PÁGINA PESSOAL DE RUI BRANCO


Sábado, 19 de Maio de 2012
VIDEOS DA MARATONA BTT DE MEDA - XCM3 - 4ª Parte

Ricardo Batista na ZA3. 

Cláudio Paulinho a chegar à meta em Meda. 

Filomena Paulo a chegar à meta em Meda. 

Joaquim Cunha a chegar à meta em Meda. 

Ricardo Rodrigues a chegar à meta em Meda.      



publicado por BLOGOTA às 15:12
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 18 de Maio de 2012
VIDEOS DA MARATONA BTT DE MEDA - XCM3 - 3ª Parte

Ricardo Rodrigues na ZA3. 

Valter Raimundo na ZA3. 

Hélder Carvalho e Paulo Simões na ZA3. 

Pedro Marques na ZA3. 

João Nunes na ZA3.     



publicado por BLOGOTA às 22:05
link do post | comentar | favorito

VIDEOS DA MARATONA BTT DE MEDA - XCM3 - 2ª Parte

Denis Amaro na ZA1. 

Fernando Duarte na ZA1. 

Filomena Paulo na ZA1. 

Joaquim Cunha na ZA3. 

David Ventura na ZA3.     



publicado por BLOGOTA às 13:18
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 17 de Maio de 2012
VIDEOS DA MARATONA BTT DE MEDA - XCM3 - 1ª Parte

Partida para a Maratona BTT de Meda. 

Cláudio Paulinho na ZA1. 

Avelino Santos na ZA1. 

Valter Raimundo na ZA1. 

Hélder Carvalho na ZA1.     



publicado por BLOGOTA às 22:11
link do post | comentar | favorito

RESCALDO DA MARATONA DE MEDA - XCM3

Foto: O grupo dos primeiros a chegar à 1ª zona de assistência no Carvalhal - Meda. 

 

No passado domingo, dia 13 de Maio, em Mêda, decorreu a 4ª edição da maratona desta bela cidade da Beira Alta. Foi uma prova disputada sob um sol abrasador, com temperaturas superiores a 30 graus, completamente extenuante para os participantes.

A Maratona foi dividida em três percursos distintos, o principal e mais longo, com mais de 80 quilómetros de extensão, foi para os atletas federados que participaram na 3ª prova da Taça de Portugal de Maratonas BTT. O segundo percurso, com cerca de 66 quilómetros de extensão, foi para os atletas da promoção e para as atletas femininas federadas. Finalmente, o terceiro percurso, com cerca de 45 quilómetros de extensão, foi para os participantes na meia-maratona.

Ao todo, apresentaram-se à partida, cerca de 500 concorrentes, que pelas 10 horas da manhã, arrancaram em direcção aos magníficos trilhos desta região do interior norte de Portugal.

Ao contrário do ano passado, em Setembro, quando esta organização recebeu o campeonato nacional de maratonas, onde tudo correu de forma positiva, desta vez, passados apenas oito meses, a mesma organização piorou de forma considerável.

As notas negativas mais salientes prenderam-se com o facto de ter havido alguns problemas com o controlo de passagens de atletas, o que originou alguma confusão nas classificações e, talvez por isso, a mesmas tenham demorado muito tempo a serem publicadas.

O próprio site de apoio à prova foi fraquíssimo, com pouquíssima informação nos dias e semanas que antecederam a prova.

Os mapas para o acesso às zonas de assistência não eram claros e objectivos, o que originou alguma demora desnecessária para chegar às mesmas.

A distância entre as 3 zonas de assistência era muito longa, o que não permitiu ás equipas a deslocação dos elementos de apoio a todas essas áreas.

Agora, o mais grave de tudo, tendo em conta uma competição desta natureza, foi o facto de na 1ª zona de assistência ter faltado água durante largo período, o que levou a alguns atletas terem seguido em prova completamente secos.

Este facto foi absolutamente imperdoável, porque se tratou de uma competição nacional, onde o patrocinador oferece a água, sendo por isso inexplicável, a não ser por falta de organização, que tenha faltado água na ZA1.

Em suma, tendo em conta que esta mesma organização candidatou-se á realização do campeonato da europa de maratonas em 2014, a imagem que ficou não foi a melhor, havendo muita coisa a melhorar para terem hipóteses de levarem esta importante competição à beira alta. 

 

Foto: Ana Antunes e Maaris Meier disputaram a vitória até aos últimos metros. 

