pela frente não teve dificuldade para ampliar a vantagem no marcador.

A perder por dois golos o A dos Cunhados reagiu e aos 24 minutos, num livre directo, obrigou o João Pedroso a uma intervenção segura.

Aos 29 minutos, numa jogada de contra ataque, a equipa Ota enviou uma bola ao poste direito da baliza visitada.

Aos 33 minutos, no seguimento de um canto, o A dos Cunhados criou perigo, mas o guarda-redes de Ota resolveu a situação.

Aos 35 minutos, o Daniel Carvalho rematou forte, para uma defesa eficaz do guardião local.

O resultado ao intervalo, perante o domínio e melhor futebol da equipa visitante, era justo.

 

0-3 para o FC Ota, apontado pelo Sandro Santos. 

0-4 para o FC Ota, apontado pelo Nickson. 

 

Na segunda parte o teor do jogo não se alterou, com a equipa de Ota a continuar sempre por cima no jogo e no resultado.

Aos 7 minutos, surgiu o 0-3, com um golo obtido pelo Sandro Santos, num bom remate de fora da área, após um passe do Nickson.

Aos 11 minutos, após um canto para o A dos Cunhados, a bola apareceu com perigo na pequena área, mas o João Pedroso foi rápido e seguro a anular a tentativa de golo ao adversário.

Aos 12 minutos, na sequência de um canto a favor do F. C. Ota, a bola foi rechaçada para o lado direito, onde o Ricardo Santos voltou a cruzá-la para a área, aparecendo muito oportuno o Nickson a fazer o quarto golo.

Aos 18 minutos, o árbitro assinalou infracção na área do F. C. Ota, por empurrão do Paulo Botas a um adversário. Na conversão do castigo máximo, o jogador nº 25 do A dos Cunhados reduziu a diferença no marcador.

Após este golo, a formação local ganhou um certo ânimo e pressionou um pouco a equipa de Ota, mas não conseguiu fazer mossa.

Entre o minuto 27 e o 30 da segunda parte, o Gonçalo Pinto, em três lances diferentes, sofreu faltas para penalty, mas só à terceira é que o árbitro assinalou o respectivo castigo máximo.

Assim sendo, aos 30 minutos, de grande penalidade, o Gonçalo Pinto fez o quinto golo para o F. C. Ota.

Aos 33 minutos, o Gonçalo Pinto voltou a introduzir a bola na baliza adversária, mas o lance foi invalidado por suposto fora de jogo.

Finalmente, aos 34 minutos, numa bola metida em profundidade, o João Arrais isolou-se e só com o guarda-redes pela frente não teve dificuldade para fazer o sexto golo.

Em suma, num jogo dominado de princípio a fim pela equipa de Ota, o resultado espelhou essa superioridade.

Os jogadores em destaque nesta partida foram o nº 25 do A dos Cunhados e o Sandro Santos e Gonçalo Pinto do F. C. Ota.

Os resultados desta jornada foram os seguintes: A dos Cunhados 1 – Ota 6; Arneiros 0 – Monte Agraço 0; Barril 12 – GD Turcifal 0; Ramalhal 1 – Livramento 0, Torreense “B” 1 – Alenquer 3 e Povoense “B” 5 – Ponterrolense 1.

A classificação ficou assim ordenada: 1º Torreense “B” (49 Pontos); 2º Venda do Pinheiro (47 Pts); 3º Alenquer (43 Pts); 4º Povoense “B” (41 Pts); 5º Arneiros (39 Pts); 6º Livramento (37 Pts); 7º Barril (28 Pts); 8º Monte Agraço (24 Pts); 9º Ramalhal (24 Pts); 10º F. C. Ota (18 Pts); 11º Ponterrolense (17 Pts); 12º A dos Cunhados (16 Pts) e 13º GD Turcifal (0 Pts).

Na próxima jornada, vigésima terceira, que se disputa no dia 15 de Abril, o Futebol Clube de Ota recebe o Arneiros pelas 11 horas. 

 

1-4 para o A dos Cunhados, de grande penalidade. 

1-5 para o FC Ota, apontado pelo Gonçalo Pinto (G.P.). 

1-6 para o FC Ota, apontado pelo João Arrais.  



publicado por BLOGOTA às 20:20
link do post | comentar | favorito

Domingo, 4 de Março de 2012
CAMPEONATO DISTRITAL DE JUNIORES (2ª Divisão)

VS 

 

CLUBE DESPORTIVO A DOS CUNHADOS 3 - FUTEBOL CLUBE DE OTA 2 

Parque Desportivo Maximino Franco dos Santos - A dos Cunhados 

Juniores - Futebol 11 - Série 1 - 18ª Jornada

(Resultado ao intervalo: 2-1)

 

Incidências do Jogo:

A equipa de Juniores do Futebol Clube de Ota deslocou-se a A dos Cunhados para defrontar uma equipa que seguia imediatamente à sua frente na tabela classificativa, com sete pontos de avanço.

O jogo entre os dois últimos classificados desta série 1 foi muito bem disputado, pena foi que o árbitro tenha estragado o bom trabalho desempenhado, em particular, pelos atletas do F. C. Ota.

A equipa de Ota partiu para este jogo, como parte para todos, com o objectivo de vencer, mas foi cilindrada por uma equipa de arbitragem que não deixou a formação de Ota vencer pela primeira vez na competição.

O jogo, como dissemos, foi muito bem disputado, com a equipa visitada a ser a primeira a inaugurar o marcador.

A equipa de Ota reagiu de imediato, e chegou à igualdade com um golo obtido pelo Ricardo Granja.

Antes do intervalo, num lance muito polémico, o árbitro assinalou penalty contra o F. C. Ota e expulsou o defesa central Gustavo Parreira. O jogador do A dos Cunhados, chamado à conversão do castigo máximo, não perdoou e colocou de novo a sua equipa em vantagem.

Na segunda parte a equipa de Ota continuou a jogar melhor futebol que o seu adversário e adivinhava-se o golo da igualdade, que viria a surgir numa grande penalidade convertida pelo André Geada. Neste lance a formação local perdeu um jogador devido a expulsão e as duas equipas ficaram em igualdade numérica.

Antes do final do jogo, quando a equipa de Ota procurava chegar ao golo da vitória, o árbitro expulsou o Ricardo Granja, num lance em que o jogador de Ota fez um carrinho mas nem acertou na bola, nem no jogador com quem disputava o esférico.

Nos últimos minutos, a equipa de Ota, a jogar com menos uma unidade, tentou, pelo menos segurar a igualdade, mas nem isso conseguiu porque no último minuto de jogo, a formação de A dos Cunhados alcançou o terceiro golo num lance precedido de fora de jogo.

