PÁGINA PESSOAL DE RUI BRANCO


Segunda-feira, 23 de Maio de 2011
IIª DIVISÃO DISTRITAL - SÉRIE 1 - A. F. LISBOA

ANÁLISE BLOGOTA – ÉPOCA 2010/2011

 

1ª PARTE

 

 

MTBA

 

A equipa de Sintra foi a grande vencedora desta série 1, embora não tenha sido a grande dominadora no decurso da época. O MTBA começou muito bem a época, com quatro vitórias consecutivas, depois começou a cair na tabela até chegar ao 4º lugar, por alturas do final da 1ª volta do campeonato. Na 2ª volta, graças a um desempenho sublime, com apenas três empates cedidos, subiu ao primeiro posto, a poucas jornadas do fim, e por lá se manteve até à última jornada. A equipa de Sintra garantiu a subida de divisão, com 17 vitórias, 6 empates, 2 derrotas, 58 golos marcados, sendo a equipa mais concretizadora da série, 18 sofridos, sendo aqui também a que menos tentos sofreu ao longo dos 25 jogos realizados, obtendo 57 pontos. Nos jogos com a equipa de Ota empatou, em casa, a uma bola e venceu em Cheganças, por um a zero.

 

 

SOBREIRENSE

 

A equipa de Sobreiro Curvo, Torres Vedras, formou um plantel com o claro propósito de subir de divisão e, apesar das dificuldades sentidas na 2ª volta, cumpriu esse objectivo. De facto, o Sobreirense foi a melhor equipa na 1ª volta do campeonato, tendo tido cerca de 10 pontos de avanço sobre o 2º classificado, mas depois, com uma 2ª volta de campeonato menos positiva começou a perder a folga que tinha na tabela classificativa até cair mesmo para o 2º lugar, que também dá acesso à subida de divisão. Os números da equipa foram de 17 vitórias, 4 empates e 4 derrotas. Marcaram 57 golos e sofreram 22, para um acumulado de 55 pontos. Nos jogos com a equipa de Ota venceu em Cheganças por 1-2 e em sua casa por 2-0.

 

 

ASSOCIAÇÃO MURTEIRENSE

 

A formação do concelho do Cadaval foi a grande surpresa desta série 1, com uma temporada a todos os títulos notável, sobretudo porque a poucos dias do encerramento das inscrições ainda não tinha equipa formada. A equipa da Murteira conseguiu reunir um bom lote de jogadores, com destaque para o ponta de lança que foi o melhor marcador desta série 1. Para consumar a subida de divisão faltou pouco, mas fica a imagem de uma época muito regular, sempre na parte de cima da tabela classificativa e a espreitar os dois lugares da subida. No final a equipa conquistou 15 vitórias, 6 empates e 4 derrotas. Marcaram 47 golos e sofreram 28, fazendo 51 pontos. Com o Futebol Clube de Ota venceram os dois jogos, 1-0 na Murteira e 2-3 em Cheganças.

 

 

A DOS CUNHADOS

 

A equipa de A dos Cunhados partiu para esta campanha com o firme propósito de subir de divisão. Para isso reforçou o plantel com atletas que lhes davam garantias de cumprir esse objectivo, mas uma sucessão de maus resultados ao longo da época, em jogos onde seria expectável a conquista dos três pontos, hipotecou essas hipóteses de ascensão à 1ª divisão distrital. Ainda assim, a equipa do concelho de Torres Vedras terminou o campeonato num honroso quarto lugar, com 14 vitórias, 3 empates e 8 derrotas. Marcaram 53 golos, revelando um bom índice concretizador e sofreram 31, para um total de 45 pontos. Nos jogos com a equipa de Ota conquistaram os seis pontos em disputa, com uma vitória em casa por 4-0 e fora por 1-3.

 

 

ALCAINÇA

 

A equipa do concelho de Mafra realizou um bom campeonato, sempre na parte de cima da tabela classificativa, chegando a acalentar esperanças, na parte final da competição, de chegar aos primeiros lugares. Foi uma equipa muito forte a jogar em casa, onde conquistou muitas vitórias. Fora de casa foi menos forte e por isso terá ficado fora da luta pela subida de divisão. O Alcainça conquistou 13 vitórias, 6 empates e 6 derrotas, somando 45 pontos. Marcaram 56 golos, a terceira equipa mais concretizadora da competição, e sofreram 40. Contra a equipa de Ota ganharam os dois jogos pela margem mínima, 1-0 em casa, e 2-3 em Cheganças.

 

 

FRIELAS

 

A equipa do concelho de Loures foi algo irregular ao longo do percurso, porque se tivesse tido outra regularidade poderia ter lutado pela subida até à última jornada do campeonato. Fez uma melhor 2ª volta, com uma série de vitórias consecutivas, que a catapultaram para os primeiros lugares, mas nas últimas jornadas perdeu dois jogos que a fizeram descer para a sexta posição. Esta formação tinha uma excelente frente de ataque, contrastando com uma defesa menos segura. Terminaram com 43 pontos, fruto de 12 vitórias, 7 empates e 6 derrotas. Marcaram 55 golos e sofreram 35. Nos jogos com a equipa de Ota empataram a três bolas em Frielas e vieram goleá-la a Cheganças por cinco bolas a zero.

 

 

PINHEIRO DE LOURES

 

O Pinheiro de Loures utilizou dois plantéis distintos ao longo da época. Numa 1ª fase as derrotas acumularam-se e o último posto parecia ser o destino final para esta equipa de Loures. Numa 2ª fase, com a aquisição de numerosos reforços, com uma qualidade superior, a equipa começou a ganhar jogos consecutivamente até se fixar na sétima posição. Foi uma das melhores equipas da 2ª volta do campeonato. Terminou com 35 pontos, graças a 11 vitórias, 2 empates e 12 derrotas. Marcaram 52 golos e sofreram 42. Foi a equipa que conquistou o resultado mais desnivelado da competição, 11-0 ao Malveira “B”. Contra a equipa de Ota perderam em casa por 3-5 e ganharam em Cheganças por 0-3.     



publicado por BLOGOTA às 18:55
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 8 de Fevereiro de 2011
VIDEOS DO JOGO: F. C. OTA 0 - MTBA 1
 

Quaresma de livre directo, com a bola a passar longe do alvo. 