 

Em relação à competição, que é o que realmente interessa, tivemos uma competição renhida, tanto em masculinos, como em femininos.

No sector masculino, após grande parte do percurso ter sido liderado por um grupo constante com cerca de 8 a 10 atletas, na parte final, muito exigente, destacaram- se dois atletas da Saertex Portugal/Bicicletas Lavarinhas, o Ruben Almeida e o David Vaz, e um da Xyami, o Carlos Gomes.

Na reta da meta o mais forte foi o Ruben Almeida, que venceu com 3h. 33m. 09s., logo seguido pelo Carlos Gomes, da Xyami / Fagor / Nova Vida, a 2 segundos de distância, e pelo colega de equipa, David Vaz, com mais 5 segundos em relação ao vencedor.

Na competição feminina o equilíbrio entre a Ana Antunes (JP Bike Clube) e a Maaris Meier (Somamaratonas) foi a nota dominante ao longo dos 66 quilómetros de percurso. Na parte final a estoniana foi mais rápida, com 3h. 01m. 06s., e venceu com 5 segundos de vantagem para a atleta campeã nacional do Cartaxo. Em 3º lugar, com 3h. 04m. 33s., ficou a Celina Carpinteiro, do BTT Loulé / BPI.

Em relação à equipa de Ota, em termos de geral individual, temos a destacar o 16º lugar do Cláudio Paulinho, na geral masculina e o 19º lugar da Filomena Paulo, na geral feminina.

Por categorias, esta 3ª prova da Taça de Portugal de Maratonas, realizada em Mêda, deu-nos os seguintes vencedores:

Masculinos:

Elites/Sub23 – Ruben Almeida (Saertex Portugal / Bicicletas Lavarinhas)

Veteranos A – Carlos Gomes (Xyami / Fagor / Nova Vida)

Veteranos B – José Rosa (Ser e Parecer – Team)

Veteranos C – João Paulo Marques (BTT Seia)

Femininos:

Elites/Sub23 – Maaris Meier (Somamaratonas)

Veteranas – Filipa Fernandes (BTT Seia)

A próxima prova da Taça de Portugal de Maratonas XCM decorre em Oliveira de Azeméis, no próximo dia 27 de Maio.

 

Foto: José Rosa, o vencedor na categoria de Veteranos B.  

 

FOTOS DA MARATONA DE MEDA



publicado por BLOGOTA às 06:49
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 16 de Maio de 2012
RESCALDO DA MARATONA DE MEDA - XCM3 - CSRD OTA

Foto (em pé, da esquerda para a direita): Hélder Carvalho, Avelino Santos, Ricardo Batista, Fernando Duarte, Cláudio Paulinho, Ricardo Rodrigues, Paulo Simões, Joaquim Cunha, Valter Raimundo, João Antão e João Nunes. Em baixo, também da esquerda para a direita, o Rui Branco, Luis Pancadares, David Ventura, Filomena Paulo e Denis Amaro. Faltou na fotografia de família o Pedro Marques que pernoitou noutro local. 

 

A 3ª prova da Taça de Portugal de Maratonas BTT (XCM) levou a equipa do Centro Social Recreativo e Desportivo de Ota / Carb Boom / Anipura a fazer uma longa deslocação até à Beira Alta, mais concretamente até à cidade de Mêda, onde no dia 13 de Maio se realizou a maratona BTT local, a contar para a competição nacional federada.

A equipa de Ota levou uma comitiva de 17 elementos até esta prova, nomeadamente 14 atletas: Avelino Santos, Valter Raimundo, Joaquim Cunha e Ricardo Batista, em Elites/Sub23, Cláudio Paulinho, Paulo Simões, David Ventura e Ricardo Rodrigues, em Veteranos A, Fernando Duarte, Pedro Marques, Hélder Carvalho, João Nunes e Denis Amaro, em Veteranos B, e Filomena Paulo em Veteranas.

No apoio técnico e logístico estiveram o Rui Branco, o João Antão e o Luís Pancadares.

 

Foto: Cláudio Paulinho, na 3ª zona de assistência, junto ás termas de Longroiva. 

 

A prova decorreu sob uma temperatura altíssima, o que deixou marcas em todos os atletas, nomeadamente nos da equipa de Ota que sofreram a bom sofrer para terminar esta prova. Na parte inicial a corrida desenrolou-se de forma rápida, mas a parte final, concretamente depois da terceira zona de assistência é que vieram as grandes dificuldades, com uma subida longuíssima até à meta, que deixou muitos atletas à beira do colapso.