Em suma, num jogo em que a equipa de Ota foi melhor que o seu adversário, foi impedida de conquistar os três pontos, por uma equipa de arbitragem muito tendenciosa ou pouco competente, das duas uma.

Os resultados desta 18ª jornada foram os seguintes: Pinheiro Loures 0 - Alhandra 2; Arneiros 4 - Alenquer 0; Fonte Grada 1 - Ponte Frielas 0; Casalinhense 3 - Santa Iria 4; A dos Cunhados 3 - Ota 2; Monte Agraço 1 - Bobadelense 0; Ericeirense 3 - Vialonga 1.

A classificação, após esta jornada, ficou assim ordenada: 1º Santa Iria (39 Pontos); 2º Arneiros (39 Pts); 3º Monte Agraço (37 Pts); 4º Bobadelense (33 Pts); 5º Vialonga (33 Pts); 6º Fonte Grada (32 Pts); 7º Alhandra (31 Pts); 8º Ericeirense (28 Pts); 9º Casalinhense (25 Pts); 10º Alenquer (24 Pts); 11º Ponte Frielas (17 Pts); 12º A dos Cunhados (12 Pts); 13º Pinheiro Loures (10 Pts) e 14º F. C. Ota (2 Pts).

Na próxima ronda, dia 10 de Março, o Futebol Clube de Ota recebe o Monte Agraço Futebol Clube, pelas 15h. 30m, em jogo a contar para a 19ª jornada.        



publicado por BLOGOTA às 16:35
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 29 de Fevereiro de 2012
CAMPEONATO DISTRITAL DE JUVENIS (2ª Divisão)

VS 

 

CLUBE DESPORTIVO A DOS CUNHADOS 1 - FUTEBOL CLUBE DE OTA 1 

Parque de Jogos dos Linhais - Ota 

Juvenis - Futebol 11 - Série 1 - 17ª Jornada

(Resultado ao intervalo: 0-1)

 

Foto (da esquerda para a direita): João Cruz, Miguel Ângelo, Pedro Oliveira, Emanuel, Sandro, Diogo Simões, Alexandre, Renato, Fernando, Duarte e Daniel Pereira. 

 

Incidências do Jogo: 

Os juvenis do F. C. Ota, no passado domingo, deslocaram-se ao campo do A dos Cunhados, para mais uma partida a contar para o campeonato.

Para este jogo, o técnico David Soudo teve que proceder a uma alteração de última hora, devido à lesão do João Domingos, que foi substituído no eixo da defesa pelo ainda iniciado Sandro Santos.

Assim sendo, o onze titular foi o seguinte: Duarte Bernardino, Fernando Anselmo, Daniel Pereira, Sandro Santos, Miguel Ângelo, Emanuel Cabaço, João Cruz, Renato Gonçalves, Pedro Oliveira, Alexandre Florindo e Diogo Simões.

Logo aos 2 minutos de jogo, o Alexandre Florindo deu o primeiro sinal de perigo para a baliza adversária, com um remate que saiu ao lado.

Respondeu bem a equipa local, no minuto seguinte, num contra ataque perigoso, mas que foi bem resolvido pela defesa visitante.

O jogo seguia com mais iniciativa atacante da equipa de Ota.

Aos 23 minutos, o Pedro Oliveira cruzou do lado esquerdo, para um remate do João Cruz, que foi desviado pela defensiva contrária.

Aos 29 minutos, em novo ataque da equipa de Ota, o Diogo Simões rematou de fora da área, para uma defesa apertada do guardião do A dos Cunhados.

Aos 31 minutos surgiu o primeiro golo do jogo, para a equipa de Ota, num remate bem colocado do João Cruz.

Aos 34 minutos, o Daniel Pereira, num livre voltou a introduzir a bola na baliza adversária, mas o golo não foi validado porque a falta era indirecta.

Aos 36 minutos, o Daniel Pereira viu o amarelo e, logo de seguida viu o vermelho. Segundo o árbitro, a amostragem do segundo amarelo e consequente vermelho deveu-se ao facto do central de Ota ter sorrido para o juiz da partida.

No final dos primeiros quarenta minutos de jogo o resultado era justo para a formação de Ota, numa primeira parte muito movimentada e bem jogada pelos atletas otenses.

 

Emanuel tentou o golo de fora da área. 

 

Na segunda parte, a jogar com mais uma unidade em campo, a formação local equilibrou a contenda, mas as melhores oportunidades de golo continuaram a reverter para a equipa visitante.

Aos 7 minutos, num contra ataque da equipa visitada, o Duarte teve que se empregar a fundo para evitar o golo do adversário.

Aos 9 minutos, por lesão, saiu o Diogo Simões e entrou o ainda iniciado João Arrais.

Aos 11 minutos, numa iniciativa pela esquerda do Pedro Oliveira, com cruzamento para o coração da área, onde apareceu o João Cruz a rematar por cima da barra.

Aos 18 minutos, o João Arrais centrou para a área, onde o Pedro Oliveira falhou a finalização.

Aos 20 minutos, num contra ataque do A dos Cunhados, a bola foi rematada com perigo, mas acabou por sair ao lado da baliza.

Aos 23 minutos, num canto a favor do F. C. Ota, quase acontecia o segundo golo.

Aos 26 minutos, numa recuperação de bola a meio campo, com transição rápida para o ataque, o A dos Cunhados chegou à igualdade.

Aos 38 minutos, reclamou-se grande penalidade a favor do F. C. Ota, numa situação demasiado óbvia para o árbitro deixar passar, mas a verdade é que deixou escandalosamente por assinalar o castigo máximo contra a formação local.

Em suma, pelo fez durante os 80 minutos de jogo, e ainda por cima com menos uma unidade desde os 36 minutos da 1ª parte, o Futebol Clube de Ota merecia amplamente a vitória e a conquista dos três pontos em disputa.

Os resultados desta 17ª jornada foram os seguintes: Monte Agraço 1 – EAS Turcifal 3; A dos Cunhados 1 – Ota 1; Alhandra 1 – Casalinhense 4; Arrudense 3 – Venda do Pinheiro 1; Alenquer 1 – Encarnacense 1; Ponterrolense 0 – Pinheiro Loures “B” 5 e Alcainça 2 – Vila Nova da Rainha 3. Folgou o Arneiros.

A classificação ficou assim ordenada: 1º Casalinhense (45 Pontos); 2º Pinheiro Loures “B” (40 Pts); 3º EAS Turcifal (35 Pts); 4º Alhandra (34 Pts); 5º Arrudense (33 Pts); 6º Alenquer (28 Pts); 7º Vila Nova da Rainha (25 Pts); 8º F. C. Ota (20 Pts); 9º Arneiros (20 Pts); 10º A dos Cunhados (16 Pts); 11º Venda do Pinheiro (14 Pts); 12º Monte Agraço (14 Pts); 13º Encarnacense (12 Pts); 14º Alcainça (7 Pts) e 15º Ponterrolense (2 Pts).