Nº 10 do MTBA com um livre perigoso para a baliza do FC Ota. 

Neste lance, o Souza esteve muito próximo do golo. 

Nº27 cabeceou o esférico por cima da barra. 

Golo anulado à equipa de Ota, por fora de jogo do Alexander Deus.



publicado por BLOGOTA às 19:33
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 7 de Fevereiro de 2011
A. F. LISBOA - 2ª DIVISÃO DISTRITAL - 17ª JORNADA

 


 


A 17ª jornada, da série 1 do Campeonato Distrital da IIª divisão de Lisboa, ficou marcada pela primeira vitória da formação do Fonte Grada, ao fim de 14 derrotas e 2 empates. Nas seis partidas realizadas marcaram-se 16 golos, o que fez a média de 2,67 golos por jogo. As equipas visitadas marcaram 10 golos, enquanto as visitantes fizeram 6 tentos. Registou-se 1 empate, 4 vitórias caseiras e uma forasteira.

O Futebol Clube de Ota voltou a perder em casa, desta feita pela margem mínima, contra o MTBA. A equipa de Sintra continua no topo da classificação, enquanto a nossa não larga o penúltimo lugar, com a agravante de ver o último aproximar-se.

A outra equipa do concelho de Alenquer, a Atalaia, conquistou pontos pela segunda semana consecutiva, depois de receber e empatar com o Frielas. A equipa do concelho de Loures, com este empate, subiu um lugar na tabela classificativa e a de Alenquer também.

No grande jogo desta jornada, entre os dois primeiros, a formação da Associação Murteirense, a jogar em casa, foi mais forte e venceu o Sobreirense, por uma bola a zero. Na classificação, com os resultados da Malveira, a equipa do concelho do Cadaval fica a dois pontos do Sobreirense, mas na tabela classificativa sem os resultados do clube desistente, a equipa da Murteira apanha o seu opositor de Sobreiro Curvo no topo da geral classificativa.

A grande surpresa da jornada aconteceu na Fonte Grada, onde o clube local, ainda sem vitórias na competição, recebeu e bateu o A dos Cunhados, por três bolas a duas. A equipa de A dos Cunhados deu um passo atrás na luta pela subida de divisão.

O Pinheiro de Loures confirmou o excelente momento que atravessa, ao receber e vencer a Cerca por três bolas a uma. A equipa da Cerca leva 4 derrotas consecutivas na competição.

O Luz Fanhões, também num extraordinário momento de forma, recebeu e venceu a equipa de Alcainça, aproximando-se da primeira metade da tabela classificativa.

O Furadouro folgou nesta jornada devido à desistência da Malveira “B”.

A próxima jornada, décima oitava, disputa-se no domingo, dia 13 de Fevereiro, com os seguintes encontros:

Futebol Clube de Ota (12º) – Furadouro (10º) (Na 1ª volta registou-se um empate a duas bolas). Para esta partida, a nossa equipa vai tentar vencer para ultrapassar este adversário na classificação, mas as limitações ainda são muitas devido a lesões, com a agravante de perdermos o Quaresma por expulsão na partida frente ao MTBA.

A U. R. D. Atalaia (9º) desloca-se ao campo do Sobreirense (1º), numa partida em que a formação do concelho de Torres Vedras está obrigada a ganhar, o que até pode ser bom a equipa de Alenquer, se conseguir ir enervando o seu opositor ao longo do jogo. Na 1ª volta, o Sobreirense venceu por três bolas a uma.

A Associação Murteirense (2º) desloca-se ao campo do Alcainça (4º), num encontro que se afigura de grau de dificuldade elevado para a equipa do concelho do Cadaval. A formação de Mafra tem sido muito forte, especialmente a jogar no seu reduto. Na 1ª volta, o Murteirense venceu por duas bolas a uma.

O MTBA (3º) desloca-se ao sintético da Cerca (8º), numa partida em que deverá conquistar os três pontos, devido à má fase que a equipa local atravessa. Na 1ª volta, os sintrenses venceram por três bolas a duas.

O Frielas (5º) recebe o Pinheiro Loures (11º), numa partida que se espera muito equilibrada, principalmente porque se trata de um derby. Na 1ª volta, O Frielas venceu por três bolas a uma.

O A dos Cunhados (6º) recebe o Luz Fanhões (7º), num encontro que também se espera equilibrado. Por um lado, a equipa local é muito forte no seu campo, pese embora a péssima derrota contra o último classificado registada nesta jornada, mas por outro lado, a equipa de Fanhões tem vindo a fazer uma excelente segunda volta de campeonato. Na 1ª volta, o Luz Fanhões venceu por duas bolas a uma.

Nesta 18ª jornada, o Fonte Grada (13º) folga devido à desistência da Malveira “B”.

 

IMAGENS DO JOGO

FUTEBOL CLUBE DE OTA - G. U. R. D. MTBA

https://picasaweb.google.com/ptblogota/20110206FCOta0MTBA1#

 



publicado por BLOGOTA às 19:21
link do post | comentar | favorito

Domingo, 6 de Fevereiro de 2011
FUTEBOL CLUBE DE OTA 0 - G. U. R. D. MTBA 1

CAMPEONATO DISTRITAL IIª DIVISÃO - ASSOCIAÇÃO FUTEBOL LISBOA

4ª JORNADA - ÉPOCA 2010/2011  

Foto (da esquerda para a direita): Sandro, Caldeira, Rui Ferreira, Nuno Fernandes, Quaresma, Miguel Rocha, Souza, João Bacalhau, Gonçalo, Filipe Antunes e Pedro Grilo.  