No sector feminino destaque para mais uma prova extremamente positiva da atleta Filomena Paulo, em Veteranas, que no ano de estreia federada continua a dar cartas na sua categoria. O 6º lugar alcançado, com 3h. 49m. 22, nos 66 quilómetros de percurso, mostrou bem a sua capacidade de sofrimento e qualidade nesta vertente do BTT. A Filomena Paulo ficou a cerca de 5 minutos das atletas que terminaram em 4º e 5º lugar. Até agora, em três provas da Taça, a atleta da equipa de Ota tem mostrado uma regularidade impressionante, com um sétimo lugar na Batalha, um quinto posto em Alte e agora a 6ª posição.

 

Foto: Paulo Simões, na 3ª zona de abastecimento, junto ás termas de Longroiva. 

 

No sector masculino, em Veteranos A, também com uma regularidade pautada pelo alto nível continua o Cláudio Paulinho, que desta feita, em Mêda fez o 7º lugar, com 3h. 45m. 09s., perdendo apenas 12 minutos para o 1º classificado. Em todas as provas em que participou ao serviço da equipa de Ota, o Cláudio terminou no Top Ten das mesmas, evidenciando uma enorme competitividade e qualidade na prática deste desporto. Em Mêda, o atleta da equipa de Ota, andou sempre no segundo grupo, em perseguição ao grupo líder que levava quase sempre entre 8 a 10 unidades e não quebrou no fim, quando as dificuldades apertaram, mantendo-se no Top 20 da geral individual.

Ainda em Veteranos A, temos a destacar o 36º lugar alcançado pelo David Ventura, com 4h. 15m. 56s., que continua a realizar uma excelente época, pontuando, até agora, em todas a provas realizadas. O atleta de Ota fez uma prova regular, sem grandes oscilações, mantendo-se sempre em redor da posição final com que terminou esta dura maratona.

Na mesma categoria, o Ricardo Rodrigues, com uma prova muito bem conseguida, conseguiu terminar, pela primeira vez na sua carreira de betetista, em lugares pontuáveis, ao fazê-lo na 48ª posição, com 4h. 23m. 52s. O esforço despendido ao longo dos mais de oitenta quilómetros foi premiado com os primeiros pontos conquistados nesta categoria.

O Paulo Simões, também em Veteranos A, teve alguns problemas ao longo do percurso e terminou fora dos lugares pontuáveis, mais concretamente no 77º lugar, com 4h. 55m. 12s.

 

Foto: Pedro Marques, na imagem, a chegar à 1ª zona de assistência, na localidade do Carvalhal. 

 

Na categoria de Veteranos B tivemos a primeira das duas desistências da equipa nesta competição, com o abandono do Fernando Duarte, o grande favorito à vitória final nesta categoria, na 1ª zona de assistência, onde chegou com o pneu da frente rasgado e depois de carregar a sua máquina ao longo de 5 quilómetros. Até à altura do abandono, o Fernando Duarte seguia na frente da categoria dos Veteranos B.

Assim sendo, nesta categoria, o melhor atleta da equipa de Ota foi o Pedro Marques, que com uma prova de trás para a frente foi conquistando lugares até finalizar na 22ª posição, com 4h. 30m. 19s.

O João Nunes, com uma prova pautada pela regularidade, terminou no 25º lugar, com 4h. 43m. 08s.

O Hélder Carvalho andou muito bem na primeira fase da maratona de Mêda, mas depois na parte final quebrou e caiu alguns lugares na classificação, terminando ainda assim na 28ª posição, com 4h. 54m. 31s.

Finalmente, em Veteranos B, tivemos a prestação sempre simpática do Denis Amaro, que com as suas armas luta constantemente para terminar dentro do controlo horário para o 1º classificado. Nesta prova, o atleta da equipa de Ota foi premiado com o objectivo de terminar dentro do controlo e mais, consegui pela primeira vez ao serviço da equipa fazê-lo em lugares pontuáveis, mais concretamente na 43ª posição, com 5h. 15m. 57s.

 

Foto: Hélder Carvalho a chegar à meta situada na cidade de Mêda. 