Na próxima ronda (18ª), o Futebol Clube de Ota recebe o Arneiros, pelas 10h. 30m., de domingo, dia 4 de Março. Ambas as equipas chegam a este jogo com 20 pontos conquistados.    



publicado por BLOGOTA às 16:56
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 15 de Dezembro de 2011
CAMPEONATO DISTRITAL DE INICIADOS (2ª Divisão)

VS 

 

FUTEBOL CLUBE DE OTA 2 - C. D. A DOS CUNHADOS 0 

Parque de Jogos dos Linhais - Ota 

Iniciados - Futebol 11 - Série 1 - 9ª Jornada

(Resultado ao intervalo: 0-0)

 

Foto (da esquerda para a direita): Gonçalo Pinto, João Pedroso, Diogo, Ivo, Marcelo Fernandes, Maxi, Marcelo Vitorino, Ricardo Santos, Paulo Botas, Alexandre e Jughe. 

 

Incidências do Jogo: 

Os iniciados do Futebol Clube de Ota defrontaram o A dos Cunhados, equipa que seguia á sua frente com 1 ponto de vantagem, na manhã do passado domingo, dia 11 de Dezembro.

O treinador Luís Ramos fez alinhar o seguinte onze inicial: João Pedroso, Marcelo Fernandes, Marcelo Vitorino, Paulo Botas, Ricardo Santos, Ivo Rebelo, Jughe, Diogo Ribeiro, Maxi, Alexandre e Gonçalo Pinto.

O jogo foi disputado sob chuva miudinha e com uma temperatura baixa.

Logo ao segundo minuto o Gonçalo Pinto apareceu desmarcado á entrada da pequena área, mas o seu remate levou a bola a subir ligeiramente, passando por cima da barra, naquela que foi a primeira grande situação de golo do jogo.

Seguiu-se depois um período de muito equilíbrio, com muito jogo disputado a meio campo, sem que as equipas se aproximassem com perigo das balizas.

Aos 20 minutos a equipa forasteira esteve perto do golo quando enviou a bola á barra da baliza á guarda do João Pedroso.

O jogo foi para o intervalo com o resultado a zero, o que de alguma forma demonstrou a fraca capacidade concretizadora de ambas as formações durante os primeiros trinta e cinco minutos de jogo.

No segundo tempo, a primeira grande oportunidade de golo foi para a equipa de A dos Cunhados, com o jogador nº 21 a rematar ao lado do poste direito do F. C. Ota.

A partir daí e até final da partida só deu F. C. Ota, que começou a dominar por inteiro o jogo e a criar situações de golo de forma consecutiva.

Aos 17 minutos, num remate/cruzamento, o Maxi enviou a bola á barra da baliza adversária.

Aos 24 minutos, surgiu o 1-0 para a equipa da casa, apontado pelo Sérgio Ribeiro, após um excelente passe do Gonçalo Pinto.

Aos 28 minutos, o Ricardo Santos bateu um livre directo, e o guarda-redes forasteiro fez uma enorme defesa, evitando o segundo golo da equipa de Ota.

Aos 31 minutos, aconteceu o golo da confirmação da vitória local, apontado pelo Gonçalo Pinto, num remate á entrada da grande área, muito bem colocado, sem hipótese de defesa para o guarda-redes adversário.

Em suma, foi uma vitória justa para a equipa de Ota, especialmente pelo que produziu e concretizou no segundo tempo.

Os resultados desta nona jornada foram os seguintes: Alenquer 1 – Torreense “B” 2; Ponterrolense 0 – Povoense 5; Monte Agraço 0 – Arneiros 1; GD Turcifal 0 – Barril 11; Livramento 0 – Ramalhal 0 e Ota 2 – A dos Cunhados 0. Folgou a Venda do Pinheiro.

A classificação, após esta jornada, ficou assim ordenada: 1º Torreense “B” (25 Pontos); 2º Venda do Pinheiro (18 Pts); 3º Livramento (17 Pts); 4º Povoense (16 Pts); 5º Alenquer (16 Pts); 6º Arneiros (14 Pts); 7º Monte Agraço (13 Pts); 8º F. C. Ota (9 Pts); 9º Ramalhal (8 Pts); 10º Barril (8 Pts); 11º A dos Cunhados (7 Pts); 12º Ponterrolense (4 Pts) e 13º GD Turcifal (0 Pts).

Na próxima ronda (10ª), que se disputa no domingo, dia 18 de Dezembro, o Futebol Clube de Ota desloca-se ao campo do Arneiros, onde joga pelas 10h. 30m.

 

Foto: 1-0 para os iniciados do Futebol Clube de Ota apontado pelo Sérgio Ribeiro, aqui encoberto pelo jogador nº 8 do A dos Cunhados, já depois de ter enviado o esférico para o fundo da baliza adversária. 

 

Foto: 2-0 para o Futebol Clube de Ota, apontado pelo Gonçalo Pinto (9), com este remate efectuado de fora da área, sem hipótese de defesa para o guardião do A dos Cunhados. 

 

VIDEOS DO JOGO 

Livre directo batido pelo Ricardo Santos.   



publicado por BLOGOTA às 17:07
link do post | comentar | favorito

Sábado, 12 de Novembro de 2011
CAMPEONATO DISTRITAL DE JUNIORES (2ª Divisão)

VS 

 

FUTEBOL CLUBE DE OTA 2 - C. D. A DOS CUNHADOS 4 

Parque de Jogos dos Linhais - Ota 

Juniores - Futebol 11 - Série 1 - 5ª Jornada

(Resultado ao intervalo: 1-1)

 

Foto (da esquerda para a direita): Luis Miranda, Duarte Bernardino, Gustavo, Ricardo Granja, José Bernardino, Francisco Borges, João Correia, Gonçalo Pinto, Pedro Anacleto, André Campos e João Domingos. 

 

Incidências do Jogo:

Não está a ser fácil este regresso da categoria de juniores ao Futebol Clube de Ota. Pese embora a dedicação e o empenho dos responsáveis e atletas, as inúmeras lesões e um plantel curto em quantidade estão a limitar muito a progressão desta equipa.

Esta tarde, em Ota, a nossa equipa recebeu um adversário que ainda não tinha qualquer ponto na competição e partiu para este jogo com grande expectativa de conquistar a primeira vitória na competição.