Foto: Onze inicial do Grupo União Recreativo e Desportivo MTBA, do concelho de Sintra.

 

O Futebol Clube de Ota iniciou a partida com o seguinte onze:

 

90 FILIPE ANTUNES
19 RICARDO QUARESMA
10 REGINALDO SOUZA
21 BRUNO CALDEIRA
25 NUNO FERNANDES
22 PEDRO GRILO
55 GONÇALO FERREIRA
8 SANDRO FERREIRA (Cap.)
27 MIGUEL ROCHA
17 RUI FERREIRA
23 JOÃO BACALHAU

    

Foto: Aos 15 minutos, o Filipe Antunes desviou esta bola com as pernas, pela linha de fundo, após um livre directo que saiu bastante forte do pé direito do seu adversário.

 

Substituições:

70' - Saiu o Miguel Rocha e entrou o ALEXANDER DEUS (30).

70' - Saiu o Rui Ferreira e entrou o ANDRÉ FERREIRA (31).

Suplentes não utilizados: Daniel Duarte e Ruben Dias.

Não convocados: Márcio Carvalho, Ricardo Fachada, João Rodrigues, Peres, Jorge Ribeiro, Nuno Narciso, João Silva e Edgar Filipe.

Disciplina:

Futebol Clube de Ota:

Cartão Amarelo aos 31 minutos para o Bruno Caldeira, por ter protestado contra uma decisão do árbitro.

Cartão Amarelo aos 68 minutos para o Ricardo Quaresma, por ter protestado contra uma decisão do árbitro.

Cartão Vermelho Directo aos 90+3 minutos para o Ricardo Quaresma, por tentativa de agressão ao jogador nº 18.

Grupo União Recreativo e Desportivo MTBA:

Cartão Vermelho Directo aos 43 minutos para o jogador nº 10, por ofensas verbais contra alguns elementos da assistência.

Cartão Vermelho Directo aos 90+3 minutos para o jogador nº 18, por tentativa de agressão ao Ricardo Quaresma.

Resultado ao intervalo: 0-1    

Foto: Aos 27 minutos, nesta finalização, o jogador nº 19 fez o primeiro e único golo do jogo, fazendo um chapéu muito bem executado ao nosso guarda redes.

 

MARCHA DO MARCADOR:

0-1 aos 27 minutos pelo jogador nº 19. A bola foi metida em profundidade, o ponta de lança do MTBA deu um toque de cabeça para a esquerda, desmarcando o extremo esquerdo, que isolado e perante a saida do Filipe Antunes, executou na perfeição um chapéu de aba larga que levou a bola para o fundo das nossas redes.  

Foto: Aos 36 minutos, a equipa visitante podia ter chegado ao segundo golo, mas o jogador nº 21, em excelente posição, bateu o esférico ao lado do poste direito da baliza do F. C. Ota.

 

CRÓNICA DO JOGO: 

Em jogo da quarta jornada do campeonato distrital, devido à inversão de jornadas, a equipa sénior do Futebol Clube de Ota recebeu em Cheganças, numa gloriosa tarde de sol e de temperatura bem agradável, a formação do MTBA, do concelho de Sintra. Esta equipa é uma das principais candidatas à subida de divisão.

Para este jogo, a equipa não conseguiu recuperar nenhum dos sete lesionados do plantel e por isso as limitações continuaram a ser muitas. O técnico Luis Ferreira lançou de inicio o Filipe na baliza, o Quaresma na direita da defesa e o Nuno Fernandes na esquerda. Os centrais foram o Souza e o Caldeira. No meio campo alinharam o Grilo, o Gonçalo e o Sandro. No ataque jogaram o Miguel, o Rui e o Bacalhau.

O jogo começou morno, com ambas as equipas a arriscarem pouco e sem grandes oportunidades de perigo junto das balizas. A primeira boa situação de ataque, pertenceu à equipa de Ota, numa boa jogada de entendimento entre o Bacalhau, o Miguel e o Sandro, com este último a rematar de fora da área, para uma defesa segura do guarda redes do MTBA.

Só aos 15 minutos é que a equipa visitante chegou com perigo à nossa baliza, num livre directo, que o Filipe teve que defender com as pernas, dada a violência do remate, desviando a bola pela linha de fundo.

Na segunda metade do primeiro tempo, a equipa visitante começou a dominar o jogo e, consequentemente, a criar mais apuros junto da nossa baliza. Aos 21 minutos, na marcação de um livre directo, descaido para o lado esquerdo, o jogador nº 10 enviou o esférico rente ao poste direito da baliza à guarda do Filipe Antunes.

Aos 27 minutos, curiosamente numa transição rápida para o ataque, a equipa do concelho de Sintra chegou à vantagem, num golo de belo efeito, apontado pelo jogador nº 19.

Aos 36 minutos, a equipa do MTBA podia ter feito o segundo golo, quando o jogador nº 19 cruzou do lado esquerdo e ao primeiro poste, completamente à vontade, o jogador nº 21 desviou o esférico, fazendo-o passar rente ao poste direito da baliza do F. C. Ota.

Aos 43 minutos, a equipa visitante ficou a jogar com menos uma unidade, por expulsão directa do jogador nº 10, um dos melhores em campo neste primeiro tempo, por ter dirigido palavras ofensivas contra alguns elementos da assistência.

No final dos primeiros quarenta e cinco minutos a vantagem era justa para a equipa visitante, principalmente pelo que fizeram na segunda metade do primeiro tempo, onde tiveram três grandes chances para marcar, concretizando uma delas.    