 

Na categoria de Elites/Sub23, tivemos mais uma prova bastante positiva do Joaquim Cunha, que conseguiu manter-se em bom plano na maratona de Mêda, cedendo apenas na parte final quando a 3 quilómetros da meta o «motor» rebentou. Ainda assim, conseguiu finalizar no 38º lugar, com 4h. 05m. 23s. Para além disso, o Cunha foi o segundo atleta masculino da equipa de Ota a terminar a Maratona de Mêda, o que não deixa de ser bastante significativo quanto à sua capacidade para superar este tipo de dificuldades.

Fora do lugares pontuáveis, depois de um inicio de prova bastante acelerado, ficou o Valter Raimundo, na 69ª posição, com 4h. 45m. 45s. Com apenas 18 anos de idade, e no seu primeiro ano no BTT, o Valter está ainda em fase de aprendizagem, sendo obviamente, por vezes, traído pela sua vontade em pontuar. Nesta prova andou grande parte do tempo nos cinquenta primeiros da sua categoria, vindo a cair na parte final da prova para fora dos lugares pontuáveis, devido a fadiga muscular.

Na 79ª posição, desta categoria, finalizou o Ricardo Batista, com 5h. 27m. 57m. Em relação à prova de Alte já se registaram melhorias na prestação do Ricardo, embora falte apurar a ponta final das maratonas para que não perca tanto tempo nos últimos quilómetros, porque até à 3ª zona de assistência, o atleta da equipa de Ota ia perfeitamente dentro do controlo horário em relação ao primeiro atleta elite/sub23.

Finalmente, a segunda desistência de atletas da equipa de Ota, deu-se nesta categoria, quando o Avelino Santos, na zona do 3º abastecimento, quando seguia muito bem colocado, dentro dos cinquenta primeiros da categoria, viu o cepo ceder e ficar a pedalar a seco, sendo forçado a abandonar.

 

Foto: Valter Raimundo na meta em Mêda. 

 

Em relação à classificação por equipas, apesar da mesma não ter sido publicada, a formação de Ota deverá se situar entre a 10ª e a 15ª posição, com 35 pontos, conquistados da seguinte forma: Filomena Paulo (6 Pontos); Cláudio Paulinho (7 Pontos) e Pedro Marques (22 Pontos).

A próxima prova a contar para a Taça de Portugal de Maratonas XCM decorre a 27 de Maio, em Oliveira de Azeméis.

 

Foto: Fernando Duarte, para se juntar aos elementos na equipa presentes na 1ª zona de assistência, teve de fazer 5 quilómetros a andar, a correr, ou com a bicicleta às costas, como a imagem demonstra.  



publicado por BLOGOTA às 08:57
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 12 de Setembro de 2011
CAMPEONATO NACIONAL MARATONAS BTT MASTERS

Foto: Fernando Duarte (direita) conquistou o direito de subir ao pódio em Meda, ao ficar em 3º lugar nos Masters B, no Campeonato Nacional de Maratonas BTT Masters. Ao meio está o Rui Lavarinhas, novo campeão nacional e à esquerda o Rui Costa, o vice-campeão de 2011. 

 

No passado domingo, dia 11 de Setembro, em Meda, distrito da Guarda, disputou-se o Campeonato Nacional de Maratonas BTT Absolutos e Masters.

A equipa do Centro Social Recreativo e Desportivo de Ota / Carb Boom / Extrusal participou no Campeonato Nacional de Masters (Veteranos), com os seguintes atletas: Nuno Vicente, David Ventura, Tiago Fragata e Paulo Simões, em Veteranos A.

Fernando Duarte e João Nunes, nos Veteranos B e José Carlos Silva em Veteranos C.

Foi um Campeonato Nacional que nos correu de feição, não sendo perfeito, foi muito bem conseguido e no final saímos bastante satisfeitos com os resultados obtidos.

A nossa equipa conquistou um pódio (3º lugar em Veteranos B), 2 TOP 10 (4º lugar em Veteranos A e 9º lugar em Veteranos C) e na classificação colectiva terminamos na 4ª posição, no Campeonato Nacional de Masters, com os mesmos pontos da equipa que ficou em 3º lugar.

O critério de desempate foi desfavorável à nossa equipa porque segundo o ponto 6.4.4. do regulamento, em caso de empate, beneficia a equipa com maior número de primeiros lugares dos seus corredores, e isso aconteceu com a equipa dos Galitos / Ciclismo 1904 – Slowdown que venceu na categoria feminina de Veteranas. Aliás, este terceiro lugar da equipa dos Galitos foi conquistado pelas suas atletas veteranas, com um primeiro lugar, um sétimo e um oitavo, perfazendo um total de 16 pontos. Os nossos 16 pontos foram obtidos com o 3º lugar em Veteranos B, o 4º em Veteranos A e o 9º em Veteranos C.