Para este jogo, o técnico David Soudo colocou em campo o seguinte onze: Duarte Bernardino, José Bernardino, Pedro Anacleto, Gustavo, Ricardo Granja, João Correia, João Domingos, Luis Miranda, André Campos, Francisco Borges e Gonçalo Pinto.

O jogo começou bem equilibrado com a duas equipas a terem uma boa oportunidade para inaugurar o marcador. Aos 5 minutos, num livre direto, o Luis Miranda viu a bola desviar na barreira e sair ligeiramente por cima da barra.

Respondeu bem a equipa forasteira e aos 8 minutos, o jogador nº 10 rematou forte, á entrada da área, para uma grande defesa do Duarte.

A primeira, de várias, contrariedade para a equipa de Ota aconteceu aos 20 minutos quando o Gonçalo Pinto teve que sair lesionado, dando o seu lugar ao Pedro Branco.

Logo de seguida, aos 22 minutos, numa grande infelicidade da defesa local, a equipa forasteira inaugurou o marcador, quando o remate do jogador nº 13, que até saiu fraco, bateu no pé do Gustavo e mudou por completo a trajetória da bola, enganando o Duarte.

Este período foi o pior para a equipa de Ota, que aos 25 minutos viu o jogador nº 10 enviar uma bola ao poste esquerdo da baliza do F. C. Ota.

No último quarto de hora da primeira parte, a equipa de Ota assumiu o jogo e criou algumas boas oportunidades para empatar, nomeadamente pelo Francisco Borges, aos 35 minutos, com um remate á figura do guarda redes adversário.

Aos 41 minutos, o Francisco Borges isolou-se, após um passe do Pedro Branco, e fez o golo do empate com um remate rasteiro que levou a bola a passar longe do alcance do guarda redes do A dos Cunhados.

O resultado ao intervalo era justo, porque ambas as equipas tiveram momentos bons no jogo e as oportunidades claras foram bem repartidas.

No segundo tempo, a equipa de Ota entrou muito bem e logo aos 48 minutos fez o segundo golo, de novo da autoria do Francisco Borges, após um passe excelente do Pedro Branco, no fundo os mesmos protagonistas do primeiro golo, num lance também idêntico ao anterior.

Depois de chegar ao segundo golo, a equipa de Ota teve um período de grande fulgor no qual poderia ter feito, pelo menos, mais um golo.

Aos 54 minutos, o Francisco Borges teve outra soberana oportunidade, mas o guarda redes forasteiro fez uma grande defesa e evitou o terceiro para o F. C. Ota.

A partir dos 65 minutos a equipa de Ota começou a sofrer algumas contrariedades e a formação visitante começou a subir no terreno.

Aos 65 minutos saiu o Luis Miranda, lesionado, e entrou o André Geada. Aos 70 minutos saiu o André Campos, também ainda a recuperar de uma lesão, e entrou o Ângelo.

Aos 73 minutos, num ressalto muito infeliz na área, a equipa do A dos Cunhados igualou o jogo, em mais um golo caricato contra a equipa de Ota.

Entretanto o João Domingos lesionou-se e já não era possivel fazer alterações, acabando este jogador por entrar mais tarde, fazendo os últimos minutos em debilidade física.

Aos 79 minutos, a equipa de A dos Cunhados fez o três a dois, pelo jogador nº 26, que viria a bisar aos 82 minutos, fixando o resultado final em quatro a dois para a equipa visitante.

Em suma foi uma derrota muito injusta para a equipa de Ota, que teve várias contrariedades ao longo dos noventa minutos de jogo, que acabaram por levar este jogo para um desfecho nada condizente com o valor da nossa equipa.

Os resultados desta 5ª jornada foram os seguintes: Alhandra 1 - Pinheiro Loures 0; Alenquer 0 - Arneiros 4; Ponte Frielas 0 - Fonte Grada 2; Santa Iria 1 - Casalinhense 2; Bobadelense 0 - Monte Agraço 0; Vialonga 1 - Ericeirense 0 e Ota 2 - A dos Cunhados 4.

A classificação, após esta jornada, ficou assim ordenada: 1º Bobadelense (13 Pontos); 2º Monte Agraço (13 Pts); 3º Alhandra (10 Pts); 4º Vialonga (10 Pts); 5º Fonte Grada (10 Pts); 6º Santa Iria (9 Pts); 7º Arneiros (9 Pts); 8º Ericeirense (7 Pts); 9º Pinheiro Loures (4 Pts); 10º Casalinhense (4 Pts); 11º Ponte Frielas (3 Pts); 12º A dos Cunhados (3 Pts); 13º Alenquer e Benfica (2 Pts) e 14º F. C. Ota (2 Pts).

No próximo sábado, dia 19 de Novembro, pelas 15 horas, o juniores do Futebol Clube de Ota deslocam-se ao campo do Monte Agraço Futebol Clube. 

 

Foto: Francisco Borges acabou de marcar o segundo golo para a sua equipa, logo no recomeço do jogo, e colocou a sua equipa a vencer por duas bolas a uma. 

 

VIDEOS DO JOGO  

Luis Miranda num livre muito perigoso. 

Francisco Borges quase fez o 3-1.    



publicado por BLOGOTA às 21:32
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 23 de Maio de 2011
IIª DIVISÃO DISTRITAL - SÉRIE 1 - A. F. LISBOA

ANÁLISE BLOGOTA – ÉPOCA 2010/2011

 

1ª PARTE

 

 

MTBA

 

A equipa de Sintra foi a grande vencedora desta série 1, embora não tenha sido a grande dominadora no decurso da época. O MTBA começou muito bem a época, com quatro vitórias consecutivas, depois começou a cair na tabela até chegar ao 4º lugar, por alturas do final da 1ª volta do campeonato. Na 2ª volta, graças a um desempenho sublime, com apenas três empates cedidos, subiu ao primeiro posto, a poucas jornadas do fim, e por lá se manteve até à última jornada. A equipa de Sintra garantiu a subida de divisão, com 17 vitórias, 6 empates, 2 derrotas, 58 golos marcados, sendo a equipa mais concretizadora da série, 18 sofridos, sendo aqui também a que menos tentos sofreu ao longo dos 25 jogos realizados, obtendo 57 pontos. Nos jogos com a equipa de Ota empatou, em casa, a uma bola e venceu em Cheganças, por um a zero.