Foto: Aos 77 minutos, o Filipe Antunes fez esta grande defesa, a desviar a bola pela linha de cabeceira, após um livre directo batido do lado esquerdo do ataque do MTBA.

 

Na etapa complementar, a jogar com mais uma unidade, a nossa equipa entrou muito bem no jogo e fez quinze minutos muito bem conseguidos, onde deveriamos e mereciamos ter chegado à igualdade.

Aos 53 minutos, após um canto batido do lado direito pelo Nuno Fernandes, a bola foi cair ao segundo poste, onde o Souza, completamente só, tentou assistir um colega, quando o que deveria ter feito era cabecear directamente para a baliza adversária, porque estava em excelente posição para marcar golo.

Aos 60 minutos, o Rui Ferreira ganhou posição à entrada da área, rematou de pronto, mas a bola saiu à figura do guarda redes adversário que agarrou o esférico com segurança.

A partir desta altura, a equipa visitante sentiu a pressão da nossa formação e começou a usar expedientes, daqui até ao final do jogo, para empatar tempo em tudo o que era reposição de bolas em jogo e com isso conseguiu enervar os nossos jogadores que depois de quinze minutos em que jogaram com a cabeça, passaram a jogar com o coração perdendo, por isso, discernimento em muitas jogadas que poderiam ter resultado em mais perigo para a baliza do MTBA.

Aos 67 minutos, na sequência de um canto do lado esquerdo, o jogador nº 27 cabeceou a bola por cima da barra da baliza do F. C. Ota, numa boa ocasião para ampliar a vantagem.

Aos 68 minutos, o jogador nº 17 teve o segundo golo nos pés, valendo na circunstância uma intervenção corajosa do Filipe Antunes a desviar a bola pela linha de fundo.

Aos 70 minutos, o técnico Luis Ferreira tirou do jogo o Miguel Rocha e o Rui Ferreira, por troca com o Alexander Deus e o André Ferreira, passando a equipa a jogar com dois pontas de lança e três defesas, com o Quaresma a subir para médio direito e o Grilo a descer para a zona central da defesa.

A equipa de Ota tentou tudo para chegar à igualdade, mas como dissemos anteriormente já o fazia mais com o coração do que com a cabeça. Muitas bolas bombeadas para a área, onde a defesa contrária, muito alta e de frente para a bola, limpava quase sempre o lance para longe da sua baliza.

Quando podiam, os jogadores da equipa visitante, estendiam-se ao comprido, simulando lesões inexistentes, só para fazer o tempo escoar e chegar o mais depressa possivel ao final dos noventa minutos de jogo com os três pontos no saco.

Aos 77 minutos, na marcação de um livre directo, o Filipe teve que se empregar a fundo para desviar a bola pela linha de cabeceira, fazendo uma excelente defesa.

Aos 85 minutos, o João Bacalhau trabalhou muito bem à entrada da área, rodou e disparou forte, com a bola a sair à figura do guardião adversário.

No tempo de compensação dado pelo árbitro (6 minutos), mais concretamente ao terceiro desses seis, aconteceu um enorme «sururu», que começou entre o Quaresma e o jogador nº 18 e terminou com todos os jogadores envolvidos em empurrões e ameaças completamente desnecessárias e que só favoreceram a equipa visitante. O resultado desta confusão foi o jogo estar interrompido cerca de 10 minutos, para os ânimos se acalmarem, e as expulsões do Quaresma e do jogador nº 18 do MTBA. Para além destes jogadores, o técnico Luis Ferreira também recebeu ordem de expulsão e foi fazer companhia ao treinador do MTBA que já tinha sido expulso nos primeiros minutos da segunda parte.

Depois do jogo ter recomeçado, a equipa de Ota ainda fez o golo do empate, por intermédio do Alexander Deus, mas estava em posição de fora de jogo e o lance foi anulado.

No final das contas, a vitória visitante aceita-se apenas porque na segunda metade do primeiro tempo foram superiores à nossa e concretizaram em golo uma das poucas oportunidades que dispuseram para o efeito. A nossa equipa tudo tentou para não perder este jogo, mas revelou uma enorme ineficácia na área adversária.   

Foto: No período de compensação e após a enorme confusão que aconteceu no interior do pelado, com culpas para os jogadores das duas equipas, a equipa de arbitragem interrompeu o jogo, chamou os capitães de equipa no sentido de acalmar os ânimos e pouco depois o encontro recomeçou sem mais incidentes.

 

ARBITRAGEM:

O trio de arbitragem nomeado para este jogo, foi composto pelo João Paiva (árbitro principal), Leonel Sousa e Pedro Neca (árbitros assistentes).

O árbitro, muito jovem e inexperiente realizou um mau trabalho. Cometeu muitos erros de avaliação e em termos disciplinares foi um desastre. Não estamos a dizer que as expulsões foram erradas, antes pelo contrário, mas faltou expulsar o guarda redes do MTBA pelas mesmíssimas razões que levaram à expulsão do jogador nº 10 do MTBA.

O jogo foi durinho e disputado nos limites do razoável, com algumas entradas, de ambos os lados, justificativas da amostragem da cartolina amarela, mas o árbitro deixou passar tudo em claro.

O árbitro foi, ainda, cúmplice com o anti-jogo da equipa do MTBA, tendo permitido enormes perdas de tempo em situações de pura perda de tempo dos jogadores visitantes.

No meio desta incapacidade para dirigir um jogo desta natureza que o João Paiva demonstrou, escaparam os árbitros assistentes que, ainda assim, foram os menos maus deste trio de arbitragem.   



publicado por BLOGOTA às 18:54
link do post | comentar | ver comentários (22) | favorito

Sábado, 5 de Fevereiro de 2011
F. C. OTA VS MTBA


publicado por BLOGOTA às 05:56
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito

Terça-feira, 12 de Outubro de 2010
VIDEOS DO JOGO: MTBA 1 - F. C. OTA 1
 

O jogador Nº 21, do MTBA, cabeceou ao lado da baliza do F.C. Ota.