Em 2º lugar, na classificação por equipas Masters, ficou o BTT Loulé / Eafit / BPI, com 14 pontos e a vitória foi conquistada pela formação minhota da Saertex Portugal / Bicicletas Lavarinhas, com 10 pontos.

 

Foto (da esquerda para a direita): José Carlos Silva, Tiago Fragata, David Ventura, Paulo Simões, João Nunes, João Antão, Cláudio Cabido, Fernando Duarte e Cláudio Paulinho (atleta do Sport União Colarense que viajou com a equipa de Ota e terminou no 30º lugar no Campeonato Nacional Absoluto, e irmão do ciclista da Radioshack, Sérgio Paulinho). 

 

A prova em Meda teve cerca de 80 quilómetros de extensão e foi percorrida com bom tempo, bastante sol, uma temperatura alta, mas bastante aceitável para o esforço dos atletas.

A fim de evitar conflitos e batotices a organização lançou a atletas femininas, meia hora mais cedo que os atletas masculinos, para a competição. Às 9h. 30m. arrancaram as elites femininas e cinco minutos depois as veteranas. Às 10h 00m. começaram a prova os elites masculinos e cinco minutos depois os Masters A, B e C.

A nossa equipa participou apenas nos Veteranos e lutou pelos lugares da frente em todas as categorias.

Em Veteranos A, o Nuno Vicente ficou em 4º lugar, com 3h. 50m. 12s. O Nuno chegou num grupo com 4 atletas à meta, onde estava o terceiro classificado em Veteranos A, mas como entrou a alguns metros de distância do mesmo, apesar de ter sprintado acabou por não conseguir ultrapassá-lo, mas fica uma excelente prova do nosso atleta que por muito pouco não subiu ao pódio. Nesta categoria, a prova foi dominada pelo Carlos Gomes, da Xyami Cozinhas, que venceu com 3h. 41m. 07s. O anterior campeão nacional de Masters A, José Silva, da Aktive BTTeam, ficou em 2º lugar, com o tempo de 3h. 44m. 01s.

 

Foto: Nuno Vicente, no 2º abastecimento da Maratona BTT de Meda. 

 

Ainda em Veteranos A tivemos mais uma excelente prestação do atleta do C.S.R.D. Ota, Tiago Fragata, que se preparava para fazer TOP 10, mas a cerca de 4 quilómetros da meta partiu o drop e teve que vir a pé até à meta, perdendo muito tempo e lugares caindo para o 33º lugar, com 4h. 24m. 19s.

O Paulo Simões, também em Veteranos A, fez uma extraordinária prova, ele que está a retomar o BTT depois de muitos anos ausente desta actividade desportiva, e que já foi campeão de XCO há uns anos atrás, terminou no 24º lugar, com 4h. 17m. 30s.

Ainda nos Masters A, tivemos o David Ventura com uma participação mais discreta que os seus colegas de equipa, tendo terminado no 55º lugar, com 4h. 44m. 50m.

 

Foto: Paulo Simões no 2º abastecimento da Maratona BTT de Meda. 

 

Passando aos Veteranos B, tivemos, através de uma magnífica prova do Fernando Duarte, 3º lugar, com 4h. 01m. 03s., o nosso único pódio do dia, com o terceiro lugar conquistado pelo nosso atleta. O Fernando vinha a este campeonato defender o título conquistado no ano passado em Manteigas, mas apesar da excelente forma evidenciada, não foi possível bater as melhores e mais fortes prestações do Rui Lavarinhas (Saertex Portugal / Bicicletas Lavarinhas), novo campeão nacional de Masters B, com 3h. 50m. 02s, e do Rui Costa (Xyami Cozinhas), segundo classificado, com 3h. 51m. 01s.

Nesta categoria de Veteranos B tivemos também uma excelente prova do João Nunes, que terminou esta competição na 17ª posição, com 4h. 35m. 05s.

 

Foto: João Nunes, momentos antes da partida para o Campeonato Nacional de Maratonas BTT em Meda, na categoria de Masters B, onde finalizou no 17º lugar. 