 

 

SOBREIRENSE

 

A equipa de Sobreiro Curvo, Torres Vedras, formou um plantel com o claro propósito de subir de divisão e, apesar das dificuldades sentidas na 2ª volta, cumpriu esse objectivo. De facto, o Sobreirense foi a melhor equipa na 1ª volta do campeonato, tendo tido cerca de 10 pontos de avanço sobre o 2º classificado, mas depois, com uma 2ª volta de campeonato menos positiva começou a perder a folga que tinha na tabela classificativa até cair mesmo para o 2º lugar, que também dá acesso à subida de divisão. Os números da equipa foram de 17 vitórias, 4 empates e 4 derrotas. Marcaram 57 golos e sofreram 22, para um acumulado de 55 pontos. Nos jogos com a equipa de Ota venceu em Cheganças por 1-2 e em sua casa por 2-0.

 

 

ASSOCIAÇÃO MURTEIRENSE

 

A formação do concelho do Cadaval foi a grande surpresa desta série 1, com uma temporada a todos os títulos notável, sobretudo porque a poucos dias do encerramento das inscrições ainda não tinha equipa formada. A equipa da Murteira conseguiu reunir um bom lote de jogadores, com destaque para o ponta de lança que foi o melhor marcador desta série 1. Para consumar a subida de divisão faltou pouco, mas fica a imagem de uma época muito regular, sempre na parte de cima da tabela classificativa e a espreitar os dois lugares da subida. No final a equipa conquistou 15 vitórias, 6 empates e 4 derrotas. Marcaram 47 golos e sofreram 28, fazendo 51 pontos. Com o Futebol Clube de Ota venceram os dois jogos, 1-0 na Murteira e 2-3 em Cheganças.

 

 

A DOS CUNHADOS

 

A equipa de A dos Cunhados partiu para esta campanha com o firme propósito de subir de divisão. Para isso reforçou o plantel com atletas que lhes davam garantias de cumprir esse objectivo, mas uma sucessão de maus resultados ao longo da época, em jogos onde seria expectável a conquista dos três pontos, hipotecou essas hipóteses de ascensão à 1ª divisão distrital. Ainda assim, a equipa do concelho de Torres Vedras terminou o campeonato num honroso quarto lugar, com 14 vitórias, 3 empates e 8 derrotas. Marcaram 53 golos, revelando um bom índice concretizador e sofreram 31, para um total de 45 pontos. Nos jogos com a equipa de Ota conquistaram os seis pontos em disputa, com uma vitória em casa por 4-0 e fora por 1-3.

 

 

ALCAINÇA

 

A equipa do concelho de Mafra realizou um bom campeonato, sempre na parte de cima da tabela classificativa, chegando a acalentar esperanças, na parte final da competição, de chegar aos primeiros lugares. Foi uma equipa muito forte a jogar em casa, onde conquistou muitas vitórias. Fora de casa foi menos forte e por isso terá ficado fora da luta pela subida de divisão. O Alcainça conquistou 13 vitórias, 6 empates e 6 derrotas, somando 45 pontos. Marcaram 56 golos, a terceira equipa mais concretizadora da competição, e sofreram 40. Contra a equipa de Ota ganharam os dois jogos pela margem mínima, 1-0 em casa, e 2-3 em Cheganças.

 

 

FRIELAS

 

A equipa do concelho de Loures foi algo irregular ao longo do percurso, porque se tivesse tido outra regularidade poderia ter lutado pela subida até à última jornada do campeonato. Fez uma melhor 2ª volta, com uma série de vitórias consecutivas, que a catapultaram para os primeiros lugares, mas nas últimas jornadas perdeu dois jogos que a fizeram descer para a sexta posição. Esta formação tinha uma excelente frente de ataque, contrastando com uma defesa menos segura. Terminaram com 43 pontos, fruto de 12 vitórias, 7 empates e 6 derrotas. Marcaram 55 golos e sofreram 35. Nos jogos com a equipa de Ota empataram a três bolas em Frielas e vieram goleá-la a Cheganças por cinco bolas a zero.

 

 

PINHEIRO DE LOURES

 

O Pinheiro de Loures utilizou dois plantéis distintos ao longo da época. Numa 1ª fase as derrotas acumularam-se e o último posto parecia ser o destino final para esta equipa de Loures. Numa 2ª fase, com a aquisição de numerosos reforços, com uma qualidade superior, a equipa começou a ganhar jogos consecutivamente até se fixar na sétima posição. Foi uma das melhores equipas da 2ª volta do campeonato. Terminou com 35 pontos, graças a 11 vitórias, 2 empates e 12 derrotas. Marcaram 52 golos e sofreram 42. Foi a equipa que conquistou o resultado mais desnivelado da competição, 11-0 ao Malveira “B”. Contra a equipa de Ota perderam em casa por 3-5 e ganharam em Cheganças por 0-3.     



publicado por BLOGOTA às 18:55
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 12 de Abril de 2011
VIDEOS DO JOGO: F. C. OTA 1 - A DOS CUNHADOS 3

Rui Ferreira enviou esta bola à barra da baliza do A dos Cunhados 

Livre perigoso contra o F. C. Ota.  

0-2 para o A dos Cunhados, apontado pelo jogador nº 26.  

Ricardo Quaresma de livre directo.  

João Silva a cabecear com perigo para a baliza adversária. 



publicado por BLOGOTA às 11:56
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 11 de Abril de 2011
A. F. LISBOA - 2ª DIVISÃO DISTRITAL - 24ª JORNADA

 


Este domingo, disputou-se a antepenúltima jornada da série 1, da 2ª divisão distrital de Lisboa, onde nos seis jogos realizados se marcaram 19 golos, o que fez a média de 3,17 golos por jogo. As equipas visitadas fizeram 11 golos, enquanto as visitantes obtiveram 8 tentos. Não houve empates, registaram-se 4 vitórias caseiras e 2 vitórias forasteiras.

A duas jornadas do fim, a luta pelo 1º lugar nesta série está ao rubro, o Sobreirense comanda, mas folga na próxima jornada, enquanto o segundo e terceiro se defrontam entre eles no próximo domingo.

De notar que depois desta jornada todas as equipas se mantiveram na mesma posição que traziam da jornada anterior.

O Futebol Clube de Ota voltou a perder em casa, desta feita contra a formação de A dos Cunhados e já dificilmente sairá da penúltima posição da tabela classificativa.

O Sobreirense manteve o primeiro posto depois de receber e vencer o Frielas.

O MTBA visitou o campo do Luz Fanhões e venceu pela margem mínima, mantendo-se no segundo lugar.

A Associação Murteirense recebeu e bateu o Pinheiro de Loures, mantendo aspirações de chegar ao 1º lugar, ou no mínimo ao segundo posto.

O Alcainça recebeu e venceu a Cerca, mas ficou sem hipóteses de chegar aos dois primeiros lugares desta série 1.

A Fonte Grada conquistou a segunda vitória nesta competição, ao receber e vencer, por duas bolas a uma a formação do Furadouro. Apesar desta vitória, a equipa de Fonte Grada já não sairá do último posto da classificação.