João Rodrigues, em boa posição, atira por cima da barra.

Souza, ao 2º poste, falha a finalização.

O Jogador Nº 18, fez a bola raspar na barra da baliza do F.C. Ota.

O jogador Nº 3 cabeceia para golo e o João Silva tira in-extremis.



publicado por BLOGOTA às 19:03
link do post | comentar | favorito

Domingo, 10 de Outubro de 2010
G. U. R. D. MTBA 1 - FUTEBOL CLUBE DE OTA 1

CAMPEONATO DISTRITAL IIª DIVISÃO - ASSOCIAÇÃO FUTEBOL LISBOA

17ª JORNADA - ÉPOCA 2010/2011

Foto (da esquerda para a direita): Grilo, Narciso, Rui Ferreira, Edgar, Sandro, Miguel, Peres, João Silva, João Rodrigues, Daniel e Souza.

Foto: Onze inicial do Grupo União Recreativo e Desportivo MTBA, do concelho de Sintra.

 

O Futebol Clube de Ota iniciou a partida com o seguinte onze:

 

88 DANIEL DUARTE
4 JOÃO RODRIGUES
10 REGINALDO SOUZA (C)
2 JOÃO SILVA
12 EDGAR FILIPE
22 PEDRO GRILO
6 PERES
8 SANDRO FERREIRA
27 MIGUEL ROCHA
16 NUNO NARCISO
17 RUI FERREIRA

 

Foto: Neste lance, o jogador nº 9, fez o golo para o MTBA. A bola ainda bateu no Edgar, mas acabou por entrar junto ao poste esquerdo da baliza do F.C. Ota.

 

Substituições:

45' - Ao intervalo saiu o Nuno Narciso e entrou o RICARDO QUARESMA (19).

61' - Saiu o Sandro Ferreira e entrou o JORGE RIBEIRO (20).

71' - Saiu o Miguel Rocha e entrou o NUNO FERNANDES (25).

Suplentes não utilizados: Filipe Antunes e Bruno Caldeira.

Não convocados: Márcio Carvalho, Alexander Deus, André Ferreira, Ruben Dias, Gonçalo Ferreira e João Bacalhau.

Disciplina:

Grupo União Recreativo e Desportivo MTBA:

Cartão Amarelo aos 87 minutos, para o jogador Nº 77, por ter simulado uma falta inexistente.

Futebol Clube de Ota:

Cartão Amarelo aos 39 minutos, para o Daniel Duarte, por ter tocado com a mão na bola, numa jogada fora da área, enquanto escorregava no relvado sintético.

Cartão Amarelo aos 45 minutos, para o Pedro Grilo, por ter cortado um lance de ataque do MTBA com o braço.

Cartão Amarelo aos 53 minutos, para o João Silva, por ter chocado contra um adversário, sobre a linha intermediária.

Cartão Amarelo aos 78 minutos, para o Peres, por ter cometido uma falta dura sobre o jogador nº 77.

Cartão Amarelo aos 90+2 minutos, para o Reginaldo Souza, por ter demorado a marcar uma falta contra o MTBA.

Cartão Amarelo aos 90+3 minutos, para o João Silva, por ter agarrado um adversário, quando este se preparava para correr para o nosso meio campo, com a bola controlada.

Cartão Vermelho por acumulação de amarelos, aos 90+3 minutos, para o João Silva.

Resultado ao intervalo: 1-1

Foto: Aos 38 minutos, o jogador nº 21 apareceu desmarcado do lado direito e correu em direcção à nossa área. O Daniel saiu rápido e desarmou o adversário, a bola tocou na sua mão ainda no interior da área, eventualmente terá continuado a escorregar para fora da área e o árbitro auxiliar assinalou a infracção, da qual resultou a amostragem do cartão amarelo ao nosso guarda redes.

 

MARCHA DO MARCADOR:

1-0 aos 19 minutos pelo jogador Nº 9. A jogada foi desenvolvida pelo lado esquerdo do ataque local, o cruzamento saiu e o Daniel não o conseguiu interceptar, a bola caiu nos pés do jogador nº 9, completamente solto, que a enviou para a nossa baliza, nesse caminho, o esférico ainda tocou no Edgar, mas acabou por entrar, na mesma, junto ao poste esquerdo da baliza do F. C. Ota.

1-1 aos 44 minutos por NUNO NARCISO. A jogada começou nos pés do Sandro que, sobre a linha de meio campo colocou o esférico na esquerda, para o Rui Ferreira, nessa viagem a bola foi interceptada pelo defesa central contrário que a colocou na sua grande área, em posição frontal à baliza, onde apareceu muito rápido o Nuno Narciso, completamente desmarcado, a bater de cabeça o desamparado guardião do MTBA.

Foto: Á beirinha do intervalo, neste lance, o Nuno Narciso fez o golo do empate, com um cabeceamento que não deu hipótese de defesa ao, até agora, imbatível, no campeonato, guarda redes do MTBA.  

 

CRÓNICA DO JOGO: 

Este domingo, a equipa sénior do F. C. Ota, deslocou-se ao concelho de Sintra, onde defrontou o MTBA, em partida a contar para a 17ª jornada do campeonato distrital da 2ª divisão, série 1.

O jogo foi disputado ás 16 horas, num relvado sintético em excelentes condições para o futebol, com o tempo a ameaçar chuva, embora não se tenha feito sentir, e com uma boa temperatura ambiente.

Depois da 1ª vitória em Pinheiro de Loures, no passado domingo, e da eliminação da Taça AFL, na passada terça-feira, frente ao Furadouro, perdemos alguns jogadores, nomeadamente de ataque, por lesão.