 

Finalmente, nos Veteranos C, tivemos uma grande maratona proporcionada pelo atleta José Carlos Silva, o qual com os seus quase sessenta anos de idade se bateu galhardamente pelo melhor lugar na sua categoria e conseguiu terminar no TOP 10, fazendo 9º lugar, com 5h. 29m. 57s. Como dissemos anteriormente, esta classificação, do nosso veterano C foi fundamental para a equipa ficar em 4º lugar.

Em suma, a equipa que foi representar o Centro Social Recreativo e Desportivo de Ota / Carb Boom / Extrusal fez um excelente trabalho, tanto no plano individual como no colectivo e todo o staff saiu de Meda com o sentimento de dever cumprido e com a sensação de todos pertencermos a uma equipa campeã, porque com as suas limitações logísticas e financeiras foi disputar um campeonato nacional e bateu o pé a formações quase semi-profissionais do BTT nacional.

Por isso, deixamos aqui o nome de todos os contribuíram para uma grande prova que a equipa de Ota realizou em Meda:

Atletas: Fernando Duarte, David Ventura, Tiago Fragata, Nuno Vicente, Paulo Simões, João Nunes e José Carlos Silva.

Assistência logística: João Antão, Cláudio Cabido e Rui Branco.

 

IMAGENS DA PROVA DE MEDA

 

  

  



publicado por BLOGOTA às 14:18
link do post | comentar | favorito

links
arquivos

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

posts recentes

VIDEOS DA MARATONA BTT DE...

VIDEOS DA MARATONA BTT DE...

VIDEOS DA MARATONA BTT DE...

VIDEOS DA MARATONA BTT DE...

RESCALDO DA MARATONA DE M...

RESCALDO DA MARATONA DE M...

CAMPEONATO NACIONAL MARAT...

favoritos

CAMPEONATO DISTRITAL DE B...

CAMPEONATO DISTRITAL DE I...

RESCALDO DA 1ª PROVA RESI...

VIDEOS DA 1ª PROVA RESIST...

RESCALDO - T. P. MARATONA...

FOTO DA ASSINATURA DO CON...

S. C. PINHEIRO LOURES 3 -...

RESCALDO DA MARATONA BTT ...

CAMPEONATO NACIONAL DE RA...

RESCALDO DA MARATONA BTT ...

temas

2008/2009

2009/2010

2010

2010/2011

2011

2011/2012

2012

7 maravilhas

aeroporto de ota

afl

alenquer

alentejo

alhandra

amador

analises

anipura

arneiros

arrudense

atalaia

atletismo

benfica

benjamins

btt

c.s.r.d. de ota

campeonato

carb boom

cerca

charneca de ota

cheganças

ciclismo

classificação

comentarios

corrida do mirante

cronicas

cross country

desporto

diversos

elites

escolas

estatistica

eventos

extrusal

f.c. ota

f.c. ota benjamins

f.c. ota escolas

f.c. ota infantis

f.c. ota iniciados

f.c. ota juniores

f.c. ota juvenis

festa

frases

furadouro

futebol

futebol de sete

golos

humor

imagens

infantis

iniciados

jogador

juniores

juvenis

lfo

Liga Fantástica de Ota

linhais

lisboa

maratona

memorias

monte agraço

monte redondo

montejunto

música

nacional

ota

ota videos

passeios

pelado

pinheiro loures

portugal

raid

rbikes

relvado

rescaldo

resultados

rio de ota

seniores

serra de ota

sintético

sobreirense

sorteio

sub-23

taça

torneio

treino

varanda da ota

vencedor

veteranos

videos

xcm

xco

todas as tags

últ. comentários
Sem grandes comentarios. obrigado Rui. Fica aqui m...
Até no fim se manifesta a enorme qualidade e dedic...
a deresao do futebol clube agradece todo o que o b...
Caro Rui Branco,Os meus Parabéns pelo teu trabalho...
Foi um óptimo trabalho feito ao estilo de O...
Caro Rui Branco,Obrigado pelo trabalho pioneiro qu...
RuiCertamente que para tomares esta decisão, pensa...
Caro Rui, É com muita tristeza que leio a notícia ...
Caro RuiÉ com tristeza que vejo esta noticia.Assim...
OS COMENTÁRIOS NESTE BLOG ESTÃO TEMPORARIAMENTE SU...
Setembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9


24
25
26
27
28
29

30


pesquisar
 
blogs SAPO
subscrever feeds
mais sobre mim