Nesta jornada quem folgou devido à desistência da Malveira “B” foi a formação da Atalaia.

No próximo domingo, dia 17 de Abril, disputa-se a penúltima jornada do campeonato, com um grande jogo em perspectiva, entre o segundo e o terceiro classificado, enquanto o primeiro, folga.

O Futebol Clube de Ota (13º) realiza o seu último jogo em casa, onde apenas conquistou uma vitória, contra a Fonte Grada (14º). Trata-se de um jogo entre os dois últimos, onde se espera que ambas as equipas joguem de forma descontraída, aproveitando que as posições estão praticamente definidas. Na 1ª volta, a equipa de Ota venceu por duas bolas a uma.

A outra equipa do concelho de Alenquer, a U. R. D. de Atalaia (9º) desloca-se ao campo do Pinheiro de Loures (7º), onde a espera um adversário que tem sido dos melhores nesta segunda volta de campeonato. Na 1ª volta, a equipa de Loures venceu por 0-3.

O grande jogo da jornada disputa-se entre o MTBA (2º) e a Associação Murteirense (3º), com 3 pontos a separá-los. O jogo não será realizado no campo da equipa de Sintra, devido a interdição e isso poderá ter alguma influência no resultado final. De resto, ás duas equipas apenas interessa a vitória, até porque o 1º classificado folga nesta jornada e não pontuará. Na 1ª volta, a equipa do Cadaval venceu por duas bolas a zero.

Outro bom jogo em perspectiva, é o que coloca frente a frente o Frielas (5º) e o Alcainça (4º). A equipa de Alcainça, ainda sonha com o 3º lugar, mas para isso poder ainda acontecer, terá necessariamente de vencer. Na 1ª volta registou-se um empate a duas bolas.

A Cerca (10º) recebe o A dos Cunhados (6º), num derby do concelho de Torres Vedras, onde todos os resultados serão possíveis de acontecer. Na 1ª volta, a equipa de A dos Cunhados venceu por 3-0.

O Furadouro (11º) recebe o Luz Fanhões (8º) numa partida sem grande interesse para a classificação geral. Na 1ª volta, a equipa de Fanhões foi derrotada por duas bolas a zero.

Nesta jornada quem folga é o Sobreirense (1º), devido à desistência da Malveira “B” e poderá ver-lhe fugir o primeiro lugar na classificação. 

 

IMAGENS DO JOGO

FUTEBOL CLUBE DE OTA - CLUBE DESPORTIVO A DOS CUNHADOS 

https://picasaweb.google.com/ptblogota/20110410FCOta1ADosCunhados3# 

   



publicado por BLOGOTA às 18:33
link do post | comentar | favorito

Domingo, 10 de Abril de 2011
FUTEBOL CLUBE DE OTA 1 - C. D. A DOS CUNHADOS 3

CAMPEONATO DISTRITAL IIª DIVISÃO - ASSOCIAÇÃO FUTEBOL LISBOA

11ª JORNADA - ÉPOCA 2010/2011

Foto (em pé, da esquerda para a direita): Daniel Duarte, Miguel Rocha, Bruno Caldeira, João Silva, Ricardo Quaresma, Rui Ferreira e Reginaldo Souza. (em baixo, da esquerda para a direita): Sandro Ferreira, Nuno Fernandes, Edgar Filipe e João Bacalhau.  

Foto: O onze titular da equipa do concelho de Torres Vedras, o Clube Desportivo A dos Cunhados.  

 

O Futebol Clube de Ota iniciou a partida com o seguinte onze:

 

88 DANIEL DUARTE
19 RICARDO QUARESMA
10 REGINALDO SOUZA
2 JOÃO SILVA
12 EDGAR FILIPE
21 BRUNO CALDEIRA
30 MIGUEL ROCHA
8 SANDRO FERREIRA (Cap.)
25 NUNO FERNANDES
17 RUI FERREIRA
23 JOÃO BACALHAU

 

Foto: A equipa de A dos Cunhados entrou praticamente a ganhar neste jogo, quando neste lance aos 2 minutos abriu o marcador, com um golo apontado pelo jogador nº 18.  

 

Substituições:

38' - Saiu o Rui Ferreira e entrou o NUNO NARCISO (16).

45' - Ao intervalo saiu o João Bacalhau e entrou o ANDRÉ FERREIRA (31).

62' - Saiu o Miguel Rocha e entrou o ALEXANDER DEUS (27).

Suplentes não utilizados: 

Não convocados: Márcio Carvalho, Ricardo Fachada, Peres, Jorge Ribeiro, Ruben Dias, Gonçalo Ferreira e João Rodrigues.

Castigados: Pedro Grilo e Filipe Antunes.

Disciplina:

Futebol Clube de Ota:

Cartão Amarelo aos 60 minutos para o Ricardo Quaresma, por ter tido uma entrada dura sobre o jogador nº 24.

Cartão Amarelo aos 73 minutos para o André Ferreira, por ter cometido uma falta perigosa sobre um adversário.

Cartão Amarelo aos 90+6 minutos para o Daniel Duarte, por ter empurrado um adversário.

Clube Desportivo A dos Cunhados:

Cartão Amarelo aos 60 minutos para o jogador Nº 24, por ter tido uma entrada dura sobre o Ricardo Quaresma.

Cartão Amarelo aos 78 minutos para o jogador Nº 16, por afastar a bola do local da marcação de uma falta.

Cartão Amarelo aos 90+2 minutos para o jogador Nº 6, por ter cometido uma falta perigosa sobre o Bruno Caldeira.

Resultado ao intervalo: 0-2

Foto: Logo aos 20 segundos da segunda parte deste jogo, a nossa equipa, através de um tento obtido pelo André Ferreira, na imagem com a bola na mão, reduziu a desvantagem para apenas um golo de diferença.  

 

MARCHA DO MARCADOR:

0-1 aos 2 minutos pelo jogador Nº 18. Num lance que parecia inofensivo, com a nossa defesa controlar a bola, a equipa visitante recuperou a bola e o jogador nº 18 isolou-se, descaído para o lado esquerdo, e à entrada da área desviou a bola do alcance do Daniel inaugurando o marcador.

0-2 aos 37 minutos pelo jogador Nº 26. Na sequência de um canto batido do lado esquerdo do ataque visitante, a bola andou a saltitar na nossa área, sem que os nossos jogadores a conseguissem despachar dali para fora, aproveitando estas hesitações, o jogador nº 26 a rematar para o segundo golo do jogo.