Assim sendo, foi com 16 jogadores que a equipa se deslocou a Sintra e com muitas limitações nas opções de ataque. O técnico Luis Ferreira colocou o Daniel entre os postes e depois ergueu uma barreira defensiva composta pelo João Rodrigues na direita, o Edgar na esquerda e o Souza e João Silva no eixo central da defesa. Pedro Grilo e Peres formaram o duplo pivot defensivo neste jogo. Na zona intermediária jogaram o Sandro pelo centro, o Miguel pela direita e o Narciso pela esquerda. Na frente de ataque jogou o Rui Ferreira.

A equipa da casa entrou determinada em marcar cedo e instalou-se no meio campo da equipa de Ota, em busca de oportunidades para se adiantar no marcador.

Aos 7 minutos, na sequência de um canto batido do lado direito, o Daniel não conseguiu tocar na bola e, ao segundo poste a bola é cabeceada para a nossa baliza, valendo na circunstância o Sandro, que estava junto ao poste, a tirar a bola para longe da zona de perigo.

No minuto seguinte, o jogador nº 7 isola-se, pela direita, remata forte para uma defesa incompleta do Daniel, na recarga a bola é novamente rematada em direcção à nossa baliza, valendo neste caso o Souza a oferecer o corpo ao esférico, desviando-o pela linha de fundo.

O domínio da equipa da casa era avassalador e adivinhava-se o golo, que aconteceu mesmo à passagem do minuto 19, quando o Daniel não conseguiu interceptar um cruzamento do lado esquerdo, com a bola a sobrar para o jogador nº 9, completamente desmarcado que rematou contra o corpo do Edgar, acabando o esférico por entrar junto ao poste esquerdo do F.C. Ota.

Após o golo, a equipa da casa continuou a dominar o jogo, embora a de Ota começasse aos poucos a sacudir a pressão inicial do adversário.

Aos 25 minutos, na sequência de um livre marcado do lado direito do ataque do MTBA, o jogador nº 21, livre de marcação na área, cabeceou mal, com a bola a sair ao lado do poste direito da baliza visitante.

A primeira aproximação com perigo da equipa de Ota à baliza adversária aconteceu aos 27 minutos, quando após um canto batido na esquerda pelo Sandro, a bola foi cair ao segundo poste, onde o Souza rematou de pronto para uma defesa incompleta do guarda redes do MTBA, na recarga, em zona frontal à baliza, o João Rodrigues rematou por cima da barra.

Aos 37 minutos, numa altura em que a equipa de Ota repartia o domínio do jogo com o seu adversário, numa bela jogada de envolvimento pelo centro do terreno, a bola apareceu à entrada da área, mesmo a jeito do pé direito do Sandro, que não se fez rogado e rematou forte, para uma defesa segura do guardião visitado.

Aos 41 minutos, num livre directo descaído para o lado direito, contra a equipa de Ota, a bola è batida contra a barreira e na recarga o jogador nº 18 rematou forte, com muito perigo para a baliza à guarda do Daniel Duarte.

Aos 42 minutos, o Pedro Grilo bateu um livre directo, com a bola a passar muito próxima da baliza do MTBA.

Aos 43 minutos, na mesma jogada, o jogador nº 21 e o Nº 4, estiveram muito perto do golo, valendo a sorte à equipa de Ota para que isso não acontecesse.

Aos 44 minutos, a equipa de Ota chegou ao empate, após um erro defensivo do defesa central do MTBA, que colocou a bola à disposição do Nuno Narciso e este não perdoou, fazendo o golo do empate.

O resultado ao intervalo era muito lisonjeiro para a equipa de Ota, dado o maior domínio da equipa local e o número de oportunidades de golo desperdiçadas.

Foto: Festejos do jogadores da equipa de Ota, após o golo do empate, conseguido pelo Nuno Narciso. 

 

Ao intervalo, a equipa técnica de Ota teve que proceder à primeira alteração por lesão. Nas cabines ficou o Nuno Narciso e no seu lugar entrou o Ricardo Quaresma. Neste caso o Miguel derivou para o lado esquerdo do meio campo, enquanto o Quaresma se foi posicionar no lado direito da zona intermediária.

Para não variar a equipa da casa entrou disposta a voltar à vantagem no marcador e, logo aos 53 minutos, na sequência de um cruzamento da direita do jogador nº 20, na pequena área o jogador nº 21 tentou finalizar de calcanhar mas falhou o esférico.

Aos 61 minutos, o Sandro fez um pique e ficou agarrado à coxa direita, sendo substituido pelo Jorge Ribeiro.

O jogo prosseguiu sob o domínio intenso da equipa da casa, embora com menos oportunidades flagrantes que na 1ª parte.

Aos 70 minutos, na sequência de um cruzamento/remate do jogador nº 18, a bola raspou na barra da baliza do F. C. Ota.

Aos 71 minutos, o Miguel Rocha saiu tocado, entrando para o seu lugar o Nuno Fernandes.

Aos 72 minutos, na sequência de um canto, o jogador nº 3 do MTBA, esteve muito perto do golo.

Aos poucos o jogo foi-se arrastando para o fim, com a equipa de Ota a defender o precioso ponto, enquanto o MTBA procurava a todo o custo chegar ao segundo golo, embora para o fazer usasse cada vez mais o coração em vez da cabeça.

Aos 89 minutos, na sequência de um canto batido do lado esquerdo do ataque visitado, no coração da pequena área o jogador nº 21, cabeceou o esférico de raspão, com este a sair ligeiramente ao lado do poste esquerdo da baliza à guarda do Daniel Duarte.

Esta foi a última grande oportunidade de golo flagrante para a equipa local. Os últimos minutos, nomeadamente os quatro de compensação, foram disputados longe das balizas, havendo ainda tempo para o João Silva ver o segundo amarelo, após ter agarrado um adversário que se preparava para correr em direcção à nossa grande área.

O resultado final penaliza a equipa da casa que, principalmente no primeiro tempo, teve inúmeras oportunidades para ganhar uma vantagem segura sobre o seu adversário. A equipa de Ota conseguiu, com alguma dose de sorte, chegar ao empate mesmo à beira do intervalo e no segundo tempo segurou este resultado, abdicando praticamente do ataque porque ficou sem opções para o fazer. Em suma, um bom empate, que permitiu manter a distância pontual contra um dos primeiros classificados desta série 1.

 

Foto: Aos 89 minutos, neste lance, o jogador nº 21, neste cabeceamento, esteve muito próximo do segundo golo. 

 

ARBITRAGEM:

O trio de arbitragem nomeado para a partida desta tarde, em Sintra, foi composta pelo Nuno Rocha (árbitro principal), Fernando Oliveira e João Loureiro (árbitros assistentes).

Em termos gerais, este trio de árbitros, realizou uma boa prestação, conseguindo gerir o jogo e os impulsos dos jogadores de forma absolutamente irrepreensível.

Houve um ou outro erro, sem influência no resultado do jogo, que não manchou a sua exibição. De qualquer modo, em prejuízo da equipa local, que pretendia que o jogo fosse mais corrido, aconteceram muitas interrupções com o árbitro a dialogar diversas vezes com os jogadores de ambas as equipas. Essa situação beneficiou mais a equipa visitante, que aproveitava para montar a equipa no seu eduto defensivo e respirar um pouco.

    


publicado por BLOGOTA às 20:21
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Sexta-feira, 10 de Setembro de 2010
HISTÓRICO DAS EQUIPAS - SÉRIE 1 - ÉPOCA 2010/2011 (3/3)

 

GRUPO UNIÃO RECREATIVO DESPORTIVO MTBA

Magoito – São João das Lampas – Sintra

Campo António Forjaz

(Relva Sintética)

 

2009/2010

Na passada época, a equipa do MTBA, disputou o campeonato distrital da 1ª divisão, série 1, onde se classificou em 15º lugar (penúltimo). Realizou 30 jogos, com 7 vitórias, 5 empates e 18 derrotas. Marcou 29 golos e sofreu 64.

 

2008/2009

Nesta temporada, o MTBA, disputou o campeonato distrital da 2ª divisão, série 2, onde se classificou em 1º lugar. Efectuou 34 jogos, com 22 vitórias, 6 empates e 6 derrotas. Marcou 75 golos e sofreu 31.

 

2007/2008

Nesta época, a equipa do concelho de Sintra, disputou o campeonato distrital da 2ª divisão, série 2, classificando-se em 5º lugar. Disputaram 28 jogos, com 16 vitórias, 6 empates e 6 derrotas. Marcaram 54 golos e sofreram 30.

 

 

SPORTING CLUBE PINHEIRO DE LOURES

Loures

Campo Major Rosa Bastos

(Relva Sintética)

 

2009/2010

Na passada temporada, a formação de Pinheiro de Loures, disputou o campeonato distrital da 2ª divisão, série 2, classificando-se em 10º lugar (penúltimo). Em 20 jogos, a equipa venceu 5, empatou 1 e perdeu 14. Marcaram 22 golos e sofreram 45.

 

2008/2009

Nesta temporada, voltaram a disputar o campeonato distrital da 2ª divisão, série 2, onde se classificaram em 18º lugar (último). Realizaram 34 jogos, com 5 vitórias, 8 empates e 21 derrotas. Marcaram 30 golos e sofreram 81.

 

2007/2008

De novo, esta equipa do concelho de Loures, disputou o campeonato distrital da 2ª divisão, série 2, classificando-se em 15º lugar (último). Fizeram 28 jogos, com 1 vitória, 7 empates e 20 derrotas. Marcaram 20 golos e sofreram 66.

 

 

GRUPO DESPORTIVO SOBREIRENSE

Sobreiro Curvo – Torres Vedras

Campo Luis P. Sarreira

(Relva Sintética)

 

2009/2010

Na época passada, a equipa do Sobreirense, disputou o campeonato distrital da 2ª divisão, série 1, onde se classificou em 5º lugar. Realizou 22 jogos, com 10 vitórias, 3 empates e 9 derrotas. Marcou 29 golos e sofreu 30.

Nos encontros com a equipa de Ota, os resultados foram os seguintes: Sobreirense 2 – F. C. Ota 1 (1ª volta) e F. C. Ota 2 – Sobreirense 0 (2ª volta).

 

2008/2009

Há duas épocas atrás, a formação de Sobreiro Curvo, voltou a disputar o campeonato distrital da 2ª divisão, série 1, classificando-se em 15º lugar. Efectuaram 34 jogos, com 9 vitórias, 7 empates e 18 derrotas. Marcaram 40 golos e sofreram 50.

Nos confrontos com o F. C. Ota, os resultados foram estes: Sobreirense 1 – F. C. Ota 0 (1ª volta) e F. C. Ota 0 – Sobreirense 2 (2ª volta).

 

2007/2008

Nesta temporada, a equipa de Torres Vedras, disputou o campeonato distrital da 2ª divisão, série 1, ficando em 7º lugar. Efectuaram 30 jogos, com 13 vitórias, 5 empates e 12 derrotas. Marcaram 41 golos e sofreram 38.

Nas partidas com a equipa de Ota, registaram-se os seguintes resultados: F. C. Ota 4 – Sobreirense 1 (1ª volta) e Sobreirense 2 – F. C. Ota 2 (2ª volta).

 

2006/2007

Nesta época, de novo na 2ª divisão distrital, série 1, a equipa do Sobreirense ficou em 10º lugar. Em 26 jogos, ganharam 8, empataram 7 e perderam 11. Marcaram 39 golos e sofreram 48.