1-2 aos 46 minutos por ANDRÉ FERREIRA. Aos 20 segundos da etapa complementar, o João Silva serviu o Nuno Narciso na esquerda do ataque, com este a ir à linha e a cruzar para a boca da baliza, onde o André tocou para o fundo das redes do A dos Cunhados.

1-3 aos 81 minutos pelo jogador Nº 24. O terceiro golo para a equipa de Torres Vedras, foi obtido com um remate rasteiro, forte, à entrada da grande área, entrando o esférico junto ao ângulo inferior direito da baliza à guarda do Daniel Duarte.

Foto: Aos 67 minutos, neste lance o jogador nº 16 isolou-se e tentou bater o nosso guarda redes, mas o Daniel, com esta saida corajosa, evitou o golo da equipa adversária.  

 

CRÓNICA DO JOGO: 

Este fim de semana jogou-se a 24ª jornada da série 1 da 2ª divisão distrital, mas este jogo foi relativo à 11ª ronda, devido à inversão de jornadas feitas na 1ª volta desta competição.

Com pouco público, sob uma boa temperatura ambiente, mas com bastante pó no pelado de Cheganças, o jogo entre estas duas equipas iniciou-se com 15 minutos de atraso, porque a equipa visitante chegou atrasada ao campo de jogos de Cheganças e demorou algum tempo em exercícios de aquecimento.

Para este jogo, o técnico Luis Ferreira lançou o Daniel Duarte na baliza, o Quaresma, João Silva, Souza e Edgar na defesa. O meio campo ficou entregue ao Caldeira, Sandro e Miguel Rocha. O ataque foi ocupado pelo Nuno Fernandes, Rui Ferreira e João Bacalhau.

Mais uma vez, já foram algumas esta época, entramos mal no jogo e a dar avanço à equipa adversária. Aos 2 minutos de jogo, num erro defensivo, a nossa equipa permitiu que o adversário se adiantasse no marcador, numa altura em que nenhuma das duas formações ainda tinha tido tempo para criar qualquer situação de golo.

A equipa vistante apanhou-se a ganhar muito cedo e a jogar a favor do vento dominou o primeiro quarto de hora desta partida, sem no entanto ter criado mais alguma situação clara para marcar.

Aos poucos, a nossa equipa começou a jogar melhor e com isso a acercar-se com algum perigo junto da baliza adversária.

Aos 18 minutos, o Rui Ferreira ganhou a linha de fundo do lado direito, cruzou para o poste mais afastado, onde apareceu o Nuno Fernandes, a rematar de primeira, com o pé esquerdo, mas a bola saiu ao lado do poste esquerdo da baliza do A dos Cunhados.

Na resposta, aos 19 minutos, o jogador nº 9 entrou na área pelo lado direito, em força e velocidade, rematando o esférico por cima da barra.

Aos 23 minutos, após um canto contra o F.C. Ota, a nossa equipa saiu em contra ataque, pelo lado esquerdo, com o Rui Ferreira a flectir da esquerda para o meio, onde desferiu um excelente remate, de fora da área, com a bola a embater na barra da baliza do A dos Cunhados.

Na resposta, aos 24 minutos, a equipa visitante também enviou uma bola ao ferro da baliza do F. C. Ota.

Aos 36 minutos, na sequência de um livre batido do lado direito, a bola foi muito chegada à barra, com o Daniel a desviá-la pela linha de fundo. Na sequência desse canto, a equipa visitante, aos 37 minutos, fez o segundo golo do jogo, num lance em que os nossos jogadores não foram lestos a tirar a bola da zona de perigo.

Antes do intervalo, ainda houve tempo para a primeira substituição na equipa de Ota, com a saida do Rui Ferreira (lesionado), por troca com o Nuno Narciso.

A vitória parcial ao intervalo era justa para a equipa visitante, mas a diferença de dois golos em relação à nossa era exagerada.

Foto: Neste lance, aos 81 minutos de jogo, o jogador nº 24 com um potente remate à entrada da área, fez o três a um para a sua equipa e estabeleceu o resultado final deste jogo.  

 

Ao intervalo, também por lesão, o João Bacalhau ficou nos balneários, sendo substituido pelo André Ferreira, que foi ocupar a posição de ponta de lança.

No recomeço do jogo, aos 20 segundos, a nossa equipa reduziu a desvantagem com um golo obtido pelo recém entrado André, após um excelente cruzamento do, também suplente utilizado, Nuno Narciso.

Com este golo, obtido muito cedo, estava reposta alguma verdade no jogo.

Aos 47 minutos, o jogador nº 26 cabeceou à vontade na nossa área, mas a bola saiu ao lado do poste esquerdo.

Aos 52 minutos, o Ricardo Quaresma bateu um livre directo, com algum perigo para a baliza do A dos Cunhados.

Aos 59 minutos, o Nuno Narciso bateu um canto do lado direito e o João Silva, à entrada da pequena área, cabeceou o esférico por cima da barra da baliza adversária.

Aos 62 minutos registou-se a última alteração na equipa de Ota, com a saida do Miguel Rocha, também tocado, por troca com o Alexander Deus.

Aos 67 minutos, num rápido contra ataque, o jogador nº 16 apareceu isolado frente ao Daniel, valendo uma grande intervenção do nosso guarda redes a evitar o golo ao A dos Cunhados.

Aos 77 minutos, num livre directo, o Nuno Narciso levou a bola a passar por cima da barra da baliza visitante.

O jogo decorria sob domínio territorial da equipa de Ota, que tentava chegar à igualdade, enquanto a equipa visitante jogava mais nas saidas rápidas da defesa para o ataque, tentando surpreender a nossa equipa, que cada vez mais se balanceava no ataque.

Aos 81 minutos, o jogador nº 24 fez o terceiro golo para a sua equipa, com um remate bem colocado e arrumou, praticamente, com o jogo.

Ainda assim e a perder por dois golos de diferença, a nossa equipa teve uma reação impressionante e só por grande azar é que não chegou ainda ao empate neste jogo.

Aos 83 minutos, o André Ferreira rematou na área, com o pé direito, entre dois defesas, e a bola foi caprichosamente esbarrar com o poste direito da baliza visitante.

Nesta altura já a nossa equipa jogava com apenas três defesas, porque o João Silva já tinha subido para a posição de ponta de lança, ao lado do Alexander Deus.

Aos 84 minutos, o Nuno Narciso bateu um canto do lado direito, ao segundo poste, onde apareceu o Souza a cabecear para a baliza, valendo na circunstância o jogador nº 6 a tirar a bola para longe da sua linha de baliza.

Aos 85 minutos, de novo noutra bola cruzada para a área, o Edgar deu de cabeça para o Nuno Narciso e este, de costas para a baliza, cabeceou o esférico à barra da baliza do A dos Cunhados.