Com a equipa de Ota, os resultados foram estes: F. C. Ota 4 – Sobreirense 4 (1ª volta) e Sobreirense 1 – F. C. Ota 3 (2ª volta).

 

 

UNIÃO RECREATIVA DESPORTIVA ATALAIA

Ventosa – Alenquer

Campo do Atalaia

(Terra Batida)

 

2009/2010

Na pretérita temporada, a Atalaia, disputou o campeonato distrital da 2ª divisão, série 1, onde se classificou em 11º lugar (penúltimo). Em 22 jogos, venceram 3, empataram 2 e perderam 17. A equipa marcou 15 golos e sofreu 48.

Contra a equipa de Ota, os resultados foram os seguintes: F. C. Ota 0 – Atalaia 1 (1ª volta) e Atalaia 1 – F. C. Ota 2 (2ª volta).

 

2008/2009

Nesta temporada, a formação do concelho de Alenquer, disputou o campeonato distrital da 2ª divisão, série 1, classificando-se em 18º lugar (último). A equipa disputou 34 jogos, venceu 6, empatou 6 e perdeu 22. Os jogadores da Atalaia marcaram 32 golos e sofreram 73.

Nos jogos disputados com a equipa de Ota, foram estes os resultados: F. C. Ota 2 _ Atalaia 2 (1ª volta) e Atalaia 1 – F. C. Ota 3 (2ª volta).

 

2007/2008

Nesta época, a equipa da Atalaia, voltou a disputar o campeonato distrital da 2ª divisão, série 1, ficando em 10º lugar. Em 30 jogos realizados, venceu 13, empatou 3 e perdeu 14. Marcou 37 golos e sofreu 54.

Nas partidas com o F. C. Ota, os resultados foram estes: F. C. Ota 1 – Atalaia 1 (1ª volta) e Atalaia 0 – F. C. Ota 2 (2ª volta).

 

2006/2007

Neste ano desportivo, a equipa da Atalaia, disputou o campeonato distrital da 2ª divisão, série 1, onde terminou em 14º lugar (último). O clube fez 26 jogos, com 3 vitórias, 5 empates e 18 derrotas. Marcaram 31 golos e sofreram 71.

Com o F. C. Ota, os resultados foram os seguintes: Atalaia 0 – F. C. Ota 0 (1ª volta) e F. C. Ota 2 – Atalaia 0 (2ª volta).

 

 

ATLÉTICO CLUBE MALVEIRA “B”

Malveira – Mafra

Campo do Marco (Livramento)

(Relva Sintética)

 

A equipa “B” do Atlético Clube da Malveira foi formada para esta época, tendo sido integrada na série 1, já após o sorteio efectuado. Como tal, não existem registos históricos desta formação.



publicado por BLOGOTA às 20:13
link do post | comentar | favorito

links
arquivos

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

posts recentes

IIª DIVISÃO DISTRITAL - S...

VIDEOS DO JOGO: F. C. OTA...

A. F. LISBOA - 2ª DIVISÃO...

FUTEBOL CLUBE DE OTA 0 - ...

F. C. OTA VS MTBA

VIDEOS DO JOGO: MTBA 1 - ...

G. U. R. D. MTBA 1 - FUTE...

HISTÓRICO DAS EQUIPAS - S...

favoritos

CAMPEONATO DISTRITAL DE B...

CAMPEONATO DISTRITAL DE I...

RESCALDO DA 1ª PROVA RESI...

VIDEOS DA 1ª PROVA RESIST...

RESCALDO - T. P. MARATONA...

FOTO DA ASSINATURA DO CON...

S. C. PINHEIRO LOURES 3 -...

RESCALDO DA MARATONA BTT ...

CAMPEONATO NACIONAL DE RA...

RESCALDO DA MARATONA BTT ...

temas

2008/2009

2009/2010

2010

2010/2011

2011

2011/2012

2012

7 maravilhas

aeroporto de ota

afl

alenquer

alentejo

alhandra

amador

analises

anipura

arneiros

arrudense

atalaia

atletismo

benfica

benjamins

btt

c.s.r.d. de ota

campeonato

carb boom

cerca

charneca de ota

cheganças

ciclismo

classificação

comentarios

corrida do mirante

cronicas

cross country

desporto

diversos

elites

escolas

estatistica

eventos

extrusal

f.c. ota

f.c. ota benjamins

f.c. ota escolas

f.c. ota infantis

f.c. ota iniciados

f.c. ota juniores

f.c. ota juvenis

festa

frases

furadouro

futebol

futebol de sete

golos

humor

imagens

infantis

iniciados

jogador

juniores

juvenis

lfo

Liga Fantástica de Ota

linhais

lisboa

maratona

memorias

monte agraço

monte redondo

montejunto

música

nacional

ota

ota videos

passeios

pelado

pinheiro loures

portugal

raid

rbikes

relvado

rescaldo

resultados

rio de ota

seniores

serra de ota

sintético

sobreirense

sorteio

sub-23

taça

torneio

treino

varanda da ota

vencedor

veteranos

videos

xcm

xco

todas as tags

últ. comentários
Sem grandes comentarios. obrigado Rui. Fica aqui m...
Até no fim se manifesta a enorme qualidade e dedic...
a deresao do futebol clube agradece todo o que o b...
Caro Rui Branco,Os meus Parabéns pelo teu trabalho...
Foi um óptimo trabalho feito ao estilo de O...
Caro Rui Branco,Obrigado pelo trabalho pioneiro qu...
RuiCertamente que para tomares esta decisão, pensa...
Caro Rui, É com muita tristeza que leio a notícia ...
Caro RuiÉ com tristeza que vejo esta noticia.Assim...
OS COMENTÁRIOS NESTE BLOG ESTÃO TEMPORARIAMENTE SU...
Setembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9


24
25
26
27
28
29

30


pesquisar
 
blogs SAPO
subscrever feeds
mais sobre mim