Foi um período final de jogo, com a nossa equipa muito empenhada em marcar, mas por grande infelicidade nunca o conseguiu fazer.

Aos 87 minutos, num contra ataque, o jogador nº 16 isolou-se, mas perante o Daniel atrapalhou-se e o Sandro Ferreira, que vinha a acompanhar a jogada tirou a bola da sua zona de perigo.

Até ao apito final do jogo colocamos várias bolas na área adversária, mas sem criar grandes situações de golo.

No final das contas, a equipa de A dos Cunhados venceu o jogo porque foi mais feliz na finalizações que efectuaram, enquanto a nossa teve algumas boas oportunidades para marcar, nomeadamente nos últimos minutos do jogo, mas por infelicidade não o conseguiu fazer e assim a vitória da equipa visitante aceita-se como justa.

Foto: Aos 83 minutos, nesta finalização, o André Ferreira enviou a bola ao poste direito da baliza do A dos Cunhados, numa altura em que a nossa equipa já perdia por três bolas a uma. 

 

ARBITRAGEM:

Em primeiro lugar devemos dizer que a arbitragem deste jogo não teve influência directa no resultado final deste jogo. A equipa visitante marcou três golos e atirou uma bola aos ferros da nossa baliza, enquanto o F. C. Ota marcou um golo e meteu três bolas nos postes da baliza adversária.

O árbitro deste jogo foi o Mário Nunes, auxiliado do lado do bancos pelo Filipe Santos e do lado do público pelo Mário Parrinha.

O auxiliar do lado dos bancos, o Filipe Santos foi o melhor elemento desta equipa de arbitragem com uma actuação serena e muito equilibrado emocionalmente.

O auxiliar do lado do público, o Mário Parrinha teve algumas decisões erradas, mas o pior foi que nalgumas dessas situações, fossem certas ou não, o árbitro principal nem ligava ás indicações do seu auxiliar.

Um exemplo desta desconexão entre estes dois sujeitos, foi no lance do segundo golo para a equipa visitante, quando o Parrinha deu pontapé de baliza e o Nunes assinalou o canto de onde nasceria o golo.

O árbitro, Mário Nunes realizou um trabalho para não recordar, com decisões erradas, muito passivo em termos disciplinares e muito desiquilibrado emocionalmente, permitindo que os jogadores, de ambas as equipas, falassem com ele como se estivessem na esplanada do café lá da aldeia. Com esta incapacidade para dirigir um jogo de futebol, o Mário Nunes permitiu que o jogo se fosse transformando numa pequena batalha campal, que era de todo evitável se ele tivesse pulso forte na direcção desta partida.

  



publicado por BLOGOTA às 20:13
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 8 de Abril de 2011
SENIORES DO F. C. OTA CONTRA O A DOS CUNHADOS


publicado por BLOGOTA às 21:31
link do post | comentar | favorito

links
arquivos

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

posts recentes

CAMPEONATO DISTRITAL DE I...

CAMPEONATO DISTRITAL DE J...

CAMPEONATO DISTRITAL DE J...

CAMPEONATO DISTRITAL DE I...

CAMPEONATO DISTRITAL DE J...

IIª DIVISÃO DISTRITAL - S...

VIDEOS DO JOGO: F. C. OTA...

A. F. LISBOA - 2ª DIVISÃO...

FUTEBOL CLUBE DE OTA 1 - ...

SENIORES DO F. C. OTA CON...

VIDEOS DO JOGO: A DOS CUN...

C. D. A DOS CUNHADOS 4 - ...

ÉPOCA 2010/2010 - PERSPEC...

HISTÓRICO DAS EQUIPAS - S...

IIª DIVISÃO DISTRITAL - S...

VIDEOS DO JOGO DA 21ª JOR...

FUTEBOL CLUBE DE OTA 2 - ...

VIDEOS DO JOGO DA 4ª JORN...

A.F. LISBOA - II DIVISÃO ...

C. D. A DOS CUNHADOS 6 - ...

DESPORTO NA REGIÃO

favoritos

CAMPEONATO DISTRITAL DE B...

CAMPEONATO DISTRITAL DE I...

RESCALDO DA 1ª PROVA RESI...

VIDEOS DA 1ª PROVA RESIST...

RESCALDO - T. P. MARATONA...

FOTO DA ASSINATURA DO CON...

S. C. PINHEIRO LOURES 3 -...

RESCALDO DA MARATONA BTT ...

CAMPEONATO NACIONAL DE RA...

RESCALDO DA MARATONA BTT ...

temas

2008/2009

2009/2010

2010

2010/2011

2011

2011/2012

2012

7 maravilhas

aeroporto de ota

afl

alenquer

alentejo

alhandra

amador

analises

anipura

arneiros

arrudense

atalaia

atletismo

benfica

benjamins

btt

c.s.r.d. de ota

campeonato

carb boom

cerca

charneca de ota

cheganças

ciclismo

classificação

comentarios

corrida do mirante

cronicas

cross country

desporto

diversos

elites

escolas

estatistica

eventos

extrusal

f.c. ota

f.c. ota benjamins

f.c. ota escolas

f.c. ota infantis

f.c. ota iniciados

f.c. ota juniores

f.c. ota juvenis

festa

frases

furadouro

futebol

futebol de sete

golos

humor

imagens

infantis

iniciados

jogador

juniores

juvenis

lfo

Liga Fantástica de Ota

linhais

lisboa

maratona

memorias

monte agraço

monte redondo

montejunto

música

nacional

ota

ota videos

passeios

pelado

pinheiro loures

portugal

raid

rbikes

relvado

rescaldo

resultados

rio de ota

seniores

serra de ota

sintético

sobreirense

sorteio

sub-23

taça

torneio

treino

varanda da ota

vencedor

veteranos

videos

xcm

xco

todas as tags

últ. comentários
Sem grandes comentarios. obrigado Rui. Fica aqui m...
Até no fim se manifesta a enorme qualidade e dedic...
a deresao do futebol clube agradece todo o que o b...
Caro Rui Branco,Os meus Parabéns pelo teu trabalho...
Foi um óptimo trabalho feito ao estilo de O...
Caro Rui Branco,Obrigado pelo trabalho pioneiro qu...
RuiCertamente que para tomares esta decisão, pensa...
Caro Rui, É com muita tristeza que leio a notícia ...
Caro RuiÉ com tristeza que vejo esta noticia.Assim...
OS COMENTÁRIOS NESTE BLOG ESTÃO TEMPORARIAMENTE SU...
Setembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9


24
25
26
27
28
29

30


pesquisar
 
blogs SAPO
subscrever feeds
mais sobre mim